1. Spirit Fanfics >
  2. Conexão - Rabia >
  3. Teimosia e descobertas.

História Conexão - Rabia - Capítulo 10


Escrita por:


Notas do Autor


Oiiie, demorei mas cheguei. Como estão?? Obrigada pelos comentários do capítulo anterior, e boa leitura nesse. Desculpa qualquer erro, escrevi pelo celular
Até mais, beijocas :*

Capítulo 10 - Teimosia e descobertas.


Bia: Aqui... aqui... a câmera não pega - apontou para o vão da parede ao lado do armário descendo do colo da blogueira - 


Rafa: Vamos levar... atenção - falou tapando o microfone - não faz isso comigo... - sussurrou quando Bianca mudou as posições arrancando o microfone de ambas. 


Bia: Não podemos... você sabe que não podemos - Falou ficando na ponta dos pés -


Rafa: Eu sei... eu sei que não - Respondeu mordendo os lábios da carioca com certa força - Porra... - Sentiu as mãos da mulher dentro da sua blusa justa - Bia... estamos levando atenção - Avisou quando o barulho foi soado pela casa - 


Bia: Só um poquinho... - Beijou o vale entre os seios de Rafa - Céus... que saudade de te sentir... - Apertou o seio direito da mulher - Gostosa... - Levantou a mão dando um tapinho no rosto de Rafa que riu safada - Puta que pariu - 


Rafa: Saudades de te ouvir gemendo... - Sussurrou no ouvido de Bianca que gemeu baixinho provocando. Outro som foi ecoado, revelando atenção da produção para as duas. - De estar dentro de ti... - Apertou a intimidade de Bianca por cima da calça devorando seus lábios. O ambiente estava quente e exalava excitação. O canto da parede borbulhava. Bia subiu suas mãos invadindo o sutiã de Rafaellla. Segurou o bico do seu seio com força e antes que pudesse continuar a carícia, a porta foi aberta com força. 


Manu: Porra - Gritou fazendo as duas se separarem com pressa - Caralhooo - Xingou brava e as duas se encolheram uma do lado da outra - Vocês perderam 600 estalecas... coloca, coloca essa merda - Apontou para os microfones no chão - E saí da merda dessa parede que a câmera não pega vocês - Mandou e as duas obedeceram sem falar nada. Manu batia o pé nervosa. Quando Bia e Rafa terminaram de se arrumar, saíram da despensa dando de cara com Gi e Mari. 


Gi: Vocês tão zoando né? - Falou surpresa - Caralhoooooo - Levantou os braços - Sexo ao vivoooo - Gritou e as bochechas das duas ganharam uma coloração vermelha. - 


Bia: Não... Não íamos - jogou o cabelo para trás tentando sair da situação em que se encontrava - Só estávamos...


Manu: Se engolindo - Cruzou os braços - Caralho ein... tava... quente - Disse de maneira engraçada e Rafa tapou o rosto com as mãos - 


Mari: Parem - Saiu em defesa das amigas - Vocês estão deixando elas sem graça 


Gi: São tudo safadaaaaa - Riu - O cheiro de couro tá enorme 


Rafa: Meu Jesus 


Gi: Crente de Taubaté 


Bia: Gizellyyyyy - Riu - Chega, já deu - Puxou Rafa indo em direção a sala. As duas se sentaram no sofá em silêncio. Permaneceram assim até Bianca cair numa crise de riso. 


Rafa: Para biaaaa - Deu um tapa na mulher que gargalhou. A risada fez Rafa ri. E quando perceberam, ambas estavam no chão rolando de ri por causa do ocorrido a minutos atrás. 


Bia: Se ela não chegasse... Deus - colocou a mão na barriga - Que irresponsabilidade 


Rafa: Me desculpa - Falou culpada - Eu que te puxei pra cá..
Bia: Não... para - Puxou ela para perto - Só que vai ser difícil... - Admitiu - Esquentou né?! - Rafa assentiu - Vamos nos controlar... - Apertou a mulher nos braços. 


Rafa: Tentar - Frisou a palavra e Bianca encarou o rosto da mulher surpresa - Não quero me comprometer com mais nada... - Riu - 


Bia: Ihhhhh você já é comprometida comigo ou 


Rafa: Ninguém me falou nada - Levantou indo em direção a porta - 


Bia: Rafaella volta aqui - Foi atrás da mulher na festa - Tá achando o que? - Puxou a cintura da influencer - 


Rafa: O que? - Fez cara inocente - 


Bia: Sem vergonha - Mordeu o queixo da mulher - Tu não tá namorando, mas não tá solteira - Deu um tapinho no bumbum da mulher que riu - 


Rafa: Estou meio comprometida então? 


Bia: Você está inteiramente comprometida... comigo - Sussurrou contra seus lábios. Quando Rafa pensou que ia ser beijada, Bianca a largou. - Todas as brincadeiras tem consequências - Piscou correndo em direção a pista. Rafa riu pegando o gelo e passando no pescoço. Pegou um copo fazendo uma dose de Gin. Manu, Bia, Mari e Gi dançavam no canto da pista enquanto o resto estava do outro lado. Era visível que todos estavam excluindo Bianca. Desde que ela voltou do quarto, tinha uma certa resistência do pessoa com ela. Isso a incomodava profundamente. Bianca não falou nenhum mentira a respeito dos dois eliminados, e mesmo assim, a maioria da casa não falava com ela decentemente tirando as três meninas que estavam com ela dançando. 


Marcela: Tudo bem, Rafa? - Perguntou chegando ao seu lado. Rafa sorriu assentindo. - Tá aí porque? 


Rafa: Nada... descansando - Mostrou o copo rindo - 


Marcela: Ah... pensei que tinha acontecido algo - Apontou para Bianca - Afinal ela tá com todas tuas amigas... - Falou malvada - 


Rafa: Nossas amigas - Corrigiu - 


Marcela: Não sabia que você se dava tão bem com a Mari 


Rafa: Nem eu - Sorriu incomodada com as palavras da mulher - Vou indo lá...


Marcela: Vai lá... vai lá cuidar da outra - A resposta dela fez Rafa voltar atrás. - 


Rafa: Não tô entendo, Ma - Confessou alto por causa da música - 


Marcela: Só acho meio estranho... você não? - Rafa negou confusa - Vocês duas... poxa Rafa, o que você quer com uma mulher assim? De verdade, amiga - Riu - Vocês não combinam em nada - Continuou - Você toda séria, um mulherão responsável e a Bianca... é só a Bianca 


Rafa: Você está julgando ela 


Marcela: Não estou - Se defendeu - A menina perde a linha sempre, mó cara de quem precisa da mãe pra tudo e você aí... se envolvendo com ela 


Rafa: Você tá realmente falando isso pra mim? - Tomou uma postura defensiva - Você só falta limpar a bunda do Daniel, Marcela  


Marcela: Ei - Olhou a mulher ofendida - Eu não quis te ofender, Rafa... Só tô te mandando a real, coisa que a Manu deveria fazer - Deu um gole na bebida - Você deve tá queimada lá fora por tá se deixando levar por isso, Bianca não é bem vista... você sabe


Rafa: Marcela, por favor, você tá sendo uma babaca - Tentou manter a calma - Você tá ofendendo uma pessoa que eu gosto muito, está passando dos limites e..


Marcela: E que eu tô falando só a verdade, tu acha mesmo que a Bianca curte você? Porra Rafa, tá te usando porque sabe que a maioria das pessoas lá fora não curtem ela e que a sua torcida é grande... juntou o útil ao agradável 


Rafa: Cala boca - Gritou perdendo a paciência. A loira deu um passo pra trás assustada. - Você já passou dos limites a muito tempo, não vou admitir que fique falando merda dela pra mim - O pessoal se aproximou - Você tá apegada com as informações que recebeu da casa de vidro, e acha que todo mundo tem medo da sua "torcida" - Bia chegou próximo - Eu não tenho medo de você, porque você não passa de uma fake - Cuspiu a verdade na cara da mulher - 


Bia: Rafa o que foi? - Segurou a mão da mulher - 


Marcela: Não aguentou escutar a verdade - Riu virando as costas. Rafa tentou ir atrás da mulher, mas foi impedida por Bia e Manu. Respirando fundo, a mulher recobrou a postura. 


Mari: Calma Rafa - entregou a garrafa de água - O que ela te falou pra te deixar assim? 


Rafa: Começou a falar um monte merda sobre a Bia - A mulher negou com a cabeça - 


Bia: O que ela disse? 


Rafa: Deixa pra lá - Bia negou - Não, sério, amanhã a gente fala disso - Prometeu - Você vai acabar indo atrás dela pra tirar satisfação 


Manu: É melhor, Bia - Passou a mão no braço da maquiadora. - Nossa, que idiota - Apontou para a Marcela que olhava na direção delas rindo. 


Bia: Vai se fuder - Foi em direção a médica pisando fundo. - O que você falou pra Rafaella? - Chegou na roda - Que porra você falou? - Gritou - 


Rafa: Bia - Tentou puxar a mulher - 


Bia: Bia o caralho - Puxou a mão - Ela não vai falar merda pra ti 


Marcela: Merda? Ah Bianca.. Você tá achando que é quem pra chegar e berrar comigo? 


Bia: E você acha que é quem pra falar merda pra minha mulher? - Peitou Marcela que não recuou - Fala a merda que tu falou 


Marcela: Ela não te falou? Deve ser porque tô certa né 


Gi: Ai Marcela, deu dessa merda - Saiu em defesa de Bianca - Deixa ela Bia, não caí nesse joguinho - Pediu - Ela gosta disso mesmo 


Marcela: De falar a verdade, Gizelly? Só disse que a a Bianca perde a linha sempre, não sabe se comportar 


Bia: E o que isso te atinge? Vai se fuder garota, desde quando minhas atitudes te atingem? 


Marcela: A mim em nada, mas na Rafaella deve atingir - Apontou para a mineira - Mas ela não fala né?! Mas tá na cara que não suporta esse teu jeito expansivo - Bia encarou Rafa - 


Rafa: Não caí nessa Bia


Manu: Saí daí, vamos entrar - Pediu chamando a mulher - Não caí nessa pilha errada - Suplicou - 


Rafa: Bia - Pegou sua mão - As pessoas vão começar a jogar uma contra outra aqui dentro... - Lembrou - Por favor...


Marcela: Jogar uma contra a outra? 


Gi: Sim, é isso que tu faz - Tomou a frente de Bianca ficando de frente pra Marcela - Foi isso que tu fez comigo e as meninas né? Tu não passa de uma falsa - Cuspiu na cara da mulher surpreendendo a todos - Você é uma falsa do caralho - Foi pra cima da mulher mas foi logo impedida por Thelma que a puxou. - Me solta caralho - Exigiu sendo carregada pra longe. Antes que tudo começasse novamente, Rafa puxou Bia pra dentro de casa. 


Rafa: Porra Bia - Puxou a mão soltando da outra mulher - Eu falei pra ti não ir atrás 


Bia: Eu não tenho sangue de barata, Rafa - Bufou - O que ela te falou? 


Rafa: Eu já falei que não vou te falar hoje 


Bia: Então você concorda? 


Rafa: Bianca - Repreendeu - A gente vai acabar brigando 


Bia: Já estamos - Riu sem humor - O que ela te disse? - Perguntou e Rafa virou as costas - Rafaella - Chamou, mas a mulher saiu da sala a deixando sozinha. Bianca bufou sentando no sofá. Queria ir atrás de Rafa e insistir até que ela falasse, mas tinha receio do que ia ouvir. Pensando nisso, ficou em silêncio pensando a respeito. Se ali dentro as pessoas já envenenavam ela, imagina quando estivessem fora. Cansada de pensar a respeito, levantou indo em direção ao quarto céu. Encontrou Rafa sentada na cama de casal. Pegou uma roupa na mala. 


Rafa: Não vai voltar pra festa? 


Bia: Já deu o que tinha que dar pra mim - Tentou sorrir - Vou tombar banho - Avisou saindo do quarto. Tirou a roupa e entrou debaixo do chuveiro de lingerie. Tomou banho rapidinho voltando pro quarto. Rafa saiu deixando-a sozinha. Suspirou colocando o pijama e indo deixar a roupa da festa na despensa. Viu Rafa se secando e sorriu. Voltou pro quarto arrumando a cama dela e de Manu e arrumou o canto no chão para deitar. Quando fez isso, a luz apagou e ela se aconchegou nas cobertas. Logo em seguida Rafa entrou no quarto. Bia acompanhou ela trocar de roupa e sair do quarto novamente. Segurou a vontade de ir atrás e enfiou a cabeça debaixo do travesseiro. 


Bia: Porra Bianca - Suspirou e a porta foi batida com força - 


Rafa: Porra digo eu - Bianca levantou assustada - Eu fui lá fora te procurar - Revelou e a mulher riu - Sobe pra cama - Mandou 


Bia: Não, a Manu vai dormir aí - Falou voltando a deitar. Rafa bufou levantando. Pegou o travesseiro e foi para o lado onde Bia estava. 


Rafa: Se arruma - Chutou o pé da mulher antes de deitar ao seu lado - Aí - Puxou o microfone - Pronto 


Bia: Teimosa - Sorriu abraçando-a pela cintura - 


Rafa: Tô brava ainda - Revelou virando de costas para a mulher - Você é muito teimosa 


Bia: Era só você falar Rafaella - Falou na defensiva - 


Rafa: Porque a opinião dela importa tanto? - Virou de frente para a carioca - 


Bia: Eu só quero saber


Rafa: Não, você se importa em saber, é diferente 


Bia: Porque é de mim que ela tava falando - Trincou o maxilar - Vamos dormir vai


Rafa: Não, vamos conversar sobre isso agora 


Bia: Agora quem tá sendo teimosa é você - Rafa sentou cruzando os braços - 


Rafa: Ela disse que você perde a linha e está me usando - Contou - Só merda...


Bia: Você acredita? - Perguntou baixinho - 


Rafa: Eu não, mas e você? Acredita? - Bia ficou em silêncio - Porque você se importa tanto com a opinião alheia, Bia?


Bia: Eu não sei... costume talvez - Suspirou - Tô acostumada com os julgamentos 


Rafa: Não... não - Gruniu - Você não pode se acostumar com isso, você não pode...


Bia: Tá tudo bem, Rafa - Tentou amenizar a situação - 


Rafa: Não tá - Pegou a mão das mulheres - 


Bia: É o meu trabalho, tô nisso a anos... fazer o que - Deu de ombros - 


Rafa: Bia, que caralho - Bateu na cama - As pessoas não podem falar qualquer merda e fazer tu acreditar nisso 


Bia: Mas acontece...


Rafa: Mas não pode - Puxou a mulher para seu colo se encostando na parede - Você não pode se acostumar com isso, não pode - Beijou a cabeça da menor - 


Bia: Relaxa tá? - Soltou um risinho tentando passar segurança. Odiava falar a respeito disso. Era tanto julgamento que recebia que acabava acreditando na grande maioria. Segurou a mão da Rafa cruzando os dedos com os dela. - Fala algo...


Rafa: O que? - Riu apertando-a - 


Bia: Qualquer coisa... só quero ouvir sua voz - Admitiu tímida - 


Rafa: Linda... - Segurou seu rosto - Linda linda... - Deu um breve selinho no rosto da mulher sentindo a sua fragilidade a respeito da conversa de minutos atrás. - Como você acha que vai ser lá fora? 


Bia: Quero falar de cosias boas


Rafa: Tekpix - Falou arrancando risadas da carioca - 


Bia: Boba... - Se arrumou no colo - Você quer casar? Tipo... não tô te pedindo em casamento, só pra saber 


Rafa: Eu entendi, Dengo.... - Fez carinho no seu braço - Não tive um casamento bom... - Lembrou - Mas sonho em casar denovo...


Bia: Igreja? Festa e tudo? 


Rafa: Sim... você não?! 


Bia: Ah... casar de festa e tudo acho que não - Revelou - Mas morar junto sim... Deve ser muito gostoso saber que a pessoa não tem hora pra ir embora né?! - Rafa sorriu com a resposta - 


Rafa: Muito... - Roubou outro selinho da mulher - 


Bia: E filhos? - Virou de frente pra Rafa enterrando a cabeça na barriga de Rafa - 


Rafa: Chego ficar arrepiada só de pensar... é meu sonho - Confidenciou - Nossa senhora... 


Bia: Você ia ficar linda - Beijou a barriga de Rafa - Imagina? - Passou a mão na barriga da mulher - Nossa, eu ia amar...


Rafa: Bia? 


Bia: O que? 


Rafa: Você quer filhos? - Perguntou sem deixar de sentir o carinho na barriga - 


Bia: Vários - Distribuiu alguns beijinhos perto do umbigo de Rafa - 


Rafa: Nunca imaginei - Confessou - 


Bia: Eu passo uma imagem de irresponsabilidade né?! Mas é meu sonho...


Rafa: Não é isso... mas gostei de saber - Admitiu deitando - Vem... - Chamou e a Bia deitou do seu lado - Conchinha? - Bia concordou - 


Bia: Eu te abraço - Falou virando a mulher - Pronto... - Jogou a coberta sobre as duas. Bia levou a mão até a barriga de Rafa levantando a blusa e fazendo carinho. Rafa... - A mais alta resmungou de olhos fechados - Se você quiser... eu caso na igreja por você...- confessou - Com direito a tudo... - Rafa sorriu emocionada virando de frente pra mulher - 


Rafa: Eu amo você... - Grudou suas testas - 


Bia: Eu também... amo muito você - Sussurrou contra seus lábios - Obrigada... obrigada por isso que eu tô sentindo - Selou seus lábios num beijo curto. Se soltaram sentindo os sintomas do sono. Se abraçaram e ficaram em silêncio. Quando o sono chegou, Rafa lutou contra ele. Não poderia perder essa oportunidade. 


Rafa: Bia? 


Bia: Hum?


Rafa: Quero ser mãe dos seus filhos... - Confessou antes de cair no sono. 

 

 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...