1. Spirit Fanfics >
  2. Confissões >
  3. O acordo

História Confissões - Capítulo 17


Escrita por:


Capítulo 17 - O acordo


Fanfic / Fanfiction Confissões - Capítulo 17 - O acordo

Madara sai do banheiro e vai ao encontro de seu amado, com um tom safado e carinhoso ele pergunta algo ao pé d'ouvido de Tobirama

-Gostou do que viu seu safado? 

Tobirama arrepia-se com o tom rouco de Madara e sua face fica ruborizada

-Hmm vejo que gostou... Você está me saindo um ótimo safado, quem diria... 

Tobirama não podendo negar que tinha sentido tesão naquela cena, apenas concorda que sim, deixando Madara com um sorriso no rosto, mas era um sorriso maléfico, de quem iria além de uma conversa, ele planejava algo e Tobirama sabia. 

O uchiha beija tobirama, um beijo lento, cheio de carinho e ao mesmo tempo de tesão, afasta por um momento Tobirama, e olhando em seus olhos faz uma proposta atentadora e indecente. 

-Padrezinho, tenho um acordo para fazer, aceita? 

-Não posso dizer que aceito sem você falar antes, seria loucura

-Nossa vida é uma loucura, não percebeu ainda? 

-Ande, fale logo. Eu estou ansioso já. 

-Calma calma, vou falar. Pois bem.. 

Nossa vida amorosa e sexual é um pouco diferente das outras, fazemos coisas que outras pessoas não fariam... 

-Você diz seu namorado transar com seu irmão na sua frente a seu pedido e você transar com seu próprio irmão? 

-hahahahahah sim, isso... Mas tem outras coisas que eu ainda quero fazer com vcs dois juntos, tenho tanta ideia para nós

-onde você quer chegar Madara? 

-Bem bem, então... Que tal você, izuna e eu nos tornarmos parceiros sexuais? Nós satisfariamos o tesão de cada um, sem deixar o outro de lado, estaríamos os três conectados, mas aos olhos alheios seríamos eu e você somente, como um casal quase que tradicional... 

-Ah, não sei...  Tudo que fazemos é errado, isso não seria ir longe de mais? 

-Já falei que nada é errado. Você quer que eu sei, você adorou a sensação que sentiu, vamos aproveitar... 

-Mas e Izuna, será que ele ia querer? 

-Eu já falei com ele, sabia que você aceitaria. Ele Concordou, disse que a ideia era maravilhosa. 

*Na verdade Madara ainda não tinha falado com o irmão, mas o convenceria de algum jeito*

-Se é assim, então tudo bem. Eu faço tudo por você mesmo. 

Madara puxa Tobirama pela cintura e o beija cheio de fogo, ao ouvido ele fala coisas obscenas

-A propósito, adorei estar dentro de você, mas digamos que eu prefira você dentro de mim... 

Tobirama sente seu membro ereto apenas de escutar aquelas palavras sórdidas... Ele então leva Madara até a mesa da sala e o apoia de costas

-Parece que meu uchiha está querendo algo? Diga-me o que você quer.. Tobirama fala rente ao ouvido de Madara, segurando suas mãos nas costas e apoiando o rosto do Uchiha na mesa. -Vamos diga o que você quer

-Você... 

-Eu não ouvi, diga de novo. 

-Eu quero você, quero você agora. 

Tobirama enrosca uma de suas mãos nos cabelos de Madara e puxa para trás, ouvindo um gemido do uchiha

-Você gosta disso né? Você gosta de ser tratado assim, eu sei. Olhe você... Está tão duro, bom eu também estou. Sendo assim vou te dar o que você tanto quer. 

Tobirama coloca os dedos em Madara, preparando o para receber seu membro, Madara arrepiava-se com cada toque, gemia enlouquecido com aquelas mãos, aquele cheiro, tudo ali deixava-o a ponto de um delírio

Tobirama vagarosamente ajeita seu membro na entrada de Madara, forçando-o para dentro, ia devagar, gostava de sentir cada centímetro de seu membro dentro de Madara, gostava de ouvir seus gemidos, de ver suas caras e bocas ao ser invadido por ele

Madara gemia compulsivamente, pedia por mais, aquilo era uma tortura para ele, o tesão já era de mais

Tobirama entao empurra forte seu membro em Madara, que quase grita de prazer, ao mesmo tempo o Senju puxa os cabelos do uchiha, que pede por mais.. E assim Tobirama faz, aumenta as estocadas, dizendo coisas que nunca disse ao ouvido de seu uchiha

-Você queria isso não? Você adora me atentar, sabe que eu vou ceder... Você é um pervertido... 

Madara gemia mais e mais com  aquelas palavras e Tobirama continuava

-Isso, continue assim, seus gemidos me deixam cada vez mais louco, estar assim com você é algo de outro mundo. 

Tobirama solta os cabelos de Madara, levanta-o, deixando suas costas encostadas em seu peito, vira o rosto do uchiha e o beija, chupa sua língua, aumentado o ritmo das estocadas, vendo que Madara estava quase a ponto de gozar, decide masturba-lo no mesmo rítmo que colocava em Madara, rápido e forte, como o Uchiha sempre pedia, era assim que ele gostava. 

Os dois gemem juntos, quase que em uma sinfonia de prazeres, anunciando junto o gozo

Tobirama abraça Madara e ao seu ouvido fala

-Minha vida não teria graça nenhuma sem você, eu amo você, apesar de você estar ciente de mais disso. Ah, eu aceito o acordo, mas não pode haver outra pessoa além de nós três. 

Madara sorri bobo com as palavras de seu amado

-Ok, seremos só nós três aqui nessa casa, fora dele apenas nós dois. Eu amo você de mais Senju. 

Acordo feitos os dois vão para o banho,e depois comer algo

*Madara precisava pensar em um jeito de convencer Izuna, bom não seria algo tão difícil*




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...