1. Spirit Fanfics >
  2. Confissões ao Meio-dia >
  3. Preso na rotina Vol. 2

História Confissões ao Meio-dia - Capítulo 38


Escrita por:


Capítulo 38 - Preso na rotina Vol. 2


O moreno estava numa apresentação de uma conselheira em seu trabalho.

-Eu nunca desisti de amar, mesmo nas horas difíceis, porque o amor é necessário, um aprendizado, agora eu quero que reflitam sobre isso! -

- Ninguém nunca é o que diz ser - pensou Juliano.

Depois da apresentação Juliano foi para o seu terapeuta.

- Você parece cansado. - disse o senhor Aurélio- Juliano o encara - Eu cansei de tentar. - diz Juliano tragando - Eu fico dizendo para mim mesmo continuar sozinho, só que eu não consigo sozinho... - Aurélio acende - Você tem ao Dr. Vinícius, Por isso que estão num relacionamento, para se apoiar, ajudar a se levantar, amar, já pensou nisso? - Juliano balança a cabeça como não - Você está numa rotina e se sente entediado, eu lhe conselho a tirar um dia de folga, para não ficar sobrecarregado - Aurélio o encara - É, Ótima ideia... - diz cabisbaixo sendo sarcástico - Qual o problema de tirar férias? - perguntou Aurélio intrigado - Eu quero sair no jornal, e eu preciso trabalhar o dobro pra conseguir isso, droga! - Juliano diz inrritado - Acalme-se, não apresse o tempo, quando for para acontecer, acontecerá. - Diz Aurélio - Parece que esse dia nunca chega... - diz mais calmo - Você é um ótimo escritor, mesmo sendo novo no ramo, só tem que ter paciência, mas a impressão que dá é que você não escreve com aquela paixão de antigamente, porque mudou? - nem o próprio Juliano sabia a resposta - Porque eu sonhava em chegar até aqui, e agora que eu cheguei não parece aquela magia que eu sonhava... - diz apagando o cigarro no cinzeiro - E o que você sonhava? - outra pergunta difícil...

Depois do terapeuta Juliano estava escrevendo numa cafeteira quando é interrompido.

- Ah não acredito, Juliano! - Grace abraça o mesmo sorrindo - Por onde andou, não te vejo desde o colégio. - diz se sentando a mesa - Por aqui, sempre por aqui, eu literalmente não sai do mesmo lugar! - diz irônico e Grace levanta o ceio - Como nada, eu soube que você virou jornalista, isso é incrível! - diz segurando a mão do mesmo e ele sorri de canto - Não é tão incrível, eu ainda continuo sendo invisível para sociedade! - diz acendendo um cigarro - E ainda não parou com essa mania, com tantas campanhas contra o cigarro e você ainda não aprendeu? - Juliano sorri irônico e a mesma também - Você está acompanhado? onde está o Vinícius. - perguntou Grace - Não, ele irá trabalhar até tarde então eu não queria ficar em casa sem fazer nada. - Grace acende - Entendo, eu só vim buscar um café, porquê o daqui é ótimo! - Juliano acende, e um silêncio se estala - Então... você não quer ir jantar até minha casa, nem é tão longe daqui. - Juliano fica pensativo - Qual é Ju, eu sinto saudades, sempre me perguntei o que aconteceu com você, porque eu sempre te achei especial na escola... - Diz enquanto o encara - Me bajulando! - diz sorrindo irônico e Grace sorri - Por favor, vai ser divertido, e eu tenho 3 garrafas de vinho... - Diz e Juliano a encara - Então o que estamos esperando! - diz sorrindo cabisbaixo - Eba! - diz Grace sorridente.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...