História Conflicting heart - Malec - Capítulo 13


Escrita por: ~

Postado
Categorias As Peças Infernais, Shadowhunters
Personagens Alexander "Alec" Lightwood, Clary Fairchild (Clary Fray), Isabelle Lightwood, Jace Herondale (Jace Wayland), James "Jem" Carstairs, Magnus Bane, Personagens Originais, Tessa Gray, Will Herondale
Tags Alec, Clace, Magnus, Malec, Sizzy
Visualizações 152
Palavras 978
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Crossover, Famí­lia, Festa, Lemon, Romance e Novela, Universo Alternativo, Yaoi
Avisos: Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Spoilers, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Eu não consigo passar um dia sem postar, estou ficando viciadaaaa!
Obrigada pelos favoritos e os comentários, eu fico muito feliz quando recebo-os, por favor não sejam gasparzinhos.

Esse é um bônus Clace e Sizzy, espero que gostem.
Nikmati ♡

Capítulo 13 - Bônus Clace Sizzy.


Fanfic / Fanfiction Conflicting heart - Malec - Capítulo 13 - Bônus Clace Sizzy.

Sábado

Jace acordou por volta das duas da tarde, com um pouco de dor de cabeça, com muito esforço levantou da cama e foi em direção ao banheiro, voltou pro quarto e pegou o celular, viu que tinha uma mensagem de Clary lhe passando o endereço de sua casa, ele sorriu, era o dia de seu encontro com ela.

Vestiu uma blusa e uma bermuda e seguiu até a cozinha.

- Oi Maria. – Cumprimentou a governanta que estava na cozinha.

- Oi, Jace, vejo que está com dor de cabeça né? – Ele assentiu, ela andou até uma caixa que tinha uma cruz vermelha na frente e pegou um remédio. – Toma, vai se sentir melhor depois que tomar isso.

Ele pegou o comprimido e um copo com água e os bebeu.

- Onde está todo mundo? –Perguntou afinal a casa estava silenciosa de  mais.

- Seus pais foram pro escritório, Izzy foi ao shopping e Alec foi pra escola fazer um trabalho, algo assim.

- Entendi, vou voltar pro meu quarto, obrigado Maria. - E assim foi direto para o quarto.

Horas mais tarde, tomou um banho e foi escolher uma roupa, tinha que ir mais lindo do que já era, afinal iria levar Clary a um restaurante.

Optou por uma calça preta que ficava colada (mas não muito), uma blusa branca e um blazer preto, e sapatos da mesma cor. Olhou no relógio marcava seis e meia, pegou a carteira, deu mais uma olhada no espelho e saiu.

Passou pela sala e viu Alec chegando.

- Ei mano, estava onde? – Questionou.

- Na escola, fazendo um trabalho com a Lydia e você vai pra onde?

- Encontro com a Clary. – Respondeu e sorriu. – Nos vemos depois então. – Passou pela porta e depois entrou no carro.

Chegou em frente a casa da ruiva e pode ver que realmente eles tinham dinheiro – não que sua família não tivesse, mas com certeza os Fray-Bane tinham mais - chegou no horário em ponto e tocou a campanhinha, ela atendeu e disse pra esperar um pouco que ela já ia sair. Segundos ou minutos depois ela apareceu com o celular na mão estava vestindo uma sai branca e uma blusa em V preta, fazendo o loiro quase babar.

- Você está linda! 

- Obrigada! Você também está muito bonito.

- Ah eu sempre estou. – Falou fazendo a menina sorrir. – Então vamos? – Ela assentiu e ele abriu a porta para ela entrar. E o motorista foi.

O restaurante era italiano, muito bonito, muito bem decorado. Jace havia ligado para fazer reserva então assim que chegou já foi guiado até a mesa.  Sentaram-se um de frente pro outro. Pegaram o menu.

- Então o que vai querer?

- São tantas coisas, não consigo decidir.

- Posso escolher então? – Ela assentiu.

Ele chamou o garçom e disse:

- Quero dois risotos de Milão e dois sucos de laranja, por favor. – Ele entregou o cardápio e voltou-se para a ruiva. – Espero que não se importe por eu ter pedido suco é que eu acordei com ressaca, não quero outra.

- Tudo bem, não tem problema eu também prefiro suco. – Um silêncio se formou até que ela continuou. – Jace, por que me chamou nesse encontro?

Ele pensou um pouco e falou:

- Por que eu gosto de você, mesmo que eu não demonstre, eu gosto e eu queria te conhecer melhor. – Ela sorriu.

E ali os dois ficaram batendo papo até a comida chegar, ficaram no restaurante por mais de uma hora até que ele a levou pra casa e antes dela entrar ele a beijou.

*----*

Domingo

Simon havia passado na casa da morena para buscá-la e quase perdeu o fôlego ao vê-la. Ela estava mais bonita do que nunca usando um vestido preto que marcava-a nos lugares certos, sem parecer vulgar e claro os saltos muito altos.

O rapaz passara horas na frente do guarda roupas sem saber o que usar até que Magnus apareceu e ajudo-o, ele usava uma calça jeans escura, uma blusa de manga longa azul clara e um sapato social, Isabelle nunca havia visto-o usando roupas sociais, mas tinha que admitir ele estava lindo.

Isabelle e Simon estavam na fila do cinema muito empolgados, afinal era um filme que os dois queriam muito ver e poder fazer isso juntos só os deixava mais feliz. Compraram o ingresso e depois Izzy foi pra fila da sala de cinema e Simon para a fila da pipoca.

Logo os dois se encontraram e começaram a falar sobre suas expectativas.

- Confesso que estou com um pouco de medo de assistir. – Ele disse.

- Por quê?

- Por que o último filme não da brecha para uma continuação, entende? – Ela assentiu. – Por isso estou com medo eles não podem estragar esse filme ele é bom de mais pra isso.

- Sem pânico Simon, vamos assistir e depois se for ruim a gente entra em pânico. – Ele riu e então a fila da sala de cinema andou e eles entraram. Sentara-se nas últimas cadeiras, ambos com ar de animação.

O filme começou e a cada cena eles ficavam mais animados.

Duas horas depois o filme chegou ao final. Simon e Isabelle saíram da sala e foram até o McDonald's pegar um lanche, sentaram-se a mesa e começaram a falar sobre o filme.
 

- Eu estava com medo de assistir, mas confesso que superou minhas expectativas. - Simon falou.

- Concordo plenamente... E as referências?

- Noooossa eu quase morri com aquelas referências. – Ele rui. – E você também, tinha horas que fazia caras e bocas que era a coisa mais linda e engraçada que eu já vi. – O comentário fez Izzy sorrir então a morena sentou-se ao lado do de óculos  e o beijou, pegando – o de surpresa.

- Confesso que estava com muita vontade de fazer isso. – Ela disse.

- Eu também. – E voltaram a se beijar.


Notas Finais


Como eu sou uma negação descrevendo roupas e lugares, pesquisei as imagens da capa no google e foi assim que eu imaginei os casais e suas determinadas casas.
Durante a próxima semana, teremos capítulos - que eu estou muito ansiosa para postar - que vão começar a desenrolar o passado de um dos nossos amores. E depois vou querer a opinião de vocês para um capítulo em especial, mas disso a gente fala depois.
Espero que tenham gostado do cap.
Sugestões, dúvidas, críticas? É só falar.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...