1. Spirit Fanfics >
  2. Confronto entre Rebeldes (Lee Felix) >
  3. Fugidinha

História Confronto entre Rebeldes (Lee Felix) - Capítulo 4


Escrita por:


Capítulo 4 - Fugidinha


Canadá, Waterloo

Sexta-feira, 9:57

S/n


S/n: Ele tem bom gosto pra capuccino, e olha que eu nem gosto tanto de café. -- Falei enquanto bebia o líquido cremoso. (Não maliciem ok?)


Heyoon: Fala isso porque gostou do café, ou porque foi Lee Felix vulgo demônio capitão dos Rhaven's. -- Heyoon perguntou rindo enquanto se alongava a barra.


S/n: É claro que é pelo café. -- Terminei de beber o líquido e joguei o copo a lixeira me juntando a ela.


Heyoon: Soube que os desafios começam Segunda-feira.


S/n: E sabe quais são? Você faz parte do Grêmio.


Heyoon: Infelizmente não, por fazer parte dos estudantes, não tenho acesso as atividades referente aos desafios.



Felix


Yuqi: Pode me ouvir Felix. -- A garota estalou os dedos a minha frente e eu a encarei entediado.


Minho: Não adianta tentar Yuqi, gente apaixonada não ouve. -- Minho revirou os olhos tomando o baixo de meus braços.


Felix: Apaixonado? Por favor né Minho, menos. -- Me levantei -- Só estava pensando em como executaremos a coreografia, precisamos de algo novo e ao mesmo tempo sofisticado, precisamos abalar o grupo da realeza.


Jackson: Diz isso pelos Rhegan's, ou pela princesinha irritada?


Yuqi: Do que estão falando? -- A garota olhou confusa e eu desviei o assunto.


Felix: Não importa. Precisamos focar no nosso número musical.


Yuqi: E a banda? 


Jisung: Corta essa, depois veremos isso, esse ano provavelmente não tocaremos no festival, tenho certeza que eles escolheram as bandas da Red Mist.


Chan: Ei galera -- Chan adentrou o dormitório -- O diretor disse que esse ano a abertura será feita por uma banda da Red Mist, mas que nós fecharemos o festival.


Yuqi: O que você disse Jisung? -- Sorriu vitoriosa e eu bufei pegando o baixo de Minho.



S/n


S/n: Quais são as vantagens de passar duas horas a maid estudando que os Rhaven's? Eles nem estudam.


Heyoon: Como sabe tanto sobre os Rhaven's? -- A garota parou ao corredor me olhando desconfiada.


S/n: Ah... Qualquer um sabe que aqueles preguiçosos não fazem nada -- Falei rapidamente -- E mesmo assim são extremamente talentosos, eu tenho que admitir.


Heyoon: Vai ver a rebeldia inspira o instinto selvagem deles.


S/n: Essa frase não fez nenhum pouco de sentido. -- Encarei o chão e continuei a caminhar.


Felix: Levanta a cabeça princesa, se não a coroa cai. -- Vi dois pés a minha frente e a sombra do garoto.


S/n: Qual é a dificuldade em dizer meu nome? -- Suspirei soltando todo o ar na tentativa de acalmar meus neurônios.


Felix: Sem graça -- Mantevi o silêncio enquanto encarava o garoto -- Virou rotina nos encontrarmos aqui todos os dias?


S/n: Não sei, sempre foi o meu caminho.


Felix: Exatamente 18:45 -- Disse encarando o relógio de pulso -- Vamos saia.


S/n: Saia você!


Felix: Primeiro as damas.


S/n: Os mais velhos primeiro.


Felix: Que garota chata. -- Suspirou e fingiu frustração, sorrindo zomboso em seguida.


Aquele sorriso maldito.... Porque achei tão perfeito?


Heyoon: Vamos S/n. Precisamos resolver umas coisas com o Hyunjin no dormitório. -- Heyoon segurou meu braço.



Felix


Chan: É, pelo visto esse Hyunjin está ficando famoso. -- Chan saiu da sala que ficava ao corredor.


Felix: Estava espiando?


Chan: Mais ou menos. Ouvi dizer que ele é ex membro dos Rhaven's na academia de Millon. Habilidades incríveis com dança, sabe cantar Rap e vocal, e tem popularidade entre as moças. 


Felix: Se ele é um Rhaven, o que faz no time dos Rhegan's? -- Perguntei a mim mesmo me recordando do rosto do garoto -- Podemos usar isso a nosso favor, é contra as regras um Rhaven entrar pro time dos "mocinhos" -- Fiz uma breve pausa -- Se bem que, se ele vier pro nosso grupo, minha popularidade cai de vez.


Chan: E esse óculos? -- Ignorou meu comentário e encarou o óculos no bolso do moletom.


Felix: É da S/n, a primeira vez que nos vemos ela estava de óculos, chamei ela de quatro olhos e ela jogou o óculos no chão. -- Ri lembrando do surto da garota.


Chan: E porque está guardando algo dela?


Felix: Não enche, já sei o que vai dizer. -- Revirei os olhos ignorando Chan.


Segunda-feira, 13:15


Felix: Quem é aquele? -- Me referi ao solista que também tocava baixo, um dos membros da banda que havia vindo da Red Mist.


Jisung: É o Soobin. É um dos mais novos alunos a entrar na Red Mist, o cara é extremamente talentoso.


Heyoon: AI QUE GATO! -- Uma voz feminina estourou meus tímpanos atrás.


S/n: Que rostinho angelical. -- Reconheci a voz da garota e me virei para trás -- O demônio me persegue.


Felix: Coincidência, iria dizer o mesmo. -- Sorri irônico.


S/n: Vindo de um Rhaven não me atinge, é da natureza de vocês serem idiotas.


Felix: Vindo de uma princesinha que acha dona da razão, que me julgar ser anão, quando na verdade não está nem a altura do meu queixo não me atinge. -- Sorri provocativo e a gorota empurrou meu rosto.


S/n: Vai ver a perfeição lá na frente, vai.


(•••)


18:16


Heyoon: Temos um problema! -- Abriu a porta do dormitório com brutalidade se jogando em minha cama.


S/n: O que é agora?


Heyoon: Estamos sem figurinos pro desafio!


S/n: É só comprar um amanhã.


Heyoon: ESSE É O PROBLEMA! NÃO PODEMOS SAIR DURANTE A SEMANA! O CAMPUS ALTEROU AS REGRAS E AGORA SOMOS OBRIGADOS A FICAR AQUI DURANTE A SEMANA! -- Surtou e eu respirei fundo na tentativa de não matá-la.


Okay S/n, se controle, vocês estão no segundo andar, é uma queda de oito metros, ela morreria.


S/n: Vou dar um jeito, não se preocupe. -- Segurei seus ombros e sorri carinhosamente.


Assim que deixei o dormitório, caminhei até o muro dos fundos do campus, era o mais baixo e eu pularia com facilidade.


S/n: Tenho três horas até o inspetor fechar todos os prédios, preciso ser rápida! -- Pulei o muro, e notei que a rua estava escura.


Felix: Que feio, a princesinha quebrando as regras da academia e fugindo. Que errado. -- Olhei para o lado e vi Felix escorado a parede.


S/n: Que foi? Vai me dedurar agora?


Felix: Não, tem coisas mais interessantes a se fazer quando está numa rua totalmente deserta, escura, em um beco, com uma patricinha. -- Caminhou até mim e noitei um sorriso com segundas intenções.


S/n: Sai pra lá!


Felix: Credo, que grosseria, acha mesmo que iria te dar uns amassos? -- Riu soprado colocando as mãos no bolso.


S/n: Já disse tudo, ótimo, tô indo! -- Passei por ele, mas Felix. me impediu segurando meu pulso.


Felix: Você é bem difícil -- Sorriu e soltou meu pulso -- Quer dar uma fugidinha?


Esse idiota acabou de me chamar pra sair?











Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...