1. Spirit Fanfics >
  2. Confronto no olhar >
  3. Apenas 2

História Confronto no olhar - Capítulo 12


Escrita por: jubijuh

Notas do Autor


Oioi 🙃 voltei de vdd k

Sem enrolação VAMO LÁ

Capítulo 12 - Apenas 2


Fanfic / Fanfiction Confronto no olhar - Capítulo 12 - Apenas 2

     

Lithg vagava pelo quarto, tentando respirar fundo, " ja fiz isso com mulheres, porque estou não ansioso! Não deve ser tão difícil pra" quase como quisesse se convencer que seria tudo comum, sentou na beirada da cama, com as mãos sobre os joelhos respirou fundo. 

Havia uma pequena escrivaninha ao lado da grande cama, a intenção de lithg era apenas abri-lá para quardar seu celular, porém ao abrir fica sem reação.

(Pov's lithg)

_ .... algemas....? 

Falo baixo para mim mesmo. Realmente havia algemas naquela gaveta. Fecho imediatamente como se tivesse feito algo errado, e engulo seco. "Deve ter sido colocado por outra pessoa.... Não é?" Eu repitia enquanto me afastava aos poucos.

Mas paro imediatamente ao ouvir a porta do quarto se abrir. 

_ demorei muito? - diz L fechando a porta.

Ele entra com as mãos no bolso, parecia estar contemplado o quarto.

_ não não - dou uma pausa e continuo- conseguiu resolver o problema?

_ ah.. sim foi rápido. 

Eu estava parado ao lado da cama, L tinha a expressão de sempre, ele rondava o quarto. Não conseguia me mecher pelo nervosismo, então só sorria e tentava não expressar minha ansiedade.

Ele caminha parando ao meu lado, como se olhasse outra coisa, diz em um tom sóbrio.

_ fez oque eu te falei? 

Suas palavras ditas ainda no restaurante  vieram em minha cabeça. Algumas palavras parecem não sair da minha boca.

_ ... Eu não quiz fazer nada, apenas fiquei aqui te esperando. estou bem... 

Seu olhar que até agora estava direcionado a outro ponto, foca repentinamente em mim. 

_  "estou bem" isso quer dizer, que eu posso te fuder agora? 

Um grande arrepio corre meu corpo, suas palavras foram ditas sem receio algum, seu olhar ainda em mim, esperando uma resposta. Sinto meu rosto queimar, não sei oque falar.

_ ... e-eu..--

Enquanto tentava falar algo, vejo um sorriso se formar em seu rosto, e logo em seguida sua risada.

_ Hahaha... Tão fofo... Você e uma incógnita pra mim.... Essas palavras te desestabilizaram... - ele fala se sentando na cama. 

Meu corpo não reagia, seu olhar inda me perfurava. Ele estava ali sentado bem na minha frente, rindo da minha reação, era realmente oque ele queria.

Algo em seu olhar não era normal, mesmo sem dizer uma palavra, e como se duvidasse de mim. Um sentimento me tomou por completo, eu queria confronta-lo, ele não poderia ser o único a jogar...

Indo em sua direção e o beijando logo em seguida, me coloco sobre seu colo.

_ não deveria me subestimar tanto... - falo enquanto mordo seu lábio.

Sua mão já rodiava minha cintura, devolvendo o beijo com a mesma intensidade. Minha respiração ficava mais ofegante, eu não pensava em nada. Sentindo sua mão tirar minha camisa e me apertar contra seu corpo, chupões eram deixados em meu pescoço. Coloco minha mão em sua blusa para tirá-la, porém sou surpreendido. 

L com um só movimento me joga para trás, me fazendo deitar bruscamente na cama. Ao olhar para ele, vejo sua satisfação com o feito, engatinhando aos poucos até meu ouvido.

_ eu não disse que você podia tirar minha blusa, disse? ... Me responda...

_ ... Não..

Chupando minha orelha, e logo descendo para meu pescoço. Por onde sua mão passava deixava uma trilha de arrepios, ardia me queimava aos poucos. Colocando minhas mãos em seu cabelo, mas logo tive uma resposta negativa.

_ tão teimoso... Suas mão não param quetas, me encostando sem permissão..  oque eu posso fazer...

Com sua mão ele pressionou nossos corpos, pude sentir sem membro ereto contra o meu, mordo meus lábios na intenção de conter meus gemidos.

Seus sorrisos se satisfação eram frequentes. Com um simples movimento ele pega a algema na escrivaninha. 

_ você não parece surpreso... A curiosidade falou mais alto? Rsrsr.. vamos nos divertir, sim?

Aproximando nossos rostos para um beijo, dou um sorriso e apenas aceno em concordância. Iríamos nos divertir...

Me prendendo na cama, com as algemas estava sem saída, em suas mãos, era apenas nós. Isso me fazia ficar cada vez mais excitado. 

Depois de me prender, L se ajoelha em minha frente, retirando sua camisa. Seu corpo era magro porém continha músculos delicados... Com suas mãos começou a tirar minha calça, me deixando apenas de box. 

(Pov's lithg off)


(Pov's L)

Tendo suas mãos pressas, eu estaria no controle, apenas eu...  Explorando seu abdômen com minha boca, já estava duro apenas de vê-lo assim.

Tirando minha calça, me coloquei em cima de si novamente, dessa vez comecei a chupar seus mamilos, assim que entrei em contato, seu corpo se arqueou, ele era realmente sensível ali. Continuo, usando minha mão para auxiliar, começo a escutar baixos gemidos vindo de si. 

Sentia seu corpo quente contra o meu. Eu estava perdendo o controle, coloco dois dedo em sua boca. Sem exitar ele começa a chupa-lôs olhando pra mim. 

_ rsrsr.. com tanta vontade assim.. pensa que está chupando oque..? 

Com minha mão livre retiro sua cueca, deixando seu membro expôsto, o seu pré gozo já escorria, tirando meus dedos, e começou a massagiar sua entrada. 

Ele morde os lábios, jogando sua cabeça pra trás, coloco uma mão segurando sua glade, dos gemidos aumentam. Meus dedos já estavam dentro de si, sentia meu membro latejar, precisava ir rápido. Aumentando meus movimentos com os dedos, seu corpo se arrepiava cada vez mais.

_ ahaa.. a-apenas coloque..!! 

Suas palavras eram tomadas por gemidos, mais sua audácia me surpreendeu.

_ rsrsrs... Você não sabe oque está pedindo...

_ e-eu...ahmm.. quero d-dentro de mim...hmm..p-porfavor....!

_ ..... 

Estava perplexo... Engulo seco e rapidamente retiro a última peça, ele não tinha medo, apenas desejava aquilo... Isso ainda ia me fazer perder completamente o controle.

Precionando meu membro contra sua entrada, tive que fazer um pouco de força, já que ele não quis esperar... 

(Pov's L off)

(Pov's lithg)

Estava ardendo muito... Quase como se me rasgasse aos pouquinhos, a minha vontade era gritar para que ele tirasse de uma vez, mas se fizesse isso... Ele ganharia... 

Sua mão derrepente apertou minha cintura, me puxando contra seu membro. Ele entrou de uma vez, soltei um auto gemido que ecoou pelo quarto, a sensação era de estar queimando por dentro.

Meu corpo todo tremia, minha respiração se embaralhou, não me recuperei já que seus movimentos logo começaram. Apenas queria agarra-ló e discontar a dor em algo. Os movimentos aumentavam junto com ele a minha dor, mordia meus lábios com força. 

Senti sua mão em meu rosto, começando a me beijar com cuidado.

_ se quiser que eu vá no seu ritmo, pode falar... Posso ir mais divagar...

Ele queria me ver implorar, não não não... 

Solto uma risada abafada...

_ ... talvez devêssemos trocar de lugar, assim poderia te ensinar... - digo devolvendo o seu beijo. 

Porém ele se afasta um pouco...

_ oque você disse? 

....



Notas Finais


Estamos todos aqui reunidos para o enterro desse cu🤚😔 um minuto de silêncio.

KKKKK ok e isso por hj
(Desculpa os erros)
Se não gostaram desse tipo de lemon podem reclamar, aí eu mudo✨

Tchau 👉👈❤️ até a próxima


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...