1. Spirit Fanfics >
  2. Confusão Amorosa - JiKook >
  3. Ji Joongki

História Confusão Amorosa - JiKook - Capítulo 4


Escrita por:


Notas do Autor


Gente, um recadinho rápido aqui:

Eu mudei o nome para Confusão Amorosa pq achei q combinaria mais com a premissa da fanfic, espero q isso n influencie em nada. É só um pequeno detalhe, como está no começo da fic acho q n tem problema.

É só isso mesmo, boa leitura!

Capítulo 4 - Ji Joongki


Fanfic / Fanfiction Confusão Amorosa - JiKook - Capítulo 4 - Ji Joongki

No dia seguinte, quando Namjoon se encontrou com Jimin e Yoongi na sala de música, o loiro tentava convencer o azulado à ajudá-lo a conversar com o primeiro garoto da lista de possíveis JJK's.

‒ Por favor hyung ‒ Jimin choramingou, enquanto isso Namjoon se sentou na mesa onde o caderno de Park estava exposto e aberta na última folha. ‒ Você só precisa conversar com um menino, o que isso vai te custar?

‒ Minha dignidade. ‒ Yoongi respondeu. ‒ Eu não quero sair por aí perguntando para qualquer menino se ele escreveu uma cartinha brega pra você!

‒ Idiota! ‒ Jimin cruzou os braços e fez um biquinho, Yoongi por sua vez revirou os olhos e também cruzou os braços, resistindo ao charme fofo do menor.

Namjoon, vendo toda essa discussão e sabendo da dificuldade que Jimin iria ter para conseguir a ajuda de Min Yoongi, pegou seu celular e tirou uma foto da lista do loiro. Como havia tempo antes das aulas começarem, Namjoon saiu da sala de música e seguiu para o corredor que ficava todas as salas do primeiro ano.

O primeiro garoto da lista fazia parte do grêmio estudantil junto com Namjoon e tinha uma namorada, ou seja, já era uma opção descartada. O segundo garoto era Ji Joongki, da sala 2, tal sala estava quase cheia então tudo o que Namjoon precisou fazer foi perguntar em voz alta:

‒ Tem algum Ji Joongki aqui? ‒ perguntou ajeitando seu óculos.

Os alunos que conversavam entre si se calaram no mesmo instante e olharam para Namjoon. "O que um garoto tão bonito está fazendo procurando o Joongki?", algumas garotas pensaram. O dito cujo ‒ um garoto muito magro e um pouco alto de óculos redondo de armação grossa, com o cabelo preto e liso ‒ se levantou e seguiu lentamente até o mais velho e os dois se afastaram um pouco da sala, ficando em uma parte do corredor longe dos ouvidos atentos dos estudantes fofoqueiros.

‒ Como vai? ‒ Namjoon perguntou por educação.

‒ V-vou bem, e-e vo-você?

‒ Você conhece Park Jimin? ‒ perguntou sem hesitar.

Ji Joongki abaixou sua cabeça e encolheu os ombros, seus braços finos se esconderam atrás do seu corpo de aparência desnutrida. Como estavam frente a frente, Joongki não encarou o loiro-acinzentado na sua frente.

‒ C-conheço. ‒ Joongki respondeu timidamente. ‒ E-ele me ajudou uma vez na biblioteca... ‒ comentou.

‒ Sério? ‒ Namjoon questionou franzindo o cenho.

‒ Uhum ‒ o moreno murmurou em concordância das suas próprias palavras. ‒ Uma v-vez eu estava na bi-biblioteca organ-nizando os livros e o Jimin-sunbae m-me ajudou.

‒ Vocês são apenas amigos?

‒ A-acho que o-o Jimin nã-não se lembra de mim. ‒ Joongki disse.

‒ Joongki, você gosta do Park Jimin?

Os olhos castanhos do menor se arregalaram com a pergunta direta de Kim e imediatamente negou com a cabeça. Isso foi o suficiente para Namjoon se convencer de que mais um nome seria riscado na lista, apesar da timidez e gagueira do garoto o mais velho teve a impressão de que aquele parecia honesto.

‒ Era só isso que eu precisava saber. ‒ Namjoon disse e pousou sua mão no ombro do mais novo, dando duas batidinhas e esboçando um sorriso ladino. ‒ Tenha uma boa aula!

Quando Namjoon virou o corredor pegou seu celular e mandou uma mensagem para seu amigo loiro:

não foi o Ji Joongki que te mandou a carta

Minnie Mouse | como vc sabe?

Minnie Mouse | vc conversou com ele????

conversei, de nada

Minnie Mouse | obrigado... ?

À essa altura, Jimin já estava na sua respectiva sala e suspirou, abriu seu caderno e riscou o nome do segundo garoto e percebeu que Namjoon havia riscado o primeiro nome e ainda por cima escreveu: hétero e tem namorada. Jimin soltou um riso nasalado, feliz que pelo menos um dos seus amigos está tentando lhe ajudar, enquanto o outro só discute consigo.

[ × ]

Jungkook estava isolado, sentado numa mesa retangular do refeitório sem a companhia do seu sunbae ou de Taehyung ‒ que estava realmente se esforçando para tirar uma boa nota em filosofia. O moreno não estava com muita fome então, para passar o tempo, ficava mexendo na comida com o seu hashi, até que um garoto se sentou na sua frente.

‒ É feio brincar com a comida! ‒ Yoongi repreendeu,

‒ Hum ‒ Jungkook murmurou, parando imediatamente de mexer no seu prato.

‒ Por que está sozinho? ‒ perguntou curioso.

"Ele parece que está melhor do que naquele dia...", Yoongi esboçou um sorriso fraco com seu próprio pensamento.

‒ Meu amigo está estudando muito. ‒ Jungkook respondeu baixinho e Yoongi teve que fazer um pequeno esforço para entender as palavras do mais novo.

‒ Se você precisar de ajuda nos estudos, as minhas notas são boas. ‒ Yoongi disse, comendo um pouco de arroz logo em seguida.

‒ V-você é bom em i-inglês? ‒ Jungkook perguntou relutante. A língua estrangeira era a única matéria que Jeon era considerado ruim.

‒ Sou o melhor em inglês! ‒ Yoongi disse convencido mesmo que suas palavras não fossem verdadeiras. ‒ Eu posso falar inglês até de trás pra frente!

‒ Eu... não vou te incomodar se te pedir ajuda?

Jungkook estava realmente tímido para pedir um favor que desperdiçasse o tempo de outra pessoa, mas como o próprio Min havia oferecido ajuda o menor se sentiu mais à vontade.

‒ Claro que não. ‒ Yoongi respondeu sorrindo abertamente, mostrando para Jungkook o seu doce sorriso gengival. ‒ Será um prazer mostrar para você o quanto eu sou inteligente!

Jungkook riu fraco e olhou para seu prato de comida, finalmente tendo o apetite necessário para não desperdiçar nenhum grão de arroz. Enquanto Yoongi puxava vários assuntos, Jungkook ia gradativamente perdendo a timidez e começar à tratá-lo o mais velho de maneira informal até ter a liberdade de chamar o azulado de sunbae.

‒ O que você vai fazer no Festival Escolar? ‒ Yoongi perguntou quando o mais novo tocou nesse assunto.

‒ A Professora Kim vai nos ajudar à fazer alguma coisa inspirada na história do nosso país. ‒ Jungkook comentou. ‒ E você?

‒ Eu não sei, as meninas da minha sala vão cuidar disso e falaram que não queria que os garotos estragassem tudo. ‒ Jungkook riu e o mais velho respirou fundo. ‒ Meu amigo quer que eu apresente uma música. ‒ completou.

Jungkook parou de rir e o encarou sério, seus olhinhos brilhantes entregaram a sua curiosidade sobre a música de Min Yoongi, este que captou o olhar alheio e disse:

‒ Eu toco alguns instrumentos, mas não sei o que fazer no Festival.

‒ Espero que você descubra o que quer apresentar, sunbae. Fighting! ‒ Jungkook ergueu seu punho em sinal de apoio ao seu mais novo amigo.

[ × ]

Taehyung suspirava cansado e encarava o livro de filosofia que encontrou na biblioteca, se não fosse pela nota vermelha "decorando" o seu boletim ele já teria desistido completamente da matéria. Nesse momento de distração, alguém aproximou-se de trás de Taehyung, flagrando-o rabiscando seu caderno.

‒ Como você quer nota na minha aula se está desenhando aleatoriamente?

Kim se assustou e olhou para trás, deparando com o Professor Jung, o ruivo vestia um sobretudo bege e um tênis branco fazendo alguns estudantes duvidarem do seu gosto para a moda. Jung Hoseok deu um sorriso ladino e encarou o moreno, o professor pegou o livro e deu uma lida rápida na página aberta.

‒ Não estamos estudando isso. ‒ Hoseok folheou o livro até parar no segundo capítulo, devolveu-o para Taehyung e sentou-se do lado do mesmo. ‒ Byung-Chul Han, aprenda sobre esse carinha e estude sobre nossa história!

‒ Hobi... ‒ Taehyung choramingou, o mais velho pigarreeou e cruzou os braços. ‒ Professor Jung, por acaso você me odeia? ‒ questionou.

‒ Não posso te odiar, irmãozinho! ‒ disse provocativo.

Taehyung usou todos os seus pensamentos para amaldiçoar seu professor e o destino que insistiu colocá-los como, tecnicamente, irmãozinhos, já que Jung é o melhor amigo de Kim Seokjin e ambos compartilham um passado juntos. O que antes era um simples namoro colegial se quebrou para virar uma grande amizade sem ressentimentos. E Hoseok, apesar de ser professor do irmão do seu melhor amigo, se permitia relaxar um pouco no seu horário de trabalho graças ao menor.

‒ Então por que você é injusto comigo? ‒ Taehyung questionou, estando visivelmente chateado.

‒ Não sou injusto ‒ Hoseok se defendeu. ‒ Eu tenho o meu método de ensino e você tem que se adaptar.

‒ Esse método é horrível! ‒ o menor reclamou e seus lábios formaram um biquinho birrento, o que fez o professor soltar um riso.

‒ Nenhum aluno reclama da minha aula. ‒ Hoseok disse e se levantou. ‒ Boa sorte nas provas!

O mais velho saiu e Taehyung bufou frustrado. "Como que o hyung conseguiu gostar desse monstro?", perguntou-se.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...