1. Spirit Fanfics >
  2. Confusão De Sentimentos >
  3. Chapter 18

História Confusão De Sentimentos - Capítulo 18


Escrita por:


Notas do Autor


Não vou demorar muito para postar o próximo, prometo ฅ^•ﻌ•^ฅ

Espero que gostemฅ^•ﻌ•^ฅ

Capítulo 18 - Chapter 18


Bakugou (Pv)

10:28

Acabo de ser aceito no trabalho de meio período que o Kirishima havia me recomendado, e fui aceito como ajudante de casas de evento nas quartas e sextas, nisso acabei conhecendo dois caras que vão trabalhar nas mesmas áreas e eu, um chamado Shigaraki Tomura e o outro Tamaki Amajiki, que assim como eu também vão começar na quarta.

Mas antes de voltar para a casa do Kirishima — Que no momento é a "minha" casa temporária — Ontem à noite marquei de me encontrar com alguém numa cafeteria que fica aqui perto — Olho para o relógio que está no meu pulso — E já está quase na hora.

Ao chegar na cafeteria vejo que ele ainda não chegou, então resolvo sentar-me na área externa da cafeteira e espera-lô, minutos que passaram até que o vejo de longe vindo em minha direção.

Bakugou — Agora finalmente poderemos conversar se pressa, Shinsou.

Shinsou — E sem que ninguém nos veja — Sorri de canto se sentando na cadeira de frente para mim — Você já sabe , não é?

Bakugou — Não teria te chamado se eu não soubesse,  não acha? — Concordou com a cabeça — Como foi que você descobriu?

Shinsou — Que era ele?

Bakugou — Qual é, não se faça de idiota agora, como foi que descobriu que eu e o duas caras "tínhamos" algo?

Shinsou — Duas caras? Esse sim é um nome que define o Todoroki, e não era como se eu tivesse vig...

Garçonete — Com licença — O interrompe — Já gostariam de fazer o pedido?

Bakugou — Na...

Shinsou — Como ficaremos por um tempo, por que não?

Mais alguém para interromper!? — Se virou para a garçonete.

Shinsou — Dois americanos gelados? — Se vira para mim.

Bakugou — Tsk, pode ser.

Garçonete — Ok, dois americanos gelados, já volto com seus pedidos — Se retira.

Bakugou — Agora dá para responder sem interrupções!?  

Shinsou — Ah sim, continuando, não era como se eu tivesse vigiando vocês ou algo do tipo, se me lembro bem, foi numa sexta a noite que eu estava voltando para casa e por coincidência, vi você entrando em um motel, mas pouco me importei e continuei andando, e no caminho vi o Todoroki indo para a direção contrária da minha.

Bakugou — No caso, na do motel.

Shinsou — Exato, e quando fui olhar para trás já tinha sumido, mas nem deduzi que ele avia entrado lá.

Garçonete — Seus pedidos — Põe os americanos gelados na mesa — Qualquer coisa é só chamar — Se retira novamente.

Bakugou — E depois?

Shinsou — A mesma coisa se repetiu na quinta, só que de madrugada.

Bakugou — Outra coincidência? — Arqueio uma sombrancelha.

Shinsou — Sim, outra, antes de ir para a Yueei às vezes costumo correr, e naquela corrida vi o Todoroki saindo do mesmo motel — Faz uma pausa — Alguns dias depois na Yueei, eu fui buscar o Kaminari na sala de vocês para irmos embora, mas ninguém estava lá, e a única coisa que avistei na sala foi um celular velho em cima da mesa.

Celular velho? Quais são as chances de ser aquele que encontrei no quarto do Pavê?

Shinsou — A primeira coisa que estranhei foi que o celular estava desbloqueado, como se me pedisse para mexer, e segundo que só avia dois aplicativos nele, um de namoro e o BokuChatt, quer saber o mais estranho?

Bakugou — O que?

Shinsou — Que quando fui abrir o BokuChatt, tinha apenas o seu contato.

Bakugou — E claro que você acabou lendo tudo.

Shinsou — E assim que avia terminado, o Todoroki chegou na sala todo ofegante, obviamente por causa do celular, tivemos uma longa conversa ali mesmo que deu continuidade no FastClub, e percebi que realmente Shouto Todoroki assim como você diz, é um duas caras.

Bakugou — Como que acabou essa conversa?

Shinsou — Como ele ficou receoso de que você soubesse por mim, parou de ter aqueles encontros com você em troca do meu silêncio.  

Bakugou — E se ele não tivesse parado você me falaria?

Shinsou — Não, até porque esse assunto de vocês não é da minha conta — Bebê o café.

Bakugou — RS, você apenas foca em ficar na sua, né?

Shinsou — Claro, e não é só o Todoroki que leva a culpa nisso — Olha para mim — Você apenas ganhou do que foi atrás.

Bakugou — É.

Shinsou — Concordou com às condições.

Bakugou — Eu sei.

Shinsou — Mesmo sem saber quem era.

Bakugou — Ok, já entendi — Franzo o cenho.

Shinsou — E no fim, é a pessoa que você vê todos os dias.

Bakugou — Tá bom porra! Já entendi.

Um celular começa a tocar e o Shinsou atende.

Shinsou — Já volto — Se levanta indo sei lá para onde.

Fico bebendo o americano gelado enquanto espero — Agora entendi tudo, mas mesmo assim não quero ter que olhar pro Todoroki, espero que o Kirishima esteja com a boca lacrada perto daqueles dois.

Enquanto isso na Yueei...

Kirishima (Pv)

Haahah eu ainda não creio que o Bakubrô deu pra esses dois, nem consigo olhar pro Midoriya e pro Todoroki que começo ter uma crise de riso! Eijirou! Se concentre na explicação do Aizawa! — Olho de canto pro Midoriya — Pfff! Assim não dá — Encosto a cabeça na mesa mordendo o lábio para conter a risada.

— Você está bem?

Ergo a cabeça dando de cara com o Midoriya.

Kirishima — Pffff! Hahahahah!

Midoriya — Ehh, hã?

Bakugou (Pv)

Shinsou — Era o Kaminari perguntando do porque eu não estou na Yueei.

Bakugou — O que disse?

Shinsou — Que tive um imprevisto em casa e ele compreendeu.

Bakugou — Ok, terminamos por aqui — Me levanto.

Shinsou — Já? Não quer perguntar mais nada?

Bakugou — Quero mas, daqui a pouco o pessoal da Yueei sai, e não quero correr o risco de me encontrar com o Pavê.

E nem com o Deku.

Shinsou — Mas vocês não moram juntos?

Bakugou — Dei meu jeito.

Shinsou — Se mudou, né?

Bakugou — É.

Quebra de tempo  

14:05

Ao chegar em casa, ouço risos vindo da sala — Não me diga que o Kirishima realmente trouxe os idiotas — Vou até a sala e vejo que ele está rindo sozinho.

Bakugou — Saber que você é retardado eu sei, mas isso já é demais, não?

Kirishima — Bakubrô — Se vira pra mim — Cheguei quase agora, onde cê tava?

Bakugou — Fui ver o trabalho de meio período, e fui aceito.

Kirishima — Parabéns brô!

Bakugou — Você não disse nada pra ninguém, né?

Kirishima — Daquele seu lance? Nah, ainda quero viver.

Bakugou — Ótimo.

Kirishima — Só fiquei rindo o dia inteiro de tanto olhar pra eles — Ri.

Bakugou — Só não faça eles desconfiarem de você.

Kirishima — Não vão, eu sou discreto, diferente dos brôs Midoriya e Todoroki que te procuraram em toda Yueei — Ri — Seus namorados estão sentindo sua falta Bakubrô — Da uma piscadela.

Bakugou — Kirishima!


Notas Finais


Até o próximo capítuloฅ^•ﻌ•^ฅ


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...