História A lésbica e o gay - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Personagens Personagens Originais
Visualizações 31
Palavras 1.461
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Festa, Ficção Adolescente, LGBT, Literatura Feminina, Romance e Novela, Suspense, Violência, Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Tô escrevendo essa fanfic com um amigo,essa fic é yuri e yaoi,esse na capa é o Vinícios,desculpem qualquer erro,boa leitura,comentem,amo ler comentários.

Capítulo 1 - Hospedagens


Fanfic / Fanfiction A lésbica e o gay - Capítulo 1 - Hospedagens

*P.O.V Vinícios Silva*

Eu acordei bem cedo,não queria me atrasar pro meu primeiro dia no ensino médio,eu me levantei e fui correndo pro chuveiro,após meu pequeno banho,fui até a sala,minha mãe estava sentada no sofá,dava notar que ela estava com olheiras,ela segurava uma caneca de café,eu já tinha visto essa cena antes...

-Ele ainda não chegou né?-Eu falei isso com uma voz aparentemente triste-

-Não...- Ela disse com a voz cansada, ela estava aparentemente exausta daquela situação.

Estávamos falando sobre meu pai, ele é alcoólatra, tem muitos problemas de agressão á minha mãe, as vezes ele foge de casa e volta dias, ou meses... Depois.

Como essa situação já havia ocorrido incontáveis vezes, fiz o de sempre, sentei ao seu lado e a abraçei consolando, aquilo era difícil pra mim, porém, muito mais pra ela.

Logo nos tocamos do horário, e ela mandou me apressar, vesti-me adequadamente com o uniforme e me despedi de minha mãe.

-Sabe que se quiser posso ficar, eu não tenho problema, posso pegar matéria com alguém...- disse com a incerteza de que ela conseguiria ficar bem sozinha.

- Não, não, você pode ir pra aula tranquilo, eu estou bem, e isso não seria desculpa pra faltar, senhorito! - disse com um sorriso amarelo no rosto fingindo uma mini risada, me dando em seguida um beijo na bochecha.

Logo fui andando até o ponto de ônibus pra pega-lo. Assim que chego, vejo o Salineira vindo rapidamente e faço sinal, entrando me dou conta que finalmente estou no ensino médio, isso é tão louco e assustador...

*P.O.V Bruna Guimarães*

Eu, *INFELIZMENTE*, acordei "cedo",olhei pro relógio e notei que estava atrasada,levantei da cama rapidamente.

Fui correndo pro banheiro,peguei minha escova de cabelo e fui penteando o cabelo,no mesmo tempo que escovava os dentes.

Após isso fui correndo pra cozinha,vi minha família reunida,na correria peguei uma maçã e falei rapidamente com minha família.

-Bom dia, galera- disse saindo atrapalhada.

-Bom dia- disseram um uníssono em meio a risadas pelo meu atraso.

Chego a tempo, o Salineira *(ônibus)* passa exatamente quando chego ao ponto.

Entro no ônibus tenho um leve surto por não achar a minha carteirinha, mas logo a acho no fundo da mochila.

Percebo que garoto que fez sinal também tinha blusa do IFF, por esse motivo faço questão de sentar ao seu lado,por mais que eu conhecesse Búzios todo, eu não reconhecia seu rosto.

O caminho inteiro foi sem nenhum tipo de diálogo, quando me viu sentar perto dele ele se encolheu e colocou seus fones.

*P.O.V Vinícios Silva*

Eu tava quase dormindo dentro do ônibus,mas, uma garota bem linda se sentou no meu lado,eu não queria conversar com ela ou coisa do tipo,então só botei meu fone e fiquei escutando música.

*(Please don't-mxmtoon)*

Chegando no IFF,eu fui andando até a entrada animado,eu estava muito ansioso pro primeiro dia de aula,eu notei que aquela garota parecia um pouco perdida.

Como suspeitava ela acabada de se aproximar com uma cara de quem não dormiu muito.

-Eai? Então, tu sabe onde fica a sala do primeiro ano? Eu tô meio perdida- disse com um leve tom de riso pela sua falta de informação.

-Sei sim, é por aqui- disse fazendo um sinal com a cabeça indicando pra que ela me acompanhasse.

No percurso ela me olhava como se tentasse me reconhecer, eu não era muito de sair de casa então não conhecia ela.

-Você é novo em Búzios? Nunca te vi aqui...- me pergunta virando-se pra mim.

- Não, eu só não sou muito de sair de casa- disse em meio a uma leve risada.

- Você mora onde?- a garota me pergunta indo um pouco mais lento no andar.

- Tucuns, e você?- perguntei indo no mesmo ritmo que ela.

- Eu sou cria da Cem- disse com um sorriso no rosto.

- Qual curso você tá?- perguntei tentando continuar o assunto.

- Hospedagem, foi o único que me identifiquei, e você?- Me perguntou enquanto chegavamos na porta da sala.

- Também, parece que teremos aulas juntos- ela concordou com a cabeça com um sorriso no rosto, se despediu ligeiramente e entrou na sala.

Me impressionava como as pessoas de Cem Braças conheciam Búzios inteiro, ela literalmente comprimentou todo mundo, enquanto eu só me sentei na carteira e esperei o professor chegar.

Aulas passam e eu finalmente vou pra casa, aquela garota não foi no meu ônibus, ela estáva aparentemente conversando com algumas garotas que estavam quase babando em cima dela, realmente cara de hétero não tinha.

Chego em casa e só me volto a minha rotina fútil esperando que o dia passe logo.*P.O.V Vinícios Silva*

Eu acordei bem cedo,não queria me atrasar pro meu primeiro dia no ensino médio,eu me levantei e fui correndo pro chuveiro,após meu pequeno banho,fui até a sala,minha mãe estava sentada no sofá,dava notar que ela estava com olheiras,ela segurava uma caneca de café,eu já tinha visto essa cena antes...

-Ele ainda não chegou né?-Eu falei isso com uma voz aparentemente triste-

-Não...- Ela disse com a voz cansada, ela estava aparentemente exausta daquela situação.

Estávamos falando sobre meu pai, ele é alcoólatra, tem muitos problemas de agressão á minha mãe, as vezes ele foge de casa e volta dias, ou meses... Depois.

Como essa situação já havia ocorrido incontáveis vezes, fiz o de sempre, sentei ao seu lado e a abraçei consolando, aquilo era difícil pra mim, porém, muito mais pra ela.

Logo nos tocamos do horário, e ela mandou me apressar, vesti-me adequadamente com o uniforme e me despedi de minha mãe.

-Sabe que se quiser posso ficar, eu não tenho problema, posso pegar matéria com alguém...- disse com a incerteza de que ela conseguiria ficar bem sozinha.

- Não, não, você pode ir pra aula tranquilo, eu estou bem, e isso não seria desculpa pra faltar, senhorito! - disse com um sorriso amarelo no rosto fingindo uma mini risada, me dando em seguida um beijo na bochecha.

Logo fui andando até o ponto de ônibus pra pega-lo. Assim que chego, vejo o Salineira vindo rapidamente e faço sinal, entrando me dou conta que finalmente estou no ensino médio, isso é tão louco e assustador...

*P.O.V Bruna Guimarães*

Eu, *INFELIZMENTE*, acordei "cedo",olhei pro relógio e notei que estava atrasada,levantei da cama rapidamente.

Fui correndo pro banheiro,peguei minha escova de cabelo e fui penteando o cabelo,no mesmo tempo que escovava os dentes.

Após isso fui correndo pra cozinha,vi minha família reunida,na correria peguei uma maçã e falei rapidamente com minha família.

-Bom dia, galera- disse saindo atrapalhada.

-Bom dia- disseram um uníssono em meio a risadas pelo meu atraso.

Chego a tempo, o Salineira *(ônibus)* passa exatamente quando chego ao ponto.

Entro no ônibus tenho um leve surto por não achar a minha carteirinha, mas logo a acho no fundo da mochila.

Percebo que garoto que fez sinal também tinha blusa do IFF, por esse motivo faço questão de sentar ao seu lado,por mais que eu conhecesse Búzios todo, eu não reconhecia seu rosto.

O caminho inteiro foi sem nenhum tipo de diálogo, quando me viu sentar perto dele ele se encolheu e colocou seus fones.

*P.O.V Vinícios Silva*

Eu tava quase dormindo dentro do ônibus,mas, uma garota bem linda se sentou no meu lado,eu não queria conversar com ela ou coisa do tipo,então só botei meu fone e fiquei escutando música.

*(Please don't-mxmtoon)*

Chegando no IFF,eu fui andando até a entrada animado,eu estava muito ansioso pro primeiro dia de aula,eu notei que aquela garota parecia um pouco perdida.

Como suspeitava ela acabada de se aproximar com uma cara de quem não dormiu muito.

-Eai? Então, tu sabe onde fica a sala do primeiro ano? Eu tô meio perdida- disse com um leve tom de riso pela sua falta de informação.

-Sei sim, é por aqui- disse fazendo um sinal com a cabeça indicando pra que ela me acompanhasse.

No percurso ela me olhava como se tentasse me reconhecer, eu não era muito de sair de casa então não conhecia ela.

-Você é novo em Búzios? Nunca te vi aqui...- me pergunta virando-se pra mim.

- Não, eu só não sou muito de sair de casa- disse em meio a uma leve risada.

- Você mora onde?- a garota me pergunta indo um pouco mais lento no andar.

- Tucuns, e você?- perguntei indo no mesmo ritmo que ela.

- Eu sou cria da Cem- disse com um sorriso no rosto.

- Qual curso você tá?- perguntei tentando continuar o assunto.

- Hospedagem, foi o único que me identifiquei, e você?- Me perguntou enquanto chegavamos na porta da sala.

- Também, parece que teremos aulas juntos- ela concordou com a cabeça com um sorriso no rosto, se despediu ligeiramente e entrou na sala.

Me impressionava como as pessoas de Cem Braças conheciam Búzios inteiro, ela literalmente comprimentou todo mundo, enquanto eu só me sentei na carteira e esperei o professor chegar.

Aulas passam e eu finalmente vou pra casa, aquela garota não foi no meu ônibus, ela estáva aparentemente conversando com algumas garotas que estavam quase babando em cima dela, realmente cara de hétero não tinha.

Chego em casa e só me volto a minha rotina fútil esperando que o dia passe logo.


Notas Finais


Então,eu quero avisar que o yaoi começa no próximo cap kkkkkk


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...