História Confused Dreams - Imagine Suga - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Black Pink, EXO, Got7
Personagens Ashley Benson, Bae Suzy, Barbara Palvin, Chanyeol, J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Kai, Lisa, Mark, Personagens Originais, Rap Monster, Rosé, Suga, V
Visualizações 1.476
Palavras 2.048
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Ficção, Ficção Adolescente, Hentai, Luta, Mistério, Musical (Songfic), Poesias, Policial, Romance e Novela, Saga, Shoujo (Romântico), Suspense, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


oi genteeee
voltei!!!
aqui está a repostagem da fanfic
eu mudei o nome, porque eu não achei que a fanfic se encaixava no quesito DaddyKing
os personagens são os mesmos, a história tá menor e menos confusa. eu mudei algumas coisas que eu, particulamente, não gostei enquanto lia a fanfic.
agora está bem melhor para vocês lerem.
boa leitura!!

Capítulo 1 - One


Fanfic / Fanfiction Confused Dreams - Imagine Suga - Capítulo 1 - One

1

 

Kim (S/N) points Of Views

 

Era sexta-feira, após a faculdade, eu me dirigi até a minha casa, hoje Yoongi e sua gangue pegaram bastante pesado comigo, jogaram farinha no meu cabelo.

Entrei no apartamento, que agora era de luxo se for comparar com meu antigo apartamento, e me dirigi até o meu quarto, indo direto para o banheiro para tirar aquela farinha do meu corpo.

Meu padrasto era um bêbado e minha mãe não parava em casa, indo para os bares apostar o dinheiro que eu ganhava como garçonete em uma lanchonete qualquer, eu fiz uma prova na escola em que eu estudava para uma bolsa de estudos na Coreia, e passei em primeiro lugar. Avisei aos dois, que nem ligaram, seria menos uma boca para alimentar e menos problemas para resolverem, nada como reuniões escolares, poderiam ficar livres para gastarem o quanto fossem sem ninguém para reclamar, dois meses depois de eu ter chegado aqui, eu ainda não havia arrumado um emprego e morava em um mini apartamento de três cômodos com cheiro de mofo.

 

Aquele dia, depois que cheguei da faculdade, fui arrumar um emprego, vesti uma calça jeans azul claro, um tênis e uma blusa branca, caminhei a tarde inteira atrás de um emprego, mas, se não tinham vagas, eu não estava qualificada por ainda não ter a faculdade completa, pois arrumar um emprego na Coreia era bem difícil se você não é formado, frustrada, fui até uma cafeteria e pedi um cappuccino, gastando a última nota que eu tinha em meu bolso, percebi que estava sendo observada, uma loira de olhos verdes me olhava do balcão, ela era claramente estrangeira, me senti incomodada sob seu olhar, mas não demonstrei.

Assim que entregaram meu café, a loira se sentou na minha frente.

- oi, como se chama? – perguntou simpática, a olhei desconfiada, ela parecia ter dinheiro, suas roupas eram sociais e elegantes, seus cabelos dourados tinham as pontas cacheadas e pendiam sobre seus ombros, seus olhos verdes me olhavam profundamente, tentando passar tranquilidade, o que eu não estava tendo na companhia daquela loira, mas resolvi  se educada e ao menos lhe responder.

- (S/N).

- sou Laila Collins. – respondeu, enquanto eu bebericava meu café, procurei beber o líquido preto o mais rápido possível, mesmo estando quente. Aquela loira me parecia alguém de alta classe, e isso não era bom sinal, pois pessoas desse nível não falam com pessoas como eu.

- com licença. Eu preciso ir, estou atrasada para... um compromisso. – menti, desviando o olhar e me levantando, enquanto pegava meu casaco e o vestia, eu caminhava em direção à saída, mas a loira me seguiu, eu ia começar a correr assim que passei pela porta, mas acabei esbarrando em alguém, ou melhor, no peito de alguém, já que o cara era bem mais alto que eu.

Olhei para cima, vendo um homem de cabelos castanhos claros, com uma sobrancelha arqueada, ele fitou a loira atrás de mim e me segurou pelos ombros, me virando para frente e me fazendo caminhar até um carro prateado, ele abriu a porta e praticamente me jogou lá dentro, a loira entrou em seguida e o moreno, que parecia um segurança, entrou no banco do motorista.

- obrigada, Namjoom. – a loira agradeceu e ele acenou com a cabeça, a esta altura eu já estava apavorada, mas o carro não deu a partida – eu só quero conversar, (s/n). Mandei Namjoom lhe observar algumas semanas atrás, sei que precisa de um emprego e eu posso lhe dar um.

- o-o que? – perguntei confusa e assustada

- um emprego. Quero que dance na minha boate, que seja uma Stripper, mas não qualquer uma, a melhor. – eu a fitei, estática, mas não consegui formular uma única frase – não quero que se deite com ninguém, apenas que dance, você receberá propostas de milhares de homens ricos, propostas altas, mas só aceitará de quem quiser. Só dormirá com quem desejar e ganhará mais do que ganharia em qualquer outro emprego, e trabalhando muito menos. Só peço que se apresente aos sábados e domingos. Eu vou te treinar. Eu vou te transformar na mulher mais desejada de Seoul, mas só se você aceitar. E então? O que me diz?

E então eu parei para pensar, eu não tinha mais dinheiro, não tinha emprego e a proposta era boa. Muito boa. Eu só tinha uma opção.

- eu aceito. ”

 

E foi assim que eu me tornei a (n/s).

Sai do banheiro enrolada na toalha, vesti uma roupa qualquer e fiz minhas lições da faculdade, não gostava de deixar nada para última hora. Quando acabei já era a hora de eu ir para a boate, vesti uma calça jeans e uma regata branca, um tênis preto e fui andando até lá. Quando cheguei ao camarim, vesti uma lingerie bege, com cinta liga preta e uma roupa social de empresária, Lisa, que era uma Stripper da boate e minha amiga, fez minha maquiagem, como todas as noites, e então colocou minha máscara, começando a fazer os cachos em meus cabelos lisos.

Min Yoongi Points Of Views

 

Eu estava na minha casa, já eram quase dez da noite, eu já estava indo em direção ao quarto dormir, quando a campainha toca, resmungando baixo, fui atender, dando de cara com um Jimin e um Hoseok bem arrumados na minha porta.

- por que estão vestidos assim? – perguntei, os olhando de cima a baixo com cara de tédio.

- vamos a uma boate. – Jimin respondeu, com um sorriso gigante no rosto.

- que bom que decidiram me avisar. Divirtam-se. – eu disse fechando a porta, mas Hoseok impediu que o fizesse.

- você vai também, ora. – ele respondeu, revirando os olhos e empurrando a porta.

- eu quero dormir! – eu disse, empurrando a porta, mas Jimin ajudou o castanho e a porta se abriu toda.

- vai se arrumar, tem... – Jimin olhou em seu relógio de pulso – exatamente 20 minutos, ou vamos perder a apresentação.

- apresentação? – perguntei, franzindo o cenho e cruzando os braços.

- sim, da melhor Stripper de Seoul, eu já a vi uma vez, ela é incrível. Vamos se vista! – Hoseok respondeu animado.

Eu bufei e fui me arrumar, ou eles não me deixariam em paz se eu não o fizesse, seria bem capaz de eles ficarem aqui a noite toda e não me deixarem dormir apenas por vingança.

(...)

Chegamos à boate, que estava bem movimentada, bufei ao ir para o final da fila.

- não acredito que me tiraram do meu apartamento para pegar fila! – esbravejei

- Ya! – Hoseok me repreendeu ofendido – Jung Hoseok nunca pega fila! – ele disse, parecia bem ofendido, pegou seu telefone e ligou para alguém, falou algumas palavras e desligou, alguns minutos depois ele olhou para a entrada da boate e acenou, chamando a atenção de uma loira, ela era bonita, usava um vestido social branco e colado e saltos pretos.

- Hoseok-ah! Que bom te ver! – ela se curvou e ele fez o mesmo

- pode descolar umas entradas Vips para mim e meus amigos?

A loira nos fitou por alguns segundos.

- oh! Min Yoongi! – colocou a mão na frente da boca, com os olhos claros arregalados, assenti de leve, em um comprimento – que honra tê-lo aqui. Claro que podem entrar! Hoje é o show da minha melhor dançarina. Aproveitem, rapazes. – colocou três pulseiras rosa neon na mão de Hoseok e entrou na boate, falando algo com o segurança, que nos fitou e assentiu para ela.

Andamos até lá e Jimin parou de andar.

- Namjoom-Hyung! – se curvou para o segurança platinado, que deu um sorriso ladino e se curvou também.

- aproveitem o show. Juízo, Chim! – disse, fitando o loiro, que riu alto e assentiu. Entramos e nos sentamos na área VIP, que era na frente.

Assim que o fizemos, as luzes se apagaram.

- é agora. – Jimin sussurrou em meu ouvido

Alguns holofotes se acenderam e ficaram girando pelo local, até todos pararem no corpo de garota no inicio do palco, ela vestia uma roupa social de empresária, bem curta para falar a verdade, seus cabelos castanhos claros tinham cachos bem feitos, sua boca estava desenhada com um batom vermelho, sua pele era clara e suas curvas bem definidas, ela caminhou até o bastão de inox e girou em volta dele, a música dava batidas sensuais, e ela mexia se corpo de acordo com as mesmas, enquanto usava o bastão para ajuda-la em alguns movimentos, meu corpo se encontrava quente, o que esta mulher tinha, afinal? Que efeito era esse? Minha respiração estava pesada e minha calça me incomodava, assim que nossos olhares se cruzaram, ela deu um sorriso malicioso e segurou no bastão, de costas para o mesmo com as mãos acima da cabeça, ela foi descendo enquanto se esfregava no bastão de inox e, quando chegou ao chão, abriu as pernas, dando uma visão perfeita de sua intimidade coberta pela lingerie bege. Ela se levantou e levou as mãos até os botões da blusa escolar,  abrindo-a lentamente enquanto mexia o quadril ao som da música, ela jogou a peça em direção à algumas pessoas, que gritaram, literalmente chovia dinheiro em cima da Stripper,  as pessoas, tanto homens quanto mulheres, lhe dirigiam palavras sujas e de desejo evidente.

A Stripper mordeu o lábio inferior e deslizou as mãos pelo seu corpo, onde todos ali pagariam uma fortuna para tocar, depois levou as mãos até a sua saia, abaixando a mesma e jogando em direção ao outro lado da plateia, ela se suspendeu no bastão e virou de cabeça para baixo, sendo segurada apenas por suas pernas torneadas, suas mãos deslizaram de seu quadril até seus cabelos, ela apoiou as mãos no chão e deixou que seus joelhos tocassem o chão, dando um tipo de cambalhota, assim que se viu de quatro no chão, se ajoelhou e abriu as pernas, de costas para a plateia, quicou nos tornozelos duas vezes antes de se erguer, segurando o bastão, nas ultimas batidas da música, ela caminhou até o fim do palco e caminhou até onde a vista de nenhum ali poderia alcançar, dando fim a música e a sua apresentação.

As luzes acenderam novamente e eu fitei os dois garotos ao meu lado.

- eu... Não disse que ela era boa? – Jimin disse divertido, ele parecia tão incomodado com sua calça quanto eu.

- é. – Hoseok respondeu, se mexendo desconfortável na cadeira.

Todos que assistiram estavam extremamente excitados, inclusive eu.

 

Kim (S/N) Points Of Views.

 

Assim que a apresentação acabou, eu me dirigi até meu camarim, onde comecei a me trocar, logo Sara entra na sala, ela não era uma Stripper, mas era minha amiga e me via em quase todas as apresentações.

- o que foi aquilo? – a loira perguntou pasma, enquanto eu vestia a roupa que vim, depois de ter tirado a lingerie.

- aquilo o que? – perguntei, me fazendo de boba, enquanto tirava a mascara e sorria para a francesa.

- aquilo. – apontou para a porta, insinuando o palco - Você foi ótima!

- obrigada. – eu disse, enquanto tirava a maquiagem, inclinada para perto do espelho.

Ela se sentou ao meu lado, me fitando pelo espelho, seus cabelos loiros sempre com cachos soltos e seus olhos sempre bem maquiados, ela sorriu para mim, não um sorriso de aprovação, um sorriso malicioso, o qual eu entendi imediatamente o significado  – quem?

- Min Yoongi. – eu disse, sem expressão, ela abriu a boca em um “o”.

- aquele filho da puta estava lá?

- sim. – respondi, dando de ombros e prendendo meu cabelo em um rabo de cavalo frouxo – ele estava com Jimin e Hoseok, como sempre. Já havia visto os dois aqui, mas ele é novidade.

- e o que vai fazer?

- fazer o que sempre faço. Dançar e não deixar que ninguém saiba a identidade da garota por trás da máscara.

- até porque, se ele descobrir, sua vida vai ser um inferno.

- correção: ele faria da minha vida um inferno. – disse irônica, me escorando nas costas da cadeira em que eu estava sentada.

- por que ele implica tanto com você, em? (s/a), você é, de longe, a garota mais sexy que eu conheço, você transborda sensualidade. – rio alto das palavras da loira, me levantando e pegando minha bolsa.

- até amanhã.

 

Continua...


Notas Finais


foi issooo
até o próximo capítulo
comentem e digam o que acharam
digam suas teorias, obrigada por lereeem
ah, meu computador deu Bug, então eu estou postando no computador do meu pai, mas vou postar diariamente, talvez eu demore um ou dois dias para postar, mas não vou demorar mais meses, obrigadaaaaa


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...