História Confusões e Amor - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Reflexão, Romance
Visualizações 21
Palavras 822
Terminada Sim
LIVRE PARA TODOS OS PÚBLICOS
Gêneros: Shoujo (Romântico)
Avisos: Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Pansexualidade
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Olha quem está com insônia e em vez de resolver isso foi escrever?? Eu mesma =)

Quero dizer que essa one tem um lugar especial no meu coraçãozinho, mesmo se a escrita dela não estiver lá essas coisas ksmsksms são 5 da manha, me dêem um desconto, ok?? Talvez eu revise ela mais tarde.

Boa leitura

Capítulo 1 - Fantasiando como criança, amando como "adulto"


Fanfic / Fanfiction Confusões e Amor - Capítulo 1 - Fantasiando como criança, amando como "adulto"


Tomando mais um gole de café e olhando pela janela, a garota pensava em como tudo mudou. Sua mente gritava consigo em uma grande discussão com o seu coração. Ela não poderia estar mais confusa em toda a sua existência. 


Enquanto criança ela não precisaria se preocupar com isso, ela não se preocupava com nada na verdade, apenas se chegaria com a roupa limpa em casa, com seu lanche, com seus quadrinhos, com o horário do seu desenho favorito. 


Ela não precisava se preocupar com seu futuro, com o seu destino robótico e sem vida, com pessoas que entrariam em sua vida e sairiam dela sem se importar com seus sentimentos. Ela não precisava se preocupar em quebrar o coração de alguém por não gostar dela e sofrer as consequências disso mais tarde. 


Quando criança ela se perguntava do porquê as outras crianças quererem crescer e se tornar adulta, ela não queria se tornar adulta. Ela queria ser criança para sempre, como o Peter Pan


Sua mãe lhe dizia que isso não era possível fisicamente, que ela tinha de guardar sua criança interior dentro do seu coração e não deixar que ela se vá, para que não perca seu brilho e se torne como os outros robôs humanos chatos que só se preocupam em cumprir sua tediosa rotina.


Absorvendo tudo isso, seu desespero em se tornar adulta evaporou e ela seguiu sua vida. 


Conhecendo diferentes personalidades e lugares diferentes a garota se apaixonou pela primeira vez. Sua paixão não era alguém adequado para si perante a sociedade. De qualquer jeito a garota se entregou com todo seu coração e se permitiu viver essa experiência que a vida trouxe pra ela. Porém, sua paixão tinha medo e infelizmente seu medo era maior que sua vontade de ficar com ela. 


E então sua paixão a abandonou, quebrou seu coração e a deixou para trás. 


Ela se ergueu novamente e começou a refletir sobre o amor. Ela amava ler romances. Porém, ler romances demais pode acabar nos fazendo ver amor onde não tem. 


Novamente se apaixonou, essa paixão mais forte do que a anterior. Seria amor? Pensou ela. Nossa ingênua garota se apaixonara por sua amizade fiel, não percebera que nos olhos do outro alguém não tinha essa paixão. Suas ações podiam parecer que sim, mas os olhos refletem a alma e infelizmente ela não olhava pra eles.


Seu coração fora quebrado pela segunda vez, não pode ser evitado, de qualquer modo ela não levou isso como algo ruim. Mesmo com o coração quebrado, sorriu


Seu desespero logo voltou, a decisão do que fazer, no que iria trabalhar? Qual era a coisa que mais amava fazer? Como ela pode amar fazer algo se não conhecia o amor? Não sabia como funcionava? Ela gostava de fazer algo? Que matérias mais gostava? 


Ela não podia responder 


Suas confusões a deixavam aflita, era tanto a se pensar, tão pouco tempo, tanta pressão. 


Quando finalmente se decidiu, não foi surpresa a ninguém. Ela estava confiante e feliz. 


Levando consigo as experiências vividas a cada dia que passa, adiciona mais uma ideia em seu papel. Mas ainda não conhecia o amor. 


Até que em um dia totalmente diferente e cheio de coisas novas - dias esses que eram uma nota a mais para se adicionar-, nossa garota conheceu mais uma de suas paixões. Dessa vez, algo estranho circulou pelo seu sangue, ela começou a se importar além do normal com aquela pessoa, começou a achar estranhamente fantástico coisas que na visão de outros era extremamente bobo. Ver tristeza em seu olhar era como levar mil facadas em seu corpo, era sufocante. 


Caminhando com esse alguém ela começou a perceber que todas as coisas que leu e não leu em seus romances estavam acontecendo consigo. Será que finalmente conheceu o amor? Ou será que esse era mais um de seus impulsos e conclusões precipitadas de uma leitora de romance? 


Decidiu não pensar muito sobre isso e apenas viver o momento.


Tomou mais um gole de café e a sombra de um sorriso surgiu em seu rosto, levou seu olhar até a lua e suspirou ouvindo a melodia da música baixa preencher o cômodo de seu quarto. 


As músicas lhe ensinaram muito sobre o amor. E que ele não está apenas em um relacionamento, e sim em varios outros locais. Há várias formas de amor, de se amar. 


Vivendo suas experiências agora ao lado de seu amor, ela podia escrever seus livros de fantasia e romance como a escritora que decidiu ser. 


Ao final de cada coração quebrado ela sorria, porque era mais um passo dado em busca do amor. Assim pensava sua mente, seu coração discordava e a mandava parar, a confusão estava formada. 


Porém agora ela não precisa mais procurar. Nossa garota encontrou o amor e ainda guarda sua alma de criança. 


Mas não é porque ela conhece o amor, que ela consegue decifrar e entender. Afinal ele não se entende, se sente.  






Notas Finais


Quem aí tá com o açúcar alto no sangue depois disso? Ksmsksms estou brincando

Consegui passar tudo que eu queria, tô feliz.

Essa one veio como mais uma ideia de ser fofo e simples mesmo, pode não ter tido muitas descrições do amor e da reação que ele causa nas pessoas, pq são muitas n é mesmo?? Kkk eu não conseguiria listar todos, não a essa hora.

"Ah então pq vc não postou mais tarde quando você pudesse descrever tudo e pá?"

Simples: pq ia ficar mofando nos documentos junto com as outras e eu não teria coragem de postar. Tenho que postar nas minhas brisas da madrugada e insônia gent 😀

Espero que tenham gostado, tenha uma boa vida ✌️

Ps: Estou escutando Ed Sheeran e começou small bump aq :c é tão triste


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...