1. Spirit Fanfics >
  2. Conhecendo uma sereia. >
  3. Passeando.

História Conhecendo uma sereia. - Capítulo 8


Escrita por: CHEGUEI334

Notas do Autor


Espero que esteja bom.

Capítulo 8 - Passeando.


Bom, como eu o Liminha, a Vera e a Millena, estamos no mesmo grupo para aprimorar nossos talentos e criar um filme, a professora mandou a gente fazer uma pesquisa.

Mas a Dona Fernanda( a mãe do Renato), falou pra gente ir na biblioteca , parece interessante, então como ela tem um carro que cabe, mais gente, nós vamos na biblioteca que ela disse, e quando digo nós , vai nós 4, a Dona Fernanda, mais a Michelle ,mais o Douglas, mais o  Bernardo ,no caso vai tá cheio o carro .

 

NO CARRO:

 

Na frente estava a Dona Fernanda, e a Michelle, na segunda fileira de bancos, as gêmeas, e o Bernardo, e na outra fileira eu o Renato, e meu primo.

Só que eu, como uma pessoa nada curiosa , eu fiquei com  uma pequena dúvida, se o Renato mora na mesma casa que a Dona do carro, por que ele estava no fundão?

Porque eu  notei que a ordem em que estávamos ,era da distância de cada casa da moradia do Liminha, então ele devia estar na frente. Né?

Como o Renato não estava fazendo nada de importante, apenas mexendo no celular dele , e parecia nem prestar atenção .Então eu cutuquei ele. E não funcionou. Cutuquei de novo. Também não adiantou

-Douglas- decidi chamar meu primo para ajudar.

-Fala.

-Esse ser marítimo dormiu?- perguntei apontando para o Renato.

Meu primo olhos pra ele.

-Ele está de olhos abertos.

Balancei ele.

-hum, hum, que foi?- Liminha estava mesmo dormindo.

-Você dorme de olho aberto?- perguntou meu primo.

-Não sei, eu estou  dormindo- faz sentido.- Por que me acordaram?

-Boa pergunta, por que  senhorita Lívia?-  concordo Douglas ,boa pergunta.

-Bom, primeiro eu queria saber por que o senhor Renato está sentando aqui !?

  -Ótima pergunta  minha cara Lívia .

-Obrigada meu caro Douglas.

-Desde quando você é tão formalizada ?

-Meu  caro Renato, sabia que o ambiente em que você vive afeta muito o seu modo de agir. Tem tantas pessoas falando desse modo tão interessante , que ocorreu de adquirir essa mania. Me sinto um tanto chateada e ofendida por não achar que tenho essa bela capacidade.

-Eu  achava que você não sabia falar desse modo tão culta minha cara Lívia , sinto muito se te ofendi .

-Obrigada Meu caro senhor Renato, mas não precisa de tanto exagero  e tal pedido de desculpas.

Renato com cuidado pegou minha mão e depositou um pequeno beijo.

-Mas então senhorita Lívia, com seria sua tão estimada pergunta?

-Ô meu caro , eu apenas gostaria de saber se a nossa gloriosa motorista, estás em mesma morada que o senhor, por que não está sentado frente a esse veículo automotivo?

-Bom minha cara é notável, que sua pergunta é de interesse absoluto, e com total curiosidade, algo muito interessante bom eu gostaria de dizer que...

-Você estava dormindo né Liminha!

-Talvez, mas poderia voltar a falar de maneira elegante?

-Não, senhor.

-Acabou de falar.

-Fui irônica.

-Pera, você fala mesmo desse jeito ?- perguntou Vera.

-Como você quer que eu faça uma redação sem falar desse modo?

-Faz sentido- disse todos do carro menos o Douglas.

-Eu consigo fazer- disse meu primo com um sorriso.

-Parabéns- respondeu Millena.

-Obrigada .- esse meu primo.

-Mas voltando ao assunto , eu não estava dormindo.- protestou Renato.

-Estava sim- retruquei.

-NÃO!!!

-SIMMM!!!!

-Eu sei como resolver isso?- exclamou Michelle.-Senhora Fernanda, o Renato estava mesmo dormindo?

-Claro estava.

-Obrigada Dona Fernanda , ajudou muito com minha curiosidade. Tem algo a Senhor Liminha?

-Nada Lívia, nadica.

 

Depois disso alguns de nós dormimos ou ficamos conversando.

 

Quando chegamos na biblioteca eu tive certeza que queria ficar lá.

O lugar era incrível!!

Tinha um monte de livros, material escolar, lugar pra ler deitado , tem filme, eu posso muito bem morar aqui.

-Dona Fernanda esse lugar é incrível - eu comentei.

-Que bom  que gostou , se precisarem de alguma coisa é só avisar.

-Sim senhora- dissemos em coro.

Fizemos o trabalho , até quem não estava no curso ajudou.

E aproveitamos pra passear pelo lugar, ir ver o que tinha.

E cada hora eu ficava mais impressionada.

 

Bom o dia ocorreu dessa maneira.


Notas Finais


Gostaram?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...