História Connected until death - Capítulo 15


Escrita por:

Postado
Categorias 24K, Bangtan Boys (BTS), Momoland, TWICE
Personagens DaeIl, Hui, Jane, Jeon Jungkook (Jungkook), Kim Seokjin (Jin), Mina, Nayun, Park Jimin (Jimin), Personagens Originais
Tags Connected Until Death, Imaginejungkook, Jungkook
Visualizações 8
Palavras 1.281
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Fantasia, Ficção Adolescente, Magia, Mistério
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Os capítulos estão demorando para sair pelo fato de eu ficar editando capa.
Vou parar de editar capas e apenas colocar fotos do Jungkook que possam expressar de alguma forma o capítulo.
BJAO <3
Boa leitura 📖❤

Capítulo 15 - Poder mais forte


Fanfic / Fanfiction Connected until death - Capítulo 15 - Poder mais forte

O mesmo fecha o pulso o puxando para trás para me acertar, mas logo alguém o segura, olho para o lado e pude ver quem era. Logo todos ficaram apavorados com o que viram.

- J-je-jeon J-jungkook...?!

P.O.V JUNGKOOK ON

Me despedi da s/n e fui em direção ao banheiro. Ao sair, me deparei com o pior ser que podia existir, Husto.

- Husto? O que você faz aqui seu idiota? Eu juro que se você encostar um dedo na s/n eu... -fui interrompido por um pano com um cheiro forte em meu nariz e logo comecei a enxergar tudo preto e apaguei.

JUNGKOOK FLASHBACK ON 

Me sinto ser carregado para algum lugar, mas não consigo me mover nem falar. Apenas escuto ruídos e vozes, tento fazer algo, mas não consigo; aquilo era desesperador.

- Finalmente você vai sair do meu caminho, garoto idiota. Eu poderia te matar agora, mas assim não teria tanta graça; que tal abusar um pouco do meu poder agora? 

Sinto minha pele ser rasgada lentamente, junto com minhas roupas, tornando aquela dor ardente e dolorosa, me sentia sem forças até mesmo para respirar, e com certeza queria poder reagir, mas é como se algo me impedisse. 

- E essa boquinha, hum? Acha que vai beijar a s/n? Só de pensar que você a beijou e a tocou me deixa com mais ódio e nojo de você. Esse rostinho de ser inocente, vou te deixar deformado garoto. -fala e ao mesmo tempo sinto meus lábios serem cortados e sinto um gosto salgado e quente.

- Ah droga. Sorte a sua eu precisar ir agora, mas antes vou precisar de algo seu, e isso eu já consegui.

Sinto uma agulha entrar dentro de mim e logo o mesmo a puxando, não fazia idéia do que ele iria fazer com meu sangue, mas coisa boa não é. 

- Obrigado por ser um bom garoto, morra.

O mesmo disse suas últimas palavras e logo pude ouvir seus passos cada vez mais inaudíveis.

Acordei do lado de fora do castelo, amarrado em uma árvore. Minha roupa estava rasgada, assim como meu corpo, onde o mesmo se encontrava cheio de hematomas. Sentia meus lábios arderem ao abrir a boca e minha bochecha estava com um corte não muito fundo.

Olhei ao redor com um pouco de dificuldade por conta das dores de meu corpo, na esperança de encontrar algo que cortasse a corda e eu pudesse ir até o castelo. Estava preocupado com a s/n, eu juro que se aquele filho da puta do Husto tocar um dedo na minha menina, eu o mato.

Olho para frente e pude ver Husto no jardim lateral do castelo, conversando com uma fada que não pude reconhecer, ele estava fisicamente igual mim. Me desespero e procuro rápido algo para me soltar dali.

- Droga. -falo olhando para o céu, sem esperança. -por favor esteja bem, minha princesa. 

Resolvo não fazer mais forças, já que não restaram nenhuma, me sentia fraco. Mas logo sou surpreendido por uma voz familiar.

- Jungkook? Você está bem?

- Daell? É você? 

- Sim, sou eu. Relaxa eu vou te tirar daqui. -falou o mesmo desatando os nós que tinham na corda.

- O que tá acontecendo? Por que você está aqui? O Hui está por perto? Não é perigoso ele te descobrir?

- Ah meu Deus, você não sabe?

- O que? -falei espantado.

- O Hui está se passando pelo Husto esse tempo todo.

- Ele o que? Por que? -falo já sentindo as cordas frouxas e logo me solto fazendo uma massagem em meu pulso.

O mesmo olha ao redor, e me olha atento.

- Jungkook, você precisa salvar a s/n rápido. Ela corre perigo.

- O que eu preciso fazer, me fala! -falei desesperado.

- Shiiiu! Fala baixo, tem doendes por toda parte. O Hui se passou pelo Husto esse tempo todo, na esperança que conquistar a s/n e assim reinar esse mundo com ela. Logo após que conseguir o trono, ele vai mata-la e esconder sua morte.

- Ele acha que a s/n e qualquer uma para se apaixonar por um babaca daqueles? E aliás, desde quando a s/n é rainha? 

- Você saberá sobre isso em breve, foca no Hui agora.

- Me fale o que eu preciso fazer.

- Você precisa acabar com o Hui de uma vez por todas, faça isso pela s/n. Ela precisa de você agora, corra!

Assenti para o mesmo, e com sua ajuda consegui me levantar e tirei forças de onde não tinha e juntei todas elas correndo meio torto e com a mão na cintura por causa de um corte um pouco fundo, causado por Hui.

Chego no castelo e pego atalho pelo jardim. Assim que entro, vejo s/n discutindo com o Hui que estava se passando por mim, fico pensando como ele quer conquistar ela a tratando desse jeito. Logo sou tirado de meus devaneios após vê-lo fechar o pulso e pegar impulso com o mesmo para a espancar. 

Eu corri com todas as forças restantes em mim e logo segurei seu braço antes do mesmo fazer alguma coisa, sinto olhares para mim de espanto. Respiro ofegante com a cabeça baixa e logo sinto o olhar de minha pequena chorando para mim.

- J-je-jeon J-jungkook...?!

Levanto minha cabeça lentamente e o olho mortalmente, ainda recuperando meu fôlego. O mesmo me olha furioso e confuso.

- Você... N-nunca mais... Toque um dedo...na minha garota. ESTÁ OUVINDO?! -após falar, dou-lhe um soco com todas minha forças restantes, fazendo-o cair.

- Jungkook... Você está bem? -pergunta minha pequena ao me ver ensanguentado e com hematomas.

- Um pouco, mas antes de me cuidar eu preciso acabar com esse cara.

- Mas você está...

- S/n...meu amor, por favor, eu preciso te proteger, não há tempo para te explicar agora. Preciso de sua ajuda para acabar com ele. -fala o mesmo juntando nossas testas, fazendo nossos narizes se tocarem e por instinto fecharmos os olhos.

- Vamos acabar com isso. -falo e o mesmo abre os olhos me fitando intensamente.

- Não pensem que vai ser tão fácil me fazer desistir, crianças. -fala o mesmo alto e claro voando no meio do salão, nos fazendo mirar nossa atenção para o mesmo.

- Mina, vá com as outras fadas para os quartos, fiquem seguras. -Jungkook fala autoritário e assim Mina e as outras fadas fazem.

- Jungkook, como acha que vamos o derrotar sem nenhum tipo de poder? 

- Somos bem mais fortes assim, vamos lá.

- Tudo bem. -falei respirando fundo olhando para Hui, e o mesmo já estava com algum tipo de poder em formato de círculo em suas mãos e logo lança na direção de Jungkook e o mesmo desvia.

- Essa foi por pouco. -fala o mesmo fitando Hui desconfiado.

- O que foi Jungkook? -falei, mas sem tirar os olhos de Hui.

- Vou te matar de vez Jungkook, sem gracinhas dessa vez. -fala Hui lançando algum tipo de raio em Jungkook, o fazendo voar longe.

-JUNGKOOK! -grito ao vê-lo deitado no chão e vou até ele.

- Aonde pensa que vai, garota? -pergunta Hui irônico.

Não o dou atenção e vou até Jungkook com lágrimas no olhos, o mesmo se encontra gemendo de dor e estava mais pálido e gelado do que o normal.

- J-jungkook... Não me deixe. Aguente, você é forte. -falei me ajoelhando e pondo sua cabeça em meus joelhos.

- S-s/n... E-eu te...a-amo m-mui... -fala o mesmo jorrando um pouco de sangue pela sua boca e logo o interrompi com lágrimas nos olhos.

- Shiiiu! Não fale nada agora meu bem, vai ficar tudo bem.

- O...H-hus...to, E-ele é...o H...H-hui

- O que? -falei espantada e logo meu sangue ferveu, iria descontar toda minha raiva que tenho de dois seres em um só agora.

- E-e...eu t-te am...amo s/n. -fala o mesmo após colocar sua mão em meu rosto e logo sinto a mesma cair levemente e a sua cabeça cair para o lado.

•••


Notas Finais


Aaaaa JUNGKOOK MORREU?
Vão descobrir no próximo capítulo. <3
Podem ficar curiosxs, eu deixo u.u
Estou sentindo falta de favoritos e comentários, muita gente lê e não favorita. Me falem o que tão achando gente :( <3
Desculpem qualquer erro :/
≈Milly🌼
Meu perfil: @MiFic


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...