História Conquistar Você - Capítulo 71


Escrita por:

Postado
Categorias Once Upon a Time
Personagens Capitão Killian "Gancho" Jones, Dr. Archie Hopper (Jiminy Cricket), Emma Swan, Henry Mills, Lacey (Belle), Mary Margaret Blanchard (Branca de Neve), Neal Cassidy (Baelfire), Regina Mills (Rainha Malvada), Robin Hood, Ruby (Chapeuzinho Vermelho), Tinker Bell, Xerife Graham Humbert (Caçador), Zelena (Bruxa Má do Oeste)
Tags Emma Swan, Evil Queen, Fanfic G!p, Homossexualidade, Jennifer Morrison, Khristtynna, Lana Parrilla, Lesbicas, Morrilla, Once Upon A Time, Ouat, Regina Mills, Swan Queen, Swanqueen, Swen
Visualizações 1.165
Palavras 2.086
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Comédia, Famí­lia, Ficção Adolescente, Romance e Novela, Universo Alternativo
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Intersexualidade (G!P), Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


*Boa leitura!😘😍💻📱📜📓📙📖📒📗📚



*Relevem erros que tiver, depois reviso...

Capítulo 71 - Almoço em Família - Parte II


 

*Pov. Emma*

 

O domingo em família está maravilhoso, o melhor foi Lana ter conhecido e conversado com a mãe. Sinceramente eu espero que Regina também perdoe Cora.

 

Tem coisas na vida que nos muda drasticamente, Cora quando foi abusada mudou e suas mudanças tiveram consequências para Regina, assim também como ela teve a escolha de deixar Lana ir. Ela poderia ter lutado, mas como uma mulher quebrada conseguiria sozinha? Quando o tal Gold a abusou, feriu a alma dela. Então, compreendo o quanto foi difícil para ela lidar com todas as coisas ruins que aconteceram em sua vida.

 

Eu poderia ter me perdido depois da humilhação que passei na adolescência, mas tive apoio das minhas mães e força para me reerguer. Quão irônica a vida é. A mulher que mais me fez mal, é a mesma que me faz feliz. Poderia nunca a perdoar, mas perdoei e foi libertador. A amo sem amarras, sem medo, porque sei que ela mudou para melhor.

 

Tudo o que aconteceu ficou no passado. Esquecer ninguém esquece, porque o ser humano é assim, mas o importante é o agora, meu presente está sendo de felicidade, então, que o futuro seja melhor ainda, e o passado não me afeta mais.

 

-Amor em que está pensando? -Indaga a morena adentrando no quarto do nosso filho. Depois do almoço subi para colocar o Henry para dá um soninho, ele dormiu, acabei ficando deitada ao lado dele pensando na vida.

 

-Em nós, na sua mãe e as coisas que aconteceram com ela. -Levanto e me aproximo da morena tocando em seu rosto. -Como se sentiu vendo sua família reunida em volta da mesa?

 

-Foi maravilhoso, acho que devo tudo isso a você.

-A mim?

 

-Sim, desde que entrou na minha vida, trouxe luz, alegrias. Você é minha anja da guarda. -Encostou seus lábios no meu, roubando um selinho.

 

-Oxiii, você que trouxe tudo de bom. -A puxo para mais junto de mim, caminhamos um pouco a encosto contra a parede do quarto e beijo sua boca. Regina pediu passagem com a língua, a recebi de bom grado, nosso beijo ficou mais ousado, precisamos parar antes de acabar transando no quarto do nosso filho, isso seria desrespeitoso.

 

-Melhor pararmos, estou molhada. -Fala a morena com sorriso safado.

 

-E eu já estou bem animada.

 

-Eu sei, estou sentindo. Agora vá colocar uma roupa de banho para irmos para piscina, aproveitar que o sol deu o ar da graça, apesar de ainda está um pouco frio. Suas mães já foram, deixaram um beijo para você e outro para o Henry, acho que elas vão aproveitar o resto da tarde para transar. -Sorrimos.

 

-Safada, minhas mães são santas! -Caímos na gargalhada. Dou mais um selinho nela e vou para nosso quarto. Entro no mesmo e vou até o closet, pego uma sunga vermelha e um biquíni da parte de cima da mesma cor, tiro minha roupas e visto a que escolhi, por cima das peças íntimas, coloco uma bermuda preta curta e uma camiseta branca. Calço um chinelo e pego um óculo escuro. Saio do quarto e desço as escadas encontrando minha noiva conversando com a mãe no sofá da sala.

 

-Cadê as meninas?

 

-Lana subiu para colocar Yasmin para dormir. Elsa, Ruby e Anna estão na piscina.

 

-Então, vou indo para lá.

 

-Epa, nada disso. Me espere vou buscar o protetor solar que esqueci. -Percebo que está com ciúmes sorrio. Sento de frente para minha sogra enquanto Regina levanta e segue escada acima.

 

*Pov. Regina*

 

Emma e aquelas mulheres de biquíni nem pensar. Chego no quarto, vou até o banheiro abro o armário de cima da pia, para pegar o protetor solar, me deparo com a caixinha que mandei Elsa comprar para mim, tinha esquecido desse detalhe. Pego meu celular e mando uma mensagem para a loira cunhada.

 

*Mensagem WhatsApp On* 

-Sobe aqui no meu quarto!

-O que deseja, cunhadinha?

-Sobre aquele teste.

-Ata, estou indo, onde está Emma?

 

-Conversando com a mamãe, invente uma desculpa, caso ela te faça alguma pergunta.

 

-Claro, pode deixar.

*Mensagem WhatsApp off*

 

Deixo o celular de lado e aproveito para fazer o teste, levanto o vestido e abaixo a calcinha, pego o teste e faço como indicado.

 

-Regina? -Elsa bate na porta.

-Fica aí, já saio.

-Ok!

 

Ajeito minhas roupas e espero uns minutinhos. Respiro fundo e abro a porta saindo com o teste na mão, tenho medo de olhar. Me aproximo de Elsa, que está sentada na beira da minha casa.

 

-Então?

-Olha para mim, estou nervosa.

Elsa pega o palitinho da minha mão e sorrir.

-O que deu?

 

-Humm... -Colocou a mão no queixo com um sorrisinho misterioso. -O que significa dois pauzinhos?

 

-Não brinca, puta merda! -Falo agoniada, será complicado cuidar de David e do ... -É sério deixa eu ver. -Elsa levanta com o teste sorrindo.

 

-Cunhada você está pálida, relaxa deu só uma fitinha, você não está prenha. -Me entrega o objeto, olho e respiro aliviada.

 

-Ufa, essa foi por pouco.

 

-Agora manda Ems encapar o Sween. E você ver se toma anticoncepcional.

 

-Ela encapa. Eu ainda não posso tomar, mas em breve vou começar.

 

-Deixem de ser coelhas. -Sorrir.

-E você sua safada, quer pegar minhas duas irmãs.

-São muito gostosas.

 

-Você não tem chance com uma delas. -Digo entrando no banheiro, jogo o teste no lixo e pego o protetor solar, já estou com o biquíni por baixo do vestido que estou usando. Saio do quarto esperando minha cunhada, que continua parada dentro pensativa.

 

-Qual delas?

 

-Descubra você. Agora vamos descer. -Elsa concorda, descemos as escadas. Emma estava no sofá sozinha, aparentemente chateada.

 

-Cadê a Cora? -Pergunto.

-Ela foi deitar no quarto de hospede.

-Hum, e por que essa cara de chateada?

 

-Nada. Vamos logo para piscina. -Se aproximou pegando em minha mão de forma possessiva.

 

Elsa segue para área da piscina paro antes de passar pela porta, olhando-a interrogativa.

 

-O que foi amor, a Cora disse algo?

-Sua mãe é legal.

-Então o que foi?

 

-Por que ficou tanto tempo lá em cima? E pior a Elsa subiu, demorou, desceram juntas sorridentes.

 

-Que coisa fofa. -Aperto sua bochecha. -Ciumenta. Estava fazendo um teste de gravidez.

 

-Não acredito que Elsa está grávida? Eu mato quem fez isso com ela! -Diz brava.

 

-Não era a Elsa amor, fui eu que fiz o teste. -Emma abriu a boca tentando falar alguma coisa mais nada saiu. -Se isso te deixa aliviada, não estou.

 

-Ah... -Fez uma carinha triste.

-Ei, você queria outro bebê?

-Claro que sim!

 

-Quero ver esse seu entusiasmo depois que David tiver alta e você passar a madrugada acordada com ele. -Pontuo.

 

-Mas...

 

-Sem mais amor, agora vamos aproveitar o dia. -Roubo um selinho dela e saímos para área da piscina. Emma senta numa espreguiçadeira e eu na do lado. As meninas estão dentro da água conversando, enquanto bebem alguma bebida alcoólica.

 

-Ei casal, venham nadar. -Fala Ruby. Sorrio para loira e levanto da espreguiçadeira, tiro meu vestido ficando só de biquíni lilás. Percebo o olhar da loira sobre meu corpo.

 

-Porra amor, não faz assim. 

-Olha o palavrão, sabe que temos crianças em casa.

 

-Mas eu não aguento de te ver assim, fico de pau duro. -Diz baixinho somente para eu ouvir. Fico lisonjeada. É muito bom ser desejada pela pessoa amada.

 

-Tira essa blusa e entre comigo. -Emma levanta e tira a camiseta em seguida o short, revelando sua sunga da cor do biquíni de cima.

 

-Olho em direção a piscina e percebo o olhar da minha irmã caçula sobre a loira.

 

-Emma, acho melhor você permanecer de short.

 

-Querida, se você pode ficar com esses trajes eu também posso. -Sorrir safada, pega na minha mão e me conduz até a beira da piscina. Sem que eu esperasse, Emma me empurra na água e logo entra também.

 

-Swan! -Protesto.

 

-Desculpa amor. -Sorrir me abraçando por trás.

-Nada de sexo na piscina casal. -Fala Elsa.

-Cadê a Lana? -Pergunta Ruby.

 

-Ela disse que ia fazer a Yasmin dormir, mas acho que acabou foi dormindo também. -Sorrio.

 

-Acho que vou chama-la.

 

-Deixa que faço isso. -Falo já nadando para escadinha para sair. -Saio da piscina e caminho para dentro da casa, adentro e subo a escada chegando até o quarto de Lana, bato na porta e ouço um entre.

 

-Não vai descer?

 

-Acho que não, estou sem roupa de banho. -Lana está deitada na cama com a bebê ao seu lado adormecida.

 

-Isso não é problema, vamos no meu quarto, você pode escolher algum biquíni.

 

-Então deixa eu chamar a Yasmin, tenho medo dela acordar sozinha e ficar assustada.

 

-Relaxa, vou usar a babá eletrônica que comprei para o David, podemos deixar ao lado da cama uma e levar a outra para piscina, assim se ela acordar você vai saber.

 

-Ok! -A morena arrumou melhor a criança na cama. Fiz uma nota mental de comprar um berço para ela e outras coisas.... Fomos até meu quarto. Lana escolheu um biquíni e vestiu, por cima colocou um short e uma blusa verde claro, saímos do local e descemos indo nos juntar as outras.

 

*Três horas depois...

 

Estávamos todas na piscina, inclusive as crianças que já haviam acordado. Lana tinha tirada as roupas e ficado apenas com o biquíni no estilo do meu, só que da cor preta. Ruby conversava com ela num canto da piscina, aparentemente dava em cima dela descaradamente. Elsa com Anna na outra parte. Eu estava deitada na espreguiçadeira e Cora ao meu lado, parecia feliz. Emma brincando com Yasmim e Henry na piscininha rasa ao lado da maior. Minha loira é mesmo uma ótima mãe.

 

*Pov. Lana*

 

-Você está me dizendo que nunca beijou uma mulher de língua? -Indaga Ruby, bebendo uma dose de vodca do seu copo.

 

-Não exatamente, digamos que foi apenas um selinho. -Sorrio pegando meu copo e também bebendo uma dose da bebida forte.

 

-Você é linda, como Regina só que ela é da Emma. Essas duas tem muita história.

 

-Eu sei, Regina me contou.

 

-Também sou culpada de ajuda-la magoar a Swan. Estou feliz pela loira ter me perdoado. Ela é mesmo um ser humano incrível. -Fala olhando para minha linda cunhada, que por sinal está magnifica de biquíni vermelho, principalmente a parte de baixo que marca perfeitamente dando a ideia do tamanho do pênis dela. Regina deve ficar toda ardida pós sexo. 

 

-Por anos me martirizei, culpada pelo mal que causei a ela... Vamos mudar de assunto, está ficando deprê. -Diz Ruby pegando em minha mão por baixo da água. -O que você faria se eu te beijasse agora?

 

-Talvez eu retribuísse com uma tapa em seu rosto. -Falo sorrindo.

 

-Que agressiva. Espero que você seja assim na cama.

-Isso é coisa que você não vai saber. -Sorrio.

-Por que você tem que ser tão gostosa e difícil?

 

-Não sei, talvez genética, olha minha mãe, minhas irmãs. -Sorrio. -Todas lindas.

 

-Você não quer ficar comigo por que está afim da Elsa?

 

-Não é isso, você é linda e legal. O problema é que gostei de você como amiga. E da Elsa também.

 

-Fico aliviada por não ser por causa dela. -Sorrimos.

 

Conversamos mais um pouco. Olhei a hora no relógio do meu pulso, já estava na hora da mamada da minha criança, apesar dela está só sorriso para o lado da tia linda.

 

-Rub, irei preparar a mamada da Yasmin.

 

-Te espero aqui. -Disse sorrindo com o copo de bebida na mão. Saio da piscina, procuro minhas roupas e as encontro no chão toda suja, devido ter caído no chão por causa do vento, tinha deixado na mesinha perto da churrasqueira.

 

-Ei, veste meu vestido. -Fala Regina sorrindo. Vou até ela e pego o vestido ao lado da espreguiçadeira, visto e sigo para dentro. Regina e Cora me seguem, adentramos a casa, as duas sobem e eu vou até a cozinha, pego o leite e a massa da minha criança, começo a preparar a comidinha dela. Me distraio na beira do fogo, de repente sinto braços em volta da minha cintura, aqueles braços branquinhos e malhados eu sei bem de quem é.

 

-Emma? ... -Tento formular alguma palavra, mas sinto o amiguinho dela em contato com meu bumbum... Nem tenho tempo de empurrá-la, pois escuto uma voz um tanto carregada de raiva:

 

-QUE PORRA É ESSA?!!! -Emma me larga rapidamente e vira para Regina, que está parada na entrada da cozinha com cara de poucos amigos, com certeza eu estou ferrada e Emma mais ainda...

 

-De novo não! -Diz a loira pálida. -Amor, eu posso explicar...

 


Notas Finais


Não condenem Emma, Lana estava de costas vestida na roupa de Regina, então a loira está perdoada kkkk Só que não...kk😉😍


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...