1. Spirit Fanfics >
  2. Consequence of a summer night >
  3. Capítulo 3

História Consequence of a summer night - Capítulo 4


Escrita por:


Capítulo 4 - Capítulo 3


Max Thunderman.


O dia de ontem foi incrível. Especialmente a parte em que Phoebe teve que cozinhar para mim. 


Eu sei que isso é maldade, mas é imensamente satisfatório assistir minha irmã fazendo tudo que mando. E o melhor é que ela não pode reclamar de nada.

Realmente é o paraíso. 

Por tanto, minha meta de hoje é irritar tanto Phoebe que se torne quase impossível ela não me xingar. 


Tudo bem.

Sei que não é justo com o nosso trato, porém nunca disse que era um garoto honesto. Treinei anos para ser um vilão, honesto jamais fui e a punição é tão boa que chega a ser instigante. 


–Bom dia, Max!


Perfeito!

Meu alvo acabou de acordar. 


–Bom dia, Pheebs! Dormiu bem?–Pergunto com um sorriso simpático. 


Minha irmã pega uma maçã e se senta ao meu lado, na mesa, para tomar café. 


–Sim. E você?


–Maravilhosamente bem, especialmente após o jantar de ontem–Digo e Phoebe automaticamente muda sua feição. 


Òtimo!

Já comece o dia irritando ela, mesmo que um pouco. 



–Imagino que sim. O que pensa em fazer hoje?–Ela mudou de assunto. 


–Que tal assistir um filme?–Digo casualmente. 


O filme também é uma parte do plano. 

Encontrei um filme que não combina em nada com Phoebe e tenho certeza que ela brigará muito  comigo por ter colocado ele.



–Hm, na verdade pensei em ir a praia. 


–Parece que hoje vai chover–Digo apontando para a janela. 

O céu hoje amanheceu fechado, indicando que iria chover mais tarde. 


–Poxa! Qual a graça de está em uma praia se começa a chover?


Phoebe está decepcionada, isso é notável em seu rosto. 

Me dá dó de vê-la assim, até penso em desistir do meu plano, mas lembro de como foi boa a sensação de ontem e decido por continuar. 


–Nenhuma, mas não há nada que podemos fazer–Digo dando de ombros. 


–Tudo bem. Você coloca o filme e eu faço a pipoca–Faz a mesma divisão de sempre. 


Comemoro internamente. 

È muito fácil introduzir uma ideia na mente de Phoebe. Sempre foi. 


––Vou lá colocar o filme–Me levanto da mesa e vou em direção a sala. 


Parte 1 do plano: COMPLETA. 





Phoebe Thunderman.


A vontade de rir é grande, mas a de meter a mão na cara do meu irmão é maior. 


O imbecil do meu irmão achou que assisti 50 tons de cinza comigo era uma ótima idéia. Por isso que nesse momento, a cada tapa que Christian Grey dá em Anastacia, atinjo um novo ton de vermelho e minha vontade de matar Max só aumenta. 


God!

Até quanto vou ter que suportar isso?!


–Filme educativo, não é?–O idiota ainda opina. 


–Creio que não é o tipo de educação que preciso–Digo tampando os olhos por causa de outra cena pesada. 


Nossa!

Será que esse filme demora tanto assim para acabar?!


–Como não? È um tipo de educação que todo mundo precisa. 


–Falta muito para terminar? 


–Me dói dizer que sim, irmãzinha. 


Voltou a encarar a televisão, mas tenho que tampar os olhos novamente. 


Não dá. Não consigo assistir mais esse filme, não ao lado do meu irmão. 


–Tira esse filme, Max.


–Você não gostou? È de romance. 


–Óbvio que não gostei. O filme é quase um pornô–Falo com raiva.


Onde Max estava com a cabeça quando decidiu colocar esse filme?


–Você acha que isso é pornô, Pheebs? Em que mundo você vive?–Falou rindo. 


Isso mesmo. 

O idiota do meu irmão está rindo de mim. Rindo a ponto de gargalhar. 


–Para de rir e vai tirar logo esse filme, seu idiota–Vejo Max parar de rir e me encarar com uma sobrancelha arqueada–Vai antes que eu resolva te matar agora. 



–Tudo bem–Diz se levantando, porém antes consigo visualizar um sorrisinho no canto de sua boca.

O sorriso que ele sempre dá quando está aprontando.


Ah, não!

Não me diga que Max fez isso de propósito, só para me irritar?!

Não, ele não seria capaz.  

Espera!

É de Max Thunderman que estamos falando.

Ele seria capaz de qualquer coisa para me irritar.


Mas tudo bem, duas pessoas podem jogar esse jogo.




Max Thunderman.



A parte 2 do meu plano deu certo e errado ao mesmo tempo.


Certo porque consegui irritar Phoebe a ponto dela me xingar e até ameaçar me matar.

Por lado, deu errado porque, bom, meio que fiquei excitado com o filme.


Ok!

Sei que é estranho ficar excitado com 50 tons de cinza, afinal ninguém fica excitado com esse filme.

Ou pelo menos eu não fiquei a primeira vez que assistir ele.

Mas, em minha defesa, o meu corpo está carecido de sexo ultimamente e não está reagindo muito bem a filmes com essa temática caliente. E antes que digam que sou um pervertido que só pensa nisso, já me adianto em dizer que eu não sou ok.

Acontece que faz algumas semanas que terminei com Alisson e, bom, não quis ficar com mais ninguém.

Pode não parecer, mas eu realmente gostava de Alisson e fiquei magoado com o nosso término. Por isso decidi dá um tempo das garotas.

Quis ter um tempo para mim, porém meu amiguinho não entende isso.

Meu cérebro só identificou uma moça bonita, de olhos claros (como minha ex namorada), mostrando algumas partes bem imaginativas do corpo e Puff! Enviou a mensagem para o amiguinho de baixo.

O que me levou ao exato momento, onde estou me tocando em baixo do chuveiro.

Se me orgulho disso?!

Nem um pouco.

Não sinto orgulho por ficar duro do nada. Quer dizer, alguém fica?!

Foi só a imagem de uma mulher que tem os olhos da minha ex e mais nada. Não tenho sentimentos pela atriz, nem mesmo me sentia atraído por ela antes.

Mas isso importou?! 

Não!

Meu colega de baixo não está entendendo ultimamente que sexo é bom, mas sexo com sentimentos é melhor.

Aí cara!

Esse filme realmente não foi uma escolha.


–Max, você está aí?


Porra!

Quando enfim estou quase lá, vem a voz da minha irmã para quebrar o momento.

Isso é algum castigo divino?


–Estou no banho, Phoebe. É alguma coisa urgente?


–Tem uma aranha no meu quarto. Pode ir dá uma olhada?


Mais essa agora.


–Cinco minutos e já saiu.


–Tem que ser agora. Estou com medo dela se esconder em um lugar difícil e me atacar a noite.


Certeza que o ser superior está me castigando pelo que fiz mais cedo.


–Ok, já estou saindo–Digo desligando o chuveiro e pegando a toalha no suporte.

Enrolo a toalha na cintura e saiu do banheiro, ganhando olhares meio suspeitos de Phoebe.

–Você vai assim?–Perguntou apontando para minha toalha.

Dando de ombros, respondo:

–Sim, você disse que era urgente.

–Tanto faz, vamos logo–Disse me puxando pela mão.


Ao chegar no quarto de Phoebe, comecei a procurar em cada canto a maldita aranha, porém não achei nada. 

Na verdade achei uma xuxinha peludinha preta encostada no canto da penteadeira de Phoebe.

Não me diga que….


–Isso era a aranha, Phoebe?– Pergunto mostrando a Xuxinha.

–Ops! Acho que sim–Disse com uma carinha de inocente.

–Porra, Phoebe! Você me fez sair...–Não termino de dizer, pois ocorre a pior coisa que poderia ter acontecido.

Enquanto me aproximava de Phoebe, minha toalha ficou presa na quina da penteadeira.

Conclusão: Acabei ficando nú na frente da minha irmã.




Phoebe Thunderman.



 –Misericórdia!–Digo, virando de costas para Max.


Como sei que Max odeia perde tempo e odeia ainda mais meus chiliques por causa de insetos e de animais com mais patas que o necessário, escondi uma xuxinha perto da minha penteadeira e chamei meu irmão dizendo que vi uma aranha. Ele obviamente procurou e não entrou nada, ficando extremamente irritando.

O plano era simples, impossível de dá errado.

Por isso não imaginei que terminaria olhando para o, digamos que, amigo de Max apontado para mim.

Minha nossa senhora!

Será que isso foi um castigo divino?!



Notas Finais


O que acharam?

Observação: não tenho nada contra 50 tons de cinza. Na verdade, já li o livro e assistir o filme, porém quis brincar um pouco com a obra na fanfic.ok?!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...