1. Spirit Fanfics >
  2. Consequences - Noart >
  3. Chapter seven - Savannah Clarke

História Consequences - Noart - Capítulo 8


Escrita por:


Notas do Autor


Oiie gente tudo bem com vocês?
Mais um capítulo para vocês...
Espero que gostem💕
Boa leitura!!!

Capítulo 8 - Chapter seven - Savannah Clarke


Fanfic / Fanfiction Consequences - Noart - Capítulo 8 - Chapter seven - Savannah Clarke

Sina Deinert 

Eu não falava nada, apenas encarava Noah e a garota ao seu lado. Estava incomodada com o fato de ter uma garota com Noah. A pergunta é, por quê?

- Sina? Você tá bem? - Noah pergunta e eu volto para a realidade vendo ele e a garota me encarando.

- An? Ah sim eu  estou bem. - digo forçando um sorriso.

- Então essa é a garota que você falou Noah? - a tal garota pergunta. Então quer dizer que eu era o assunto deles? Que interessante.

- É sim. - ele diz olhando para nós duas. Eu estava confusa com tudo isso. A garota sabe quem eu sou porém eu não sei quem ela é. - Sina essa aqui é a Savannah minha melhor amiga e as vezes mãe também. - ele diz rindo e a garota dá um sorriso simpático. Nesse momento eu me senti uma tremenda idiota por pensar que ela tinha alguma coisa com o Noah. Até porque se ele tivesse eu não teria nada haver, só estou aqui por estar esperando um bebê dele, somente por isso! 

- Prazer em te conhecer Sina. - ela diz estendendo a mão ainda com um sorriso em seus lábios.

- O prazer é todo meu. - digo e sorrio.

- Espero que vocês duas sejam amigas. Pois a Savannah vai te fazer companhia quando eu precisar sair. - ele diz e a garota assente com a cabeça. - Bom o papo tá bom mas vamos tomar café da manhã meninas? - ele pergunta.

- Só se for agora. - eu e Savannah falamos rapidamente em uníssono e rimos.

Fomos até a cozinha encontrando Yonta.

- Savannah querida que saudades que eu estava de você. - Yonta diz abraçando a garota.

- Também estava com saudades Yonta. - a garota diz sorrindo. Bom, nota-se que Savannah gosta de sorrir.

Yonta serviu o café e tomamos conversando. Me arrependi do que pensei  no primeiro momento de Savannah, ela era incrivelmente simpática e amigável. Savannah é um amor de pessoa para ser mais sincera.

- Bom meninas está ótimo conversar com vocês mas eu preciso sair para resolver algumas coisas. Você vai ficar bem né? - Noah pergunta diretamente para mim e eu assinto com a cabeça. - Fica de olho nela tá bom Sav? - ele diz e eu reviro os olhos.

- Pode deixar Noah. - ela diz. Noah dá um beijo na testa de nós duas e sai.

- Por que ele tem que ficar tanto no meu pé? - digo de braços cruzados e vejo Savannah é Yonta rirem.

- Noah pode ser extremamente cuidadoso quando quer. - Yonta diz enquanto lava a louça do café.

- Mas não que ele esteja errado, você não pode fazer esforços. Então nem pense que vai fazer tá bom mocinha? - Savannah diz e eu levanto as mãos em forma de rendição.

- Sem esforços para mim. - digo rindo.

Fico conversando com as duas até que me lembro que tinha que ligar para marcar uma consulta com o obstetra. 

Subo para meu quarto e faço ligação. A consulta foi agendada para a próxima segunda-feira as 09:00 da manhã. Confesso que agora estava mais tranquila em relação a isso.

Desço as escadas vendo Savannah sentada no sofá assistindo TV.

- Vem assistir TV comigo Sina. - ela diz ao notar minha presença na sala.

Sento junto com ela no sofá e ficamos assistindo TV em silêncio até que Savannah quebra o silêncio.

- Sina como você e o Noah se conheceram? - Ela pergunta. - Se não quiser contar não tem problema.

- Nos conhecemos na casa da Any. - respondo para a mesma.

- Falando nela, estou com saudades dela. - ela sorri. 

- Você conhece ela? - pergunto.

- Sim, na verdade eu, Any, Josh, Bailey e Noah éramos inseparáveis quando éramos pequenos. Confesso que aprontavamos muito. - ela diz rindo, provavelmente ao se lembrar de alguma coisa que eles já aprontaram. E assim a conversa foi fluindo naturalmente.



Noah Urrea 

- Uau Noah eu ainda não acredito que você engravidou a amiga da sua irmã. - Bailey diz. Estávamos em uma lanchonete conversando. - E quando isso aconteceu?

Estava conversando e contando para ele sobre a história da Sina.  Com toda aquela confusão ontem acabou que eu nem tive tempo para contar para ele.

- Na noite que fomos todos para a casa da minha irmã que por sinal foi a única vez que eu a vi. - respondo.

- Então quer dizer que vocês ficaram somente uma vez e ela engravidou? - ele pergunta com os olhos arregalados.

- Sim. - Digo e o mesmo me encara.

- Caraca Noah não sei te parabenizo pela boa mira ou se fico chocado. - ele diz e eu o lanço um olhar mortal. - Mas você vai assumir né Noah? - ele pergunta.

- Mas é claro Bailey. Eu não vou deixar a Sina sozinha em uma situação dessas. - respondo e vejo o mesmo sorrir.

- Esse é meu amigo. - ele diz me dando um leve tapa no ombro. - Mas e então vamos almoçar por que eu estou com fome. - ele diz e então fomos comer.

Depois de almoçarmos fomos em direção à minha casa. 

Assim que chegamos vemos Savannah e Sina sentadas no sofá conversando sobre coisas aleatórias enquanto riam.

Fico feliz ao saber que as duas estão se dando bem. E ver a Sina feliz me encheu de alegria.

- Vejo que estão se dando bem. - digo e as duas encaram eu e Bailey entrando 

- Savannah estava me contando coisas que vocês aprontaram quando eram crianças sabe? - Sina diz enquanto gargalhava.  

- Então quer dizer que minha melhor amiga anda me expondo? - digo e a Savannah manda beijo no ar para mim o que me fez rir.

- Sina você marcou a consulta com o obstetra? - pergunto me lembrando da consulta que Sina tinha que fazer.

- Sim. A consulta está marcada para segunda-feira as 09:00 da manhã. - ela responde sorrindo.

- Ok. Eu vou com você. - digo e percebo a mesma me encarar surpresa. 

- Sério? - Ela pergunta sorrindo fraco.

- Mas é claro. Quero acompanhar a gravidez. - digo sorrindo enquanto encarava Sina. 

Sina me chamava uma atenção especial. Eu sentia que tinha que protegê-la e cuidar dela e do bebê. Continuamos encarando um ao outro até que escutamos pigarreos e a porta da minha casa ser aberta.

- Olha quem chegou meu povo.- Any diz sorrindo ao entrar. 

- Anyyyy. - Sina diz e sai correndo para abraça-lá. Nem parece que elas se viram ontem mesmo.

- Como você está? O panaca do meu irmão está sendo uma boa companhia? - Ela sussurra a última parte porém eu escuto.

- Obrigada pela parte que me toca irmãzinha querida. - digo revirando os olhos.

- E eu não ganho abraço não Any? - Savannah pergunta se levantando.

- Ai meu Deeuss. Savannaaah. - diz correndo para abraçar a mesma. As duas eram muito amigas e Savannah havia passado um tempo fora do país. - Você nem imagina a saudades que eu estava de você. - ela diz assim que as duas se separaram.

- Também estava Any. - Savannah responde.

- Eu tive uma idéia. - Any diz com um sorriso em seus lábios.

- Lá vem. - Bailey diz e Any manda língua para ele. Comportamento de duas crianças de quatro anos, porém tudo bem talvez eles ainda sejam e ninguém sabe.

- Qual a sua idéia Any? - Sina pergunta fazendo com que Any voltasse a focar na " idéia" dela.

- Estava pensando em fazermos uma festa no final de semana. Assim as outras meninas conhecem a Savannah e nós nos divertimos um pouco. - Any diz sorrindo. Any não perde uma oportunidade para fazer festas e é lógico que dessa vez não seria diferente. 

Mas se bem que uma festa não seria tão ruim assim.

- Gostei da idéia. - Bailey diz. Bailey era outro que amava uma festa.

- Por mim tudo bem. - Sina diz sorrindo. 

- Só precisamos que meu querido irmão libere a casa dele para fazermos a festa, já que meus pais estarão em casa nesse fim de semana. - Any diz sorrindo amarelo o que me faz rir.

- Tudo bem Any, pode fazer a festa aqui em casa. - digo rindo enquanto reviro os olhos. 

Percebo Any dar pulinhos de alegria o que me faz rir mais ainda.

- Marcado então. Festa aqui na casa do Noah no sábado. - Bailey diz.

Ficamos conversando até quase escurecer e então todos foram embora restando somente eu e Sina que por sinal havia acabado de tomar banho. 

- Então o que quer fazer agora? - pergunto para a mesma que estava mexendo no celular.

- Bom eu não sei. O que você sugere? - Ela pergunta me encarando.

- Que tal um filme com direito a pipoca e brigadeiro? - digo e vejo os olhos dela brilharem. 

- Eu topo. - ela diz sorrindo.

- Ok então, me espera na sala de cinema que eu já já chego lá com a pipoca e o brigadeiro. - respondo sorrindo.

- Sala de cinema? Aqui tem uma? - Ela pergunta.

- Sim. Fica no final do corredor, é a porta a esquerda. - digo antes de sair.

- Ok. E Noah você não quer ajuda para fazer as comidas? - Ela pergunta antes de ir para a sala de cinema. 

- Não Sina, fica tranquila eu arrumo tudo. Me espera lá ok? E aproveita e escolhe o filme - digo e a mesma assente saindo, eu também saio, porém em direção a cozinha.

Assim que entro faço o brigadeiro e a pipoca. Vou em direção a sala de cinema e vejo Sina deitada em um sofá-cama que tinha ali. 

- Então escolheu o filme? - pergunto deitando ao lado da mesma e entregando um balde de pipoca para ela.

- Escolhi Capitão América: Guerra Cívil. Tudo bem por você? - Ela pergunta comendo um pouco da pipoca.

- Claro. Admito que jurava que você escolheria uma comédia romântica. - digo e faço a mesma rir.

- Você está me confundindo com a sua irmã Noah. Ela que é completamente apaixonada por esses filmes. - Sina diz rindo. Não sei se já disse isso mas Sina tem um sorriso encantador e que com certeza deixa muitos loucos. Sacudo minha cabeça negativamente e vejo a mesma me encarar com cara de interrogação. - Noah você está bem? - Ela pergunta.

- Ah... claro eu estou bem sim. Vamos assistir o filme. - digo sorrindo e a mesma assente dando play no filme.

Assistimos o filme conversando sobre os heróis da Marvel e eu acabei me surpreendendo com o tanto que Sina sabia sobre eles.

Sina era realmente uma caixinha de surpresas que não parava de me surpreender. 

Era incrível como ela me fazia um bem danado. Em pouco tempo eu já tinha um carinho enorme por ela. 

Assim que o filme acaba olho para Sina e vejo que ela estava dormindo tranquilamente.

Minha parceira de filme acabou dormindo. Sorrio ao vê-la.

Resolvo levá-la até o quarto dela pois apesar de o sofá-cama ser confortável eu não iria deixá-la aqui.

Pego Sina no colo com cuidado e a levo até seu quarto.

Assim que entramos no quarto coloco a mesma na cama com cuidado e a cubro. Antes de sair dou um beijo na sua testa e vejo ela sorrir dormindo.

- Boa noite Sininho. - sussurro antes de fechar a porta. 

Vou até a sala de cinema e pego a bagunça levando para a cozinha. Como já estava tarde E Yonta já estava dormindo, eu mesmo lavo e guardo tudo.

Subo para meu quarto e tomo um banho relaxante. Visto uma bermuda e deito na cama encarando o teto e pensando na forma que minha vida está e vai continuar mudando. Inclusive esses foram meus últimos pensamentos antes de adormecer...






Notas Finais


Bom gente esse foi o capítulo espero que tenham gostado❤😍
Desculpe os erros...
Beijooos😍❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...