História Consequências - SwanQueen - Capítulo 11


Escrita por:

Postado
Categorias Once Upon a Time
Personagens Capitão Killian "Gancho" Jones, David Nolan (Príncipe Encantado), Elsa, Emma Swan, Henry Mills, Lilith "Lily" Page, Mary Margaret Blanchard (Branca de Neve), Neal Cassidy (Baelfire), Regina Mills (Rainha Malvada), Robin Hood, Ruby (Chapeuzinho Vermelho), Zelena (Bruxa Má do Oeste)
Tags Morrilla, Swanqueen
Visualizações 93
Palavras 1.069
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Ficção Adolescente, LGBT, Romance e Novela, Yuri (Lésbica)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Homossexualidade, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Estou melhor! Obrigada por todas as mensagens de carinho.. Vcs são muito especiais <3

Espero que gostem!

Capítulo 11 - 1.0



POV. Emma 

Acordo e me preparo para a escola. Ainda me lembrava do grande dia anterior cheia de felicidade e entusiasmo para encontrar Regina hoje. Antes de sair vejo uma mensagem de Ruby.

Baby: Estou te esperando na escola e ainda curiosa! Não se atrase.. bjs 

Swan: Tá bom! Já tô indo. Bjs 

Mando a mensagem e saio de casa. 

7:42

Chego na escola e vejo o carro de Regina já estacionado no outro lado da rua. Entro e vejo Ruby sentada acenando e vou ao encontro dela.

- Oi! Bom dia. - digo.

- Bom dia! Conta logo!!! O que aconteceu? - ela diz entusiasmada. 

- Regina foi lá em casa ontem.. 

- Eu vi quando você entrou no carro dela ontem. Mas o que aconteceu? 

- Nos beijamos e outras coisas.. - digo e Ruby arregala os olhos. 

- Não acredito!!! - diz colocando a mão na boca. - Não conte isso para mais ninguém Emma! Mais ninguém!!! Isso é muito perigoso. Ela pode ser tirada da coordenação e você pode perde-la. - ela diz quase num sussurro.

- Eu sei! Por isso estou contando apenas para você e se alguém souber foi você quem contou! - digo e rio da cara de assustada dela. - Mudando de assunto, que aula teremos agora? 

- História! 

- Que bom!!!! Gosto de história.. Vou na sala de Regina dar um "bom dia" e já volto. Me espere!! - digo e vou logo em direção ao 1° prédio.

Observo o pouco movimento da escola e quando chego na sala de Regina percebo que Belle não veio e Regina está de costas então empurro a porta sem fazer barulho e entro na sala. 

- Bom dia para a mulher mais linda desse universo! - digo sussurrando em seu ouvido e noto que ela se assusta. 

- Meu Deus! Bom dia Swan! Quer me matar? - ela se vira e penetra seu olhar no meu. 

- Só de beijos! - colo nossos corpos e início um beijo rápido e logo nos afastamos. 

- Agora o dia está ótimo! - ela diz sorrindo. - Posso te levar num lugar hoje, depois da escola?

- Sim, claro! Onde é? 

- Um lugar surpresa! Quero te conhecer mais! 

- Misteriosa você! - digo em tom de deboche. - Tudo bem! Estarei esperando da rua de trás para não perceberem. Vou para a aula! - digo dando um beijo em sua bochecha e saindo. 

12:00

As aulas terminam e eu me despeço de Ruby, sem contar para onde iria. Chego no lugar combinado com Regina e sento na calçada. Percebo o quão perigoso tudo está se tornando e que talvez Regina tivesse dúvidas sobre mim. 

"Talvez chegou a hora de me abrir um pouco."

Avisto uma Mercedes e vejo Regina sorrindo pra mim e fazendo sinal para que eu entre no carro.

- Ei! Estava com os pensamentos longes hein!? - ela diz rindo. - Com o que está preocupada? 

- Nada! Só pensando em algumas coisas. Nada demais!

-Tudo bem, então.. Preparada?

- Sim! E curiosa, principalmente! - digo rindo. 

- Então, vamos! 

Regina nos leva para um lugar mais afastado da cidade. Entramos numa fazenda e ela dirige até a entrada de um pequeno portão onde estaciona o carro. 

- Vem! - ela diz e adentramos num lindo jardim. - Fica aqui! Já volto! 

Olho em volta e vejo flores diversas, balanços, um chafariz e uma toalha de piquenique. 

- Hoje, iremos almoçar aqui! - ela diz entrando com panelas. 

- Deixa que eu te ajudo! - digo pegando as panelas da mão dela.

- Já venho com as outras coisas! 

Arrumo as panelas e Regina volta com as outras coisas. Ajudo ela a arrumar os pratos e os copos e vejo que ela comprou vinho e suco de laranja. 

- Não pensou que eu te daria bebida alcoólica né?! - ela diz rindo. 

- Sabia que não. - digo rindo também. 

- Então, Emma.. Você já sabe de toda a minha vida, mas e você? Quem são seus pais? Por que mora sozinha e como é a sua vida? Quem é você realmente? - ela diz se servindo e era a brecha que eu queria. 

- Bom, meu nome é Emma Nolan Swan e eu nasci aqui em Storybrooke as 3:00 da manhã chamada "hora dos mortos".  - digo rindo. - Moro sozinha faz 1 ano desde que minha avó Ava se mudou para outro bairro e eu fiquei no apartamento da minha mãe que trabalha como aeromoça e só vem pra casa uma ou duas vezes por mês e meu pai.. Bom, eu não falo com ele faz anos, ele nunca foi bom pai. Mas a minha avó Ava passa lá em casa às vezes de noite ou apenas no fim de semana. Eu sou uma pessoa que consideram "pra frente" por ter uma cabeça talvez um pouco mais formada do que outras pessoas da minha idade, gosto de rock, de meninas, de livros, de arte, da vida, de nadar, de esportes, de fazer amigos, de contar piadas.. De tudo um pouco! Aprendi a ser um pouco fechada por conta de muitas coisas que me aconteceram, mas foram necessárias. Me sinto melhor sendo reservada. Nunca levei desaforo para casa e nunca deixei que me humilhassem, acho que ninguém tem esse direito sobre ninguém. Gosto de falar sobre o universo e o que ele nos oferece e também sobre ciência. Gosto de Titanic e das teorias sobre o ser humano e amo macarrão! Essa sou eu, avulsa, estranha, palhaça e eclética e amo meu jeito de ser! Acho que sabe quase tudo de mim. 

- Nossa! Bem mais do que pensei que falaria! Também amo seu jeito de ser! - ela me olha sorrindo e faz um breve carinho em minha mão. - Vou pedir divórcio ao Robin! - ela diz e eu engasgo. - Você está bem?

- Sim! Estou! Não esperava por isso. 

- Eu não consigo pensar em mais ninguém a não ser voce Emma! Por mais perigoso que seja, voce sendo menor mesmo e etc.. Simplesmente não sai da minha cabeça! - ela diz e eu a puxo para um beijo. 

O beijo se aprofunda e se torna mais quente, eu deito Regina no gramado e aprofundo mais nosso beijo. Nossas línguas travam uma batalha enquanto minhas mãos percorrem o seu corpo. Procuramos ar no beijo.. 

- Regina eu te amo!

- Eu te amo Emma!


Continua...




Notas Finais


Algumas questões foram esclarecidas aí!

Espero que tenham gostado! 😘😘


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...