História Consequências de uma noite ( Jeongcheol ) - Capítulo 84


Escrita por:


Notas do Autor


Olá meu povo.

Espere que gostem.

Boa Leitura....

Capítulo 84 - Capítulo 84


             Pov. Autora

Amanheceu é a manhã estava fria.

O tempo nublado e gostoso, e deixando o dia ainda melhor. 

Os mais velhos tomavam seus cafés tranquilos na enorme mesa.

Os mais novos ainda dormiam.

Eles conversavam sobre a noite anterior, essa que foi confusão em cima de confusão.

Porém se divertiram.

- Eu nunca vou esquecer que Haechan beijou o Mark na frente de todos. - Seungkwan disse rindo.

- Sabe o que me lembra? - Minghao perguntou e sorriu - O beijo que o Seungcheol deu no Jeonghan no restaurante aquela época.

Jeonghan riu.

- Ou o beijo do Seokmin no joshua. - Hansol disse rindo.

Esses que riram.

- Foram tantos beijos com platéia que já até perdi as contas. - Jihoon disse.

Soonyoung riu.

- Essas crianças deveriam parar de frescura e assumir logo que se gostam. - Seungcheol comentou tomando seu café. 

Todos concordaram. 

E riram.

Não demorou para cada um ir acordando aos poucos e sentando-se na mesa junto dos pais.

O Silêncio reinava entre eles, assim como o clima que não estava nada bom entre alguns.

Eles comiam calados.

- Estou me sentindo em um velório. - Soonyoung comentou olhando todos.

- Quem é o falecido? - Seungkwan perguntou.

Acabou que todos riram.

- Minha dignidade. - Haechan resmungou.

Mark o olhou e revirou os olhos. 

- Lembre-se, você que me beijou. - Mark resmungou. 

Haechan o olhou. 

- para calar sua boca. - Haechan respondeu.

Todos riram.

- Eu amo quando vocês discutem. - Mingyu disse rindo. 

E levou um tapa de Wonwoo. 

Esse que olhava a feição de Jimin.

- Eu amei sua tática. - Jaemin disse rindo.

- Quero usar com alguém. - Chenle comentou sorrindo. 

Jisung o olhou. 

- Não é ao contrário? -  Jisung perguntou - Você que fala de mais.

Chenle bufou.

- Meninos, vocês nunca vão cansar de brigar? - Joshua perguntou.

- Não. - responderam ao mesmo tempo. 

E os mais velhos riram. 

Jimin apenas mexia na comida, mas nem ser quer colocava na boca.

E Mingyu percebeu isso.

- Que tal irmos em um parque de diversões? - Jihoon sugeriu. 

Todos olharam ele.

- Mas está frio. - Jungkook disse olhanda o tio.

Esse que riu.

- Qual o problema? - Jihoon perguntou - Vocês precisam se divertir e conhecer aqui.

E acabou que todos concordaram.

- Então comam logo, e vão se  arrumar. - Wonwoo pediu.

E assim todos calaram a boca e focaram apenas na refeição a sua frente.

Mas jimin ainda não comia nada, deixando os pais preocupados. 

Mingyu sentou-se ao lado do filho e viu o olhar desse virar para si, e sorriu.

O mais velho pegou a colher da mão do filho e não demorou a ele mesmo dar na boca dele.

Jimin acabou sorrindo e deitou a cabeça no ombro do pai.

Jungkook o olhou e suspirou. 

Todos sorriram.

Mingyu deixou um beijo nos cabelos do filho e o abraçou. 

Quando todos terminaram de comer, foram se arrumar. 

Wonwoo olhou Jimin.

- Vai me dizer o que você tem? - Perguntou. 

Esse que o olhou. 

- Jungkook disse que não vamos ter nada. - Jimin respondeu.

Wonwoo suspirou. 

E abraçou o filho. 

- Está doendo, papai. 

Wonwoo deixou um beijo no belo rosto.

- Não fica assim, eu sei que ele vai voltar atrás na decisão.

Jimin suspirou.

- Tomara que ele exploda com a indecisão dele. 

Wonwoo riu.

- Não fale besteira.

Riu.

Jimin deixou um beijo no pai e foi se arrumar. 


                   {......}


Chegaram no parque e logo saíram dos carros e entraram no local.

Esse que estava lotado.

Os mais novos estavam olhando ao redor e alguns estava com medo da altura de alguns brinquedos.

- Eu quero ir na Montanha Russa. - Hyunjin disse.

- Eu vou na cavalinho, tenho medo de altura. - Jaemin disse sorrindo.

Todos riram.

- Qual é, eu seguro tua mão. - Hoseok disse para o mesmo.

Esse que sorriu.

Jeno e Hyungwon bufaram. 

- Meu Deus, algodão doce. - Chenle saiu correndo na direção do negócio. 

Todos riram. 

Jisung acabou indo atrás do mesmo para ele não se perder sozinho.

- Isso não é um encontro viu? - Mark gritou para o mesmo.

Esse que revirou os olhos.

Riram.

- Vamos todos na montanha russa então. - Jeonghan disse.

- Vou comprar os ingressos para irmos em todos os brinquedos. - Seungcheol disse.

E saiu com os irmãos e amigos. 

- Eu vou sentar ali, eu tenho medo de brinquedos assim. - Jimin disse.

E ia sair, se não fosse um Jeno o abraçando por trás.

- Você vai ficar bem aqui. - Jeno disse para o mais novo. 

Esse que fez bico.

Jaemin revirou os olhos, e Jungkook apenas olhava o horizonte. 

Haechan olhava os brinquedos e suspirou.

Tão altos. 

Jeongin disfarçadamente segurou um dedo de Hyunjin - esse que o olhou - mas logo sorriu, e apertou o dedo do mesmo.

Os dois sorriram. 

Irene abraçou Seulgi e viu as mãos atrevidas irem direto para sua bunda.

Bateu nela. 

As duas riram.

Logo Os mesmo voltaram com os ingressos.

Jisung vinha arrastando Chenle, esse que comia um Algodão doce. 

Parecia uma criança, mas não era.

- Agora vamos. - Seokmin disse segurando na mão de joshua.

E todos foram em direção ao brinquedo.

Eles ficaram na fila e logo era a vez deles.

Sentaram-se no brinquedo e riram.

- Eu tô apavorado. - Hyungwon disse.

Hoseok o olhou e segurou na mão do mesmo - esse que o olhou - mas não tirou a mão do mesmo dali.

Apenas suspirou.

E logo o brinquedo começou a andar.

Todos ser divertiam, menos Jaemin - que estava apavorado. - ele fechou os olhos quando chegou no topo.

Jeno o olhou e acabou segurando a mão do mesmo.

E viu os olhos desse ir direto para si e engoliu em seco.

Mas acabou apertando a mão alheia.

Os gritos eram ouvidos de longe.

Seulgi gritava tanto que a menina ficaria rouca, com certeza.

Durou uns quatro minutos e logo o brinquedo voltou para o lugar dele.

Todos saíram e alguns estavam tontos.

Todos olharam seulgi e a menina estava sentada e toda descabelada e confusa. 

E acabaram rindo.

- Eu quero vomitar. - Irene disse fazendo careta.

Riram.

- Haechan você está bem? - Jeonghan perguntou vendo a face do menino vermelha. 

Todos o olharam. 

Ele fechou os olhos e suspirou.

- Estou tonto. - Respondeu. 

Mark o ajudou a se levantar e andar.

- Agora eu vou no cavalinho. - Jaemin resmungou. 

Todos riram.

- Estou com você. - Jimin disse tirando os fios do rosto. 

- Eu quero ir de novo. - Chenle disse rindo.

Todos riram.

- Deus me livre entrar nesse brinquedo do Satanás de novo. - Jisung disse.

Riram.

- Mano, eu tô vendo estrelinhas. - Hyungwon resmungou. 

- Eu tô vendo é tudo preto. - Jungkook disse fazendo careta. 

Todos riram.

Só sabem reclamar.

- Vocês são muito frouxos. - Jeongin disse rindo.

- Você só não estava com medo pois Hyunjin segurava sua mão. - Mark disse rindo.

Os dois ficaram envergonhados.

- Qual é, deixei até o Jeno segurar a minha de tanto medo. - Jaemin resmungou.

Jeno o olhou.

- Vamos na casa assombrada. - Hansol disse.

Todos olharam ele.

- Vou nada. - Jimin disse abraçando Hoseok 

- Minha vida já é uma assombração. - Haechan disse.

Riram.

E acabou que ninguém foi.

- Vão dar uma volta por aí. - Soonyoung disse.

E os meninos sorriram.

E foram.

Os mais velhos se olharam. 

- sempre disse que parque de diversões e para arrumar um amor. - Seokmin disse.

- Vocês são tão bestas. - Seungkwan disse rindo.

- Qual é, aquelas crianças precisam parar de ser cabeças duras. - Junhui disse.

Riram.

- vamos comer alguma coisa. - Mingyu disse.

E foram.


                   {.......}


Hyungwon andava lado a lado com Hoseok, os outros estava mais à frente perdidos nos próprio pensamentos.

Hoseok olhou o mesmo a seu lado e mordeu o lábios.

Era incrível a beleza desse ser, parecia até que estava vendo um personagem de um mangá ou filme. 

Os lábios carnudos e atraentes, os cabelos longos jogados pelo rosto de forma fofa e o corpo tão.. gostoso.

Não nega que tinha sonhos com aquela pessoa, e não era nada inocentes.

Os dois já haviam ficado umas três vezes, mas de um tempo para cá, nada rola mais.

Ficaram distantes, e Hoseok sabe que a culpa é sua.

Fez besteira e o mesmo se afastou de si, e nem tocá-lo, ele deixa mais.

Suspirou.

Estava com tantas saudades, mas sabe que é perda de tempo tentar conversar com ele. Pois Hyungwon e bem direto e Sincero então com certeza jogaria muitas coisas na sua cara.

Hyungwon o olhou e viu os olhos perdidos dele é os Suspiros.

- No que está pensando? - Hyungwon perguntou. 

Hoseok o olhou e suspirou. 

- Em nós. 

Hyungwon suspirou. 

- Você me odeia? - Hoseok perguntou. 

Hyungwon o olhou.

- Eu não te odeio, eu só tenho medo.

- De quê?

- de você me machucar de novo.

Hoseok calou-se e virou o rosto para frente.

Ele também não falou mais nada, pois não tem argumentos para aquela frase.

Apenas suspirou e ficou olhando o horizonte.

Hyungwon o olhou e viu que o mesmo não iria mais falar nada e suspirou, já estava cansado disso tudo.

Mas não estava só os dois perdidos em pensamentos.

Mark olhou Haechan e viu os olhos do mesmo virar para si.

A conexão que todos tinham era incrível, porém eles não percebiam isso.

E preferiam ficar naquele chove não molha do que assumir o que sente de verdade.

Totalmente diferente dos pais.

Chenle andava olhando todos os brinquedos e pensando.

E sentiu uma mão forte segurar seu dedinho e olhou para o lado, e viu Jisung ali o olhando intensamente.

Droga.

Como ele amava aqueles belos olhos fofos.

Ele olhou os dedos entrelaçados e deixou um sorriso escapar.

E voltou seu olhar para o mais alto.

- Seu idiota.

Jisung sorriu.

Pois sabia que ele havia gostado e não iria soltar.

E suspirou. 

Jeno tentava de todos os jeitos se aproximar de Jaemin, porém o mesmo apenas o ignorava.

E isso já estava o deixando chateado.

Poxa, ele estava tentando.

Jaemin estava distraído e olhava para frente com os pensamentos longe daquele lugar.

Mas sabia que era observado.

Suspirou. 

Seulgi e Irene andavam de mãos dadas e olhavam os brinquedos.

A mais nova tentava convencer a mais velha a ir em mais uma brinquedo com ela.

Mas estava falhando, pois Irene apenas queria ficar ali de mãos dadas caminhando. 

Tão fofas.

Jeongin olhava ao redor tentando ver se via Hyunjin - já que o mesmo disse que ia ao banheiro - e tinha um bico nos lábios.

Ele suspirou. 

- Que foi? - Jimin perguntou do mesmo.

Esse que fez bico.

- Hyunjin sumiu. 

Jimin riu.

Jungkook estava andando perdido e olhava para o horizonte.

- Ele deve ter caído dentro do vaso. - Mark disse rindo.

Todos riram.

Jeongin bufou.

- Eu vou atrás dele. 

E saiu.

Jimin acabou indo também.


                 {......}


Os dois andavam pelo enorme parque atrás do Hyunjin.

Jeongin já estava irritado.

- Onde fica o banheiro moço? - Jimin perguntou para um homem de barraca.

Esse que logo apontou para a direção contrária. 

Os dois sorriram agradecendo.

Mas se arrependimento matasse jamais teriam ido atrás do mesmo.

Jeongin estancou no lugar e olhava a cena a sua frente.

Jimin suspirou.

Droga.

Hyunjin estava conversando com um menino baixinho e esse sorria sugestivo para o mais alto.

Até que se aproximou com tudo e deixou os rosto perto. 

Jeongin encheu seus olhos de lágrimas e sentiu seu peito doer com aquilo.

E nem avisou, apenas saiu correndo parque a fora.

Jimin permaneceu parado.

Hyunjin ia sair e viu Jimin ali sério o olhando. 

Ele suspirou.

Se aproximou. 

- Não tem vergonha na cara não? - Jimin perguntou sério. 

-  Ele viu, não foi? 

Jimin concordou. 

- Droga. 

- Sabe, vocês são todos iguais. - jimin disse - A gente se entrega de corpo e alma para vocês, para sermos retribuído assim. 

Hyunjin abaixou a cabeça.

Logo os meninos se aproximaram para ver o que acontecia.

- Vocês dão esperanças, fazem a gente acreditar e quando dá fé. Vocês já estão com outra pessoa na nossa cara. - Jimin sentiu seus olhos arder -  Ele não é um objeto para você pegar e jogar fora depois. Se não for para tratar o mesmo com respeito, o deixe em paz.

Todos se olharam.

Hyunjin bufou.

- Bando de babacas. - Disse por último é saiu.

Todos suspiraram. 

Está cada vez mais difícil.


Notas Finais


Eu bater nesses garotos, meu Deus. Mano, eles deveriam aprender com o Jisung.

Deus no céu, eu em casa e Hyunjin com a cabeça enfiada na terra.

Desgraçado.

Só queria dizer que a fic está para acabar, tchau.

Até.

Bjs.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...