1. Spirit Fanfics >
  2. Constelações - Changlix. >
  3. Único.

História Constelações - Changlix. - Capítulo 1


Escrita por:


Capítulo 1 - Único.



Ao o relógio marcar 8 horas e o despertador tocar, Felix levanta animado de sua cama.Todo sábado a essa hora ele sai para dar uma volta pela cidade, foi um hábito que criou sem ao menos perceber.Gosta de ir tomar um café em uma cafeteria bem próxima do prédio onde mora, cumprimenta as pessoas que passam por ele, brinca com os cachorrinhos de rua, passa por algumas lojas e volta para o seu apartamento se sentindo feliz e realizado.

Porém nesse sábado foi diferente.

Assim que terminou de tomar o café, colocou a xícara sobre a mesa e pela janela do estabelecimento, passou a olhar a praça em frente.Tinha crianças correndo, pessoas passeando com os cachorros, famílias rindo e conversando, entretanto , o que lhe chamou a atenção foi um homem pela sua aparência supôs que tinham quase a mesma idade, 20 ou 25 anos.

Ele era baixinho, bem baixinho.Usava uma calça xadrez e uma camiseta branca que ia por dentro da calça e nos pés usava um sapato social preto.Seus cabelos eram num tom azulado quase preto o que realça seu belo rosto fofo.Não sabia explicar porque ele lhe chamou tanto atenção mas continuou a observa-lo, tinha uma pequena mesa ao seu lado, não dava para enxergar muita coisa então voltou a observar o baixinho.Conversava com um casal, eles sorriam e riam, o azulado se virou ficando de costas e começou a mostrar algo, notou que havia vários cavaletes enfileirados poucos estavam com quadros.O casal escolheu um e não falaram muito depois disso, eles entregaram um dinheiro a ele e saíram com um dos quadros.

Felix piscou algumas vezes voltando a realidade, fitou a xícara vazia e sentiu seu coração acelerar.Certo, ele já teve crush em vários garotos que só viu uma vez na vida e quem nunca não é mesmo? Mas dessa vez foi diferente, se sentia nervoso e suas mãos estavam suando.Queria ir falar com ele mas como iria fazer isso com esse nervosismo?

" Posso ir olhar os quadros e talvez assim podemos conversar. "

Pensou no óbvio, e como se tivesse achado a solução para um grande enigma pagou seu café e saiu animado indo para a praça.

Foi se aproximando aos poucos, ele estava sentado escrevendo em um caderno concentrado então não notou sua presença.Começou a olhar os poucos quadros que haviam, um lhe chamou muito a atenção.Era uma pintura em aquarela de um gato, os traços eram bem feitos e as cores estavam delicadas.

- Gostou? - Felix olhou para seu lado e viu o baixinho sorrindo para si.

- Ah...Sim eu gostei bastante, qual é o seu nome? - Felix perguntou se arrependendo depois, tinha falado um pouco rápido pois estava ansioso para saber seu nome.

- Meu nome é Changbin e o seu?

- Meu nome é Felix.Você que faz esses quadros?

- Sim, eu sou um pintor não muito conhecido mas um dia eu chego lá. - Disse dando uma pequena risada, Felix achou super adorável.

- Eu tenho certeza que um dia irá ser famoso, você é um ótimo pintor.E olha só. - Aponta para os cavaletes vazios. - Quase vendeu todos.

- Obrigado pelos elogios.Fiquei até surpreso que vendi quase todos não venho muito para essa parte de Seul. - Responde.

- Onde mora?

- Moro em Yongsan-dong, mas vou me mudar para cá logo.

Ficarem em silêncio, era um pouco constrangedor.Ambos queriam conversar mais e se conhecer mais porém estavam com vergonha.Changbin teve uma ideia brilhante e tratou logo de dizer a Felix.

- Quer que eu te faça um alto retrato?

- Como? - Felix pergunta.

- Posso fazer um alto retrato seu se você quiser, se não estiver ocupado claro.

- Eu aceito. - Felix sorri, animado com a ideia.

- Antes vou arrumar as minhas coisas.

Felix perguntou se queria ajuda, Changbin quase recusou mas ao ver o tanto de coisas que teria que levar ao seu carro, aceitou.O automóvel estava do outro lado da rua então não foi demorado para terminarem.

A única coisa que não guardaram foram a pequena mesa de madeira que em cima ficou apenas um estojo, pincéis, tintas, uma paleta e um quadro branco pronto para ser usado.

Felix se sentou em um banquinho de frente para Changbin este que colocou o quadro na mesa e começou a fazer o esboço.Em 10 minutos já tinha terminado e Felix ficou surpreso, pediu para ver mas o baixinho recusou e disse que ele só iria ver quando terminasse.Um bico se formou nos lábios de Felix e Changbin teve vontade de dizer que ele era fofo.

Como o desenho foi feito do pescoço para cima, o baixinho primeiro pintou o pouco da gola da camiseta vermelha que apareceu.Teve que fazer uma mistura entre as cores vermelho, azul e branco, para formar o lilás e assim pintar o cabelo.Por último sobrou o rosto, sempre deixava essa parte por último porque o rosto vai muitos detalhes, ainda mais que está pintando com tinta então todo cuidado é pouco.

Lançava breves olhares a Felix ( que estava imóvel com medo de Changbin errar algo. ) para poder deixar a tinta na tonalidade de sua pele.Primeiro pintou os olhos castanhos e depois foi para a boca rosada que Changbin achou muito atraente.Felix sentia seu rosto queimar toda vez que ele olhava para sua boca, achava que não tinha segundas intenções mas mau sabia que a atração que sentiu por ele era recíproco.

- Tem algo de errado? - Felix pergunta, o baixinho a sua frente lhe olhava paralisado como se algo tivesse atraído sua atenção.

- Não, mas acabei de notar em como suas constelações são bonitas, muito bonitas. - Disse sorrindo e voltou a pegar no pincel e passar delicadamente sobre o quadro.

- Minhas...constelações? - Pergunta meio desnorteado.

- Suas sardas, elas são bem fofas assim como você. - Disse concentrado mas no fundo estava gritando internamente por ter dito aquilo.Queria ter visto a reação dele mas sabia que se fizesse isso suas bochechas coradas o entregaria.

Felix queria sair correndo e se esconder em um buraco de tanta vergonha que sentia.Exceto seus pais, nunca ninguém havia lhe dito palavras tão adoráveis sobre suas sardas como Changbin fez, queria dizer obrigado pelo elogio repentino mas nada saiu de sua boca então resolveu ficar em silêncio.

- Terminei! - Changbin exclama animado e logo vira o quadro na direção de Felix.

- Está perfeito...eu nem sei o que dizer... - Passou a analisar o retrato com atenção, estava idêntico a si.Os traços, as cores, tudo estava impecável, notou que fez suas sardas cada uma exatamente em seu lugar e ficou feliz pelo trabalho perfeito de Changbin. - Muito obrigado mesmo, quanto que fica?

- Ya! Não precisa pagar é um presente. - Disse, num tom de voz como se Felix tivesse dito algo absurdo. - A tinta que eu uso seca rápido porém cuidado na hora de levar para sua casa.

Felix concordou e ambos levantaram, o de cabelos lilás colocou o retrato no banquinho e foi até Changbin lhe dando um rápido beijo na bochecha e o abraçou em seguida.Para as pessoas próximas de Felix isso era uma atitude normal mas para Changbin não.Não que não tenha gostado, mas ficou surpreso ainda conseguia sentir o toque dos seus lábios em sua bochecha e com isso retribuiu o abraço enterrando seu rosto no peito de Felix.

- Obrigado mais uma vez. - Felix disse depois de se afastarem. - Nós...podemos se ver algum dia? - Pergunta com incerteza na voz.

- Claro que podemos. - Disse, antes que Felix fosse embora o puxou pela sua mão livre fazendo assim ficarem muito perto um do outro.

Changbin colocou sua mão na bochecha de Felix passando seus dedos pelas sardas que tanto o chamaram a atenção, o outro sentia que poderia morrer ali mesmo com o toque delicado do baixinho.

- Você tem uma galáxia em seu rosto é tão bonito. - Disse olhando nos olhos castanhos.

- Sendo sincero, nunca gostei muito das minhas sardas.

- Como não? - Pergunta indignado. - Elas são as coisas mais lindas que eu já vi.São tão atraentes.

- Só elas são atraentes? - Felix deixa escapar.Nem parece que no começo estava se sentindo nervoso.

- Sua boca também é muito atraente. - Passa o indicador sobre os lábios rosados. - São mais que atraentes... - E sem terminar pressiona seus lábios nos de Felix em um selinho demorado.

Quem passa-se por eles poderia pensar que são um casal de longa data apenas curtindo um momento juntos no seu próprio mundinho.A realidade é que sim, estavam em seu próprio mundinho.No início dele.

Assim que se separam ficaram olhando um para o outro, ambos com sorrisos bobos no rosto.Eles se despediram com muito custo pois queriam passar mais um tempinho juntos mas Changbin tinha compromissos.

Felix andava saltitante com o retrato na mão sorrindo, pensava em como aquele simples encostar de lábios tinha sido tão bom e não via hora de poder desfrutar melhor da boca de Changbin.

Ao pensar nisso paralisou, não tinham trocado números de telefones e seria difícil encontrar ele novamente por aí tão fácil.Percorreu seu olhar pelo quadro tentando achar algum número e assim que virou o do outro lado viu um número no rodapé com um coração ao lado.Se sentiu aliviado e não via a hora de chegar em seu apartamento para poder mandar lhe uma mensagem e quem sabe receber mais elogios sobre suas constelações que passou a ama-las apartir de agora.


Notas Finais


espero que vcs tenham gostado ♡ vão lá no meu perfil para lerem minhas outras fics prometo que são boas 👉👈


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...