História Constellation -- Min Yoongi - Capítulo 12


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Personagens Originais, Rap Monster, Suga
Visualizações 47
Palavras 1.124
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Ecchi, Ficção, Fluffy, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Reta final meus amores caramelados...
~le deixando a foto desse italiano masculo e bronzeado como protesto por não ter uma foto do açucar sem camisa fazendo cosplay de lampada fluorescente
~choranu

Capítulo 12 - Spring Day


Fanfic / Fanfiction Constellation -- Min Yoongi - Capítulo 12 - Spring Day

O dia não estava tão quente e muito menos estava frio. O clima estava ótimo e após várias reclamações sobre câncer de pele e outras várias advertências pelo telefone, lá estavam todos eles e Angelique em um parque aquático.

~Victoria POV~

Me diz Marrie, me fala que meu período não veio hoje – falei já cabisbaixa para a ruiva que ria de meu aparentemente azar, pois assim que chegamos no parque aquático senti algo saindo de mim e ao ir no banheiro com a mais alta, tive o prazer de ver que meu querido e amado período veio antes da data.

Ainda bem que toda mulher é neurótica a ponto de andar com absorvente dentro da bolsa todos os dias – continuou – É muito azar mesmo viu. Pelo menos vai poder tomar um pouco de sol.

Eu queria tanto entrar na piscina – fiz bico e a mais alta continuou rindo de minha desgraça.

Faz assim, se a gente ver uma piranha você entra – continuou – ai se escapar sangue, você fala que foi mordida.

Ao ouvir tamanha besteira joguei as toalhas que estavam na bolsa em seu rosto enquanto ela não parava de rir.

Saímos do banheiro feminino e fomos nos encontrar com os meninos, que por sinal já tinham alugado uma mesa para ficarmos quando não estivéssemos na piscina.

Nam tirou logo sua camisa, ficando somente com o shorte de banho e pediu para Marrie passar protetor em suas costas, Yoongi por sua vez estava lutando para colocar uma bóia ao redor de Angelique, mas a menina não colaborava com ele.

Fui na direção do asiático e segurei sua filha em meus braços que logo sorriu para mim.

Eu arrumo ela trevinha – falei e vi o mais alto suspirando aliviado.

Coloquei a mais nova em uma cadeira e comecei a passar o protetor solar sobre seu pequeno corpo que estava coberto por um pequeno biquíni preto de bolinhas e com o mais ajeitei a bóia em sua cintura sem nenhum protesto vindo da criança.

Angelique sua traidora, já basta Holly! – o ser incandescente que estava a minha frente já sem camisa se aproximou e pegou sua criança nos braços.

É impressão minha ou você ta saindo ao sol pela primeira vez em sua vida hoje? – comentei rindo do braquelo a minha frente

Não tem sol no submundo Vicky – ele falou e começamos a rir. Após rir um pouco vi que tanto ele quanto Nam estavam boquiabertos enquanto seus olhos estavam fixos em algum lugar ou alguém.

Me virei para ver o que eles estavam a encarar e não tive mais duvidas de que se referia a alguém, especialmente ao meu namorado que agora se encontrava somente com o shorte de banho e estava expondo seu corpo bronzeado e malhado.

Marrie, Namjoon ta afim de meu namorado – falei e ela largou a bolsa em que estava mexendo em cima da mesa e foi dar um tapa na nuca de seu esposo.

Cria vergonha Joonie – ela falou enquanto ele passava a mão no local em que fora atingido – Respeita o namorado dos outros.

Mas ele é lindo Marrie – ele falou e recebeu outro tapa o que nos fez rir da situação.

Meu italiano veio em minha direção, me avisou que iria nadar e assim o fez. Enquanto isso tanto Yoongi quanto Nam ainda estavam a admirar a beleza de meu companheiro.

Vocês dois são estranhos – falei tirando os dois do transe.

Vicky, se um dia vocês terminarem, fale para ele que estarei aqui para o confortar – Nam se pronunciou e Yoongi só balançou a cabeça concordando.

Namjoon você nunca que disse que era Bi – Marrie perguntou chocada

Meu amor, entenda, eu viro gay por esse homem – ele falou e caímos na gargalhada vendo Marrie colocar a mão na cabeça, tendo um pequeno momento de reflexão sobre sua vida de casada.

Nam tirou sua esposa de seu momento e a carregou nos braços até dar um pulo com a mesma na piscina. Yoongi por sua vez ajeitou sua filha em seus braços para poder ir mergulhar.

Não vai nadar? – ele me questionou

A maldição de Eva veio hoje, justamente hoje – falei e ele riu de mim

É muito azar mesmo esse seu – ele falou ainda rindo

Cuidado para não entrar água nos ouvidos dela e nos olhos por causa do cloro – falei me aproximando do mais velho e ajeitando o biquíni de sua filha – Passe um tempinho com ela lá, mas não extravase no sol, eu vou estar por aqui então daqui a pouco traga ela que ficaremos aqui na sombra – continuei – Como não irei nadar podemos ficar revezando ela, ok?

Sim general Vicky – ele falou dando aquele lindo sorriso gummy que tinha e vi que a mais nova o acompanhou e sorriu para mim. Incrível como ela tinha o mesmo sorriso que o pai.

E assim se passou nossas horas naquele parque aquático. Fiquei revezando com Yoongi o tempo com sua filha, as vezes Giullio vinha e ficava ao meu lado me ajudando com Angelique e o melhor foi Namjoon perseguindo Giullio enquanto Marrie tentava tirá-lo de perto de meu namorado.

(...)
 O resto da semana passou bem rápido, mas infelizmente chegou a hora de me despedir de pessoas tão maravilhosas e voltar com meu italiano para Barcelona e para aquela mesma rotina de aulas.

Nossa viagem de volta foi bem tranqüila. Nossa rotina tinha voltado ao normal por assim se dizer, mas tinha algo estranho acontecendo entre nós dois.

Estávamos na varanda de seu apartamento, bebendo um bom vinho e conversando como sempre fazíamos, mas Giullio estava distante em pensamentos e isso estava me incomodando.

Aconteceu alguma coisa meu bem? – perguntei

Você sente algo pelo Yoongi? – já esperava que fosse uma pergunta desse tipo

Você sabe muito bem que o que sinto por ele é só amizade. – falei mas a sua expressão era de desdém.

Não minta pra mim – continuou sério – Eu vi o jeito que vocês estavam naquele parque, vi como se olham, como você cuidava atentamente dele.

Eu só o ajudei com Angelique – falei um pouco alterada

Você só tem olhos para ele Vicky, não adianta falar que estava ajudando ele a cuidar de Angelique – suspirou – eu via o quanto você corava quando ele se aproximava, vi o quanto você sorria para ele, vi o quanto estavam alegres na companhia um do outro.

Giullio – tentei falar mas fui interrompida.

Não há para quê fingir que sente algo por mim Vicky – o mais velho se levantou e pegou as chaves de seu carro – Vem, eu te dou carona para casa.

Assenti e ele me levou para meu apartamento. Durante o percurso não trocamos nenhuma palavra.

Espero que vocês se resolvam – essas foram suas ultimas palavras antes de subir o vidro de seu carro e ir embora.


Notas Finais


Algo me diz que o final está próximo... mais próximo do que imaginam!!!
han han han han han han ~le risada descompassada do Jin.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...