1. Spirit Fanfics >
  2. Consumida pelas trevas... ou pela luz? >
  3. Um triste sonho

História Consumida pelas trevas... ou pela luz? - Capítulo 14


Escrita por:


Notas do Autor


Voltei pessoa, sentiram saudades

Criatividade um lixo então desculpa o cap curto

Eu to de mudança então foi mal a demora pra postar

E quem quiser me dar ideias pro proximo cap to aceitando

Capítulo 14 - Um triste sonho


 Eu estava preparado pra batalha, Bakugo e Todoroki não dariam mole, o problema seria que tínhamos que chegar juntos se não era mais castigo, parei de correr mais Bakugou não deixou , tentava me atingir com explosões e eu era abrigado a desviar, Osíris por outro lado ria dessa cena, ela e o resto do grupinho nas nuvens tranquilos... Literalmente, depois de um tempo nós demos a 6º volta, escureceu e tivemos ir que para casa. Eu fiquei um pouco mais de tempo na escola observando a Osíris, eu tenho que saber mais sobre ela porque não tem como ela saber daquilo, por mais que ela tenha informantes algum deles estar lá naquele exato momento seria muita sorte

 

-Eu- Osíris pode esperar um pouquinho

-Osíris- Cara não posso amanhã agente conversa

-Eu- Ah... Ok

 

 Ela saiu correndo e eu fiquei pra trás, fui andando até em casa, quando cheguei minha mãe estava no mesmo estado, ainda parecia espantada e triste e eu ainda não sei o porque, e isso me deixa triste mas como já estava tarde eu entrei no meu quarto e fiquei lá pensando... Como a Osíris sabe disso... Será que-

 

-Midoriya off-

 

-Suna on-

 

-Eu- Ué, você por aqui?

-Toga- Euzinha aqui te segui por alguns dias

-Eu- Então era você, cabra

-Toga- Enfim oque vamos fazer hoje?

-Eu- Nananinanão eu vou ir pra casa comer e dormi e você vai... fazer as merdas que você sempre faz

-Toga- Mais eu to entediada

-Eu- Isso cheira a problema seu

-Toga- Nossa

-???- Vocês de novo, escandalosas

-Toga- Ui que medinho das suas chaminhas

-Eu- Vamos da a meia volta volti meia vamos dar

-Toga- Cê tá com medo?

-Eu- Exatamente, tchau

-???- Hum... então tchau pra vocês

-Toga- Vai não moço

-???- Hum?

-Toga- Vamos nos divertir

-Eu- Não valeu

-???- Nah

 

 Ele começou a e aproximar e eu usei isso como desculpa pra sair correndo e infelizmente a toga saiu carregando ele e indo atrás de mim, a cara de pisicopata dela me deu mais vontade de correr, corri até não aguentar mais, inclusive passei por uma chuva bem baixa que mesmo me molhando eu me sequei durando o caminho, cheguei em casa e tranquei a porta, fiquei respirando tomando folego por uns dois minutos até olhar pra frente e perceber que eles entraram pela janela, fiquei alguns segundo pensando como com uma cara de cú, mandei ela sair e ela fingiu demência e eu tomei coragem e tentei empurrar ela de onde ela provavelmente tinha entrado enquanto o cara estranho com queimaduras na cara ficou só observando

 

-Eu- Me ajuda aqui homem

-???- Primeiro meu nome e Dabi e segundo eu só to aqui pra observa

-Toga- Me deixa ficar

-Eu- Não eu quero dormi

-Ayo- Que merda e essa aqui?

-Eu- Te conto quando me ajudar a tirar esses dois daqui

-Toga- Não me deixa ficar

-Dabi- Vocês falam alto demais

-Ayo- Suna pega agua pra mim enquanto eu falo com eles por favor

-Eu- Tá bom então

 

 Fui na cozinha e não escutei nada, nada de conversa nem passos nem gritos eu toga dava de vez em quando, peguei a agua oque demorou porque eu não estava achando os copos então tive que lavar um que estava na pia, e o pior e que a agua da geladeira tava lá no fundo então demorou uns três minutos por essas causas, quando eu cheguei na sala ele tava sentado na frente da televisão e eles já não estavam lá na sala, ele estava lá calmo, eu entreguei a agua pra ele e fui tomar banho, achei estranho já que a toga ficaria puta com isso e iria começar a gritar e tentar esfaquear ele, e eu não sei oque Dabi iria fazer já que não o conheço por muito tempo e só fui saber o nome dele depois no caso agora

 Eu entrei pro banheiro, tomei banho e tirei toda aquela maquiagem e depois disso vesti meu pijama e fui comer algo já que estava com muita fome, depois de preparar um miojo eu fui ver televisão em quanto eu comia, quando cheguei lá Ayo já tinha bebido a agua e lavado o copo, e eu em quando comia lembrei que voltaria pra casa em uma semana e dois dias, graças a deus eu vou voltar já que e estranho ficar aqui, por mais que seja confortável ficar aqui eu tenho que voltar uma hora né? Seria estranho se o pessoal da escola viesse aqui, terminei o miojo, lavei tudo oque sujei, verifiquei o relógio e vi que ainda eram 21:23 então ainda fui ver mais televisão já que só durmo as 22:00, me sentei e comecei a conversar com o Ayo

 

-Eu- Como você tirou eles daqui?

-Ayo- Conversei

-Eu- Hum... E eu sou a maior heroína do mundo, mais eai tá vendo oque?

-Ayo- Nada não

-Eu- Caraca cê tá cabisbaixo, oque ouve

-Ayo- Você vai embora daqui a pouco né?

-Eu- Sim, seria estranho se eu continuasse aqui

-Ayo- Sei... Ei tá afim de sair esse final de semana?

-Eu- Ah... pode ser, pra onde agente vai

-Ayo- Não sei ainda

-Eu- Só tá passando bosta na TV, enfim vou ir dormi

-Ayo- Beleza, boa noite

 

 Fui dormi e tranquei a porta, depois disso me deitei, me remexi por conta do calor então abri a janela, me senti confortável e dormi

 

-Sonho on-

 

-Midoriya- Ei Suna

-Eu- Oi?

-Midoriya- Oque você tá fazendo? Já já a aula começa

-Eu- Que aula

-Midoriya- Como você e boba, fomos aceitos na U.A, vem antes que o café esfrie

-Eu- Ok... Acho que esse e o uniforme

-Inko- Vem logo minha bebezinha

-Midoriya- Vamos Suna nós vamos nós atrazar

-Eu- Ok já vou

-Bakugo- Ei gêmeos de merda venham logo

-Eu- Ok, já vou caramba, deixa eu comer

-Midoriya- Sunaaaaa

-Eu- Ok vamos

-Bakugo- A escola é longe caramba

-Midoriya- Olha a escola e logo ali

-Eu- G-gente tá tudo preto

-Midoriya- Porque fez isso? Você mentiu

-Bakugo- Nós eramos amigos suna...

-Lida- Suna então era você?

-Kaminari- E o nosso grupo?

-Mina- Então tudo era falsidade

-Sero- Mentira, sai daqui!

-Uraraka- Falsa!

-Kirishima- Quem e você de verdade afinal!

-Tsuyu- Montro!

-Todoroki- Deviam ter te abandonado antes

-Eu- Para isso não e verdade, eu não sou assim, eu sou a Suna, uma amiga

-Shigaraki- Não é, você e apenas uma informante

-All for one- Por isso você não e minha filha

-Toga- Pelo menos você deve servi pra isso

-Eu- Não não não NÃOOOOOOOOOOOOO

 

-Sonho off-

 

-Ayo- SUNA!

-Eu- Não... Não

 

 Estava toda suada e chorando, olhei pro lado e eram duas da manhã, estava tremendo ele trouxe um copo de agua e eu deixei cair sobre mim, ainda estava abalada, ele me ajudou a ir até a sala, puxou uma cadeira e deixou ela na minha frente, se sentou e se virou pra mim, esperou eu me acalmar e perguntou

 

-Ayo- Quer conversa?

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Continua...?



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...