História Conta Comigo - Capítulo 35


Escrita por:

Postado
Categorias Amor Doce
Tags Amizade, Amor Doce, Drama, Relacionamento, Romance
Visualizações 33
Palavras 915
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Famí­lia, Ficção Adolescente, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Heterossexualidade, Homossexualidade, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 35 - Logo após e um pouco antes...


Fanfic / Fanfiction Conta Comigo - Capítulo 35 - Logo após e um pouco antes...

A sensação de não entender o que acabara de acontecer naquela tarde, ou até mesmo em acreditar se tudo aquilo era possível, estava forte naquelas pessoas.

         - Eu ainda não estou acreditando! – Iris falava mais para si mesma do que para seus companheiros.

         - Eu também não! – Castiel dizia irritado. – Ela estava lá o tempo todo, por que não se manifestou já no inicio do desastre que foi essa tarde?

         - Ela só está insegura. – A única garota do grupo refletia cabisbaixa.

         - Percebi que tem algo nessa história que só vocês duas tem consciência sobre. – Lysandre comentou olhando para Iris. – Gostaria de dividir conosco?

         - Eu havia pedido a ela para tentar a vaga. – Iris estava receosa com a reação deles.

         - Você já sabia que ela cantava assim? Por que não nos falou antes? O que você pretendia com isso? – Castiel não parava de fazer perguntas. Ele estava frustrado com a tarde longa. Apesar de Ellie ter o surpreendido e por um lado a espera ter valido a pena, foram algumas horas jogadas fora.

         Iris encarou o seu amigo ruivo.

- Você já parou para pensar que talvez você seja o culpado pela insegurança dela? - Iris mantinha um sorriso irônico ao encarar Castiel que olhava para ela confuso. Lysandre sorriu tentando segurar uma risada. – Ela agora será perseguida ainda mais pela Debrah e Ambre por estar mais próxima de você. E não vamos esquecer o beijo de vocês né?

- Uma coisa não tem nada a ver com outra. – Castiel cruzou seus braços.

- Isso explica aquela explosão com a Rosalia. – Lysandre estava pensativo. – De qualquer forma você deveria ter falado conosoco sobre isso. Poderiamos ter resolvido de outra forma.

- Eu só queria ter a certeza de que Debrah não voltaria mais. Não sei se conseguiria continuar com ela. – Iris se sentara em uma das cadeiras baixando sua cabeça em suas mãos. As frases duras de Debrah ressoavam em sua mente. Cada falha sua em não alcançar o tom da voz de Debrah, ou se perder no tempo da musica, resultava em palavras humilhantes de Debrah. Apesar de ter o apoio de Lysandre em todos os momentos, e de Castiel quando estavam longe de Debrah, não era o suficiente para ela superar tudo aquilo. Muitas vezes pensou em desistir, mas eram os garotos quem a mantinham ali.

         Lysandre se sentou em frente de Iris segurando as suas mãos. Castiel sentou-se ao seu lado passando o seu braço sobre o ombro de sua amiga.

         - Mesmo que não tivéssemos encontrado ninguém, jamais daríamos a oportunidade para ela novamente. – Lysandre a confortava. Sua voz trazia paz para Iris.

         - Se um dia ela for a solução para nosso grupo, nós três desistiremos do grupo. – Castiel dizia tentando acalmá-la, porém acabou os deixando mais tensos. Mesmo sendo algo que os três concordariam em fazer diante da possibilidade de Debrah se juntar a eles, deixar o grupo era algo que doía em cada um deles.

         - Ah! Vocês ainda estão aqui! – Kim se aproximou do trio. – Credo! Que cara de enterro é essa? Parece quem nem eram vocês que estavam ali cantando felizes agorinha mesmo!

         - Estavamos numa “D.R.” aqui! Mas qual o interesse em nós? – Castiel dizia com ironia na sua voz. Ele não conseguia ficar sério por muito tempo.

         - Queria trocar umas ideias com vocês sobre os futuros eventos. O primeiro será em breve.

         - Verdade! Nem olhamos isso ainda! – Iris se levantou aproximando-se de Kim e seguindo o cronograma com ela. Lysandre se endireitou na cadeira, sua postura era de um homem de negócios. Fez um gesto para que ela continuasse a falar. Já Castiel, continuou largado com o braço ainda estendido na cadeira onde Iris se sentara.

Essa imagem acentuou a beleza daqueles jovens desconcertando um pouco a garota descolada que estava em frente deles. Resolveu afastar esses pensamentos e continuar a conversa.

- O primeiro evento que temos é uma homenagem dos filhos aos pais soldados que retornaram das revoltas que presenciamos nos últimos anos nos países ao nosso redor.

- Isso é triste! – Iris mantinha uma de suas mãos em seu peito.

- Ao mesmo tempo é um motivo de orgulho para a família e para os soldados. – Kim complementou. – A diretora pede que vocês escolham musicas relacionadas a esse tipo de relação entre soldados e suas familias.

- Hum... Vamos ter que escrever alguma coisa sobre isso. – Lysandre começou a se dispersar.

- Vocês também estarão lá? – Iris perguntou para Kim.

- Sim. O teatro de Sombras não pode faltar!

 Kim, Violette, Pryia, Armim e Dajan faziam parte do grupo de teatro. Começaram com fantoches, e nos últimos dois anos estavam com teatro de Sombras. Quando começaram com as Sombras, foi que Dajan se integrou ao grupo. Não se via interpretando com expressões faciais e vozes. No teatro e sombras precisaria apenas do seu corpo, isso lhe seria fácil. Detalhe importante que responde ao fato de Dajan ser o melhor jogador de basquete do colégio.

- Poderiamos interpretar as musicas que vocês interpretarem

- Um idéia interessante Kim. – Castiel ironizou. – Será fácil vocês só se mexerem enquanto fazemos todo o trabalho pesado.

Castiel ria pela sua piada recebendo olhares mortais. Ele nem se importou. As garotas o ignoraram voltando para o planejamento.

- Lembrando que algumas das apresentações feitas nesse evento poderíamos repetir no evento do dia dos pais! – Iris estava empolgada.

As ideias surgiam conforme conversavam. E as piadas de Castiel estavam presentes em cada ideia. 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...