História Contagion - Capítulo 7


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Luta, Originais, Sobrevivencia, The Walking Dead, Zumbis
Visualizações 12
Palavras 1.118
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Ficção Científica, Luta, Mistério, Romance e Novela, Saga, Shounen, Sobrenatural, Survival, Suspense, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Canibalismo, Drogas, Estupro, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 7 - Conflito no grupo


-Mary, você está bem??-Kenny pergunta preocupado.

-Estou bem, estou bem!

Ben repetia várias vezes "merda" enquanto estava de cabeça baixa. Duck estava no colo de Mary.

-Me desculpe -Ben diz

-Estão todos bem?- Margô pergunta

-Não está tudo bem. Precisamos descobrir porque isso aconteceu.- Lily responde.- Acabamos de perder tudo.

-Bom nós tivemos muita sorte em ter esse trailer.- Kenny diz

-E ninguém morreu.- Margô fala, completando a fala.

-Alguém aqui fez isso.

-Acalmem-se aí atrás. Os bandidos já nos perturbaram por semanas!-Kenny diz irritado.

-Isso é diferente. Alguém estava trabalhando com eles.  Quem quer que seja, estava desviando nossos medicamentos. Eles não receberam o último pacote, então atacaram. Lee encontrou um saco de suprimentos escondidos do lado de fora!

-É verdade.

-Então, Margô, há algo que você queira dizer? Ou teremos que tirar isso de você?

-Para trás.

-Você não está em posição de fazer exigências.

-Margô é confiável! Ela não é uma traidora Lily.- Lee diz.

-Obrigada, Lee.

-Ela pode lutar suas próprias batalhas. A menos que haja algo aqui que a implique a ambos.

-Não seja ridícula.

-Olhe, talvez devêssemos, uh, votar ou algo parecido.- Ben diz um pouco nervoso.

-Votar?

-Ninguém estava roubando NADA.- Ben diz.

-Foram vocês dois?

-O que??

-Eu vi vocês juntos. Foram vocês dois?!

-Olha, só me deixa sair. Não fui eu, mas eu não gosto disso. Não gosto do rumo que as coisas estão tomando.- Ben fala.

-Olhe-me nos olhos e me diga que você não tem nada haver com isso.

-Lily deixe-o em paz.- Margô diz irritada.

-Eu....- Antes de Ben falar, Kenny atropela o zumbi, porém o mesmo ficou preso na roda.

-O que está acontecendo lá??

-Eu acertei algo, temos que parar.

- A noite toda. Bem. Então podemos lidar com isso agora.- Lily volta para Ben.

-Kenny isso é seguro?- Lee pergunta quando Kenny para o trailer.

-Deve ser.

-Todos para fora.

-Lily....

-Fora.- Ela somente diz isso e sai do trailer.

Todos saem do trailer, vendo o problema que é. O gemido do zumbi chamou a atenção de Lily.

-Kenny, o trailer tem alguns danos na superfície, mas há um zumbi preso embaixo dele.

-Merda, fiquem todos de olho abertos.

-Sabe, não deveríamos apenas te expulsar. Deveríamos ouvir o que todos pensam.

-O que você quer que eu faça para você confiar em mim?? Eu faço QUALQUER COISA!- Ben diz exaltado.

-Pare de entrar em pânico. Sério, Ben, você precisa parar e tomar fôlego!

-Precisamos de mais provas que isso??

-Fodam-se as PROVAS! Pare de trata-lo assim!- Margô diz irritada.

-Cale a boca Margô! Já ouvi o suficiente de você. Kenny, o que vai ser?

-Só me dê um segundo!

-Ben, você tem até que aquele zumbi esteja morto para me dizer que foi ela e não você!

-Pare com isso. Você está torturando ele!

A briga estava ficando séria, Lily e Margô gritavam uma com a outra.

-Você se acha uma puta durona, não é?- Margô começa.-Como se nada pudesse te ferir. Mas você é apenas uma garotinha assustada. Para com essa porra.- Ela cruza os braços.-Pegue uma página do livro de Lee e tente ajudar alguém ao menos uma vez!

Kenny esmaga o crânio do walker, o matando.

-Agora, qual a porra do problema?

Um tiro é ouvido, e Margô cai morta no chão. Todos se viram rapidamente para LIly, que segurava sua pistola. Lee prende Lily contra o ônibus, segurando os pulsos dela.

-Solte isso.- Lee diz irritado.

Lily respira fundo, e solta a arma.

-Puta merda!

-Kenny o que está acontecendo??- Mary diz preocupada.

-Fique aí dentro. Mantenha as crianças longe das janelas. Estamos nos livrando dessa vadia louca!

-Você não irá com agente.- Lee  solta Liliy.

-Eu morrerei aqui!

-Eu não me importo.- Lee pega a pistola do chão.

-Você é uma assassina Lily! Você não vai ficar com agente!- Kenny diz irritado.

-Eu não tenho mais nada....- Lily diz implorando para Lee, quando Kenny entrou no trailer.

Ben olha bem para LIly, e logo entra no trailer também. Lee entrou, deixando Lily para trás. Kenny foi dirigindo, e ninguém ousou olhar para trás.

-Lee....uma palavra por favor.- Mary diz no banco da frente, com Duck no colo.

-O que houve? Está tudo bem com o Duck?

Mary não diz nada, somente levanta um pouco a blusa de Dcuk, mostrando a mordida.

-Mas que porra....

-Aconteceu durante o ataque....- kenny murmura.

-Qual o plano? Nós nunca tivemos uma vítima mordida no grupo antes.

-Vou ficar de olho nele e verei o que posso fazer, de uma perspectiva médica.- Mary diz.

-Gente...

-O que mais pode ser feito?? Achamo que você saberia.

-De qualquer forma, se puder contar a Aya e ao ayo, ficaremos gratos.

Lee assente, e foi ver Aya e Ayo, que estavam quietos um ao lado do outro. Ele se senta ao lado dos dois, que o abraçaram. Ficaram um bom tempo em silêncio, até que Lee decide dizer

-Duck foi mordido.

-Hã??

-Ele foi mordido por um walker tentando escapar da pousada.

-Eu....não me sinto bem- Aya diz baixo.

--E quanto a Margô...?- Ayo pergunta.

-Não houve tempo para um enterro.

-Walkers?

-Sim. Horrível. Estou feliz por ter vocês.

-Nós também.- Eles dão um pequeno sorriso.

-Eu te ouvi lá da minha casa da árvore aquele dia e pensei joar um martelo em sua cabeça, ou talvez te matar com a catana do meu pai....- Aya diz baixinho.

-O que? Por que?

-Caso você não fosse uma boa pessoa. Antes de você, houve um outro cara. Ele estava gritando e tentando entrar na minha casa. Ele tentou pegar a tv e tentou quebrar a porta de vidro com uma pedra. Então vieram alguns walkers e o afugentaram.

-Mas a porta estava aberta.- Lee sorri.

-Ele era burro.- Os três sorriem.

Eles nem perceberam, e dormiram juntos. No dia seguinte,após ter um pesadelo horrível de que ele nunca mais vai querer se lembrar, Lee acorda, vendo que já era de dia.

-Temos um problema.- Kenny diz parando o trailer aos poucos.- A estrada está bloqueada.

Os quatro saíram do Trailer, deixando os gêmeos dormirem. Duck estava dormindo no colo de Mary,  e os outros observavam o problema a sua frente: Um enorme trem que bloqueava o resto da estrada. Logo depois de uns minutos, Aya e Ayo saem do trailer, e ficam meio triste ao verem Duck andando ao lado de Mary, um pouco doente.

-Porque nós não damos uma olhada por aí?

-É, todos vocês fiquem por aqui. Aya, quero que fique perto de Ayo e Kenny. ok?

-Lee, se você encontrar algo para beber, acho que Duck está um pouco desidratado.-

-Pode deixar.- Lee saiu andando, para ver o que tinha de bom naquele lugar.

 

 

 

 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...