História Contanto que você me ame... - Capítulo 6


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Álcool, Amor, Brigas, Romance
Visualizações 76
Palavras 534
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Ficção, Ficção Adolescente, Romance e Novela
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Linguagem Imprópria, Sexo, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 6 - Resturante


Fanfic / Fanfiction Contanto que você me ame... - Capítulo 6 - Resturante

- amor, vou resolver uns problemas ai, você quer vir comigo? - zedrik entrou no quarto perguntando, mesmo nao querendo ouvir a voz dele nunca mais... aceitei ir, estava cansada de ficar em casa, não sei qual será a próxima vez que terei oportunidade de sair novamente, zedrik so me deixa sair com ele e só me chama quando está de ótimo humor.

- quero! - falei me levantando, abri meu guarda roupas, coloquei a primeira roupa que vi na frente,uma blusa social, shorts e um salto.

- esperava ouvir um não - ele falou rindo como um idiota, revirei os olhos terminando de colocar meus saltos.

- preciso sair um pouco zedrik, mesmo nao querendo ir para lugar nenhum com você, vou, não sei quando será a próxima oportunidade de sair desde inferno -falei e logo em seguida travei o maxilar de raiva, zedrik apenas ria.

[....]

Logo chegamos em um restaurante bastante fino, olhei para zedrik com uma cara não muito boa, não havia me vistido adequadamente para isso além de odiar lugares assim, mas mesmo assim é melhor que ficar em casa. O caminho todo fui pensando no filho que perdi, tentando pensar pelo lado positivo de que ainda bem que essa criança nao veio viver esse inferno junto comigo, com esse pai desajuizado. respirei fundo engolindo o choro que insistia em dar o ar de sua graça,  zedrik estacionou o carro e descemos em direção a porta e entrada.

- boa noite senhores - um garçom falou ao entrarmos - podemos? - ele falou apontando para a mesa que eu e zedrik iríamos sentar, uma mesa com mais lugares que todas as outras no resturante, só que ainda vaizos, já sei que vem mais pessoas por ai, sentamos.

- odeio chegar antes de todo mundo, chegar cedo é coisa pra maricas - zedrik remungou

- o que vinhemos fazer aqui - perguntei olhando ao redor, muitas pessoas muito bem vestidas, conversando; rindo, queria me sentir feliz como essas pessoas pareciam esta, faz tempo que não sei o que é rir de verdade, faz tempo que não sei o que é ser feliz.

- negócios mulher, negócios - ele falou olhando para o lado onde acabará de entrar 2 homens acompanhados de suas mulheres, ou ao menos acho que sejam suas mulheres. zedrik sorriu levantando de sua cadeira, por reflexo levantei também. 

- olá senhores...senhoritas, boa noite - zedrik disse bastante educado, quem ver pensa, engana qualquer um como me enganou quando nos conhecemos, forcei um sorriso para eles.

-boa noite zedrik, chegou cedo - um dos homens falou, o mais velho com toda certeza. Ele tinha o que restava de seus fios e cabells grisalhos , seus olhos eram azuis como o mar.

- estava ansioso para conversarmos - zedrik respondeu, a mulher que acompanhava o homem grisalho sorriu para mim, ela tinha um sorriso bonito, acolhedor, sei lá, retibui o sorriso, logo todo nos sentamos, eu bastante longe de zedrik é claro, rezando para ninguém perguntar o porque da distância. 

Pelo o que entendi da conversa deles, eram sócios de um negócio, do qual nao citaram em momento algum, também nao estava muito interessada em saber em o que zedrik andava metido,  conhecendo como o conheço coisa boa nao é.







Notas Finais


Eaeeeee, em o que sera que zedrik esta metido em? o próximo capítulo vai ser postado amanhã, ate la galera ❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...