História Continuação de La casa de papel - Capítulo 8


Escrita por:

Postado
Categorias La Casa de Papel
Visualizações 41
Palavras 309
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 10 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura
Avisos: Álcool, Drogas, Spoilers, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


no episódio de hoje eles entraram na casa.

Capítulo 8 - O dia de entras na casa


   Eu e Nairóbi aproveitamos bem nossos últimos meses fora da casa. Nos embebedamos demais, zoamos demais e além de tudo se nos melhores amigas. Nunca pensei que a Nairóbi fosse tão divertida, ela mostrou um lado dela que eu acho que fui uma das poucas que pude conhecer. Me contou histórias triste e felizes que eu acho que nunca irei me esquecer, mas não posso contar pois prometi manter somente entre nós.

   Estava meio nervosa pois no ultimo roubo quase fui pega, e afinal ninguém quer ser preso não é mesmo? Viver  numa cela sem poder ver a luz do sol e sem poder fazer amizades com pessoas que não tenham agredido, roubado, matado, abusado, etc. 

    Nós vestimos nossos macacões vermelhos que já estavam guardados por um bom tempo, colocamos nossas mascaras e fomos de caminhão para a casa da moeda. Meu coração batia forte, mais do que do que no roubo da Espanha. Dessa vez tinham bem mais pessoas envolvidas.

   Durante os meses estudando sobre o roubo criei laços com Chicago e SP (como chamo a São Paulo). Eu, Nairóbi, SP e Chicago passávamos as noites em claro conversando e bebendo. Era muito divertido, durante o tempo que passamos no caro pensei no que estava acontecendo e finalmente a minha ficha havia caído. Moscou havia morrido e desde então Denver já não era tão feliz quanto era antes. Rio e eu já morávamos juntos e tínhamos até um cachorro, esqueci do Bobby!

    Com tantas coisas acontecendo havia esquecido do Bobby  e agora ele esta sozinho em casa sem comida, sem água e o principal de tudo, sem carinho. Não iria poder avisar ninguém, teríamos que esperar até chegar lá. Estava contando com o Rio para pelo menos lembrar do cachorro. Já que não quis o filho ele nem dava muita atenção para o cachorro que apenas eu cuidava


Notas Finais


Estou com muito sono então amanhã eu vou tentar terminar esse capitulo. ok?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...