História Continuem Cantando! - Capítulo 1


Escrita por:

Visualizações 19
Palavras 5.740
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Ficção Adolescente, LGBT, Luta, Misticismo, Musical (Songfic), Poesias, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Esse capitulo foi postado como ultimo capitulo em "Se você sente algo, cante!". Ou seja, é o piloto, o capitulo oficial é o próximo, não é obrigado a ler esse. (>.<)

Vai ter referencias da outra história, mas nada que façam leitores novos se perderem (^v^)

Aviso: Possível incesto, se não se sente confortável não leia. (Mas não custa nada dar uma chace pois vou ver se vai acontecer ou não, nada é certo, depende de vocês, pois vou ler os comentários...) _(-_-)_

Aparência:

Louis e Julie - Ambos ruivos, cabelo liso e olhos dourados mesclado de vermelho como a mãe. Gêmeos idênticos.

Douglas - Loiro de olhos verdes.

Felipe - Cabelo preto e olhos cor de mel.

Yasmin - Cabelo preto e olhos azuis claro.

Naomi - Loira de olhos dourados.

Wendel - Cabelo preto e olhos lilás.

Ilan - Cabelo preto e olhos cinza mesclado de azul claro.



Boa leitura para todos.

Capa - Douglas e Yasmin.

Capítulo 1 - Piloto.


Fanfic / Fanfiction Continuem Cantando! - Capítulo 1 - Piloto.

Em mais uma viagem para shows pelo mundo... Como Kaithy ama essa sensação de sair da rotina. É tão maravilhoso! E poder fazer isso em família é muito divertido. O ultimo show foi em Orlando, agora estão na Disney passeando em família e ao mesmo tempo trabalhando.

- Eu estou muito feliz em conhecer toda sua família Kaithy - Shawn Mendes diz sorrindo. Ele tem a idade do Nathã, olhos e cabelo castanho com leves fios brancos.

- Obrigada pela gentileza Shawn - Kaithy diz sorrindo - Esse é o meu marido Nathaniel.

- Prazer te conhecer Sr. Mendes  - Nathã diz sorrindo.

- E esses são meus filhos, se apresentem - Kaithy diz segurando a mão do menor.

- Olá Shawn, sou Yasmin Fernandez - diz sorrindo. Ela agora está com doze anos, seu cabelo negro está no seu penteado habitual e seus olhos azuis claro dão um charme à garota. Está com o corpo em desenvolvimento, nada que a impeça de ser linda. Possui a personalidade bem comum, às vezes agitada às vezes calma, porem é muito desastrada, apenas Douglas para saber lidar com ela.

- Boa tarde, me chamo Wendel Fernandez - diz com o rosto vermelho. Ele é um pouco menor que a irmã, ele tem dez anos. Seu cabelo escuro se assemelha muito ao do pai em estilo, mas os olhos da mãe fazem muitos fazer o infame trocadilho do Harry Poter com ele. Possui a personalidade bem introvertida, não se exalta e raramente se irrita com algo.

- Ilan... - diz estranhando o rapaz. O menor tem apenas cinco anos, e é chamado sempre para fazer comerciais infantis por ser gradativamente fofo. Porem Kaithy e Nathã não querem deixar os filhos populares na mídia, a menos que eles queiram. Em personalidade ainda esta se desenvolvendo, mas sempre estranha pessoas novas.

- É uma família muito bonita - Shawn diz sorrindo - Meu filho Luka veio comigo, mas ele não chegou aqui ainda. Depois vocês o conhecem.

Todos começam a andar juntos pelo local para se divertir e comprar algumas lembranças. Yasmin e Wendel estão animados brincando e comendo muito. Ilan embora esteja se divertindo muito não deixa de ficar perto da mãe.

No fim do dia todos voltam para o apartamento que Nathã havia comprado anos atrás.

- Mãe, o Wendel está morrendo - Yasmin diz rindo. Ela está com um moletom rosa bebe.

- N-Não é nada! Só estou cansado - Wendel diz indo até a irmã. Ele está com um moletom azul fraco.

- Tome um banho filho, ainda vamos jantar com o Shawn e o filho dele - Nathã diz olhando o filho. Ele está com seu novo moletom branco.

- Já tomei banho pai, não se preocupe - Wendel diz sorrindo.

- Tomei banho com mamãe - Ilan diz sorrindo. Ele está com um moletom preto.

- Todos prontos? - Kaithy pergunta. Ela está com seu moletom vermelho - Como o Shawn quer aprender português podem conversar a vontade, mas digam coisas simples para ele entender - diz sorrindo.

- Tem muitos brasileiros aqui, nem preciso falar tanto inglês - Yasmin diz sorrindo. Por enquanto ela é a única filha que fala inglês fluente.

- Isso é um pouco ruim, o Wendel podia aprimorar o inglês conversando com o Shawn - Nathã diz arrumando a roupa do menor.

- Posso encontrar vocês lá em baixo? Vou ligar para o Douglas - Yasmin pergunta.

- Claro, ainda está cedo - Nathã diz pegando Ilan no colo.

- Vamos escolher uma mesa perto da janela - Kaithy diz segurando a mão de Wendel e saindo do quarto.

-... - Yasmin liga para Douglas pelo Whatzaap.

- Boa noite my doll - Douglas diz com graça. Ele tem doze anos, cabelo loiro e olhos verdes esmeralda. É um pouco mais alto que Yasmin, sendo quase do tamanho dela, uns anos atrás ele era menor que a mesma, mas a genética de Kevin deu uma ajudada. Ele possui uma personalidade divertida com amigos e familiares e calma com quem não tem intimidade. Sendo que com Yasmin ele não esconde nada.

- Noite para você, aqui ainda está de tarde - Yasmin diz se jogando na cama - Estou com saudades das suas idiotices.

- Eu sinto que fui elogiado, impressão minha? - Douglas diz rindo.

- Impressão sua cutie - Yasmin diz rindo - Só liguei para desejar boa noite mesmo. Tenho que jantar com um dos amigos da mãe.

- Me passa o relatório do seu dia depois my doll, não vou dormir tão cedo - Douglas diz suspirando - A Naomi vai fazer prova e não sabe nada da matéria.

- Eu não tenho culpa! - Naomi grita no fundo da chamada.

- Prova? Estamos no final do ano - Yasmin diz confusa.

- Prova final - Douglas diz - Só vamos para o Japão quando ela tiver o resultado da prova.

- Que chato cutie, quebre a perna com sua irmã - Yasmin diz sorrindo.

- Vou quebrar a cabeça também - Douglas diz rindo.

- Não tem graça Douglas! - Naomi diz irritada.

- Vou indo jantar, me liga quando ai for duas da manhã, aqui vai ser quase meia noite e todos vão estar dormindo.

- Pode deixar my doll, vou ligar - Douglas diz desligando o celular.

- Espero que ligue mesmo - Yasmin diz sorrindo e saindo do quarto.

Andando até o local para onde vai jantar todos juntos acaba virando uma entrada errada. Perdeu-se, não tinha duvidas. Em busca de achar o local acaba se perdendo ainda mais.

- Devia ter ficado parada... - Yasmin diz para si mesma. Não podia acreditar nisso, havia prometido que não ia demorar. Então ela apenas senta no corredor cheio de portas e abaixa a cabeça.

Passa um tempo não muito longo e ela sente uma presença sentar ao seu lado, e em seguida uma melodia começar a tocar.

-... - Yasmin levanta a cabeça e olha para o lado. Se impressiona ao ver um garoto de cabelo preto com mechas verdes na pontas, ele tem os olhos em tons de verde e azul meio duvidoso, não sabe distinguir se é verde ou azul.

O que mais a impressiona é que ele está ali tocando um lindo violão que parece uma guitarra ao seu lado. Uma melodia calma e muito linda... (Palavras em itálico são inglês.)

Você está se sentindo meio assim? - o garoto pergunta em inglês sorrindo e tocando a melodia. Sim... Esse som descreve exatamente como está se sentindo.

Sim... - Yasmin responde sorrindo. Esse som a deixa tão calma...

Mas uma garota como você devia se sentir assim - ele diz mudando a melodia calma para uma levemente mais animada. O que a faz dar risada.

- Você é incrível, eu amei muito... Obrigada - Yasmin diz constrangida.

Você tem um sotaque bonito, de onde é? - ele pergunta ainda tocando.

Sou do Brasil - Yasmin responde sorrindo.

- Então posso conversar com você em português - ele diz sorrindo e parando de tocar.

- Que coincidência - Yasmin diz rindo - Bem... Pode me ajudar? Acabei me perdendo.

- Estou indo para jantar com meu pai - ele diz levantando.

- Vou para esse lugar também! - Yasmin diz animada e ficando em pé.

- Vamos então, te levo sem problemas - ele diz segurando a mão dela e voltando pelo caminho que ela veio, mas virando o local certo.

- Estou vendo meus pais... - Yasmin diz sorrindo - Obrigada, de verdade! - e abraça ele para agradecer da forma correta.

- Seus pais estão com o Shawn Mendes? - ele pergunta curioso e sem soltar a mão dela.

- Longa história... - Yasmin diz sorrindo. O garoto sorri de volta anda com ela até lá.

- Em fim chegou filho - Shawn diz sorrindo - Pessoal, meu filho Luka.

- É um prazer conhecer vocês - Luka diz sorrindo deixando Yasmin confusa.

- Se conhecem? - Wendel pergunta vendo a irmã de mãos dadas com o menino.

- E-Eu me perdi... - Yasmin diz constrangida - O Luka me ajudou...

- Seu português é muito bom Luka - Kaithy diz sorrindo ao ver ambos sentarem lado a lado.

- Obrigado, eu sou meio brasileiro - Luka diz sorrindo - Meus pais se conheceram em orlando. Minha mãe é brasileira e meu pai americano.

- Seus pais? - Ilan pergunta confuso - Seu pai ali - ele diz apontando para Shawn.

- Ilan, se comporte filho - Kaithy diz tentando não rir, pois conhece a história.

- O senhor Shawn é meu pai também pequenino - Luka diz ao menor - Mas meus pais faleceram no meio de um conflito. O Shawn cuida muito bem de mim.

-... - Yasmin olha o garoto contar aquilo com um sorriso. Ele é incrível, podia ver isso.

- O Luka me conquistou quando vi uma criança na rua tocando tão bem - Shawn diz sorrindo.

- Luka, esses são nossos filhos. Ilan, Wendel e Yasmin - Nathã diz apresentando todos.

"Não havia nem falado meu nome! Que vergonha!" - Yasmin pensa vermelha.

- Yasmin, podemos conversar mais depois? - Luka pergunta sorrindo.

- Claro que sim... - Yasmin responde sem  pensar antes.

Após o jantar em fim acabar Luka e Yasmin ficaram um bom tempo conversando perto da piscina. Ainda está um pouco cedo, então não tinham pressa.

Luka contou muitas das suas histórias viajando o mundo com Shawn para fazer shows e aprender mais sobre musica. Ele realmente considera o cantor um pai para si, desde os seus oito anos. Agora o garoto tem quatorze, e já conquistou muita gente com sua voz e musicas ao lado o seu pai. Embora sinta sempre falta dos pais, ele lembra de ambos sempre sorrindo para si, e pretendia ter esse legado de sorrir apesar de tudo.

Yasmin falou sobre como leva uma vida simples com a família mesmo a mãe sendo famosa. Estuda com sua família e seu melhor amigo Douglas, que é seu primo. Contou sobre como é estabanada e sempre cai por onde anda ou se perde fácil. Desabafou sobre não ter tantos amigos na escola, pois quando mais nova algumas meninas fizeram amizade consigo só para conhecer Kaithy. Conhecer a falsidade foi um choque para si.

Ao voltar para o quarto Yasmin encontra todos jogados assistindo e se junta a família para passar o tempo.

- Vou atender, é o Douglas - Yasmin diz animada correndo para o quarto.

- Olá my doll, como foi à tarde? - Douglas pergunta.

- Douglas... - Yasmin diz suspirando - Conheci um menino incrível!

- Espera, vou catar os cacos do meu coração - Douglas diz fazendo drama.

- É sério! Ele é tão... Incrível... - Yasmin diz suspirando.

- Achei que eu fosse incrível - Douglas diz com ciúmes.

- Douglas, será que ele gostou de mim? Ficamos conversando por tanto tempo - Yasmin diz animada deitando na cama.

- Não existe possibilidade de não gostar de você my doll - Douglas diz rindo - Ele gostou sim, Isso é um problema. Ele vai te roubar de mim.

- Não vai não cutie, você vai ser meu melhor amigo para sempre - Yasmin diz rindo para o primo.

Realmente, desde sempre ambos são muito colados. Até parecem irmãos, pois se conhecem completamente. Não há nada que não contem um para o outro.

- Sei disso, mas melhor prevenir á remediar - Douglas diz se jogando na cama.

- Sabe, quero ir para casa logo... - Yasmin diz olhando o teto - Comprei uma coisa para você, espero que goste.

- Sabe que gosto de tudo que vem de você my doll - Douglas diz rindo.

- Sim, eu sei - Yasmin diz rindo.

- Vamos para o Japão depois de amanhã. A Naomi passou na prova, devemos voltar na mesma semana - Douglas diz agarrando a almofada de joaninha.

- Trás algum doce exótico para mim - Yasmin diz animada.

- Pode deixar my doll. Eu conheço um perfeito para você - Douglas diz rindo e fazendo a garota rir também.  

Ambos ficam conversando por horas, até que dormem durante a chamada. Não sabem quem dormiu primeiro, mas sempre acabam assim.

 

...

 

Messes depois todos já haviam voltado de suas viagens, estão na escola para mais um inicio do ano letivo. Primeiro dia de aula sempre tem um discurso do diretor e é dado o papel de regras. Alguns veteranos já estavam acostumados, então seguiam conversando. Enquanto alguns novatos prestavam atenção.

- Mesma conversa de sempre... - Louis diz bocejando. Ele agora com treze anos possui o cabelo ruivo liso um pouco mais comprido que o dos seus primos, seus olhos dourados meio vermelhos estão na maioria das vezes refletindo tédio. Possui a personalidade calma e brincalhona. Puxou o lado 'sem noção' do pai. Mas em casos pode se demonstrar muito protetor e um pouco agressivo com alguns, o que já o levou a se meter em poucas brigas, para a dor de cabeça dos pais.

- Eu sei as regras de cabeça, só não faço questão mesmo  - Felipe diz rindo. Possui treze, quase quatorze anos. Ele e Louis acabaram ficando bem amigos ao entrarem na escola. Ele tem o cabelo preto liso que não fica muito arrumado, e tem olhos cor de mel. Na maioria das vezes Felipe está em pé de guerra com Douglas, mas Yasmin sempre acalma os dois. Possui uma personalidade bem travessa, qualquer coisa pode servir para ele usar como método de deixar a vida de quem deseja mais complicada, tem um dom natural para encrenca.

Em fim o discurso acaba e todos são dispensados para olhar suas salas.

- Vamos ficar juntas no mesmo pavilhão (salas separadas, mas no mesmo andar) - Naomi diz sorrindo. A garota possui o cabelo loiro liso até acima dos ombros. Com onze anos agora. Em personalidade é uma verdadeira pestinha, não deixem o rosto de anjo os enganar. Ela é teimosa para aceitar opiniões dos outros, e sempre diz que só aceita ordem dos seus pais e de mais ninguém, e tem leves problemas com os estudos.

- Que divertido! - Julie diz sorrindo. Seu cabelo ruivo está preso num rabo-de-cavalo alto. Tem treze anos, mas é do mesmo tamanho que a Naomi. Seu corpo tem leves curvas, não muito perceptíveis, mesmo sendo mais velha que Yasmin. Em personalidade ela é tão calma quanto a mãe, mas ama aprontar as vezes. É um doce de menina.

- Pena que eu sou de níveis mais acima - Douglas se aproximando sorrindo. Ele está com um moletom preto de estampa de uma pata de gato verde que Yasmin deu a ele. Mas seu sorriso logo some ao ler o papel - Como assim estou não mesma sala da Yasmin?! - dito isso entra correndo no edifício.

- O Douglas sempre foi meio maluco, mas agora parece estar pior - Felipe diz se aproximando com Louis.

- Estamos juntos... Menos o Douglas - Louis diz olhando o papel.

- Ah... Então é isso - Felipe diz sem interesse.

- Que arrumação diferente - Yasmin diz chegando depois de todos e agora e lendo e analisando o papel. Ela está com uma blusa vermelha de bolinhas pretas - Vejo vocês depois, tenho que consertar uma coisa - e sai andando.

- Vamos para o jardim!  - Naomi diz sorrindo.

- Não estamos fazendo nada mesmo - Louis diz segurando a mão da irmã e sorrindo.

- Irmão, estamos juntos de novo - Julie diz sorrindo para irmão que tanto admira.

- Sim irmã, estou feliz com isso. Assim posso continuar cuidando de você - Louis diz beijando a testa dela.

 

...

 

Na diretoria da escola Douglas está conversando com o diretor sobre mudar de sala, mas só pode mudar se alguém de outra sala quiser trocar. Douglas não aceita ficar longe de Yasmin, nunca estudaram em salas separadas, não seria esse ano que iriam.

- O senhor não entende... Não posso ficar longe dela - Douglas diz de cabeça baixa.

- Sinto muito, mas as salas tem números contados de alunos para cada professor. E todas estão cheias, não sei porque essa escola simples ficou tão popular... - o diretor diz suspirando.

"Por que a Yasmin começou a estudar aqui..." - Douglas pensa.

Yasmin não conta que ela é filha de Kaithy Fullbuster embora ame muito a mãe. Uns anos atrás ela sofreu por achar que era amiga de algumas meninas, ele não iria permitir que sua doll chorasse daquele jeito de novo. E para isso precisa ficar perto dela.

Batidas são escutadas na porta.

- Está aberta - o diretor diz.

- Licença - Yasmin diz entrando com uma garota - Douglas?

- Yasmin...? - Douglas pergunta confuso. O que ela está fazendo ali?

- Que bom que está aqui cutie - Yasmin diz sorrindo.

- O que deseja Yasmin? - o diretor pergunta.

- Eu vim pedir para trocar o Douglas de sala com a Daniele - Yasmin começa e pega o papel das regras lendo-o alto - 'Regra número doze: Alunos só podem trocar de salas na primeira semana de aula, e com possibilidade de troca que seja aceita pelas pessoas que concordaram em trocar. Ambas devem confirmar que desejam fazer tal troca' - ela guarda o papel de novo - A Daniele quer ficar com as amigas, eu quero ficar com o Douglas - diz sorrindo.

-... - Douglas olha para a garota completamente impressionado. Cada dia ela o surpreende.

- Aceita isso Daniele? - o diretor pergunta.

- Sim, estou sozinha sem minhas amigas - Daniele diz sorrindo.

- Ainda bem que vou me livrar de você Douglas... - o diretor diz pegando dois papeis - Assinem aqui cada um e depois mudo os nomes, as cadernetas não estão prontas, por isso só pode na primeira semana - diz vendo ambos assinarem.

- Eu sei disso - Yasmin diz sorrindo.

- Agora saiam da minha sala. As aulas nem começaram para já estarem me dando dor de cabeça - o diretor diz sorrindo e os três saem.

- Obrigada Yasmin - Daniele diz indo embora.

- Estamos juntos - Yasmin diz levantando o pulso para dar um soquinho como ambos tem costume de fazer.

- Não sei o que seria de mim sem você - Douglas diz abraçando a prima.

- Seria incrível como sei que é - Yasmin diz o abraçando.

- Irmã, vai ter salada de fruta na quadra! - Wendel diz entrando correndo com mais algumas crianças da sala dele.

- Corrida! - Douglas diz rindo e correndo de mãos dadas com Yasmin que está rindo muito da palhaçada do amigo.

 

...

 

- Vai dar isso para quem? - Naomi pergunta vendo a prima rabiscar um desenho lindo numa folha do caderno novo.

- P-Para ninguém! - Julie diz assustada e fechando o caderno.

- Até parece - Naomi diz sorrindo - Gosta de alguém Ju?

- N-N-N-N-N-N-Não!! - Julie diz desesperada.

- Quero ver! Você e o Wendel desenham tão bem! - Naomi diz pegando o caderno da prima e abrindo no desenho - 'Mesmo daqui a vinte anos ainda vou sorrir ao lembrar-se do seu sorriso' - ela lê a legenda do desenho de um menino sorrindo.

- É só u-uma frase clichê - Julie diz desesperada.

- Está lindo, faz um desenho para mim um dia? - Naomi diz sorrindo.

- Está muito bonito Ju - Wendel diz vendo o desenho - Você desenha melhor que eu.

- Não acho - Julie diz sorrindo ao ver que ninguém ligou muito para o contexto.

- Eu recomendo não atrapalharem ela, o desenho nem está pronto ainda - Louis diz sorrindo.

- Ju, eu quero fazer dupla com você nas aulas de artes - Felipe diz rindo.

- Pode ser sim - Julie diz constrangida.

- Olá pirralhos! - Rose diz se aproximando deles sorrindo - Felipe primo lindinho! - ela diz apertando a bochecha do garoto e o apertando num abraço.

- Me solta! - Felipe diz com o rosto vermelho - Vai me matar no meio desses peitos!

Felipe diz isso e Julie e Naomi olham para rose. A garota agora com seus dezessete anos e dezoito na semana que vem,  já terminou o ensino médio. Seu cabelo loiro meio castanho continua comprido, seus olhos chocolate tem muita graça no olhar. E seu corpo se desenvolveu bem no padrão social, como ela sempre se considerou bela ela preza pelos padrões. Mas não que seja necessário. Em personalidade não mudou muito desde criança, continua com um super ego sobre si mesma. E era a 'dona' da escola como diz o termo, ela era muito popular.

- Para o que tanto peito? - Naomi pergunta - Vou ficar assim?

- Sua mãe tem mais que eu... Então talvez sim - Rose diz sorrindo - Essas crianças entrando na puberdade - diz rindo.

-... - Julie olha para seu nada  fica meio deprimida.

"Ele nunca vai me olhar assim" - Julie pensa.

- Eu não acho tanto peito bonito, vai ficar com dor na coluna um dia - Felipe diz com as mãos no bolso.

- E você tem idade para gostar dessas coisas? - Rose pergunta indignada por ser chama de feia indiretamente.

- Por que estão demorando tanto...? - Davi pergunta entrando no local com sua expressão meio séria de sempre. Ele tem dezoito anos, seu cabelo preto em contraste com seus olhos dourados lhe dão um charme muito atraente. E sua personalidade calma e tom de voz suave e rouco faz as garotas ficarem sem reação ao seu lado.

-... - por um momento Julie sente que seu coração parou ao ver o garoto entrar no local.

- Esse pirralho que me chamou de feia - Rose diz irritada.

- Feia! - Felipe diz dando língua para ela.

- Quem é feia? - Douglas pergunta chegando com Yasmin.

- Vou te matar moleque! - Rose diz indo atrás de Felipe que começa a correr pelo pátio.

- Vamos logo, seus pais deixaram todos irem tomar sorvete comigo - Davi diz sorrindo de lado.

- Ebaaa!! - Naomi diz pulando no tio - Obrigada, obrigada!

- Por nada - Davi diz rindo da animação da menor  - Eu não gasto tanto dinheiro, dá para pedirem o que quiserem - ele diz sorrindo, o mesmo está trabalhando com o irmão no karaokê, nada importante, mas já ajuda.

"O Davi é tão gentil" - Julie pensa vermelha.

 

...

 

No local aberto todos já pediram sorvete e estão jogados pela praça apenas aproveitando a brisa. Davi já possui carteira de motorista, e comprou uma van junto com os amigos da faculdade, embora apenas ele dirija todos ajudam com combustível.

Aproveitando que todos estão quietos Rose puxa assunto com o amigo. Ambos cresceram juntos e amam conversar, mas desde que escolheram caminhos diferentes não se veem tanto como antes.

- Como anda os contatinhos Davi? - Rose pergunta sorrindo e chamando atenção de Julie que está ao lado do mais velho.

- Só se for contato para estagio - Davi diz sorrindo para amiga - Não saio com muitas garotas...

"Muitas... Então ele sai com algumas" - Julie pensa triste.

- Que chato Davi, dá chance para alguma - Rose diz rindo.

- Não acho que façam meu tipo... - Davi diz.

- Qual seu tipo Batman? - Rose pergunta prestando atenção.

- Nunca parei para pensar - Davi diz sem interesse.

- Ainda quer casar com a Kaithy? Agora tem idade para isso - Rose diz o provocando.

- J-Já superei isso - Davi diz com o rosto vermelho. Ainda gostava um pouquinho, mas sabe que nunca vai acontecer nada. Ela é apenas sua cantora preferida.

- Davi... Gosta de alguém? - Julie toma coragem para perguntar.

- Eu não sei... - Davi diz pensativo - Mas não acho que alguém goste de mim também - diz sorrindo.

- I-Isso não é verdade! - Julie diz chamando atenção do mais velho - Você é tão gentil! Muito fofo também. E você sempre ajuda a gente em tudo. Você sempre se esforça em tudo e é extremamente inteligente. E mesmo que esteja cansado da faculdade você sempre fala comigo sorrindo... E mesmo que se passem vinte anos eu ainda vou sorrir ao lembrar-se do seu sorriso!

-... - Rose olha a menor meio admirada. Essa criança está apaixonada?

- Obrigado Ju - Davi diz sorrindo - Como você é menina eu fico feliz que tenha me elogiado assim - diz rindo - Mesmo que seja de uma criança, acho que ainda conta - dito isso passa a mão no cabelo dela como forma de afeto.

-... - Julie olha para ele sem brilho nos olhos, mas sorrindo.

"Sim... Criança... Eu tenho que deixar isso para lá, um dia vou crescer e vou descobrir que é só admiração por ele ser fofo comigo" - Julie pensa com o coração apertado.

Davi deixa cada um na sua casa e vai para o karaokê com os gêmeos. Como ele trabalha lá já vai ficar até o fim do expediente.

- Bem vindos minhas crias - Jhonas diz abraçando os dois.

- Nossas crias - Laiane corrige da sala.

- Convenhamos que eu sou o único da família que sabe fazer filho ruivo - Jhonas diz rindo.

- Oi mãe, oi pai - Louis diz abraçando o pai e dando um beijo na bochecha da mãe.

- Oi... - Julie diz fazendo o mesmo - O Davi pediu para avisar que já chegou.

- Obrigado filhota - Jhonas diz sorrindo - Eu que cozinhei hoje, vão tomar banho para comer.

- Vou comer fora... - Louis diz zombando a comida do pai e indo ao banheiro.

- Ele está brincando papai - Julie diz sorrindo e indo para o quarto. Lá ela tranca a porta e se atira na cama com lagrimas nos olhos olhando seu desenho.

 

...

 

- O Eric e Morgana voltaram de viagem ontem, então vai ter um almoço na casa deles - Douglas diz sorrindo e deitando na sua.

- Vamos poder pegar muitos doces - Naomi diz rindo e pulando no irmão.

- Você tem muita energia Naomi - Douglas diz apertando a irmã num abraço. Ao ver uma foto sua com Yasmin na bancada não pode evitar sorrir - Você gosta de algum menino?

- Eu não, meninos são estranhos - Naomi diz rindo - Ou talvez sejam só meus amigos que são estranhos...

- Eu sou estranho? - Douglas pergunta rindo ao ver a garota confirmar com a cabeça - Vai pagar por isso! - diz a enchendo de cócegas.

- Me rendooo!! - Naomi diz rindo.

- Vou fazer algo para nós dois comer - Douglas diz ainda rindo. Como seus pais trabalham na mesma empresa ambos estão fora nesse horário, mas logo chegam no meado da tarde. O normal seria chegar e os seus pais já estarem em casa, mas hoje não teve aula.

- Quero arroz frito - Naomi diz sentando na cadeira.

- Estou lhe mimando demais - Douglas diz rindo da mais nova e fazendo o que ela pediu por ser fácil. Após um tempo a porta da sala é aberta.

- Chegamos - Hinata diz sorrindo ao ver os filhos em casa.

- Vou querer também, o cheiro está ótimo - Kevin diz sorrindo.

- Bem vindos de volta! - Naomi diz animada.

- Tem mais na panela, fiz a mais para vocês - Douglas diz jogado no sofá assistindo com a irmã.

Hinata e Kevin se servem e logo se juntam aos filhos, todos conversando sobre seu dia e rindo das desventuras da vida.

 

...

 

- Chegamos! - Yasmin grita da sala.

- T-Tenha modos... - Wendel diz suspirando.

- Bem vido de vota - Ilan diz sorrindo jogado no chão da sala.

- Porque tá jogado ai? - Yasmin pergunta estranhando.

- Calo - Ilan diz como se fosse normal.

- Bem vindos filhos - Kaithy diz abraçando os dois.

- Mãe, não pode me dar irmãos normais não? - Yasmin pergunta vendo o menor rolar no chão.

- Yasmin, isso não se diz - Wendel diz cruzando os braços.

- Aposto que o Ronan seria um irmão normal na minha vida - Yasmin diz sorrindo e olhando as fotos do irmão mais velho que só conhece em histórias.

- Se ele estivesse aqui e eu tivesse vocês três exatamente assim eu estaria com muitas dores de cabeça - Kaithy diz rindo. Ela ama o fato dos filhos tratarem Ronan tão bem mesmo sem nunca o conhecerem.

- Ronan devia se comportar mais que você  - Wendel diz sorrindo.

"Nem um pouco..." - Kaithy pensa.

- Vão tomar banho, seu pai disse que vai trazer comida de algum restaurante hoje - Kaithy diz sorrindo. Quando não tem viagens Kaithy fica em casa com a família e Nathã chega ao fim da tarde do trabalho que ele tanto gosta.

Ao entrar no quarto Yasmin olha a foto dela com o primo e sorri. Realmente ama aquele maluco, ele é seu amigo mais especial.

Wendel entra no seu quarto e nota algo diferente mesmo sem saber o que é. Ele vai ao quarto da irmã que é ao lado do seu um pouco mais afastado, e do outro lado o quarto de Ilan.

- Entrou no meu quarto? - Wendel pergunta.

- Eu não, perdeu alguma coisa? - Yasmin pergunta terminando de se vestir.

- Não sei ao certo... - Wendel diz confuso - Vou ver se me lembro de algo - diz saindo.

A área que eles chamam de quarto é enorme, pois toda a laje da casa é deles três. Tem três quartos afastados e o resto é área de lazer que são misturada. Tem brinquedos de Ilan jogados, desenhos de Wendel pendurados e alguns livros que Yasmin esquece em algum canto. Mas de um jeito meio arrumado.

- O Nemo - Ilan diz pegando seu urso.

- Sim, o Nemo... - Wendel diz ainda procurando algo.

- Seu pai chegou, vamos comer - Kaithy diz olhando todos.

- Mãe, entrou no meu quarto? - Wendel pergunta.

- Arrumei e coloquei as roupas na maquina - Kaithy diz - Perdeu algo? Eu tentei deixar no mais arrumadinho.

- R-Roupas para lavar?! - Wendel pergunta assustado voltando ao quarto e procurando uma camisa - Mãe! Mãe! Uma camisa azul com uns riscos! - diz desesperado.

- Na maquina - Kaithy diz normalmente - Já está lavando, estava toda riscada.

- Eram os autógrafos dos cantores que eu gosto! - Wendel diz quase chorando.

- E por isso nunca vai lavar a camisa? - Kaithy pergunta inconformada - Não vai sair os autógrafos, lhe garanto.

-... - Wendel olha para o chão num desespero interno.

- Mais importante que isso - Yasmin diz chamando a atenção do irmão - Se sair, o importante é que você conheceu e almoçou com cada um deles. Você não é só fã, é um conhecido de verdade - diz sorrindo.

- Tem razão... Obrigado irmã - Wendel diz enxugando a lagrima que não caiu.

- Quanto drama crianças - Nathã diz rindo.

- Bem vindo papai - Yasmin e Wendel dizem juntos.

- Comer - Ilan diz sorrindo.

- Sim, trouxe pizza e lasanha - Nathã diz fazendo as crianças gritarem e Kaithy o olhar.

 - Você disse que ia num restaurante, achei que era um jantar - Kaithy diz.

- Eu sei que está feliz meu amor - Nathã diz a beijando.

Yasmin observa os pais se beijando, ela ama ver o quanto os dois se amam. É como se o mundo fossem apenas eles quando se falam ou se beijam. Parece que seus pais tem uma história muito bonita, tem que perguntar um dia como se conheceram.

 

...

 

Na casa de Eric e Morgana ambos estão distribuindo presentes da viagem, nada demais, apenas lembrancinhas baratas, mas que para crianças são incríveis. Ambos pediram para os amigos deixarem os filhos com eles um final de semana inteiro. Embora não sejam casados, sendo os únicos não casados entre os adultos, moram juntos e se dão muito bem.

- Naomi, a Julie e o Wendel  fizeram um desenho enorme! - Douglas diz segurando a mão da irmã e a levando para a rodinha.

- Bonito - Ilan diz no colo de Yasmin.

- Que lindo... - Felipe diz sentando ao lado de Louis.

- Sim, realmente incrível - Eric diz sorrindo e Morgana ao seu lado.

- Cambada, se sentem que eu e seu tio queremos conversar com vocês - Morgana diz sorrindo e vendo todos se sentarem jogados na sala e olhando para ambos curiosos.

- Sabe crianças... - Eric começa - Eu e a Morgana optamos por não ter filhos, e queremos continuar assim. Mas todos vocês são como se fossem nossos filhos, e ver vocês crescendo assim me deixa muito feliz, de verdade.

- Nós dois acompanhamos o crescimento de vocês e isso mexeu um pouco com nós - Morgana diz - Sabem, eu não quero que tenham medo do que vou falar... Mas a vida sabe ser difícil. E mesmo que seja bom cair de vez em quando eu quero saber se todos vão ter força para se levantar e não fugir.

- Se a vida lhe der limões não façam uma simples limonada, abram uma barraca de limonada - Eric diz fazendo os mais novos sorrirem - Me preocupo muito com vocês, nem imaginam o tanto.

- Sim, vocês são especiais para nós - Morgana complementa - E queremos que saibam que podem contar com nós dois para absolutamente tudo... Conseguem nos prometer isso?

- Prometo - Ilan diz mesmo sem entender nada.

- Prometo! - Yasmin e Douglas dizem juntos.

- Eu sempre confio nos dois, eu prometo - Louis diz sorrindo.

- Vocês nos traficam doces desde sempre, vocês tem nossa confiança, e eu prometo - Felipe diz sorrindo.

- Eu já confio mil por cento! Prometo - Naomi diz rindo.

-... - Julie levanta e vai até a tia abraçando ela com lagrimas nos olhos - Eu prometo...

Todos levantam e dão um grande abraço coletivo nos tios que tanto amam. Sim, a vida está perfeitamente calma... Embora os livros não continuem depois do 'Felizes para sempre', dá para sentir que esse pode ser começo de um.

 

 

 


Notas Finais


Obrigada por lerem, a história começa mesmo no proximo capitulo!

Aparência de todos: https://www.wattpad.com/806892390-cap%C3%ADtulos-especiais-de-se-voc%C3%AA-sente-algo-cante

O capitulo está em terceira pessoa, mais eu escrevo em primeira pessoa... Acho que deu para entender ksksksksk

Até o próximo, obrigada por lerem.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...