1. Spirit Fanfics >
  2. Conton candy >
  3. Um dia no parque

História Conton candy - Capítulo 1


Escrita por: gummy__stereo

Capítulo 1 - Um dia no parque


Fanfic / Fanfiction Conton candy - Capítulo 1 - Um dia no parque

• • • 

Reki

"Reki, vamos continuar amanhã certo ?"perguntou o canadense dos olhos cor de céu


" Não" falei desviando de uma pedra 


" Eh, por que não ?"questionou tristonho 


" Toparia ir comigo no parque de diversões amanhã ?"perguntei sorrindo


" pode ser "fizemos uma curva 


" podemos levar os skates"disse animado


" te vejo amanhã" continuou o caminho para a sua casa mas agora com um sorriso interno.


   Saí correndo de minha casa após me despedir de todas as minha irmãs e minha mãe.Pus meu skate no asfalta e comecei a andar com se acompanhasse os ventos de tão leve que me sentia.


   Avistei Langa com uma jardineira jeans clara ,uma blusa azul clara de meia manga , um tênis de cano alto vinho e o skate azul apoiado em sua coxa enquanto mexia no celular preocupado.


— Langa!— chamei-o e logo me olhou surpreso— demorei ?


— sim se atrasou cinco minutos — disse pondo o skate no chão— não importa, vamos ?


— daria mesmo essa honra de andar com o grande Snow?— caçoei dando tapinhas em suas costas — ah, você está bonito hoje


— você também , eu acho — desviou o olhar para baixo e depois começou a impulsionar o skate.


   "eu acho" isso me ofendeu.Tudo bem estava só com a roupa do dia a dia ? Sim. Mas eu acho doeu.


    Continuamos andando para o parque de diversões que Miya comentou esses dias ,ele disse que era muito colorido e que slimes que nem nós deveríamos gostar , simpático como sempre .


   Langa parecia estar com a cabeça nas nuvens,mas toda vez que puxava um assunto ele presta total atenção algo que o diferencia de várias pessoas que eu já conheci ele se importa.


— reki , já estamos chegando?— perguntou meio tenso — essa rua não é muito lisa 


   Realmente era cheia de irregularidades ,pedras e até mesmo buracos fora as pessoas que passavam correndo em nossa frente ,se não fosse por uma árvores ali perto langa teria caído sobre uma criancinha .


— acho que é ali — apontei para um portal colorido que tinha mais a frente e comparei com a foto que Miya me mostrou — é aqui.


— okay, uau...— disse impressionado.


   Era enorme como se tivesse o mesmo tamanho da "S" inteira , com luzes vermelhas e amarelas vibrantes por todos os lados , atrações de barracas, uma montanha russa surreal e carrinhos bate bate .


— vamos ,vamos — arrastei o mesmo para o tiro ao alvo.


— por casal são dois tickets— disse o adolescente espinhento que estava com. o uniforme.


— Ah,não nós, não — me fitou sem graça— você sabe 


— Eu não logo só quero os tickets — disse em tom desanimado.


— Onde podemos trocar ?— perguntei olhando ao redor.


   Ele nos apontou onde ficava a barraca onde troca de dinheiro por tickets.Fomos até lá meio sem graça pelo comentário anterior.Discutimos um pouco sobre quem iria pagar mas no final cada um pagou a sua parte ,os tickets não eram tão caros quanto eu achava.


— bando pedir tickets de comida ?— perguntei secando o o placar de preços.


—vamos pegar um ,por enquanto — olhou o dinheiro em nossas mãos— não é como se a gente podesse pagar


— isso é verdade — dei de ombros .


   Olhei um pouco atrás da barraca enquanto langa comprava os tickets e avistei Adam ,me senti apreensivo na hora sua aura é sinistra mesmo quando está sem sua fantasia estranha.


   Apertei nosso passo para voltar a fila do arremesso , ele me perguntou por que lhe trouxe aqui hoje , é tão estranho eu levar alguém para se divertir sem ser skate.


Tá bom eu me ouvi e foi ridículo.


— porque sim — exclamei arremessando uma bola em um pato de madeira que valia cinco pontos— ganhei 


— porque ? Pelo menos arrume uma desculpa ,como sei lá querer sair comigo ?— arremessou uma bola também e acertando um pato que valia dez pontos.


— passar o tempo sem ser sobre skate , amigos fazem isso não é?— falei com sinceridade e derrubando um pato de quinze pontos .


— Hã, ok eu acredito nisso — revirei os olhos — eu perdi 


— parabéns senhor bandana de dinossauro , escolha seu prêmio— disse o moço da barraca mostrando seu leque de opções


— o urso polar com o lacinho roxo — e assim ele me deu os olhos de Langa cresceram sobre ele.


   Dei língua pra o mesmo —o ursinho era mesmo uma gracinha — mudamos de barraca e fomos para uma de argolas e garrafas na qual eu também ganhei , depois uma de metralhadora de água na qual eu também ganhei.


   Andávamos para todas as barraquinhas ,ele se perdia quase sempre tentando ler alguns kanjis que ele não entendia pedi para ele tentar prestar atenção em meu cabelo e não funcionou e mudamos de método até achar um perfeito. 


   Ele segurou a parte mais baixa de minha camisa por trás e segurou toda vez que íamos em uma multidão de pessoas —me senti em uma espécie de shoujo que Miya lê as vezes — fiquei envergonhado mas mesmo assim continuei curtindo o nosso passeio.


— Ah, vamos em algo que não seja sobre jogos de arremesso— bufou irritado e enrolando os fios azuis .


— okay vamos na montanha russa— disse apontando para a grande trio elétrico e extremamente rápido.


   O canadense estremeceu e se atracou em um dos bichinhos de pelúcia que  Eu ganhei. Eu ri de sua cara de medo e o arrastei para a fila da montanha russa.


   Não vi mas Adam pelo parque, mas é bom sempre ficar de olho Langa sempre se arrisca por um pouco de adrenalina ,é irresponsável ,imprevisível e até mesmo infantil não posso falar muito ,porém o foco não sou eu .


   Estávamos na fila até ouvir um tumulto se aproximando de nós ,reconheci as vozes eram nossos amigos skatistas.


— Ei, pai você é tão grande tem certeza que vai caber no vagão ?— disse Miya com uma blusa de praia de botões e um short jeans preto acompanhado de um chapéu de pescador preto com orelhas de pano verdes neon , bem Miya.


— Já disse para não me chamar de "pai" seu pirralho — exclamou Joe irritado com o menor estava trajado de blusa listrado e calça branca ,parecia ter acabado de sair do trabalho.


— Vocês só me chamam para passar vexame — disse Cherry com um leque dando golpes na cabeça de Joe que desviava ou tentava ,estava com roupas tradicionais que sempre usa e com o cabelo em um coque justo o que era difícil de se ver— Miya não faça esse brutamontes abrir a boca para falar 


— Olha são Langa e Reki — Shadow apontou para nós ,estava com uma blusa branca e calça marrom e o cabelo partindo não meuo seu traje comum.


Langa tomou um susto pois até agora estava brincando com o ursinho de lacinho roxo enquanto encarava o mesmo ,olhou para o grupos surpreso e sem graça com um leve rubor nas bochechas.Fofo.


— que fofo estão saindo — disse Miya e logo levou um revirar de olhos meus — está estiloso Langa


— O-obrigado — disse baixando o olhar


— Reki nem se arruma para sair — Hiromi desdenhou de mim.


— Querem que eu me vista como ?— perguntei bufando .


— moletom ,jeans claro e um jeito no cabelo — sugeriu Miya.


— blusa branca , calça beje e colete xadrez — falou Cherry.


— qualquer coisa menos a roupa de sempre — deu de ombros Hiromi.


   Langa estava com o rosto cada vez mais vermelho ,já estava me preocupando.Hiromi começou a falar algo sobre flores , Joe e Cherry discutiam sobre o preço das coisas aqui e o pior de tudo Miya estava afim de me envergonhar.


— nem nos chamaram , queriam tempo a sós ?— perguntou sugestivo.


— se eu dissesse que sim você pararia — pensei alto até demais — Miya desculpa eu...


—slimes não me incomodam , e você admitiu ,que fofo — riu malicioso e tirou uma foto de nós .


— A montanha russa , vamos logo — langa nos chamou e assim todos fomos nos sentar .


   Joe foi ao lado de Hiromi , Cherry ao lado de langa e eu ao lado de Miya. Ninguém parecia feliz com essa escolha principalmente Langa que me parecia bem desconfortável até o momento era pálido e o rubor ainda permanência em suas bochechas.


   Desviei meu olhar para baixo onde estava o parque, enquanto subimos o trio lentamente, o parque era mesmo grande e já estava ficando tarde ,langa e eu viemos aqui de manhã afinal.


— eu me mostra a foto que você tirou — pedi a Miya enquanto ainda estávamos subindo um monte lentamente.


— está interessado , ok aqui está — me mostrou .


   Langa estava corado e segurando ursinho embaixo de seu queixo e com o braço apoiado em meus ombros . Já eu estava com braços cruzados e olhando para o mesmo ,ficou maneira.


fiuuuu


   O vagão começou a correr em uma velocidade absurda assustando a todos. Hiromi gritava com uma voz nada de acordo com sua aparência bruta ,Joe se abraçou bom Cherry que fazia de tudo para seu óculos não voar, Langa estava sorrindo e abraçando a própria barriga devido os calafrios que os ventos causavam. Miya parecia assustado os olhos arregalados e os dentes rangendo ,tadinho .


— Uhuuuu— gritei em animação


— cale a boca slime !— disse imóvel e aflito.


— AAHHHHH! — gritaram Joe e Cherry quando fizemos uma curva violenta 


— eu quero sair — Shadow disse pouco antes de apagar .


— A nossa carona já era — lamentou se Miya.


— Ei shadow acorda! —Joe gritou — puta merda


— ele morreu ?— perguntou langa depois deu uma gargalhada pela curva que demos .


— não só demaiou , estou cercado de idiotas — lamentou Cherry empurrando Joe .


— gente tem mais uma volta — alertei .


— essa não — disseram todos menos eu,langa e Hiromi que estava desmaiado .


   A montanha russa finalmente acabou ,graças a deus , Joe vomitou e depois fomos comer assina que saímos do brinquedo Hiromi acordou ainda meio banbo mas acordado.Fomos lanchar antes de ir em qualquer outra coisa ,langa foi contra estava interessado no carrossel do parque prometi que só iria uma vez e depois nos encontraríamos com os outros .


— obrigado por vir Reki — disse entregando um ticket para a menina de uniforme do parque .


— você parecia querer mesmo ir aqui ,algum motivo especial?— perguntei   ficando ao lado de um cavalo branco que langa sentou.


— quando eu era pequeno era apaixonado por carrossel ,ia com meu pai toda vez — riu se debruçando sobre o cavalo de plástico.


— bem agora está aqui comigo — sorri com o comentário — e pode ficar com aquele ursinho albino ,eu sei que você gostou dele 


— Sério ?!— seus olhos brilharam em um azul geleira — você é o melhor reki


— é eu sei — ri e quase caí quando o carrossel começou a andar.


— sobe nesse cavalo aqui — apontou para um corcel negro que estava em seu lado — vamos voltar a ser criança juntos ?


— não conte sobre isso para ninguém — estendi um soco para o mesmo que o correspondeu da mesma forma .


—  eu prometo , Reki— sorriu e voltou a caminhar com os olhos pelo parque .


   Langa sempre carregava uma expressão serena e calma como a neve em um dia de inverno , relaxante e confortável ele realmente é Snow. Seus cabelos me lembravam geleiras em uma caverna a pele alva me lembrava a neve que enchia a minha calha quando nevava e por fim os olhos que apesar de serem um simples azul claro  conseguiam ser tão profundos que me sentia perdido quando olhava para os mesmo ,perdido no inverno.


— Ei reki você me ouviu ?— me cutucou .


— Ah, não ,pode repetir ?— perguntei sem graça 


— você gosta de Star Wars ? — pôs uma mecha atrás da orelha .


— nunca vi — admiti simples — são onze filmes 


— acho que não podemos mais ser amigo — fingiu choro — adeus reki 


   E saiu correndo do carrossel, ele já tinha parado a alguns segundos. Procurei o mesmo e o vi abaixado em um canto do parque apoiado em uma parede e abraçado aos próprios joelhos .


   Um moço com ramos de flores e olhos castanhos passou ao meu lado ,perguntei quanto seria pela rosa branca do ramo e ele disse que era de graça a peguei e me aproximei do canadense.Ele se jogou em meu ombro ainda sem falar nada e com as mãos nervosas apertando uma a outra.


— ficou com raiva de mim, se quiser podemos assistir juntos ou sei lá— deitei minha cabeça sobre a dele .


— eu vi o Adam — disse fraco e eu senti meu corpo estremecer— eu só não queria ficar mais lá


—não gosta mais dele? — perguntei com um leve desgosto.


— eu nunca gostei dele !— gritou-me frustado e com o rosto corado de irritação, provavelmente.


—e-ei eu vim aqui para resolver as coisas não brigar mais — cruzei os braços e fiz um beiço de criança.


— desculpa é que eu não gosto do Adam, é só que andar com ele é diferente—gesticulava nervoso— entende?


— é comigo deve ser sem graça ,não é?— apertei o cabo da rosa branca escondida por mim.


— não! reki andar de skate com você é outro nível de incrível é mágico ,como se todas as veias do meu corpo fossem feitas de açúcar e como se eu pudesse viajar para outra dimensão ou algo assim—


    Entreguei lhe a rosa que comprei a pouco , seus olhos azuis estavam em total contraste as bochechas claras que estava com um rubor singelo e inocente enquanto apreciava a doce flor.


— Shadow me disse uma vez — começamos a andar de volta ao grupo— que rosas brancas no Japão servem para representar inocência , devoção e silêncio. Eu amei.


— considere esse uma devoção silenciosa ,posso te dar uma toda vez que quisermos sair assim — tentei fazer arminhas para o mesmo ,mas nossas mãos estavam entrelaçadas, algo que eu não tinha nem me tocado .


   Ele soltou na hora ,senti um frio percorrer o local,pensei um pouco e novamente a agarrei o puxando para a mesa onde nossos amigos estavam.


— que bela flor Langa— disse Shadow.


— realmente ,ganhou de algum fã?— perguntou Miya tomando um milkshake enquanto jogava— ou alguém em específico


—  Miya tem quantos anos mesmo ?— perguntou Joe comendo um sushi— eu demorei anos para pegar a manha


— por isso é tão musculoso ,tentou recompensar a burrice com músculos — Cherry riu cobrindo a boca com o leque .


— sempre você —exclamou Joe e assim voltaram a discutir ,como sempre.


— eles são divorciados?— perguntou Miya pausando o jogo para comer batatinhas .


— provavelmente— Shadow deu de ombros.


— não somos!— gritaram em uníssono e voltaram a discutir e brigar.


— são com certeza — sussurrou Shadow e todos concordamos.


— que fome — langa se debruçou sobre a mesa e parecia mais pálido do que antes.


— alguém pediu dez hambúrguer e cinco milkshakes?— disse uma garçonete de cabelos loiros.


— Sim pela rainha — se inflou novamente gritando um especial grito canadense .


   Devoramos os hambúrgueres e tomamos os milkshakes com toda a velocidade possível , Joe e Cherry finalmente pararam de berrar um com o outro ,quando um grupinho de fãs de Cherry chegou para pedir autógrafo.


— "Cherry-sama ,namore comigo por favor", o que ele tem de tão "Sama"— o de cabelos verdes desdenhou revirando seu rolinho primavera.


— a Carla , beleza , educação, cabelo bonito e não fala tanta merda quanto você — Miya deu de ombros .


— ele também é muito respeitado — completou Hiromi.


— calem a boca — gritou fazendo langa e eu levar um susto.


— elas são tão gentis — disse Cherry retomando ao seu lugar como se tivesse passado por um spar.


— túnel do amor , vamos nesse — Miya disse se levantando e todos nós fomos junto .


   A placa era chamativa em tons de vermelho e rosa choque , vários corações e pares de pessoas com rostos ruborizados, os carrinhos ficavam sobre um pequeno rio e o túnel era escuro ,estou com um mal pressentimento.


— vamos lá — Miya empurrou a todos até os carrinhos que eram para duas pessoas.


   Cherry foi com Joe ,pois o maior o puxou para perto quando viu uma de suas fãs se aproximar do de óculos. Fui com Langa que ainda estava rindo da decoração do lugar, Miya sentou atrás de mim com um garoto aleatório.Já Shadow ficou do lado de fora nos esperando .


— começando — uma moça apertou um botão vermelho, o trilho começou a andar.


   Por um momento estava tudo escuro e logo luzes rosas e leds de coração começaram a piscar , eu realmente detestava aquele brinquedo, olhei para trás e vi uma com os olhos inquietos enquanto conversava algo com o garoto loiro ao seu lado , Joe reclamava baixinho sobre a vida enquanto Cherry observava a decoração do lugar — provavelmente torcendo para que isso acabe logo—.


— isso é tão idiota — comentei bocejando .


—Nem me fale , detestava quando eu era criança meus colegas de escola me forçavam a vir a esse tipo de brinquedo com alguma garota — disser cruzando os braços.


— garotas ? — pensei alto demais ,de novo.—  o-olha aquele anjo


— é um anjo ?Credo já desenhei melhores— disse assustado.


— Oh,sinto muito senhor artista — debochei dando uma cotovelada em seu braço.


— para com isso reki — voltou a olhar o túnel — a flor ! 


— Hã, o que ?— perguntei.


— a flor que você me deu , acho que eu deixei na mesa — disse com desespero.


— langa calma é só uma flor — disse tentando acalma-lo e também me desesperando.


— mas foi um presente reki! É especial para mim — queixou-se aflito .


— acho que posso te dar algo melhor —

• • • 

Narração

O grupo de skatistas saiu do brinquedo animados como sempre.


— até — disse Miya acenando para o garoto com quem dividiu o carrinho.


— quem era ?— perguntou Cherry soltando o cabelos rosado.


— um fã — disse revirando os olhos com as bochechas coradas — pelo menos não era puxa saco.


— você ter fama chega a ser desprezível— reclamou Joe ainda meio sonolento— eu quase dormir lá dentro


— eu percebi — constatou Cherry .


Mais atrás estavam Shadow langa e Reki .


— Langa o que foi ? Machucou sua boca ou algo do tipo ?— Hiromi perguntou .


— N-não , não aconteceu nada — riu sem graça e alcançou os outros — uau..


—  uau o que ?— perguntou reki apoiado no mesmo .


— conton candy — disse em inglês apontando para a barraquinha de algodão doce— fazem anos 


— Shadow pode ir com os outros , langa e eu ainda vamos demorar— 


— Ah ,okay — falou se juntando com os outros que já iam na direção da saída .


   A dupla de skatistas esperaram o amigo ruivo sair de vista para enfim irem na barraca de algodão doce.Reki comprou um branco e outro azul ,langa insistiu em pagar mas o mesmo admitiu que não era nada .


— sabe faz muito tempo que eu não como isso— reki deu de ombros abocanhando mais um pedaço que se desfez em sua boca — delicioso


— eu não comia com muita frequência ,mas minha mãe sempre fazia no dia das crianças — os olhos azuis reluziam — e ainda sim continua com o mesmo sabor 


— de açúcar ?— questionou para o albino.


— não — olhou para o céu já alaranjado — de conforto 


— saquei — deu de ombros e voltou a devorar o doce .


   Terminaram de comer e sem mais tickets para gastar pegaram seus skates e voltaram para suas casas com pequenas corridas e manobras pelas ruas chegaram na casa de reki se despediram rapidamente e sem drama afinal se veriam de novo por aí.

Mas agora com uma pequeno lembrança em mente ,o doce dos lábios um do outro.



Notas Finais


Espero que tenham gostado e até a próxima obra!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...