História Contos de Bruxas - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Descendentes
Personagens Evie, Príncipe Ben
Tags Ação, Amor, Aventura, Bruxas, Descendentes, Ficção, Guerra, Magia, Mistério, Moana, Princesas, Romance, Sobrenatural
Visualizações 11
Palavras 755
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Fantasia, Ficção, Ficção Adolescente, Luta, Magia, Mistério, Saga, Sobrenatural, Survival, Universo Alternativo
Avisos: Bissexualidade, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Intersexualidade (G!P), Linguagem Imprópria, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Por favor a quem ler, é a primeira vez que eu realmente posto algo aqui, então se vocês gostarem me digão por favor!!!!! Eu também aceito críticas e quero saber se devo continuar...

Capítulo 1 - Sinopse:::


Fanfic / Fanfiction Contos de Bruxas - Capítulo 1 - Sinopse:::

A guerra da noite, como o povo de Auradon chamou, teve seu fim após três longos anos de batalhas árduas contra os vilões, que foram libertos da ilha dos perdidos por Hades, o Deus dos mortos, e Uma, a filha de Úrsula, a bruxa mais poderosa de todos os oceanos; a guerra foi trágica, Auradon foi devastada, o povo apelidou a guerra como “a guerra da noite” por conta da maldição lançada por Malévola, a fada má, as trevas cobriram todo o céu de Auradon impedindo que a luz entrasse, nos desertos ao sul, no reino de Aladin e Jasmine, Jafar também lançou uma praga sobre a terra escura, ele criou vermes de areia gigantescos que devastaram todo o reino, as cidades costeiras foram consumidas pela fúria de Úrsula e Uma, que devastaram tudo com seus Tsunamis, Uma destruiu toda a frota marítima com seus monstros abissais.

em uma dessas inúmeras batalhas, minha noiva se foi, Mal, a garota mais problemática e mais corajosa que eu já conheci, ela se sacrificou para me salvar, entrou luta contra a rainha má, ela lutou bravamente mais sabia que não iria conseguir vencer, não nas condições em que se encontrava, cansada ferida, com uma de suas asas de dragão arrancadas por Uma em uma das batalhas para proteger a frota marítima, ela não conseguiu voar quando foi jogada da torre mais alta do castelo da Branca de Neve, seus poderes falharam e seu corpo se chocou com um baque abafado no chão do jardim de rosas vermelhas, aquele foi sem dúvidas o pior dia da minha vida até agora, e eu nem pude me despedir, ela morreu para me salvar porque tinha fé que eu subiria ao trono de Auradon novamente e daria um fim a essa guerra, e mesmo assim eu nem pude agradecer, eu nem pude me despedir, eu só corri, e chorei, mas não fui capaz de olhar para trás.

Naquele dia eu fui derrotado, e a era dos bons monarcas do reino de Auradon caíram, e os vilões deram um jeito de nunca mais sair do poder, Malévola ordenou que todos os príncipes e princesas herdeiros dos tronos fossem decapitados, juntamente com todos os monarcas sobreviventes; ela me obrigou a assistir tudo, para poder se vingar de mim, por não ter sido eu a morrer no lugar de sua única filha; eu vi eu vi todos eles serem decapitados e suas cabeças serem empaladas em lanças, que foram expostas por todos os cantos, vi ela condenar a fada madrinha a um destino cruel, presa em uma dimensão perdida de pura maldade.

Mas a guerra não terminou com isso, o bem mais uma vez ganhou do mal, nós ganhamos a guerra não graças a mim que fui um rei fraco, mas graças a Moana, e o exército de navegantes, ela dominou os mares e consegui dar um fim em Uma e Úrsula com a ajuda de Techfit, a Deusa da natureza, Zeus e os demais deuses desceram do olimpo e duelaram arduamente contra Hades e seu exército de mortos vivos, Hades foi derrotado e aprisionado junto com a Rainha má e Malévola no submundo, Moana mais uma vez se superou ao derrotar Jafar e os demais vilões, ela assumiu o comando do que restou do exército real, e fez uma aliança com os mercenários da floresta de Sherwood, a guerra acabou dias depois quando os desertos foram inundados pela fúria de Moana, Jafar foi derrotado e seus malditos vermes gigantes foram mortos, os vilões restantes foram exilados para a terra da tempestade, um lugar frio e sem vida ao leste, onde o chão é coberto de pedras vulcânicas e chove todos os dias, onde o sol nunca brilha.

No fim de tudo os dois monarcas de sangue real restantes eram eu e Moana, e eu não queria mais nada, eu não queria mais viver, eu não suportava a vergonha de ser o rei caído, então eu renunciei a coroa, Auradon agora não teria mais um rei Ben, mas teriam uma rainha, semanas após o fim da guerra Moana subiu ao trono e eu a coroei Rainha de todos os reinos, então Auradon começou a se reerguer com o reinado de uma nova monarca.

Mas existe uma que se perdeu em meio a guerra, ela caiu no poço de Gizelle que um local que muitos acreditam ser um portal para outras dimensões, eu não posso ser esse covarde para sempre, eu não quero mais ser o rei caído, eu vou atrás dela, eu vou encontrar Evie, onde ela estiver.   




     


Notas Finais


Como eu disse me deem um retorno, Please...


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...