1. Spirit Fanfics >
  2. Contos de Taehyung >
  3. Pintura(Vmim)

História Contos de Taehyung - Capítulo 1


Escrita por:


Notas do Autor


Ola tudo bem??

Então trouxe algo um pouco diferente tomare que gostem, não sou muito boa com esse tipo de coisa mais como fui desafiada pela @Nanamu_kp acabei fazendo ksksksk.

BOA LEITURA ANJOS👄👄🖤🖤

Capítulo 1 - Pintura(Vmim)


Fanfic / Fanfiction Contos de Taehyung - Capítulo 1 - Pintura(Vmim)

Taehyung estava sozinho. nesse mundo de trevas cheia de desilusões.


Foi sem aviso que seu mundo foi quebrado. 


Como ele deveria saber que  isso iria acontecer.


Como deveria saber...


-Hey Jimin -Taehyung olhou para seu amigo, Jimin. -Me passe o azul da centáurea.- Taehyung perguntou sem tirar os olhos da grande tela em que estava pintando.


Jimin assentiu e fez o que foi designado, entregando-lhe a tinta azul arroxeada. Taehyung deu um rápido sorriso para ele antes de aplicar cuidadosamente a tinta na tela de vez enquando ele escorria um pouco de tinta em seu casaco bege, mas ele não parecia se importar logo ele terminou ele havia feito um belo retrato de sua mãe, que havia perdido vários anos atrás. 


Me sinto tão só sem você.


Ele havia decidido pintá-la usando um lindo vestido branco, cortado logo acima dos tornozelos os cabelos escuros caíam sobre os ombros e os olhos eram de uma belo violeta para representar a predra mais rara de todas, o presente que deus lhe deu, a visão das pinturas, olhos tão escuros, incríveis que podem fazer qualquer um se apaixonar por eles.


Embora sua mãe não tivesse esse presente, ela tinha os olhos mais bonitos quando criança, Taehyung apenas olhava para eles o tempo todo apenas de ser colocado no olhar de sua mãe o fazia se sentir quente e seguro, não importa o quão assustado ele estivesse. 


Ele suspirou e enxugou as pequenas lágrimas que se formavam nos cantos dos olhos escuros Jimin esfregou suas costas.


-Você deve sentir falta dela, não sente- ele perguntou Taehyung assentiu.


-Todo maldito dia …- então ele olhou para Jimin, sorriu com lágrimas nos olhos.

-Mas pelo menos eu ainda tenho você.- Jimin riu baixinho e beijou a testa de seu melhore amigo.


-É claro que sim, prometi que sempre estaria aqui, não estaria?- concordou com mandar de cabeça.


Taehyung se levantou e inspecionou sua pintura ele bateu palmas com satisfação.


-Este é o melhor feito em meses-. Jimin assentiu.


-sim.-


______________________________________


Taehyung estava sentado em frente a uma tela em branco assim como ele fazia na última 04horas por alguma razão, ele não sabia o que pintar. 


Ele sempre sabia o que pintar.


Ele tentou pintar uma flor, mas sua mão tremia.


Ele  tentou pintar seu melhor amigo Jimin, mas ele não conseguiu fazer os detalhes.


-O que está acontecendo...?- ele murmurou várias vezes ele não sabia o que fazer, então ele chamou Jimin, lágrimas se formaram em seus olhos enquanto o telefone tocava nas primeiras 3 tentativas ele não atendeu.

-Por favor Jimin a-atende.- Tremeu com o celular em mãos tentando novamente.


Uma dor tomou seu peito.


Então jimin finalmente atendeu.


-..ch-chim- ele choramingou


-Ei Tae! Desculpa eu não espere... aconteceu alguma coisa?.- seu tom estava preocupad o a tristeza e o pânico na voz do Taehyung aquilo tinha o abalado.


-Tae!.- ele podia ouvir Taehyung respirando pesadamente através da linha.-Acalma Tae, me diga o que há de errado-


Doia tanto Por que isso agora.


Taehyung quebrou o silêncio, soluçando pesadamente.


Ele só conseguiu sufocar duas palavras.


-c-cant paint .. - Jimin ficou em silêncio por um segundo antes de soltar uma risada de pânico.


-Calma Tae, é claro que você pode pintar .. esse é o seu "presente", não é ..?-


Por que fui ganha esse presente?.


Taehyung apenas começou a chorar mais. 


-m-minha mãe .. eu pinto minha m-mãe …-


Por que você me deu esse presente?.


Jimin teve que segurar as lágrimas, ouvindo a dor de seus melhores amigos era de partir seu coração, sabia o quanto seu amigo sofreu com a perda da senhora Choi.


-Vai ficar tudo bem ... nós vamos superar isso, sim?-


Será que vamos mesmo superar isso?.


Taehyung forçou um sorriso e assentiu, lágrimas ainda escorrendo por suas bochechas.


A solidão desse presente está me machucando.


-ok, cara.-Então ele desligou.


Por que você me deu esse presente mãe?.

Sinto tanto sua falta, meu futuro eu...


Notas Finais


Então??????


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...