História Contos de uma História Não Contada - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Romance, Shinigami, Violencia, Yaoi
Visualizações 2
Palavras 620
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), LGBT, Mistério, Sobrenatural, Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 1 - A Jornada


∆Começo∆

*Entra no bar e senta no balcão*
[Tocando It's Raining Somewhere Else]
R:O de sempre por favor
*Diz ele deitando a cabeça no balcão*
S: Você, sendo quem é e quem foi, nao se preocupa em manter sua postura?
*Diz ela servindo-o saquê*
R:Haha....verdade né? Eu sou....mas de que adianta? Em uma espelunca como essa vc acha que adianta de algo eu manter minha postura?
*Diz ele tomando um gole do saquê*
S:Ei! Olha como fala do meu bar, é o melhor que você irá encontrar
*Diz ela dando um soco na cabeça dele*
R:Ai porra, olha a violência
*Diz ele terminando o saquê*
S:O que!? Vc reclamando de um soco desses?
*Diz ela rindo*
R:Vai se ferrar!
Hehe, vc não mudou, continua a mesma de dois anos
*Diz ele sorrindo*
S:E vc está pior do que antes. Pelo visto parece que não teve sucesso em sua busca
*Diz ela terminando de lavar a louça*
R:Minha situação não é fácil, não há atalhos
*Diz ele olhando para a mesa de madeira bruta meio velha mas bem cuidada*
S:E o que pretende fazer?
R:Continuar, não tenho outra opção, preciso encontrá-la a todo custo
S:E você não pode mostrar quem é?
R: Você sabe que não, isso só traria mais problemas do que ja tenho
*Diz ele suspirando pesado*
S:Verdade, bem vamos para os fundos já está na hora de fechar
*Diz ela trancando o Bar*
S:Tem muito que o me contar
R:Me dê outra garrafa de saquê que conto tudo
S:Besta
*Diz ela entregando a garrafa*
R:Bem, vamos lá
*Diz ele bebendo*
*Senta na mesa da sala observando o figo de uma vela que está em cima da mesa*
S:*Senta na frente dele*
R:*Toma um gole de saquê e suspira*
Não consegui muita coisa de útil nesses dois anos, mais do mesmo, pistas vagas, boatos, nada que eu já não soubesse.
Consegui algumas coisas para ajudar a manter meu corpo bem por mais tempo.
*Suspira*
Mas parece que quanto mais eu procuro, mais fico longe disso.....mas estou pensando em outros métodos para conseguir encontrá-los
S:E como vai fazer?
R:Vou dominar os fornecedores de matéria prima, assim quem sabe eu possa achá-los
*Diz ele com um olhar meio distante*
S:Mas como vc faria isso? A máfia que está em volta disso é como um exército, e não da prs simplesmente entrar sem ser recomendado
R:Vou dar um jeito, talvez mostrar um pouco do que sou capaz
S:Cuidado, um passo em falso e tudo vai por água abaixo
R:Sim, eu sei
S:Passe a noite aqui, vc tá acabado
R: Você? Me oferecendo um quarto?
S:Claro, ninguém limpa o bar como você
R:humpf, já devia saber, mas obrigado mesmo assim
S: Não me agradeça idiota, você que tá me devendo
R: Você não vai esquecer disso né?
S:Óbvio que não
R:Tudo bem, não sei se vou poder pagar tão cedo mesmo ksksks
*Leva outro soco*
Esse foi mais forte!
S:Hehe, mas anda logo, me conte tudo
*Story pega uma garrafa de saquê e dá mais um gole*
R:Bem, dessa vez fui através de uma pista que consegui, soube que alguém estava contratando para testes de medicamentos pesados e que pagaria bem para as cobaias. Mas não poderia ser eles, e acabei me metendo em mais confusão, hehehe, quase me pegaram, na vdd me capturaram e me torturaram, mas não foi tão ruim, a torturas dos humanos é fichinha se comparar a tortura de lá.
Mas escapei deles, bando de amadores, só fixeram eu perder tempo, e isso me custou um ano, desde então eu fiquei procurando pistas e rumores, mas não achei nada.
E vc? Conseguiu algo?
S:Sim, mas nada muito certo
Há humores restos mortais aparecendo nos riachos
R:Acha que vale a pena ver?
S:Sim
R:Quando?
S: Amanhã a noite, até lá...
R:Descanse?
S: Não. Até lá vá arrumar o bar pra amanhã depois disso vc dorme
R:Sou seu empregado por acaso?
S:Sim, e TB é alguém que não quer ficar me devendo
R:Vai se catar
*Diz ele pegando a vassoura e a pá*
Farei pq sou um bom amigo
S: Atá sei.

Notas Finais


Esta é só uma parte, já tenho outras prontas
Qualquer dúvida podem perguntar que responderei com prazer


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...