História Contos Eróticos - SoonHoon - Capítulo 3


Escrita por: e Nana_Wonbin

Postado
Categorias Seventeen
Personagens Boo Seungkwan, Hansol "Vernon" Chwe, Hong Jisoo "Joshua", Junghan "Jeonghan", Lee Jihun "Woozi", Personagens Originais, Seungcheol "S.Coups", Soonyoung "Hoshi"
Tags Jeongcheol, Soonhoon, Verkwan
Visualizações 91
Palavras 1.524
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Lemon, Romance e Novela, Shonen-Ai, Yaoi (Gay)
Avisos: Bissexualidade, Gravidez Masculina (MPreg), Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oi meus fofonildos! Bom dia com mais um capítulo, desculpa se não agradou muitos, a tarde vai ter mais um.

Boa leitura💙

Comentem e favoritem, por favor.

Capítulo 3 - Não existe lugar pra uma boa foda!


Fanfic / Fanfiction Contos Eróticos - SoonHoon - Capítulo 3 - Não existe lugar pra uma boa foda!

Palavras cruas

Jihoon : 17 anos

Hoshi : 18 anos

Sexo na escola

Hoshi

Ninguém gosta de aula de filosofia nas sextas, a professora era uma mulher de voz irritante, não era nada simpática e não sabia dar aula.

O bom era que já eram os últimos horários, logo logo eu sairia e veria meu ficante, Jihoon, ultimamente ele andava estressado mas era por causa das provas.

- Então senhor Soonyoung, pretende pelo menos ganhar um boquete?

Jun disse enquanto beijava a bochecha do namorado que estava preocupado em comer o seu salgadinho.

- Huh! Talvez eu ganhe um boquete e talvez quem sabe ele vá pra minha casa.

Disse sorrindo e logo o sinal bateu e eu dei graças a deus, vi Jihoon passando com o fone em seus ouvidos, com certeza ouvia Oneus, ele é completamente apaixonado por esse grupo.

Sorri de canto e fui atrás dele, com certeza ele estava indo para onde marcamos para ficamos durante o final das aulas, sempre ficam uns alunos por causa dos projetos extracurriculares, mas aí eu vi ele passar direto pela biblioteca e ir para o portão.

- O que ele vai fazer?

Me perguntei vendo olhar na tela do celular e ajeitar os cabelos e ver se tinha alguma sujeira nos dentes.

Logo ele sumiu da minha visão no meio daquele monte de monte de adolescentes chatos. Assim que cheguei no lado de fora vi Jihoon junto com um homem mais velho, no máximo vinte e cinco anos, os dois estavam sorrindo, no começo eu achei que fossem só amigos, mas aí o homem beijou Jihoon, ah... Aquilo me deixou um tanto constrangido, a maioria dos alunos sabia que eu e Jihoon sempre ficamos quando pode e eles verem que ele tem um namorado, foi tipo... Dizer que eu fui traído? Mesmo sendo apenas só um fica.

Eu tentei disfarçar indo conversar com Mingyu e Junhui mais minha visão estava em Jihoon, ele já tinha me visto, eu fingi que estava olhando o garoto novato do primeiro ano, eu estava surpreso, Jihoon namorava e ainda por cima um cara mais velho, ainda por cima fumava.

Vi Jihoon olhar no relógio em seu pulso e olhar para o homem novamente. Logo os dois deram mais dois beijos e se despediram, Jihoon vinha em minha direção mascando um chiclete, talvez fosse para disfarçar o gosto de cigarro na boca.

- Soony, vamos.

Ele disse guardando o celular no bolso e pegou minha mão enquanto olhava para Mingyu e Junhui mascando o chiclete igual aquelas patricinhas de filme.- Sinto muito garotos, Soonyoung tem compromisso.

Ele disse me puxando para dentro da escola novamente, ele aproveitou que estávamos perto do banheiro e me empurrou para dentro, ele me prensou na parede e beijou meu pescoço.

- Eu sei o que você viu, vamos esquecer isso, huh?

Ele disse levando a mão até o botão da minha calça, ele abriu meu jeans e colocou a mão dentro da minha cueca.

- Vamos Sonny.

Ele me puxou para a última cabine, era a única com tranca.

- Vamos Soonyoung, chega de só beijar, eu quero te chupar.

Jihoon disse me empurrando me fazendo sentar no sanitário, ele puxou minha calça até meus joelhos e fez o mesmo com minha cueca, eu pensei que ele iria me provocar antes, mas ele pegou meu membro e lambeu minha glande e fez isso umas três vezes, isso estava ótimo, eu já estava excitado e ele só me deixou mais duro ainda lambem a glande desse jeito.

- Vai querer o que, meu bem? Vai querer leitinho nessa boquinha gostosa?

Perguntei sorrindo safado e segurei seu queixo dando um selinho nele, Jihoon levantou um pouco mais minha camiseta e colocou minha glande na boca e sugou com força me fazendo arfar.

- Vai gozar amor, mas vai ser no meu rosto.

Ele disse baixando a própria calça, tirando completamente e sentando em meu colo, ele ainda fez questão de quicar em mim enquanto tirava minha camisa.

- Vamos brincar um pouco mais.

Ele disse começando a rebolar enquanto beijava meu pescoço e arranhava meu abdômen.

- Jihoon...

Sussurrei quando ele rebolou um pouco mais rápido estava ficando com mais tesão ainda, Jihoon sorriu e levantou do meu colo virando de costas para pegar algo no bolso da sua calça, quando ele agachou para mexer em sua calça, pude ouvir o barulho de alguns garotos no banheiro, eram risadas, Jihoon levantou e virou o rosto sorrindo de canto.

- Não pode gemer, amor.

Ele sussurrou sentando em meu colo novamente dessa vez de costas e começou a movimentar o quadril, para frente e para trás.

- Jihoon você está fodido comigo.

Disse baixo segurando sua cintura e o fazendo ir mais rápido, ele ainda estava de cueca e isso estava me irritando. Fiz ele se apoiar nos joelhos e tirei minha camisa, logo os garotos foram embora.

- Eu quero que você me foda com força Soony-ah...

Ele disse manhoso e arrastado levantando do meu colo ainda de costas, eu sorri ao ver a mancha do meu pré gozo em sua cueca.

Segurei seus braços e o fiz ajoelhar virado para mim.

- Me chupa logo.

Disse o fazendo abrir a boca, puxei seu rosto para mais perto e levei meu pau até sua boca. Jihoon era ótimo em fazer oral, ele provocava ao máximo.

Fechei os olhos e mordi o lábio quando senti ele raspar os dentes de leve em meu pau.

- Hyung, você está tão duro... É tão bom sentir seu pau pulsando na minha boca...

Ele disse com a voz manhosa, ele lambeu meu pau dos testículos até a glande. Ele ficou um bom tempo só chupando a glande e logo ele a soltou e fez um barulho de "pop"

- Goza no meu rosto, Soony-ah...

Ele sorriu me masturbando com rapidez, ele apertou um pouco meu membro em sua mão e me masturbou devagar.

Tirei sua mão e me masturbei rápido e segurei seu queixo o fazendo ficar mais próximo do meu pau.

Cheguei ao meu ápice sujando suas bochechas, nariz.

- Hyung... Agora vai me foder bem gostoso não é?

Ele estava falando todo manhoso enquanto pegava a camisinha no bolso da sua calça, ele abriu e colocou na boca, ele me olhou com pura malícia e luxuria e segurou meu membro que ainda estava duro.

- Estava com seu namorado, meu bem, porquê não foi foder com ele? Aquele cara não te satisfaz como eu?

Perguntei vendo ele aproximar o rosto do meu pau e segurar novamente levando até os lábios.

Quase que ele não consegue colocar a camisinha.

- Seungcheol pensa que eu sou de vidro, ele gosta se transar todo carinhoso.

Ele disse levantando e me beijou um tanto enquanto me fazia levantar novamente.

- E eu gosto de foder com força, eu gosto de transar em lugares inusitados, e só você realiza todos os meus fetiches, meu bem.

Ele disse virando de costas e empinando a bunda, Jihoon era um safado quando queria.

Sorri e dei um tapa na sua coxa e outro em sua bunda.

- Quer dizer que aquele cara não te faz gemer igual puta que nem como eu faço.

Disse segurando sua cintura e simulei uma estocada forte o fazendo arfar.

Sorri e fiz a mesma coisa duas vezes.

- Não pode gemer, babe.

Sussurrei mordendo seu pescoço, esfreguei meu membro em sua entrada e ouvi ele grunhir fechando as mãos com força.

- Mete logo Soonyoung!

Ele disse alto e levei minha mão esquerda até sua boca, o fiz deitar a cabeça em meu ombro.

- Quem dá as ordens sou eu gatinho.

Disse o penetrando de uma vez vendo ele fechar os olhos com força, mesmo ele sendo todo mandão e pervertido ele ainda era sensível, mas ele amava quando eu metia de uma vez sem dó.

Eu estocava forte segurando sua cintura, Jihoon gemia abafado por causa da minha mão, toda vez que Jihoon gemia mais alto eu me movia devagar e mordia seu pescoço.

- Soony-ah... Vai mais rápido...

Ele disse depois de tirar a minha mão do seu rosto. Soltei uma risada abafada pelo seu pescoço e levei minha mãe até seu membro até agora esquecido e o masturbei rápido.

- Me diga Hoonie... Seu namorado te faz gemer assim? Te deixa com as pernas bambas? Ele te marca desse jeito?

A cada pergunta eu estocava com mais força e rapidez o fazendo gemer mais alto. As pessoas que até mesmo passavam em frente ao banheiro deviam estar ouvindo ele gemer alto daquele jeito.

- Não... Ah! Seungcheol não faz nem a metade... Hyung eu vou...

Jihoon estava uma bagunça, ele estava literalmente babando de tanto prazer.

Não demorou muito para ele gozar na minha mão sujando até mesmo a parede da cabine.

Em mais alguns movimentos eu cheguei ao meu ápice mordendo o ombro de Jihoon ouvindo ele gemer baixo, talvez pela dor ou então porque eu o estoquei mais uma vez e ele ainda estava sensível.

- Soony, vamos de novo?

Ele perguntou virando para mim e abraçando meu pescoço.

- Aqui? Não vamos pra minha casa.

- Hoshi hyung, não existe lugar pra uma boa foda!

💙



Notas Finais


Me desculpem a demora para atualizar, eu fiquei ocupada com algumas coisas na escola e eu tive também alguns problemas com algumas alergias.

Prometo que logo logo eu posto o próximo capítulo.

OBS: Podem dar uma idéia para um capítulo de vez em quando.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...