História Contos eróticos - Capítulo 35


Escrita por: e sofia1343

Postado
Categorias Alycia Debnam-Carey, Amanda Seyfried, Anahí, Andrew Garfield, Angelique Boyer, Ashley Benson, Ashley Tisdale, Avril Lavigne, Backstreet Boys, Bella Thorne, Beyoncé, Britney Spears, Camila Cabello, Christina Aguilera, Demi Lovato, Dua Lipa, Dulce María, Eliza Taylor-Cotter, Emma Roberts, Faking It, Fifth Harmony, Girls' Generation, Halsey, Harry Styles, Hayley Kiyoko, Hora de Aventura, Ian Somerhalder, Jared Leto, Jennifer Hudson, Jennifer Morrison, Katie McGrath, La Casa de Papel, Lady Gaga, Lana Parrilla, Liam Payne, Lip Service, Little Mix, Louis Tomlinson, Lucy Hale, Madonna, Maite Perroni, Margot Robbie, Maria Gadú, Marie Avgeropoulos, Melissa Benoist, Once Upon a Time, Orange Is the New Black, Orphan Black, Selena Gomez, Supergirl
Personagens Alex Danvers, Alex Vause, Ally Brooke, Alycia Debnam-Carey, Amanda Seyfried, Amy Raudenfeld, Anahí, Andrew Garfield, Angelique Boyer, Ashley Benson, Ashley Tisdale, Avril Lavigne, Bella Thorne, Beyoncé, Britney Spears, Camila Cabello, Cat Grant, Christina Aguilera, Cosima Niehaus, Demi Lovato, Dinah Jane Hansen, Dra. Delphine Cormier, Dua Lipa, Dulce Maria, Eliza Taylor-Cotter, Emma Roberts, Emma Swan, Halsey, Harry Styles, Hayley Kiyoko, Ian Somerhalder, Jared Leto, Jennifer Hudson, Jennifer Morrison, Kara Zor-El (Supergirl), Karma Ashcroft, Katie McGrath, Lady Gaga, Lana Parrilla, Lauren Jauregui, Lena Luthor, Liam Payne, Louis Tomlinson, Luan Santana, Lucy Hale, Madonna, Maggie Sawyer, Maite Perroni, Marceline, Margot Robbie, Maria Gadú, Marie Avgeropoulos, Melissa Benoist, Nairobi, Nick Carter, Normani Hamilton, Personagens Originais, Piper Chapman, Princesa Jujuba, Regina Mills (Rainha Malvada), Selena Gomez, Taeyeon, Tiffany, Tókyo
Tags Camila Cabello, Camila G!p, Camren, Camren G!p, Contos Eróticos, Demi Lovato, Emma Swan, Emma Swan G!p, Harry Styles, Kara, Larry, Lauren G!p, Lauren Jauregui, Lena Luthor, Limantha, Regina Mills, Regina Mills G!p, Selena Gomes, Semi, Surpecorp, Swanqueen
Visualizações 945
Palavras 1.457
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Esporte, Famí­lia, Fantasia, FemmeSlash, Festa, Ficção, Ficção Adolescente, Ficção Científica, Hentai, Lemon, LGBT, Literatura Feminina, Magia, Orange, Policial, Romance e Novela, Saga, Sci-Fi, Shoujo (Romântico), Slash, Universo Alternativo, Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Intersexualidade (G!P), Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Transsexualidade, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Espero que gostem e uma boa leitura pra todos.

Capítulo 35 - Voltando para casa Parte 2 Camren LaurenG!P


POV Camila

Não acredito no que acabei de fazer com uma estranha e pior sendo intersexual, não que eu tenha algo contra pelo contrário, só que não sou chegada em garotas intersexuais, mas com ela foi diferente, como eu poderia descrever em palavras, uma atração devastadora logo de cara, assim que os meus olhos se encontraram com os delas era como se eu fosse a gazolina e ela fosse o fosforo que a cada passo que ela dava em minha direção fazia eu querer queimar todo o fogo que eu estava sentindo diante de uma mulher tão gostosa como ela.

Mas ai ela abriu a boca me deixando totalmente confusa e aerea com o que ela dizia, pois ela pensou pela posição em que eu me encontrava eu iria cometer suícidio, bom não nego que a posiçãp que eu estava para pegar a lente da minha câmera era bastante sugestiva, com certeza suícidio não era uma dessas sugestões, mas como ela ficava cada vez uma tentação para mim resolvi não interrompe-la para ver até onde ela iria para querer me salvar supostamente já que nunca se passou pela me cabeça essa ideia.

E quando ela falou que faria qualquer coisa paea me ajudar a resolver seja qual for o meu problema, não conseguir conter todos os pensamentos maliciosos que surgiram na minha mente naquele instante, então resistir mais os meus desejos, e chupei ela com vontade como nunca chupei ninguém na minha vida antes como ela.

É engraçado que naquele momento não pensei nem por um segundo na sua infeliz história que a trouxe de volta para Miami, só espero que ela não tenha pensando que eu a chupei para consolar ela, nem por um instante isso passou pela a minha cabeça, pelo o contrário pois muitas coisas se passaram na minha cabeça, tipo o que poderiamos ter feito naquele lugar reservado.

Eu tive que controlar os meus impulsos naquele momento se não estava dando pra ela de todas as maneiras possíveis e impossíveis, como uma idiota colocou chifres nela dessa forma tão covarde, e ela não fez nada além peder a cabeça e ofender o cretino de seu ex chefe, mas melhor pra mim que tive o prazer de conhecer-la da forma mais gostosa que nos conhecermos.

Eu só me contive porque hoje os senhores Jauregui vão oferecer um jantar especial para a filha mais velha deles, e como eu e o Danny fomos convidados para o jantar não podiamos recusar o depois de todo hospitalidade que nos deram.

E só de pensar na senhorita de pau grande um sorriso se faz no meu rosto e um fogo me sobe o meu corpo todo, que inevitavel não me masturbar pensando nela, e ao mesmo tempo me sinto uma idiota por não ter lhe pedido o seu o número de telefone, e agora estariamos trocando mensagens safadas e nos tocando ouvindo o gemido uma da outra, penso me jogando na macia cama do quarto que foi da filha do senhor Mike grande amigo do meu pai, que foi super gentil em alugar o antigo quarto de sua filha para e mim e Danny o meu melhor amigo e namorado falso, já que ele é gay, mas não é assumido, pois se ele tivesse contando para a sua familia com certeza seria sinal para o fim do mundo, por isso estou fingindo que sou a sua namorada.

Sem pensar muito levo a minha mão até a barra do meu shors abro o botão, desço o ziper e enfio a minha mão para dentro da minha calcinha que estar enxarcada só de pensar nela e os seus deliciosos gemidos enquanto eu chupava aquela rola gostosa, começo a esfregar o meu clitóris enquanto a minha outra mão eu massageava um dos meus seios, não demorou nem cinco minutos e eu já gozava em meus dedos gemendo o seu nome.

-Lauren... Lauren...

E neste momento eu me lembrei do nome da filha mais velha do senhor Mike, que é concidência ou não Lauren Jauregui, pois agora me lembro que Denny me contou um dos motivos da filha do senhor Mike ter voltado para Miami era que ela tinha perdido o emprego dentre outras coisas, neste momento num pulo me levanto da cama dizendo.

-Puta que pariu eu chupei a filha do senhor Jauregui!

-Como é sua doida?

Danny adentra o quarto sem bater na porta e como eu havia esquecido de trancar a mesma, ele olha pra mim dos pés a cabeça sorri malicioso fechando a porta e diz.

-Mila pode me contar tudinha dessa história de que você chupou a filha mais velha do nosso anfitrião.

-E não me esconda nada.

Eu ajeito o meu shorts e sento na cama contando tudo que havia acontecido quando fui naquele lugar onde um casal havia nos contado do lugar, então fiquei tão curiosa e intusiasmada para conhecer o lugar que não pensei duas vezes em ir ao tal lugar sozinha já que Danny não pode ir comigo, pois estava ocupado com alguma coisa que eu desconheço e não me importei muito em saber.

Danny fica de queixo caido com o meu relato e doido pra saber quantos centimentros o pênis de Lauren tem de tamanho.

-Aí nem vem ela já tem dona tá.

-Hummm possessiva só estou brincando.

-Acho bom viu.

-Olha eu gosto muito o que ela tem no meio das pernas, mas eu não troco por nada um homem musculoso de peitoral bem definido, mesmo que o seu pênis não seja tão grande sua engulosa.

-Há, há, há olha quem fala.

Falo tacando o travesseiro nele, que desvia rindo da minha cara, então deixo ele pra lá para tomar um belo banho relaxante para encontrar com Lauren no seu jantar especial, e terminar o que começamos, corro para o banheiro e expulsando Danny para fora do quarto, pois quero me prepara toda pra ela, pois essa noite ela não me escapa.

POV Lauren

Estava tão extasiada pelo ocorrido que não estava sentindo tanto os arranhões arderem tantos, e assim que cheguei em casa deixei a bike de Chris em qualquer lugar e adentrei em casa a minha mãe deu um gritinho de susto ao ver o meu estado, então ela perguntou o que houve, é claro que eu omiti a parte de ter sido chupada por uma estranha que eu achava que ia se matar, eu apenas disse que como estava fora de formar cair com a bicicleta de Chris.

E neste momento o meu queixo cai mais ainda do que havia caido quando vi Camila naquela posição dos imfernos, e agora vejo a mesma enrolada apenas numa toalha branca que faz o meu amigo ressugir dos mortos numa velocidade da luz, e eu sou obrigada a dar um pequeno soco no meu amigão, que imediatente inventei a desculpa que o meu joelho ralado estava doendo muito quando a minha mãe veio ao meu encontro para saber o que estava acontecendo comigo.

Então ela pede para Camila ficar comigo enquanto ela vai pegar o kit dos primeiros socorros para fazer alguns curativos, e ela senta do meu lado toda provocativa sem dó, ela aperta a minha coxa bem perto da minha virilha me deixando completamente excitada, então ela fala no meu ouvido.

-Nossa não esperava tão cedo receber o oral que você estar me devendo.

Ela fala sorrindo maliciosa pra mim e aproveita e aperta o meu pau por cima da minha bermuda me deixando doida de tesão, então eu lhe questiono sem entender o que ela estar fazendo aqui na casa dos meus pais então eu respondo por ela.

-Espera você é a tal hóspede vinda de Cuba que o meu pai alugou o meu quarto?

-Bingo! —A denônia fala tentando morde a ponta da minha orelha quando me levanto bruscamente fazendo ela olhar confusa pra mim.

-O que foi?

-É que eu acabo de me lembra que o meu pai também disse que alugou o meu quarto para um casal.

-Eu não acredito que a gente fez o que eu estou pensando.

-Lauren não é nada disso que você estar pensando.

Ela fala se levantando vindo em minha direção que faço questão de me afastar ainda mais dela, quando de repente um cara adentra a sala perguntando algo pra ela, que não fiz questão de prestar a atenção.

-Mila você viu o meu barbeador?

-Ah desculpe não eu quis... É?

-Tudo bem eu já estava de saida mesmo.

Falo olhando pra Camila com uma expressão de decepção e eu diria de nojo dela, pois ela traiu o namorado, noivo ou seja lá o que for comigo, logo comigo que acabei de passar por uma situação semelhante, subo para o quarto do Chris sem deixar ela falar nada, pois ela tentou vir atrás de mim, que acabei encontrando a minha mãe e inventei outra mentira dizendo que estava apertada para usar o banheiro, me sentindo mau pelo o que houve entre mim e Camila.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...