História Contos eróticos - Capítulo 3


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Visualizações 136
Palavras 966
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Hentai
Avisos: Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 3 - Avião


Hope acabava de embarcar no seu vôo, com destino a Nova York, para dar início ao seu ano letivo. Logo no ano que vem, a ruiva, irá começar o seu segundo período na faculdade. Seus pais continuariam a mandar dinheiro para a mesma durante seus anos na faculdade. Hope se viu obrigada em ter que romper com seu namorado para tentar ter a vida que sempre quis.

_ Última chamada para o voo 678_

- Chegou a minha hora de ir... - Seus pais estavam bem ao seu lado. Logo ela os abraçou e saiu para embarcar no avião.

(...)

Já havia se passado três horas desde o momento em que o avião começou a decolar. Aquilo deixava Hope arrepiada, pois nunca saiu da sua cidade natal para fazer faculdade em outro local. Seu nervosismo era nítido, logo sua companheira de assento notou aquilo.

- Primeira vez dentro da avião? - Protestou uma garota loira que estava sentada ao lado esquerdo de Hope.

- Sim... Nunca tinha saído do chão, nem da minha cidade.

- O que vai fazer fora daqui? Sem querer ser muito intrometida.

- Não tem problema. Estou indo para cursar fora, consegui uma bolsa em uma faculdade. E você?

- Ah, trabalho, como sempre. Meu chefe pediu para ir a uma apresentação no lugar da sua secretária. Ele deveria estar no mesmo vôo, porém ele adiou para amanhã. Vou ter bastante tempo para passear pela cidade. - As mãos da loira se encontrava com as coxas de Hope. A ruiva sentia aquilo, porém não quis se manisfestar por pensar que não passava de um mal-entendido. O avião já havia decolado, Hope não tinha percebido pois se entreteve com os assuntos que a garota puxava. - Afinal, eu sou a Jéssica! Como você se chama, ruivinha?

- Hope! - As mãos de Jéssica subiam cada vez mais pelas coxas de Hope. Ela tinha a total certeza de que aquilo não era mais um pequeno mal-entendido. - Suas mãos... - Ela sussurrava de uma maneira que só Jéssica ouviria.

- O que tem? Sei que você deve estar gostando. Não quer vir no banheiro comigo? - Jéssica sussurrava de volta, suas mãos se encontrava logo com a parte de baixo do vestido de Hope, ela adentrou lentamente e logo sentiu um pouco do líquido escapando pela calcinha. - Vamos, sei que você está morrendo de excitação. Por que não aliviamos isso? Eu vou primeiro e você vem logo atrás, ok? - Ela tirou sua mão de dentro da parte de baixo do vestido de Hope e se levantou. A ruiva via que Jéssica colocava seus dedos dentro de sua boca, chupando os que estavam molhados.

(...)

Após alguns minutos desde a saída de Jéssica, Hope se levantou e seguiu até o banheiro. Aquele era o momento perfeito, pois, as aeromoças estavam nos vagões a frente. Era só ela e Jéssica. Hope logo bateu na porta e foi puxada para dentro do pequeno quartinho.

- Puxa, demorou hein! - Jéssica trancava a porta e logo levantava o vestido de Hope, deixando a mostra sua roupa íntima. - Me deixa ter o controle disso, ok? - Ela colocou Hope sentada sobre a pia do banheiro e tirou o sutiã da mesma, e logo começava a apalpar um dos seus seios enquanto chupava o outro. - Não gema, ruivinha.. - Ela chupou mais uma vez, deixando marcas roxas pelos picos, e levantou sua cabeça um pouco para beijar os lábios da outra garota. Hope tinha seus gemidos abafados pelos beijos de Jéssica. A loira logo desceu, da boca de Hope, e fez uma pequena trilha de beijos até chegar a sua calcinha. Jéssica puxou a única peça de roupa que havia em Hope, e logo se deu de cara com a buceta da ruiva toda molhadinha. Ela penetrou dois dedos, de uma forma lenta, e continuou a beijar seus seios.

- Mais forte! - Hope tinha uma certa dificuldade em falar, ela estava suando e totalmente ofegante, aquilo era delicioso para Jéssica. Ela deitou um pouco Hope sobre a parede, e se ajoelhou até chegar na buceta da garota, que naquele momento estava pulsante. Hope apenas colocou suas penas sobre os ombros de Jéssica e sentiu a língua quente da garota sobre sua buceta. _Céus, como aquilo era gostoso..._  Logo Hope não aguentava e gozava na boca de Jéssica. A loira chupava todo o líquido que saia de dentro da buceta de Hope. - Minha vez, venha! - Hope saia de cima da pia e descia até as pernas de Jéssica, a loira apenas tirou sua calça e se sentou sobre a pia, na mesma posição que Hope estava. Hope começava a dar leves chupões nas coxas de Jéssica e logo chegava ao encontro da calcinha úmida. Ela passou seus dedos por lá de uma forma lenta e gostosa, aquele gesto continuou, ela ouvia os pequenos e baixos gemidos que Jéssica soltava enquanto seus dedos passeavam pela calcinha molhada. - Você gosta? - Hope logo tirou a calcinha da garota e começou a passar sua língua pelo clitóris da garota.

Hope fazia tudo aquilo com calma, fazendo com que Jéssica aproveitasse o momento. Ela penetrava seus dedos dentro da vagina de Jéssica e chupava seu clitóris, deixando Jéssica com ainda mais tesão. Não demorou muito para um jato forte de gozo molhar todo o rosto de Hope. Ela lambia o restante do líquido que escorria da buceta, que ainda pulsava.

- Podemos continuar isso quando o avião pousar, o que acha?

Hope apenas concordou e se vestiu, Jéssica fazia o mesmo. A loira saiu primeiro, deixando Hope sozinha para lavar seu rosto. Não demorou muito para o avião pousar em Nova York, Jéssica levou Hope até seu apartamento e lá elas continuaram o que tinha sido prometido.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...