História Contos Eróticos (CNCO) - Capítulo 10


Escrita por:

Postado
Categorias CNCO
Personagens Christopher Vélez, Erick Brian Colón, Joel Pimentel, Richard Camacho, Zabdiel De Jesús
Tags Christophervélez, Cnco, Erickbriancolon, Joelpimentel, Richardcamacho, Zabdieldejesús
Visualizações 150
Palavras 900
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Crossover, Ficção Adolescente, Literatura Feminina, Romance e Novela
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 10 - Joel 5


Fanfic / Fanfiction Contos Eróticos (CNCO) - Capítulo 10 - Joel 5

* Escrito por Lia e Sam *




Joel convida você para sair . Vocês vão fazer um lanche e conversam muito. Após o lanche tomam um sorvete e conversam mais um pouco. Joel é muito simpático e até um pouco tímido com um belo sorriso.

Vocês entram no carro dele. Joel vai te deixar em casa ele sabe que você é moça de família. No caminho para casa Joel coloca uma música romântica e leva a mão em seu cabelo mexendo nele. Você sorri e ele leva os dedos passando de leve em.sua nuca. Você fica toda arrepiada e Joel percebe. Ele sorri de lado e te olha.

Joel: você gosta de carinhos no pescoço?

Vc: gosto e muito

Joel estaciona o carro no canto da estrada um pouco escura onde não passava ninguém.  O horário já passava das 23:00 . joel coloca aquela boca carnuda e quente em seu pescoço você solta um gemido.  A mão de Joel aperta seu seio com força. Você sente o mesmo arrepiar.

Joel beija sua boca um beijo quente e molhado muito demorado. Ele puxa seu cabelo de leve e sua mão invade embaixo de sua blusa por cima de seu sutiã.  

Joel coloca a mão dentro de seu sutiã acariciando seu seio . seu beijo era intenso e muito cheio de desejo. Joel desce os beijos para seu pescoço e tira sua blusa e seu sutiã admirando seus seios e mordendo os lábios.  Ele leva as mãos no mesmo e começa contornar e acariciar de leve. Você solta um gemido. Joel aperta bem devagar e fica brincando te fazendo ficar arrepiada. Você sente aquela língua passar por seus peitinhos. Joel lambia e brincava,  mamando muito parecendo um bebê faminto. Você acariciava aqueles cabelos.


Ele chupava mais seus seios mordendo de leve os mesmos VC passou as unhas por baixo da camisa dele e retira a mesma ele desce a mão pra sua calça e apertar sua coxa VC solta um gemido baixo ele vai abrindo sua calça e desce ela acariciando sua bucetinha ainda por cima da calcinha e se aproximado do seu ouvido
Joel: já tá assim baby
VC dá um sorriso envergonhado ele afastou sua calcinha de lado e penetra um dedo com movimentos fracos VC morde o lábio e ele logo enfiou outro dedo só que com movimentos rápidos explorando sua bucetinha aprofundado cada vez mais os dedos VC gemia baixinho
VC: vamo pro banco de trás
VC fala manhosa e Joel te encara sorrindo malicioso vcs vão pro banco de trás e VC puxa a calça do rapaz vendo seu pau desenhado na sua box VC retira ela e ele pula pra fora , o pau do moreno estava durinho VC adorou ver aquilo e logo passou a lingua lambendo aquele pau Joel puxava seus cabelos e soltava gemidos roucos , VC chupava mais olhando nos olhos do moreno e ele guiava sua boca fodendo sua boquinha


Joel metia muito fundo em sua boca. Ele agarrou seus cabelos e você recebia aquele pau grosso explorando sua boca. Joel não demorou muito e se derramou.  Ele sorriu olhando você lambendo os lábios sentindo seu gosto. Joel lhe beijou um beijo quente puxando você para seu colo e rasgou sua calcinha

Vc: porra Joel

Joel: quero foder essa bucetinha

Joel meteu o pau em vc de uma só vez. Você soltou um grito alto mas aquilo era prazeroso. Joel segurou firme sua cintura e começou se mover. Você rebolava sobre aquele pau. Joel beijava seu pescoço com muitas mordidas deixando marcas. Você gemia feito uma puta e ele bateu em sua bunda com força

Joel: gosta de sexo selvagem amor?

Em seu olhar havia perversidade.  Você sorriu maliciosa e ele entendeu o recado.



VC começou a rebolar mais rápido VC sentia cada centímetro daquele pau que tava te deixando louca
Joel: Mais rápido baby
Ele apertou sua bunda VC gemeu alto e se moveu mais rápido naquele colo
Joel: Ah que bucetinha gostosa
VC ficou com mais tesão ouvindo aquelas palavras
Joel apertou seus seios e VC gemeu em seu ouvido
Joel segurou em sua cintura e se movimentou mais rápido te ajudando nos movimentos ele parecia um animal selvagem e era exatamente disso que você gostava
VC: isso Joel
Joel: que safada
VC rebolou mais esfregando sua bucetinha naquele pau enorme ,quente e durinho que estava te fodendo inteira
VC: eu vou ...
Joel: isso amor , goza pra mim
Você se derramou em cima daquele pau e mordeu o ombro do rapaz VC estava ofegante e cansada mas ele queria mais
Joel: isso ainda não acabou , vou foder ainda mais essa bucetinha
Ele bate em sua coxa e te ordena a vira de costas e VC obedece VC saiu do colo do moreno e virou de costas pra ele empinando sua bunda
Joel: vadiazinha gostosa
VC: bate mais me dá prazer
O moreno te penetrou novamente agora puxando seus cabelos e metendo com mais força.

Você gritava alto e mordeu o banco do carro sentindo joel como um animal selvagem.  Ele apertava seus seios e mordia sua orelha com muitas palavras sujas . Você não aguentou e se derramou Joel logo em seguida.os dois caíram no banco ofegantes.

Joel lhe deu um beijo calmo acariciando seu cabelo.

Joel: quero sair mais vezes com você

Você:  eu também

Os dois se vestiram e Joel deixou você em casa mas várias vezes na semana do nada Joel chegava em sua casa.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...