História Contos Eróticos (Primeira Temporada) - Capítulo 113


Escrita por: e Sophia1343

Postado
Categorias Alycia Debnam-Carey, Amanda Seyfried, Anahí, Andrew Garfield, Angelique Boyer, Ashley Benson, Ashley Tisdale, Avril Lavigne, Backstreet Boys, Bella Thorne, Beyoncé, Britney Spears, Camila Cabello, Christina Aguilera, Demi Lovato, Dua Lipa, Dulce María, Eliza Taylor-Cotter, Emma Roberts, Faking It, Fifth Harmony, Girls' Generation, Halsey, Harry Styles, Hayley Kiyoko, Hora de Aventura, Ian Somerhalder, Jared Leto, Jennifer Hudson, Jennifer Morrison, Juliana Paiva, Katie McGrath, La Casa de Papel, Lady Gaga, Lana Parrilla, Liam Payne, Lip Service, Little Mix, Louis Tomlinson, Lucy Hale, Madonna, Maite Perroni, Margot Robbie, Maria Gadú, Marie Avgeropoulos, Melissa Benoist, Once Upon a Time, Orange Is the New Black, Orphan Black, Ruby Rose, Selena Gomez, Supergirl, Wynonna Earp, Xena, a Princesa Guerreira
Personagens Alex Danvers, Alex Vause, Ally Brooke, Alycia Debnam-Carey, Amanda Seyfried, Amy Raudenfeld, Anahí, Andrew Garfield, Angelique Boyer, Ashley Benson, Ashley Tisdale, Avril Lavigne, Bella Thorne, Beyoncé, Britney Spears, Camila Cabello, Cat Grant, Christina Aguilera, Cosima Niehaus, Demi Lovato, Dinah Jane Hansen, Dra. Delphine Cormier, Dua Lipa, Dulce Maria, Eliza Taylor-Cotter, Emma Roberts, Emma Swan, Halsey, Harry Styles, Hayley Kiyoko, Ian Somerhalder, Jared Leto, Jennifer Hudson, Jennifer Morrison, Kara Zor-El (Supergirl), Karma Ashcroft, Katie McGrath, Lady Gaga, Lana Parrilla, Lauren Jauregui, Lena Luthor, Liam Payne, Louis Tomlinson, Luan Santana, Lucy Hale, Madonna, Maggie Sawyer, Maite Perroni, Marceline, Margot Robbie, Maria Gadú, Marie Avgeropoulos, Melissa Benoist, Nairobi, Nick Carter, Normani Hamilton, Personagens Originais, Piper Chapman, Princesa Jujuba, Regina Mills (Rainha Malvada), Selena Gomez, Taeyeon, Tiffany, Tókyo
Tags Camila Cabello, Camila G!p, Camren, Camren G!p, Contos Eróticos, Demi Lovato, Emma Swan, Emma Swan G!p, Harry Styles, Kara, Larry, Lauren G!p, Lauren Jauregui, Lena Luthor, Limantha, Regina Mills, Regina Mills G!p, Selena Gomes, Semi, Surpecorp, Swanqueen
Visualizações 976
Palavras 2.462
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Esporte, Famí­lia, Fantasia, FemmeSlash, Festa, Ficção, Ficção Adolescente, Ficção Científica, Hentai, Lemon, LGBT, Literatura Feminina, Magia, Orange, Policial, Romance e Novela, Saga, Sci-Fi, Shoujo (Romântico), Slash, Universo Alternativo, Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Intersexualidade (G!P), Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Transsexualidade, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Espero que gostem e uma boa leitura pra todos.

Capítulo 113 - Fazendo o trabalho de biologia com a crush Parte 2 Jori


Fanfic / Fanfiction Contos Eróticos (Primeira Temporada) - Capítulo 113 - Fazendo o trabalho de biologia com a crush Parte 2 Jori

POV Tori

Assim que subir desejeitadamente na garupa de sua moto quase cair, e sem querer acabei pegando sem querer nos seios de Jade, onde ela apenas sorriu achando graça das minhas atrapalhadas, então de um jeito sexy ela segurou as minhas mãos falando que seria melhor eu segurar em sua cintura do que em seus seios, ouvir ela fala isso num tom de brincadeira e malicia ao mesmo tempo me fez ficar mais vermelha do que ja estiver em toda a minha vida, ainda bem que ela estava de costas pra mim e eu estava usando o capacete.

Ignorando o meu silêncio diante de suas palavras ela deu partida na moto e disse para eu me segurar forte em sua cintura, sem dizer nada segurei a sua cintura bem forte , estava tão extasiada me segurando em sua cintura, que nem percebi que ela havia edtacionado a sua moto em frente a minha casa.

E assim que percebo que ainda segurava a sua cintura eu imediatamente a solto e saiu quase caindo de cima de sua moto novamente ouvindo a sua deliciosa gargalhada achando graça de mim, mas logo fomos entrando em minha casa então perguntei.

-Ah você quer fazer o trabalho aqui ou lá em cima no meu quarto?

-Humm no seu quarto.

-Certo.

Subiamos até lá e eu quase cair com a cara no chão sem conseguir tirar os meus olhos de sua bunda como ela estava subindo no mesmo lado que o meu na escada, mas ela sorriu e fingiu que não havia percebido que a sua bunda era o motivo de eu ter quase caido de cara no chão.

Adentramos o meu quarto enquanto ela no meio do lugar olhando para os postês espalhados pelo lugar, eu não consigo evitar e olho novamente para a sua bunda com uma vontade enorme de espalmar a minha mão nela, estava tão distraida com os meus pensamentos pecaminosos com relação a sua bunda que tomo um susto quando ouço ela pigarrear, então olho pra ela que sorrir de um jeito que me parece maliciosa então ela fala se abanando e tirando a sua jaqueta.

-Nossa como estar calor aqui né.

-É... Você quer algo gelado pra beber tipo um suco, água ou um refrigerante?

-Um suco por favor. —Ela fala tirando a sua jaqueta e se senta na minha cama colocando a sua mochila no chão soube o meu olhar atento então falo gaguejando um pouco.

-E..u já vol...to com o seu suco.

Ela sorri então me viro dando de cara com a porta ouvindo ela gargalhar novamente peço desculpas e saio do quarto morrendo de vergonha, vou até a cozinha abrindo a geladeira, um pensamento vem em minja mente, que eu havia deixado no notebook o meu Pen drive com vários videos pornôs sobre os quais eu me masturbo pensando nela como a atriz pornô se parece um pouco com ela principalmente com a mesma cor de olhos e pele branquinha como há dela, ela vai sacar que eu me masturbo pensando nela.

Imediatamente encho o copo de vidro com o seu suco e saio correndo da cozinha quanse tropeçando nos meus próprios pés quando chego no corredor ouvindo os gemidos baixo da atriz sendo chupada por outra, engulo seco sem saber com que cara vou entrar lá mesmo assim adentro o meu quarto com ela dando pouse no video e me olha com uma cara de sacana, e de sombrancelhas arqueadas ela fala.

-Então quer dizer que você anda se masturbando vendo videos com uma atriz pornô muito parecida comigo, só que um pouquinho mais velha do que eu?

-E...u... Eu posso explicar.

-É claro que você vai, mas agora quero que feche a porta de seu quarto e me traga o meu suco.

Ela fala com uma voz autoritária fazendo todos os pelos do meu corpo se arrepiarem, e com certeza vou precisar de uma calcinha nova, respiro fundo e faço o que ela me pede, assim que fecho a porta sigo passos lentos até ela parando em sua frente lhe entrego o copo de suco, que ela estica a sua mão pegando o copo deslizando os seus dedos por cima dos meus me fazendo prender a respiração.

Então fico paralisada olhando para ela beber o seu suco sem tirar os seus olhos azuis esverdeados queimando a minha pele, assim que toma o suco todo ela coloca o copo em cima do pequeno movel ao lado abrindo as suas pernas ela fala.

-Vem cá, vem prometo que não vou te morde.

-Ah menos que você queira. —Ela diz fazendo uma voz super sexy e secando o meu corpo com um olhar devorador.

Então me aproximo ficando entre as suas pernas então ela me chama com o seu dedo indicador, percebendo o que ela queria me agacho ficando na altura de seu rosto e sem pensar duas vezes abocanho os seus lábios numa sede, no começo é só um roça de lábios que logo em seguida deslizo a minha língua por dentro de sua boca pedindo passag que ela logo cede, começamos uma dispustar para ver quem ficava no comando do beijo não conseguindo resistir deixo ela comandar o beijo, e ficamos assim por longos minutos, quando levo a minha mão até a sua coxa e aperto fazendo ela interromper o beijo gemendo um pouco, então ela para de me beijar se afastando letamente só que puxando com as pontas dos dentes o meu lábio inferior me deixando com mais tesão ainda então ela fala entre os meus lábios me fazendo abrir os olhos.

-Sabe faz um bom tempo que eu ando tendo certas fantasias com você que eu quero realizar, e sei que você também quer, então por que não tira as suas roupas enquanto faço mesmo.

Sorrio sacana pra ela e me afasto um pouco e meio desajeitada e super excitada com a situação tento fazer um tipo de stripeatese pra ela fica me observando com uma luxúria no olhar, então assim que tiro a minha roupa ficando só de calcinha e sutiã, ela me devora com o olhar por longos segundos então pede para eu dar uma voltinha, entãi faço o que ela me pede.

Assim que uma volta lenta ela pede para eu ficar parada da costas pra ela que se levanta tirando as suas roupas numa rapidez só jogando as peças em vários lugares do meu quarto então ela me puxa pela cintura colando o seu corpo no meu afastando o meu cabelo beijando a minha nuca ela soube os seus lábios até a minha orelha e fala com uma voz manhosa e sexy no meu pé do ouvido me deixando ainda mais molhada ser é possivel uma coisa dessas.

-Que tal eu te masturbar um pouco antes de você me fuder com a sua boca deliciosa. —Ela as suas últimas palavras dando uma mordidinha na ponta da minha orelha, entãi falo.

-Ai porraaa... Assim você fode com o meu juizo.

-Não só o seu juizo que eu quero fuder hoje.

Ela fala me puxando para sentar com ela na cama, ela afasta o notebooke colocando ele de lado, e se escora na cabeceira da cama pedindo para eu ficar entre as suas pernas só que de costas pra ela, assim que me sento entre as suas pernas ela vem logo beijar o meu pescoço em seguida tirando o meu sutiã com uma maestria, me fazendo gemer com as suas mãos bobas pelo o meu corpo.

Então ela leva as suas mãos até os meus seios descobertos e começa a massagear-los lentamentr sem tirar os seus lábios da pele sensivel do meu pescoço, ela doube novamente os seus lábios até o pé do meu ouvido dizendo.

-Pronta para a sua melhor masturbação?

-S-im. —Falo num gemido só quando ela leva uma de suas mãos até o notebook, e aperta o play no video, onde os gemidos das atrizes preenchem o quarto ela volta a sua mão até o meu seio, e fica massageando um pouco, enquanto sinto a minha xoxota pulsar forte quando olho para a tela do aparelho ao lado, vendo a loira abocanhar a xana da morena de olhos azuis esvedeardos tanto quanto os olhos de Jade gemer cada vez mais alto ao ser chupada pela loira.

Jade desce a sua mão esquerda sem deixar a sua outra mão massagear o meu seio, ela desce os seus dedos lentamente brincando por longos segundos com o elastico da minha calcinha me fazendo implorar para ela me masturbar.

-Vaiiiii... Jade para de me torturar e invade logo a minha calcinha, não estouuuu... Aguentando maissssss...

-É pra já minha gostosa.

Ela fala afastando o elastico da minha calcinha invadindo de uma vez, deslizando os seus dedos pela a minha intimidade vendo o quanto estou molhadinha por ela, então ela geme no meu ouvido.

-Huummm... Como você Tori estar molhada, isso tudo é por mim?

-Vo...cê ainda não viu nada.

Falo com a voz meio embargada devido o tesão que estou sentindo com ela deslizando os seus dedos pelos lábios grandes encontrando o meu grelinho endurecido, então ela começa a esfregar dois de seus dedos com veemência o meu clitóris me fazendo gemer alto tanto com fricção de seua dedos no meu grelinho quanto a cena do video, e neste momento jogo a minha cabeça para trás fechando os olhos em seguida recebendo os seus lábios famintos nos meus abafando os meus gemidos.

E ficamos assim por longos minutos até que ela desce um dedo até a entrada da minha vagina enquanto os seus outros dedos esfrega com mais força o meu clitóris, me deixando no mais alto do meu ápice, não conseguindo mais segurar eu gemo alto em seguida me derretendo em seus dedos, mas ela continua a me estocar num ritmo frenetico prologando o meu orgasmos.

-Aiiii... Ohhhhhhh... Ahhhhhhhh.. Issoooooooo... Ohhhhh...

Ela retira os seus dedos de minha intimidade enquanto eu ofegante com a cabeça deitada em seu ombro sem tirar os olhos dela que sorrir safada pra mim levando os seus dedos que antes estava na minha vagina, até a sua boca chupando-os em seguida, se tornando a cena mais excitante que já vir em minha vida toda.

Então ela tira os seus dedos da boca e me beija me fazendo sentir o meu próprio gosto que na sua boca é uma delicia, e ficamos assim por longos minutos chupando a lingua uma da outra até que ela se separa de mim puxando o meu lábio inferior com o seus de dentes então ela fala entre os meus lábios.

-Agora quero que você me chupe com essa deliciosa boca, então ela me rouba um selinhos enquanto me viro pra ela que sorrir pra mim maliciosa enquanto se ajeita na cama, eu preciono o meu joelho em sua intimidade vendo o quanto ela estar ensopada, sorrio sacana e me agacho ficando na altura de sua barriga onde distribuo beijos subindo a sua barriga até chegar no vale dos seus seios, em seguida levando as minhas mãos pelas laterais de suas costelas deslizo os meus dedos fazendo ela se devido as coscegas que faço nela sem querer, chegando aonde eu queria no fecho dr seu sutiã preto com desenhos de caverinhas, e antes de abri o fecho falo.

-Nossa adorei o seu sutiã. —Então ela questiona com uma voz safada.

-E só foi do sutiã que você gostou? —Sorrio sacana olhando pra ela e respondo.

-Na verdade amei mais ainda o que preenche eles.

Falo abrindo o fecho do sutiã o tirando de seu corpo, jogando o mesmo em qualquer lugar do quarto, me deliciando com a visão diante dos meus olhos, os seus seios volumosos branquinhos tendo em seus mamilos com piercings.

Abocanho o seu seio esquerdo enquanto o direito eu massageio com a mão me deliciando com os seus gemidos roucos, enquanto chupo e deslizo a minha língua em seus mamilos revesando uma ao outro, e agora é a sua vez gemer me pedindo para parar de tortura-la.

-Tori por tudo que é mais sagrado, pare de me torturaaaa...

Sorrio satisfeita parando de chupar os seus mamilos então volto os meus lábios em sua pele suave e quente, e vou descendo até a barra de sua calcinha rosa choque com uma caverinha tipo aquelas que tem em badeiras de piratas, passo a minha línha por cima da estampa fazendo ela gemer alto.

-Aiiiiiiiiiii... Para vaiiiii... Assim eu não aguentoooo...

Paro de tortura-la e puxo a sua calcinha de uma vez puxando fora de seu corpi e sem mais delongas deslizo a minha língua por toda a extensão de sua vulva fazendo ela se contorcer e gemer alto o meu nome.

-Isssoooo... Tore... Me chupaaaa... Com vontadeee... Vaiiiii.. Assimmm... Gostosooooo...

Sem perder tempo ouvindo os seus pedidos abro os grandes lábios deslizando a minha língua pelo seu clitóris vendo o quanto ele pulsa forte com o toque molhado de minha língua, então começo a chupa-la com vontade vendo ela se contorcer se segurando na cabeceira da minha cama gemendo alto.

-Ahhhhhh... Issooooo.. Tori me fode gostosoooo... Aiiiii... Assiiiiimmm...

Fico chupando ela por longos minutos me deliciando com os seus gemidos, ficando com o meu tesão a mil, assim que ela derrete em minha boca explodindo em várias emoções eu gozo em seguida, depois de sugar todo o seu gozo, beijo os seus lábios fazendo ela provar o quanto ela é deliciosa.

Ficamos assim nos beijandos por mais alguns minutos quando resolvemos tomar um banho que é claro que demoramos bastantes, que já estava na hora do jantar, então pedi uma pizza tamanho familia para nós duas que devoramos entre beijos e provocações, e tanhama era a nossa fome, também depois de passar longas horas fazendo amor, precisavamos recarregar as energias que infelizmente não tivermos a chance de descarregarmos, pois a minha mãe chegou assim que terminamos de nos beijarmos e quase nos pegou no fraga.

É claro que tivemos que nos encontrar várias vezes para fazer o trabalho de biologia que por incrivel que pareça tiramos um B , que foi uma ótima nota devido ao trabalho que tivermos, e claro que inventamos um monte de trabalhos extra curriculares e desculpas para passarmos o maior tempo juntas até que Jade me pediu oficialmente em namoro pra minha mãe e meu pai que eu pensei que fariam um escândalo.

Não só eu quanto Jade se surpreende quando a minha mãe feliz diz pro o meu pai que ele deve 50 pratas pra ela, que o mesmo faz cara de derrotado abre a carteira passando a cedula pra ela que comemora feliz, então ela diz.

-O que foi? Por que estão me olhando com essas caras de assustadas?

Em seguida começa a gargalhar sendo acompanhada pelo o meu pai em seguida por nós, então o meu pai para de rir dizendo.

-Vocês pensaram que haviam nos enganados com tantos trabanhos escolares até fora de ordem.

Eu fiz uma cara tão engraçada com a pergunta ou melhor com a afirmação do meu pai que eu fiqueiais vermelha do que qualquer cor vermelha que existe de tanta vergonha com a Jade e minha mãe me chamando de fofa.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...