História Contos Estranhos De Fantasia: orelhas de gato - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Mitologia Egípcia, Mitologia Grega, Mitologia Nórdica
Personagens Personagens Originais
Tags Ação, Drama, Fantasia, Mitologia
Visualizações 2
Palavras 557
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Fantasia
Avisos: Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir culturas, crenças, tradições ou costumes.

Notas do Autor


Por que tantos gatos nas fotos? Adoro gatos pô :3

Capítulo 1 - História de personagem - Wiess


Fanfic / Fanfiction Contos Estranhos De Fantasia: orelhas de gato - Capítulo 1 - História de personagem - Wiess

Metamorfos são criaturas capazes de assumir qualquer forma que vêem. Ao nascerem copiam a forma de sua mãe e está se torna sua forma primária, aquela a qual deve voltar quando deixa de assumir uma forma secundária

Viess era um metamorfo recém-nascido, sua mãe o abandonou logo quando nasceu. Sua raça copía a primeira espécie que encontra quando abre seus olhos pela primeira vez

Mas sua mãe não estava lá, não havia forma a qual copiar, então tomou a face do primeiro ser que se passou em sua frente. Um felino, Viess tornou-se aquele gato e logo percebeu uma coisa sobre os animais, eles não dependem apenas de visão para se orientarem

O gato o repúdiou assim que o viu, mesmo tendo sua forma. Sua primeira impressão da vida foi que sua espécie não o aceitava, pois aos seus olhos, aquele animal era de sua raça

Não poderia sobreviver sozinho, não era um gato de verdade para que tivesse seus instintos. Não importava qual formava assumisse, os animais sabiam quais eram os seus iguais

Mas um animal não era tão inteligente assim...

Viess encontrou o corpo morto de uma criança encostado em um pequeno lago. Era um menino loiro com uma roupa de camponês segurando um pequeno cavalo de madeira. O metamorfo usou de sua exata aparência e começou a vagar pela floresta

- Igor! Aí está você! O que houve com suas roupas?! - gritava uma Linda moça usando um vestido e um véu que protegia seu rosto do sol

Ao ver Viess com a forma nua de seu filho, o abraçou sem pensar duas vezes. Humanos dependem perigosamente de sua visão para diferenciar seus iguais, mas para o metamorfo, encontrou uma mãe que lhe acolheu

Nesse instante um eco de lembrança surgiu em sua mente

"- Viess, esse é seu nome agora... Meu filho"

Era sua mãe que disse aquilo antes do mesmo nascer, ainda em seu ventre. Sua espécie tinha uma memória incrível, e essa ele guardaria para sempre, o nome dado por sua primeira mãe

Ele foi criado como uma criança normal, achando que era humano, adotou seus costumes, suas crenças, seus ideais

Um dia o mesmo se casou. Uma linda mulher morena com olhos escuros, ficaram juntos por 1 ano, e um filho deles nasceu...

"- Matem o demônio"

"- Bruxa! Queimem a bruxa!"'

"- Matem o marido demônio!"

O bebê nasceu saudável, um menino, que tinha orelhas de gato. Não era um demônio, era metade humano, metade metamorfo, nem nome tinha ainda. Os aldeões invadiram a casa, mataram Viess, queimaram o corpo vivo de sua esposa e levaram o bebê com eles. Ao longe podia-se ouvir os gritos de sua mãe chamando por seu marido

- Senhor o que vai fazer com a criança? - perguntava o aldeão ao chefe de sua vila

- Vou me livrar dela é óbvio! Esse ser não pode existir!

Na mão do homem havia a marca de um sol, como uma tatuagem. No peito do bebê com orelhas de gato que em nenhum momento chorou havia a marca do perfil de um gato

- Filho de Anúbis, leve sua maldição com você

O homem largou a criança de um penhasco, não havia um rio no fundo, não havia esperança, apenas morte

"- Eu vou lembrar disso... Nós sempre lembramos!"

Mas de quem era essa voz?


Notas Finais


(~°•°)~


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...