História Contos,poemas e resiliência ! - Capítulo 9


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Tags Contos
Visualizações 3
Palavras 458
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ficção, Poesias

Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 9 - Pesadelo


Fanfic / Fanfiction Contos,poemas e resiliência ! - Capítulo 9 - Pesadelo

Seus olhos se abriram e ela despertou
em um lugar escuro e desconhecido,
sua mente confusa aos poucos ia clareando e lembranças de uma vida que ficou do outro lado tornam-se a causa de sua inquietação.

Uma tristeza profunda
enchia seu coração, uma ira incontrolável e uma indescritível sensação de solidão compunham
o horror daquele momento.

Correndo escuridão a dentro,
perplexidade e medo a guiavam em sua fuga de um lugar que parecia não ter saída. Preto e cinza sobre um coração que parece diminuir o ritmo enquanto surgem sinais de que a alva nunca vai romper.

Subitamente
o chão desaparece de debaixo dos seus pés,e num piscar de olhos ela se encontra atravessando as paredes de um hospital como um fantasma, invisível, ignorada em sua agonia.

Um pesadelo
retratando uma realidade inevitável.

As máquinas começam a ser desligadas,alguém meneando a cabeça diz que lamenta, aquele homem vestindo um jaleco branco diz que não há mais nada a ser feito.

Enfim,o fim.
Agora ela começa a entender que não é diferente das outras pessoas.

Acabou o seu tempo,não importa
o quanto ela ainda era jovem,e ela sabe que nunca esteve preparada para isso.

As lágrimas daqueles que a amavam
não fazem nenhuma diferença agora.
Todas as questões perdem o sentido,
assim como seus planos em uma vida segura que parecia lhe garantir que esse dia nunca iria acontecer.

Mas parece que seus problemas
estão apenas começando,de repente um barulho impetuoso semelhante ao de asas batendo durante o vôo,seguido pelo rosnar aterrorizante capaz de despertar na imaginação
a pior das imagens.Algo que ela não consegue ver, transforma o ambiente melancólico em um cenário de horror.

Então tudo se torna em trevas e ela não sabe o que fazer,sua única opção é correr pela escuridão sem rumo e sem esperança.

Ela foge desesperada
enquanto aquele som parece se aproximar cada vez mais,implacável em sua perseguição.

A confusão começa a tomar sua mente
e então numa experiência surreal,ela
se pega correndo em uma rua longa
no meio da noite,uma fadiga e uma sêde agonizante começam a dificultar as coisas.

Vencida pelo cansaço,
ela cai no chão e é alcançada por uma sombra aterrorizante que vem voando sobre ela,e rosnando enquanto bate suas asas.

Subitamente
uma forte dor de cabeça surge como uma
providência,
transportando-a para outro lugar.

Com seus olhos fechados e uma das mãos sobre o rosto,ela ouve alguém batendo na porta e chamando seu nome.

Ainda tomada pelo medo, ela percebe que acordou caída no chão frio do seu quarto após rolar da cama durante o sono nada tranquilo.

Então se levantou atordoada,porém aliviada,e abriu a porta para receber um abraço confortante, dentro de uma realidade da qual ela não pretende sair.

Pode ter sido apenas um sonho,
mas alguma coisa aconteceu dentro do seu coração, algo que a fez valorizar sua rotina com as pessoas do seu convívio, algo que a fez ver a beleza de cada amanhecer com gratidão.


Integrado originalmente  ao livro O TEMPLO E AS ESTAÇÕES .



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...