História Contra ele mesmo (Imagine Hyunjin- Stray Kids) - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Stray Kids
Personagens Hwang Hyun-jin, Personagens Originais
Tags Hyunjin, Você
Visualizações 216
Palavras 624
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Hentai, Mistério, Romance e Novela, Violência
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Spoilers, Tortura
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Olá menines

Capítulo 1 - Prólogo


2007


Quando eu tinha 7 anos de idade, meu pai me levou para um psicólogo pela primeira vez, pois ele achava que eu tinha um comportamento meio diferentes das outras crianças 

Eu não gostava de com meus "Coleguinhas de classe" pois quando eu brincava, a brincadeira era sempre de lutinha que no final sempre acabava com um coleguinha chorando 

Bom, isso foi que o meu pai disse pra psicóloga quando ela me perguntou quais tipos de brincadeiras na escola eu costuma brincar sempre, como eu não respondi, ela fez a mesma pergunta pro meu pai que não tardou a responder 

-A brincadeira que ele mais gosta de brincar é de carrinho

-Mais como é a atitude dele quando ele está brincando de carrinho?- Ela pergunta enquanto me encarava 

-Eu acho meio estranho, pois ele pega algum boneco e bota pra ficar de pé e logo vem com o carrinho e meio que "atropela" o boneco, e depois começa passar os carinho por cima do boneco- Meu pai diz enquanto franse as sobrancelhas- É algo meio estranho de se ver

-Porque você faz isso menino Hyunjin?- Ela me pergunta enquanto cruzava os dedos sobre a mesa

-Porque é bom doutora- Digo calmo enquanto balançava minhas pernas enquanto eu estava sentando na cadeirinha branca



2011


-Quantas vezes nesse mês você já brigou na escola ou fez alguma arruaça?- A mesma psicóloga me pergunta séria como sempre 

-Eu sou uma criança que não briga em escola e principalmente eu não sou criança que faz arruaça- Digo com as mãos apoiadas na minha coxa- Eu sou uma criança de bons modos

-Você deixou de ser criança apartir do momento em que você fez aquilo com o seu irmão mais novo, esse sim é uma criança- Diz séria 

-Mais eu também sou uma criança, só fiz aquilo mesmo porque o choro dele já estava me incomodando, eu mandava ele parar só que ele não parava-Digo simples 

-Então a sua solução que você teve foi o calar com o travesseiro contra o rosto dele? Assim ele pararia de chorar?- Pergunta 

-Ah doutora, não sei porque você vive me jogando pedra, meu pai paga pra você me ajudar, e não jogar meus problemas na minha cara- Digo fazendo uma careta- Além do mais, ele tá bem, já até saiu do hospital- Digo rindo o vendo a mesma negar com a cabeça e se levantar da mesa indo em direção ao pequeno armário e pegando uma caixinha de remédio de lá 


2016


-Eu vi sua filha hoje novamente doutora- Digo assim que eu entro na sala dela enquanto eu brincava com um ioiô- A cada dia ela fica mais linda, oque me incomoda  é quando ele fica com abraçada com um garoto do 3° ano, eles pareceram tão próximos hoje- Digo baixnho a última frase

-Eu não quero nenhum tipo de envolvimento ou relacionamento entre vocês dois, está ouvindo Hwang?- Parece que eu consegui a deixar com raiva

-Ah mais não foi isso que ela disse quando a gente se encontrou ontem- Digo rindo- Sabe, hoje eu percebi que ela só fica perto de caras mais velhos quando eu estou por perto, só pra me provocar

-O que ela disse?- Indaga

-Ela disse que estava apaixonada por mim- Falo simples- E eu também sou apaixonado por ela, só a não pedi em namoro ainda, porque a senhora não colabora

-Nunca- Diz negando- Você não ama ninguém 

-Eu amo ela sim doutora- Digo- Sabe Sra Kim... Ela beija muito bem, e geme como uma beleza, como ela me apertava

-JÁ CHEGA HYUNJIN- Ela praticamente berro se levantando da mesa bruscamente- Eu não quero você perto dela

-Porque? Ela me ama doutora, e eu também a amo- Digo me levantando também- Além do mais, brincar com ela é bom

-Porque você faz isso?- Me pergunta com raiva 

-Porque é bom


Notas Finais


E é isso, desculpa se tiver erros, não achei meu netbook


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...