História Contra o Mundo - Capítulo 38


Escrita por:

Visualizações 21
Palavras 1.512
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Fantasia, Ficção, Magia, Mistério, Romance e Novela, Sobrenatural, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


GENTE!! ESSE É O PENÚLTIMO CAPÍTULO.

Capítulo 38 - FINAL PARTE .1


Fanfic / Fanfiction Contra o Mundo - Capítulo 38 - FINAL PARTE .1

1 semana depois.. 

Eu, Isa e Bellamy fomos visitar minha família.  Katarina disse que o final está chegando e eu queria me despedir ou dizer "até a próxima".  Depois do último dia, ela não viu Bellamy ainda, Caleb e Bellamy brigaram. Isa estava mais próxima de Pedro, só que eu não sabia o que estava rolando. 

Chegamos..

Eu toquei a campainha.

Mãe: Já vai

Ela abriu a porta.

Eu: Cheguei

Então ela só me abraçou e encheu de beijos. Eu me sentir finalmente em casa.

Mamãe: Olha quem chegou.póķ

Isa e Bellamy estava dando aquele sorrisinho sem graça.

Então apareceu Beth, Daji e Filip.

Filip veio e me beijou, com a pegada que só ele tem. Alguém deu uma tosse, eu empurrei ele.

Filip: Meu amor chegou.

Bellamy: O amor dela está aqui.

Filip: E você quem é?

Eu: Esse é Bellamy meu namorado e Isa minha amiga.

Filip mudou sua expressão

Beth: Que pedaço de mal caminho.

Bellamy colocou o seu braço em volta do meu quadril.

Bellamy: Prazer conhecer a senhora, ouvir coisas muito boas sobre você.

Mamãe: Obrigada, você deve ser o homem que Emma tanto disse.

Isa: Depende, teve Pedro. O ex dela, muito gato também. Mas pode ser Bellamy, ela loucamente apaixonada por ele.

Eu: Isa!! Por favor bem menos.

Nós entramos e sentamos no sofá.

Eu: Cadê o papai?

Mamãe: Separamos, mas tudo bem. Depois falamos sobre isso.

Eu: Ok!

Filip: Acho melhor eu ir.

Mamãe: Não Filip, fique mais.

Filip: Eu tenho que encontrar o time de futebol.

Mamãe: Ok.

Eu: Acompanho você até a porta.

Filip: Pode ser.

Percebi que ele não fez questão.

Depois que chegamos na porta.

Eu: Desculpa por ter que te dizer assim. Eu não queria magoar você.

Filip: Não tem que pedir desculpas. Eu que fui burro de pensar que você estaria solteira. Eu vim toda semana ver sua mãe e perguntar como você está e notícias.

Eu: Não diz que é burro. Isso é amor e eu agradeço.

Filip: Ele parece ser legal.

Eu: Ele é. Eu aprende muito nesse tempo, não foi fácil conquistar ele.

Filip: Se fosse eu, no primeiro mole eu te pegava.

Eu: Haha. Eu quero te dizer que..

Filip: O que?

Eu abracei ele e cuxixei "Você foi meu grande amor e primeiro, e pode passar mil anos, eu sempre vou te amar".

Eu olhei bem pra ele e dei um beijo de carinho, de amor, de adeus, de saber que não vou beija-lo mais.

Filip deu um sorriso.

Filip: Eu vou tentar te esquecer.

Ele foi embora.

Olhei pra trás, Bellamy estava lá.

Bellamy: É assim que se leva até a porta?

Eu: Bom, eu amo esse cara.

Bellamy: Ele seria bom pra você.

Eu: Seria, mas se nada tivesse acontecido antes. Agora, você é o melhor pra mim. E só vai existir você.

Bellamy: Eu quero ter certeza que você me ama, por que eu te amo, eu quero ficar com você. Eu quero deixar a minha vida no céu pra viver ao seu lado. Mas se você me ama de verdade.

Eu abracei ele.

Eu: Bellamy, eu amo profundamente, completamente, apaixonadamente, loucamente por você. E eu só não vou pro céu com você, por causa da minha mãe.

Ele retribuiu o abraço. Nós voltamos pra sala e continuamos a conversar, depois Beth e Dani foram embora. Eu e Isa comeu, enquanto Bellamy conversava com Mamãe.

DERREPENTE TUDO VIROU CINZA E FICOU FRIO. BELLAMY VEIO ATÉ A MIM.

ISA: LOGO AGORA QUE EU ESTAVA COMENDO.

ENTÃO DERREPENTE MAMÃE SE PARTIU NO MEIO.

EU:AAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA AAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA

BELLAMY: NÃO OLHE.

ELE ME ABRAÇOU TANPANDO.

BELLAMY: TIRA O CORPO DAQUI ISA.

ISA: OK!

EU: NÃO! NÃO PODE SER! ELA NÃO ESTÁ MORTA NÉ AMOR. NÃO PODE! NÃO PODE! NÃO! NÃO PODE! NÃO!

OUVIR A VOZ DA KATARINA

KATARINA: ELA ESTÁ MORTA EMMA! TENTE FICAR CALMA, O DEMÔNIO ESTÁ TENTANDO DESTRUIR VOCÊ.

BELLAMY SAIU DA MINHA FRENTE.

KATARINA: VOCÊ É UMA PETROVA, VOCÊ É MAIS FORTE QUE ISSO.

EU: MATARAM MINHA MÃE.

KATARINA: NÃO PENSE NISSO, VOCÊ É UMA PETROVA.  

OUVIR A VOZ DE PEDRO

PEDRO: ESTAR ACONTECENDO NÉ 

ISA: SIM

BELLAMY OLHOU BEM PARA OS MEUS OLHOS

BELLAMY: VAI COMEÇAR EMMA! VOCÊ VAI CONSEGUIR! SEJA FORTE.

EU: BELLAMY, EU VOU EXITAR. 

KATARINA: NÃO, VOCÊ É MINHA FILHA. 

EU OLHEI PARA KATARINA, ELA ESTAVA COM OS OLHOS VERMELHOS, UMA EXPRESSÃO ATERRORIZANTE. 

DERREPENTE FOMOS APARECENDO NO CAMPO. 

EU: EU VOU CONSEGUIR. 

BELLAMY FICOU DO MEU LADO E PEGOU NA MINHA MÃO.  

BELLAMY: INDEPENDENTE DO QUE ACONTECER, DERROTE. 

EU: OK! 

COMEÇOU APARECER ANJOS DAS TREVAS, TODOS PRETOS ATERRORIZANTES, POR UMA NÉVOA A 1KM DE DISTÂNCIA.  

BELLAMY: TRANSFORMA-SE.  

ENTÃO EU ME TRANSFORMEI, USANDO MINHA ROUPA SEXY BRANCA, COM MINHAS ASAS LINDA E BELLAMY ESTAVA APENAS COM UMA CALÇA E SUAS ASAS CINZA.

EU: NADA MAL. 

BELLAMY: IDEM. 

NÓS SORRIMOS, KATARINA ESTAVA OLHANDO PARA NÓS.  ENTÃO KATARINA E ISA APARECEU COM O MESMO VISUAL MEU. 

EU: NADA MAL, MAMÃE. 

KATARINA DEU UM SORRISO. 

EU SORRIR DE VOLTA. 

ISA: SAUDADE DESSA ROUPA.

PEDRO: ESTÁ LINDA ISA. 

ISA: OBRIGADA.

OS ANJOS CHEGAVA CASA VEZ MAIS PERTO. 

PEDRO: ESTOU ME SENTINDO EXCLUÍDO SEM ASAS.

EU: HAHA! 

DE LONGE EU VI CALEB AO LADO DE UM HOMEME EXTREMAMENTE ALTO E HORRÍVEL. 

KATARINA: TEMOS QUE MATAR.

EU: CALEB ESTÁ ALI.

KATARINA: ENTÃO MATA ELE, SE NÃO VOCÊ MORRE. 

PERCEBI QUE ELE TINHA PASSADO PARA O MAL. 

KATARINA: PEDRO E ISA FIQUE COM OS ANJOS, BELLAMY MATA CALEB, EU E VOCÊ VAMOS DERROTAR ESSE INFERNO. 

EU OLHEI PARA PEDRO 

EU: BOA SORTE

PEDRO: OBRIGADO DOCINHO 

EU DEI UM SORRISO. 

EU PEGUEI A MÃO DE BELLAMY, EU BEIJEI. NÃO ERA UMA DESPEDIDA, ERA UM BEIJO DE BOA SORTE. 

BELLAMY: EU AMO VOCÊ.  

EU: EU AMO VOCÊ. 

BELLAMY ME ABRAÇOU 

BELLAMY: SÓ QUERO QUE SAIBA ISSO.

EU: EU SEI, MAS NÃO QUERO QUE ISSO SEJA UM ADEUS, VAMOS SAIR DAQUI MACHUCADOS, PORÉM EM PÉ.  

KATARINA: SE PREPARE.

EU DEI UM BEIJO EM BELLAMY, MINHAS ASAS BALANÇARAM. 

NÓS SORRIMOS. 

ISA: ATAQUEMMMMMMMMMMMM!!

ISA FOI PARA ESQUERDA, PEDRO PARA DIREITA. 

CALEB VEIO CORRENDO EM DIREÇÃO A ISA. 

BELLAMY FOI ATÉ CALEB VOANDO. 

KATARINA PEGOU MINHA MÃO, EU SENTIR ELA PASSANDO UMA ENERGIA PARA MIM. 

EU: KATARINA!!

KATARINA: ESTÁ COM 50% DOS MEUS PODERES.

NÓS FOMOS EM DIREÇÃO AO MONTRO. ELE TINHA 3 METROS E COM UMA ESPADA. 

EU IA ATACAR ELE, QUANDO ELE ele deu um murro em KATARINA O DERRUBANDO. 

EU PEGUEI ELA E COLOQUEI UM POUCO LONGE, CHEGUEI PERTO DO MONSTRO E SOLTEI FOGO PELAS MINHAS MÃOS, QUEIMANDO A CABEÇA DELE. ELE COLOCOU UMA MÃO NO SEU ROSTO FICANDO DESESPERADO, QUANDO EU IA ENFIAR MINHA MÃO PARA RANCAR O SEU CORAÇÃO. ELE PEGOU NA MINHA PERNA E JOGOU NO CHÃO COMO UMA BONECA. 

CADA BATIDA DOÍA MUITO, ATÉ QUE KATARINA ENFIOU UMA ESPADA NO PEITO DELE. 

EU CAÍ NO CHÃO.  COMO UMA BORBOLETA MORTA. 

OLHEI PARA BELLAMY, ELE ESTAVA LUTANDO COM CALEB, ELE ESTAVA INDO MUITO BEM, CALEB ERA MUITO FORTE MAS NÃO ERA PÁREO PARA BELLAMY. ISA E PEDRO ESTAVA UM AJUDANDO O OUTRO. ENTÃO OLHEI PARA KATARINA QUE ESTAVA GRITANDO "SOCORRO", EU FUI CORRENDO ATÉ O GRANDÃO, PEGANDO A ESPADA DELE E ENFIANDO NO JOELHO. AFASTEI KATARINA LEVANDO PARA UM CANTO FIQUEI AJOELHADA OLHANDO ELA.

KATARINA: EU VOU MORRER

EU: NÃO, PARE COM ISSO. 

KATARINA: MATE O MONSTRO, EU VOU PRO CÉU. 

EU: KATARINA, ME AJUDE! EU PRECISO QUE AJUDE-ME

KATARINA PEGOU A MINHA MÃO, E EU SENTIR O SEU PODER SER TRANSMITIDO PARA MIM.  

EU: NÃO! FIQUE PARA ME AJUDAR. 

KATARINA: EU JÁ FUI  UMA GUERRA ANTES, NÃO ESTOU TÃO FORTE QUANDO ANTES. 

EU: ESTÁ SIM.  

KATARINA: VOCÊ PRECISA IR. 

EU OLHEI PRO MONTRO, ELE ESTAVA TENTANDO TIRAR A ESPADA DO JOELHO.

EU: KATARINA!

KATARINA: SE VOCÊ VIVER, EU VOU TE VER NO CÉU, SE VOCÊ MORRER, QUERO QUE SAIBA QUE EU TE AMO. E QUE EU FUI UMA TOLA, POR SER INFLUENCIADA PELA GANÂNCIA E POR CALEB. 

EU ABRACEI ELA. 

EU: EU TE AMO MAMÃE.  

ELA CHOROU! 

KATARINA: AGORA VÁ.  

EU ME LEVANTEI E FUI. EU VI UMA FURIA NOS MEUS OLHOS, EU VI SANGUE FERVENDO NO MEU CORPO. 

ENTÃO LEVANTEI O MONSTRO COM O MEU PODER E PARTIR ELE AO MEIO COM TODA A FORÇA QUE EU TINHA. ELE CAIU NO CHÃO VIRANDO PÓ.  

EU AJUDEI PEDRO  E ISA.

ENTÃO CALEB, DERREPENTE SE AJOELHOU PERANTE BELLAMY. 

CALEB: EU ME RENDO, EU ME RENDO. 

BELLAMY: NÃO CALEB, NÃO SE RENDE, SEU FRACOTE.

CALEB: EU ME RENDO IRMÃO.  

BELLAMY: NÃO ME CHAME DE IRMÃO 

CALEB: CHAMO SIM, VOCÊ É MEU IRMÃO. EU FUI DOMINADO PELO CIÚMES QUE TINHA ENTRE VOCÊ E KATARINA. QUE QUASE IA MATAR MINHA FILHA POR NÃO SUPORTAR O AMOR DE KATARINA POR VOCÊ SER MAIOR DO QUE ELA SENTIA POR MIM. 

EU OLHEI PARA BELLAMY, ELE ESTAVA COM RAIVA.

EU ESTAVA JUNTO COM ELE INDEPENDENTE DO QUE ELE DECIDIR. 

BELLAMY CHUTOU CALEB. 

BELLAMY: MORRA QUEIMANDO NO INFERNO. 

ENTÃO CALEB DEU UM SUSPIRO DE ALÍVIO. 

ISA: ENTÃO CONSEGUIMOS. 

EU ABRACEI BELLAMY. ELE ME RODOPIOU. 

EU: FOI MAIS FÁCIL QUE IMAGINEI.  

BELLAMY: VERDADE.

ENTÃO EU SENTIR  UMA AGULHA ENTRAR NA MINHA PANTURRILHA.  

EU CAIR. 

EU: BELLAMY? 

EU OLHEI PARA CALEB, ELE ESTAVA SORRINDO. 

CALEB: SE É PRA QUEIMAR NO FOGO DO INFERNO, QUE SEJA JUSTO. 

BELLAMY: O QUE VOCÊ FEZ CALEB. EU NÃO TE MATEI. 

BELLAMY SENTOU NO GRAMADO CHEGANDO-ME PARA PERTO DE MIM, ELE TIROU A INJEÇÃO QUE TINHA NA MINHA PANTURRILHA. 

CALEB: VOCÊ NÃO ME MATOU BELLAMY, MAS VOCÊ SABE MUITO BEM O QUE ACONTECE COM UM ANJO MALIGNO. 

BELLAMY MUMURROU "CONDENADO A MORTE"

CALEB: EU ME MATEI, E LEVEI MINHA FILHA JUNTO COMIGO, AFINAL, EU NÃO SINTO UM PINGO DE AMOR POR ESSA GAROTA...

CONTINUA NO PRÓXIMO 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...