História Contract Death (EM PAUSA) - Capítulo 6


Escrita por:

Postado
Categorias Ansel Elgort, China Anne McClain, Dylan Minnette, Justin Bieber, Shawn Mendes
Personagens Ansel Elgort, China Anne McClain, Dylan Minnette, Jeremy Bieber, Justin Bieber, Shawn Mendes
Tags Ação, Armas, Criminal, Justin Bieber, Máfia, Scarlett Leithold
Visualizações 228
Palavras 2.449
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Romance e Novela, Suspense, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Hello meus lindos.

Capítulo bônus para vocês.

Surtem comigo com a nova capa de Contract Death, eu amei.
Foi feito por pessoas muito talentosas e eu faço questão de divulgar aqui para vocês, infelizmente elas só possuem conta no Wattpad mas de qualquer forma deixarei o link nas notas finais, já que não é permitido nas notas do autor.


Na imagem temos:
•O Sanders (Dylan Minnette)
•Johnson (Ansel Elgort)
•Collins (Shawn Mendes)
Que são os amigos da Hall e agora também da Kaitly.

Capítulo 6 - Capítulo 5


Fanfic / Fanfiction Contract Death (EM PAUSA) - Capítulo 6 - Capítulo 5

POV's Kaitly Adams

21/10 - Terça-feira

08:57 PM

—Você o que?

—Eu já disse Hall, ele fez tudo aquilo com a minha irmã porquê eu me recusei a treinar depois que ele "torceu meu pulso".

—Mas você estava sob efeito do medicamento, não sentiu merda nenhuma. — disse Hall se exaltando.

—Eu sei mas se eu não fizesse algo ele irá desconfiar.

—Desafiar o Bieber até ele chegar a esse nível não é "fazer algo para ele não desconfiar". Como você ainda não morreu?

—Nem eu sei Hall mas a verdade é que eu não faço mais questão da vida entende?

—E sua irmã? Ela virá para esse mundo horrível caso você se mate.

—Eu sei, não cheguei a pensar nisso de me matar, não teria coragem.

—Então lembra que eu fiquei de contar para você sobre aquela enfermeira que é legal?

—Sim mas o que isso tem a ver com o assunto?

—Quando todos finalizam todos os níveis eles irão te propor algo chamado decisão final. Ou você escolhe fazer parte do IB e atua nas áreas disponíveis para o seu sexo ou você vai embora e vive sua vida normalmente.

—Como assim atuar em áreas disponíveis para o seu sexo?

—No IB mulheres nunca serão monitores e treinadores ou ocuparão cargos de liderança, lá no topo entende?

—Não, eu não entendo isso. Quais cargos são disponíveis para mulheres?

—Cargos na cozinha, clínica médica, limpeza, recepção dos participantes das provas ou responsáveis pelas etapas de iniciação.

—Nojo, essas pessoas são nojentas com esse machismo.

—Concordo por isso eu nunca aceitaria fazer parte do IB. Essas provas são farsas, são usados para punir as pessoas e para criar soldados para o IB.

—Não sabia que para cozinhar ou limpar o chão é necessário saber tortura, matar e sequestrar.

—São farsas essas provas mas eles também precisam nos punir pelos erros dos nosso familiares.

—E o que isso tem a ver com a senhorita White?

— Ela era das provas. — abro minha boca em sinal de surpresa. — Ela estava no último ano da faculdade de enfermagem, o pai dela devia uma grande quantidade de dinheiro porquê ele pediu um órgão para o IB, um rim para ser mais específica para a sua mulher, a mãe da senhorita White, que estava quase morrendo, mas ele não conseguiu pagar no prazo, então ela veio para as provas, finalizou todos os níveis e teve sua decisão final.

—Ainda me pergunto porquê muitas pessoas entram para o IB.

—Muitas pessoas finalizam as provas revoltadas com seus familiares por terem assinado o contrato ou simplesmente não querem mais viver como antes, as provas no fundo tem a função de criar soldados para o IB, se você decidir ficar e fazer parte do IB, eles te remuneram muito bem e tem outros adicionais.

—Mas porquê a senhorita White continua aqui?

—Ela sofreu durante as provas e decidiu ficar para pelo menos poder ajudar as pessoas que continuam, os pais dela morreram de velhice, ela não teve razões para viver sua vida sozinha.

—Uma mulher fantástica com certeza.

—Concordo.

—Ninguém nunca pensou e destruir o sistema?

—Como assim Adams? — pergunta cautelosa.

—Fala sério, somos maioria Hall, se não podemos mudar as regras do jogo porquê não destruímos ele?

—Pare de falar tolices Adams, nunca mais fale algo semelhante ou você morre na hora.

—Então essa é a receita para te matarem? Que bom saber.

—Nem pense em falar isso de novo é sério. A última pessoa que tentou isso presenciou a morte dos familiares a sangue frio e morreu em seguida.

—Relaxa Hall, eu só disso brincando. — digo revirando os olhos.

(···)

22/10 - Quarta-feira

06:00 AM

Acordo com aquele alarme extremamente alto novamente.

Hoje já estou melhor, apesar da medicação ser forte e acabar me dopando eu realmente me sinto melhora.

Me levanto e Hall se levanta juntamente comigo, nos encaramos e olhamos a porta do banheiro, que consertaram a propósito.

—Eu vou primeiro. — grito e saiu correndo.

—Não mesmo.

Competimos para ver quem vai entrar primeiro mas venhamos e convenhamos a Hall tem treinamento e músculos, será que eu vou ficar assim?

Bufo após perder a "competição" com a Hall e me sento pegando no criado mudo meus remédios pois tenho que tomar um na parte da manhã, eu estava cheia de remédios para tomar.

Pego uma garrafa de água que temos no quarto e levo o comprimido aos lábios o colocando completamente na boca e tomando um gole de água logo em seguida.

Alguns minutos depois Hall sai do banheiro já vestida.

—Você precisa para de enrolar no banho, é sério, eu fico sem tempo para tomar um banho descendente.

—Acha que eu brigo para ser a primeira para quê?

—Ridícula.

É tudo que falo entrando no banheiro com minhas roupas em mãos.

Tomo um banho e me visto, tudo muito rápido para não me atrasar.

Arrumo meu cabelo de uma forma que possa esconder o local que rasparam, no IB as mulheres simplesmente não possuem cabelo cumprido, pude notar que as mulheres de cabelos cacheados usam um Black Power baixo e as cabelos lisos é na altura dos ombros.

Pelo que Hall me disse todos os cabelos são cortados uma vez ao mês.

Saio do banheiro e Hall está fazendo flexões, eu me junto a ela.

Hoje é minha última chance dessa semana de ter algum treinamento antes da minha primeira prova.

—Quem diria em. — disse Hall.

—Preciso que me ensine a socar, eu acabei não aprendendo.

Hall se levanta e eu em seguida.

—Nunca, em hipótese alguma olho para o local que pretende acertar, coloque seus braços assim. — ela coloca meus braços junto ao corpo — feche bem sue punho e na hora que for acertar a pessoa seus braços devem fazer esse movimento. — ela se referia ao modo correto movimentar os braços — as pernas ficam nessa posição, porquê acredite ou não, são sua pernas que te darão força para socar, treina na minha mão.

Ela abre as mãos em "conchas" e a aproxima para seu corpo.

Soco elas com força mas só me sinto cansada.

As portas são abertas.

—Temos que ir, mas só para constar, você nunca vai derrubar alguém assim. Se ajuda, a primeira prova é na verdade uma avaliação geral eu fazem sobre você. Não é necessáriamente as provas apesar de valer pontos. Depois dessa avaliação eles irão passar mais parte teórica para depois iniciar oficialmente as provas.

Saímos do quarto e seguimos em direção ao refeitório.

—Mas vale ponto, eu preciso, o que eu faço?

—Amanhã você terá prova baseado no que aprendeu essa semana, aproveite muito a aula de luta hoje e pegue algumas extras.

—Isso é possível?

—Se você justificar os motivos, eles permitem que você treine depois de todos os treinamentos, na parte da tarde, o IB é enorme eles devem ter umas 30 áreas de treinamento interno, mas seu treinador precisa autorizar a utilização.

—E você pode me ajudar?

—Não, somente seu treinador pode.

—Acontece que ele me odeia.

—Treine sozinha, garanto que se sairá bem.

—Você é uma ótima mentirosa Hall.

Estamos na fila do café aguardando.

Quando chega nossa vez, pegamos as bandejas escolhemos que iríamos comer e sentamos na mesma mesa do outro dia.

—Não é estranho você estar aqui a quase duas semanas e nunca termos almoçado ou jantado com você?

—Considerando que eu sempre me ferro com algo, eu não sei se almoçaremos e jantarmos juntas tão cedo.

—Treine o máximo que conseguir ou sujarão o ringue com seu sangue amanhã.

—Eu sei, eu perdi muito treino, então não acho que irei bem.

—Então, tente não morrer. — disso Hall com humor

Reviro os olhos com seu comentário e logo os garotos chegam.

—Oi gente — disse Collins que foi o primeiro a se sentar.

Collins é simplesmente lindo, na verdade eu simplesmente não sei qual deles é mais lindo.

—Oi. — falo indiferente.

—O que ela tem ? — Pergunta Sanders para Hall.

—Amanhã é a primeira prova dela.

—Mas você teve treinamento, não teve?

—Não. — respondo mordendo uma maçã.

—Como não? — pergunta Sanders novamente.

—Ela andou apanhando muito e passou mais tempo na enfermagem do que no ringue treinando.

Olho para Hall com indignação.

—Fica quieta Hall. — falei

—Ela é insuportável gente, não sei como eu consigo dividir quarto com ela. — disse Hall me ignorando totalmente e diz com divertimento na voz.

—Hall! Sua falsa, você me adora. — falo com um sorriso.

—Você precisa aproveitar ao máximo essa treino de hoje ou amanhã conseguirão te deixar desacordada no ringue. — disse Sanders.

—Jura Sanders? Não diga o óbvio. — Disse Collins dando um tapa na cabeça do mesmo.

—Se depender do Bieber, amanhã nem lutar eu vou, ele acaba comigo hoje mesmo.

—Eu odeio aquele cara. — disse Johnson.

—Por quê?

—Ainda pergunta?

—Eu sei que ele é um idiota, estou perguntando o motivo principal.

—Ele e o Johnson se odeiam, não podem nem se olharem que já querem se matar. — Disse Hall

—E como você continua vivo?

Ele deu de ombros sem responder a pergunta, como se não fizesse questão.

Finalizamos o café e seguimos para o treinamento.

Iniciamos com a corrida e seguimos treinando os socos. Hoje eu estava simplesmente muito Concentrada em cada passo que o Justin dava, prestava atenção em simplesmente tudo.

—Entendeu Adams?

—Sim.

Justin deu uma breve explicação sobre a luta em geral.

—Tem como você autorizar um treinamento extra na parte da tarde?

—Não.

—Mas eu iria treinar sozinha, não estou pedindo para treinar comigo.

—A resposta já foi dada Adams, eu odeio repetir as coisas então pare de insistir.

Ele anda me ignorando totalmente.

Eu odeio com todas as minhas forças o Justin Bieber.

Treino o máximo​ que consigo mas já sei que amanhã estarei muito ferrada.

01:36 PM

Estou na fila do almoço sozinha, eu não sei se Hall já estava ou não presente no refeitório.

As opções de alimentos se resume a legumes, verduras e carnes.

Como sou vegetariana eu pego muito legumes e verduras e proteína de soja que era uma das opções.

Encontro Hall na mesa juntamente com o pessoal, me aproximo e me sento e Hall encara meu prato com cara de nojo.

—Carne de soja? Que nojo.

—Quer dizer que eu sou a última a ser liberada? — falo fingindo indignação ignorando Hall.

—Você é da turma do Bieber. — disse Collins

—E o que tem?

—Ele gosta de torturar a turma dele.

—Já não é tortura o bastante o café da manhã ser às 07:00 da manhã e o almoço às 01:30 da tarde?

Começo a comer.

—Bem-vinda ao IB.

—Bom… a festa de fim de mês está chegando. — disse Hall mudando de assunto.

—prossiga.

—O que vocês farão nessa festa? — pergunta Hall.

—Eu estou mais interessada em saber o que a novata irá fazer. — afirma Johnson fixando seus olhos em mim e todos da mesa o encara pela sua audacia

—Eu não sei, eu nunca fui em uma festa do IB. — respondo.

—Você namora Adams? — pergunta Sanders e todos o olham curioso.

—Desde que vim para cá eu nem sei o que anda acontecendo lá fora. — falo abaixado a cabeça.

Sinto minha mão sendo segurada, ergo o olhar e vejo que era Hall com um sorriso franco nos lábios.

—Estamos aqui, okay?

—Okay. — falo e volto a comer minha comida.

Terminamos de comer e voltamos para os treinamentos.

—A turma anda indo bem nos treinos, com algumas exceções é claro. — Justin olha para mim nessa parte. — apesar de alguns estarem mais avançados que outros, vocês chegaram no mesmo período, estão recebendo o mesmo treinamento, amanhã será a primeira prova de vocês, seus monitores não estão aqui para serem amigos de vocês então não esperem piedade, eu não quero ver que a turma inteira foi mal nas provas porquê isso deixa meu trabalho a desejar e eu sou o melhor nesse lugar então faça a porra da prova direto. Voltem para o treinamento. Você fica Adams. — disse quando eu estava prestes a sair.

—Sim? — disse de cabeça baixa, depois do que ele fez com minha irmã eu não posso o infrentar.

—Que bom ver que sabe onde é o seu lugar.

—Eu preciso treinar, poderia agilizar?

—Não, as coisas acontecem no meu tempo Adams. Amanhã são as provas, se continuar no nível zero, eu juro acabar com você. — um frio percorre minha espinha.

—E porquê essa obsessão para sua turma ser a melhor?

—Eu sou o melhor treinador do IB, os resultados das pessoas que treino é reflexo do treinador que as preparou e você chegou no IB rebelde, mas eu já coloquei sua mordaça, agora só falta o resultado das provas para demostrar para os incopetentes dos treinadores como se trabalha aqui no IB.

—E se eu não me sair bem? — pergunto cautelosa.

—Então, teremos problemas.

—Só… não toca na minha irmã.

—Esse é meu jogo, eu faço as regras e descido o que vai ou não acontecer Adams, volte a treinar.

Me retiro com um nó na garganta só de imaginar minha irmã nesse inferno.

POV's Justin Bieber

A pressão para ser o melhor vem desde o berço, se minha turma falhar, significa que eu falhei como treinador e eu não iria suportar a chacota dos outros treinadores e as broncas do Jeremy então faço o possível para que ninguém falhe, Adams está deixando a desejar, amanhã eu duvido que ela se saia bem, mesmo que o monitor seja eu, tenho conhecimento que não posso forjar resultados.

Olho com cautela os treinamentos, observando cada movimento.

POV's Kaitly Adams

Quando finalmente termina o treinamento, eu retorno para o quarto.

Assim que entro noto que hall ainda não entrou e aproveito para entrando no banheiro primeiro.

Tomo um banho longo e já sinto meu corpo relaxado.

Quando saiu Hall já está no quarto.

—Você não iria ter um treino extra hoje?

Me jogo na cama.

—Sim, mas como você disse, o Bieber precisa autorizar esse treino extra, ele não autorizou.

—Ele é um babaca, custa?

—Ele me ameaçou hoje.

—Como assim? — Hall me encara confusa.

—Disse que se amanhã minha pontuação for baixa, ele acaba comigo.

—Ele não pode fazer Adams.

—Ele joga conforme suas regras, então…

—E você irá aceitar isso assim?

—O que espera que eu faça Hall?

—Levanta. — diz autoritária.

—Não Hall, meu dia já foi pesado. — choramingo.

—Agora Adams. — diz com firmeza no tom.

Me levanto com o corpo mole e me aproximo, recebo um soco no estômago assim que me aproximo.

—HALL!

—O que? Acha que seu oponente irá ser seu amigo no ringue? Todos queremos sair daqui Adams a diferença é que uns fazem por merecer.

—Não diga como se eu não fizesse.

—Você não faz, se fizesse teria domínio sobre a boca e atenção a todas as aulas. — Hall fala tudo com uma extrema calma.

—Okay, qual a lição que quer me ensinar com isso?

—Nenhuma, é que te bater é divertido, você nem revida.

Fecho minhas mãos em punhos e as levo com velocidade alto até o rosto da Hall, a mesma segura meu punho com uma cara de tédio enorme.

—Fecha as mãos em punhos mais fortes, isso não machuca uma velinha e para de olhar para meu rosto, eu sei exatamente aonde quer socar, procurar auxílio nos pés, já disse que ele que dará força para seu soco ser perfeito.

Hall passa a tarde inteira me ajudando com isso, ela me explicou como saber aonde serei atacada e como me desviar, como dar um soco perfeito e principalmente como descobrir o ponto franco do oponente.


Notas Finais


Espero que tenham gostado, domingo temos mais, pois é o dia de postagem fixa.

Poderá ocorrer esses capítulos bônus às vezes.

Minha conta no Wattpad: https://my.w.tt/ydIZbHdReP

Link das capistas: https://my.w.tt/emetgAUPeP

Gostaram? Se sim, comentem e favoritem.

Obrigada por lerem. Bye bye.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...