História Contragosto - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Tags Adolescente, Amor, Crush, Drama, Romance, Textos
Visualizações 10
Palavras 392
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 10 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Lírica, Literatura Feminina, Shoujo (Romântico)
Avisos: Heterossexualidade
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


olá!
milionésimo texto sobre a mesma pessoa errada que fiz por algum motivo que nem eu sei qual é.
boa leitura! <3

Capítulo 1 - Meio a contragosto - Único


Eu ouvi diferentes pontos de vista de uma mesma história; da nossa história. Mas todos estavam equivocados, principalmente o meu. Por incontáveis vezes, quis compreender teus meios-termos e ler nas tuas entrelinhas; julgava fazer o certo até há poucos dias. Desde então, minha decepção parece simplesmente incessante.

Estava cogitando se lhe escreveria novamente, não acho que mereças minhas palavras, aquelas que sempre vêm do fundo do meu coração, onde você, meio a contragosto, ainda habita, porém talvez esse seja um modo de enterrar nossos assuntos, ou pelo menos aqueles mais pendentes.

Não estou mais cansada somente de nossas inseguranças e hesitações, cansei de te guardar dentro de mim e acreditar cegamente que sempre enxerguei tua áurea; eu cansei de lutar contra meus conceitos para te defender.

As opiniões sempre foram divididas, uns diziam que eu fazia grande besteira ao apaixonar-me por ti, outros me incentivavam. Nas inúmeras vezes em que saí ferida e você pouco percebeu, optei por perdoar por crer que a infantilidade sempre fora teu maior problema. Hoje não digo exatamente o mesmo. Agora entendo que a maturidade é o meu “problema” e, que para nossa idade, você nem é dos mais infantis. Contudo, continuo a te livrar dos maus comentários, e talvez me taxem como idiota. Não sei o que vejo de verdadeiro em ti, porém tenho a certeza de se percebesse tuas atitudes errôneas, as mudaria.

Você não é um garoto mal. Ora é de coração quebrado, ora sarcástico e autoprotegido. E sei que nunca quis me machucar como já o fez, inclusive da última vez. Não é algo imperdoável e eu não estou com raiva, só não sei mais lidar com teus espinhos sem acabar sangrando ao final, tampouco com os resquícios de expectativa que ainda me restavam.

Por todos esses anos, fui e desejei ser tua. Tua amiga, âncora, conselheira e também tua 'pitanguinha. De mais ninguém. Todavia, se você notou ou não, nunca manifestou-se, deixou o tempo passar e por vários momentos me fez questionar tua conduta. Não vou dizer que me perdeu, embora gostaria, não sei do amanhã. O que posso dizer-lhe é que, de alguma forma, me dei conta de que estive enganada a nosso respeito, entretanto, agora que enxergo com clareza, apenas te aviso que toda vez que você parte meu coração, menos acredito ser capaz de colaborar na reconstrução do teu.


Notas Finais


se gostarem, deixem um comentário, please, vou amar saber a opinião de vcs <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...