1. Spirit Fanfics >
  2. Contrato com Vampiros >
  3. Meu bebê

História Contrato com Vampiros - Capítulo 43


Escrita por: e Boo-chan123


Capítulo 43 - Meu bebê


Leandro: (a abracei forte). Chamas meus irmão e alguns guardas. (fui até o quarto correndo).

••••

Damon: (Fui ao quarto de Isabella correndo mais Lyan e Alessandro). O que aconteceu aqui? (Renata passa por trás de Lyan que a segura rapidamente, o cenário não é tão bonito vidros quebrados e sangue pelo quarto e uns negócios de bebê rosa estavam pelo chão). Katye fala comigo?

Leandro: Elas estão perdendo muito sangue! Tem que fechar os ferimentos delas!

Alessandro: (Uso uns feitiços de cura que aprendi com minha mãe). Isso não vai ser o bastante. Precisam de ajuda médica.

Leandro: (Pego rapidamente meu celular e ligo para os médicos virem rapidamente para o castelo).

Dr. Luciano: (Começo a examinar as duas com mais outra médica Dr. Nath, às deixamos sedadas devido a dor e também muitos outros motivos, analiso a garotinha). Bom! Senhores elas não estão muito bem. E o bebê que a senhorita Isabella carregava não sobreviveu. Katye está com um corte na cabeça mais está tudo ok. Só façam elas tomarem alguns remédios. (Falei dando as receitas). Voltaremos amanhã.

Leandro: (Parecia que meu mundo tinha desabado, por pouco não  deixei lágrimas cairem). Enten..dido.. obrigado.

Dr. Nath: (Estava com a princesinha no colo). Ela está se desenvolvendo muito rápido. Tome cuidado pode acontecer dela não conseguir controlar os poderes muito bem. É pequena mais também pode começar a usar os poderes.

Leandro: Tomarei cuidado com isso. (a peguei no colo). Obrigado por cuidar dela

Dr. Nath: Só fazemos nosso trabalho. (Falei saindo). Por favor! Cuidado com as duas senhoritas.

Leandro: (Acenei vendo ela sair). Onde colocaram a Renata?

Lyan: Já dei um sumisso nela. Não vai incomodar mais.

Leandro: Poderiam sair queria ficar com ela a sos.

Damon: (Saímos de lá).

Leandro: (me sentei no lado da Isabella, a olhando com um aperto no peito). 

Isabella: (Fui acordando bem devagar). Esmeralda.

Leandro: Ela está aqui, não se esforçe muito, você está muito machucada

Isabella: o que aconteceu? Não lembro de muita coisa. Fui pega de surpresa e quando vi já estava no chão e pedindo pra Esmeralda correr.

Leandro: Renata a atacou mais a Katye, Esmeralda veio correndo até mim, não se preocupe mas com a Renata já teram um jeito nela

Isabella: Estou sentindo muita dor. (Falei passando a mão na minha barriga lembrando que Renata tinha a chutado com muita força). Meu bebê.

Leandro: Ele... você acabou perdendo o bebê.

Isabella: O quê? Meu bebê não Leandro. Meu bebê não. (Acabei gritando ficando descontrolada). Meu bebê de novo não. Isso não está acontecendo ele estava aqui. (Falei me levantando desesperada). Não.

Leandro: Se acalma Isabella, não faça esforço (trouxe ela até mim a abraçando). Sei que não é fácil..

Isabella: Você não entende. Já é a segunda vez que perco um bebê. Me solta. (Estava com raiva de Renata e triste pelo meu bebê, acabo quebrando uns dos jarros de vidro que tinha no quarto).

Leandro: ISABELLA!! (A vi parar na hora). Realmente não sei a dor de perder dois filhos, mas do mesmo jeito que você perdeu esse eu também perdi, era o meu filho! Você não acha que quero surta?! Mas estou me mantendo firme por você é pela Esmeralda, não suportaria perder vocês duas, então por favor se acalma, é perigoso você se mexer muito por causa dos seus ferimentos!

Isabella: (O olhei mais assustada do que não sei o que de repente a dor se fez presente). Te entendo mais...

Leandro: Nada de mais, descansa e se recupere a Esmeralda precisa de você, eu preciso.

Isabella: (O abracei). Me desculpa. Eu surtei.

Leandro: eu te entendo, não precisa se preocupar.

Isabella: (Peguei minha bebê que ainda dormia e a abracei). Sou uma péssima mãe nem te proteger consegui.

Leandro: Então eu também sou pessimo pai.. você a protegeu quando a mandou correr, todo o dia você cuida dela.

Isabella: Você não é péssimo. Só é muito ocupado pra está com nós duas todo o tempo. (Falei o confortando).

Leandro: Queria não ser tão atarefado. (a olhei triste). 

Isabella: Você é um Lord. Está tudo bem em ser atarefado eu te ajudo quando vejo que está afundado nos deveres. Eu te amo.

Leandro: Também te amo. (encostei minha testa na dela). 

Isabella: Estou sentindo muita dor. É normal?

Leandro: Você esta muito machucada, mas os médicos lhe deram um analgésico, não era para ser muito forte

Isabella: Quero ver a Renata.

Leandro: Não é possível.

Isabella: O que aconteceu?

Leandro: O Lyan deu um jeito nela, saiba que ele não brinca em serviço.

Isabella: Entendi tudo. Eu ia te fazer uma surpresa.

Leandro: O que?

Isabella: Eu a perdi.

Leandro: vamos dormir, hoje foi muito cansativo para você.

Isabella: Está desconfortável demais. Não sei se consigo dormir.

Leandro: Então eu fico acordado com você.

Isabella: (Deitei minha cabeça em seu ombro). Só falta essa peça acordar pra me fazer sorrir. (Falei acariciando seus cabelos).

Leandro: Ela estava banstante assustada, é bom ela dormir.

Isabella: Realmente.

Leandro: (Beijo sua testa).

Isabella: Te amo.

Leandro: Também te amo, minha rainha.

Isabella: Pra falar a verdade. Não sei o que somos.

Leandro: nem eu ao certo, apartir de agora se quiser podenos ser oficialmente namorados

Isabella: Quero um anel. (Falei beijando ele).

Leandro: Vai ter do jeito que você quiser.

Isabella: Ok! Eu quero colo.

Leandro: Vem cá

Isabella: (Fui pro colo dele).

Leandro: (Fiquei a fazendo cafuné).

Isabella: (Peguei no sono no colo dele).

Leandro: (Fiquei velando seu sono incapaz de pregar os olhos). 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...