1. Spirit Fanfics >
  2. Contrato da Máfia (NaruHina) >
  3. Cinquenta e cinco

História Contrato da Máfia (NaruHina) - Capítulo 55


Escrita por: NaruHina30

Capítulo 55 - Cinquenta e cinco



Naruto

... A valsa da bailarina a gente aprende a gente ensina... A valsa da bailarina é pra menino é pra menina. ♪

Em toda minha vida não imaginei que a valsa da Bailarina e a música do quebra nozes se tornariam músicas de terror com a gritaria e pedidos de socorro, o desespero de homens pedindo pela sua vida. Himawari é um tanto excêntrica nos seus interrogatórios com suas músicas de ballet e sua aura assassina e debochada. Eu e a Hinata achamos a coisa mais linda do mundo, principalmente quando ela coloca o Kurama sentadinho para assistir seu show de tortura, ela dança seus passos de ballet com as facas na mão. E sempre quando eles veem minha princesinha chegar com o seu Tu tu chegam até rir, mas já na primeira pergunta ela mostra quem manda, ela faz todas as perguntas que pedimos e ela tira tudo o que precisamos, e sempre sai com sua roupinha de ballet suja com respingos de sangue.

Meu pai e meu sogro não saem mais daqui para ver a princesinha dançando nos interrogatórios, as vezes ela faz um dos dois dançar com ela, até porque quem consegue falar não pra Himawari?

Em contra partida, Boruto e o Kawaki estão aprendendo como Kakashi e o Obito como a se infiltrar nos locais mesmo estão em números menor, e os dois já estão muito sincronizados, se entende com pequenos sinais ou até mesmo se olhando. No início Boruto queria ir com a Sarada claro, mas o Sasuke insistiu dela ir com o Shikadai, eu sei que é só para separar os dois, mas não sei o que adianta, quando termina os dois se agarram do mesmo jeito. Acho que meu amigo tem medo que aconteça o mesmo que acontecia quando eu e a Hinata terminavamos as missões.

~**~

Quando eles fizeram quatorze eu fui questionado pelos meninos e eu fiquei um tanto constrangido por contra daquele safado do Jiraya ai que ódio.

-Pai podemos conversar? - Boruto chegou e seguido pelo Kawaki e o Shikadai.

-Sim, o que houve? - Pergunto não sabendo o que ele quer.

-Pai seu apelido que o Tio Assuma deu é Alemão não é? - Kawaki perguntou sério.

-Sim, mas porquê? - Fico confuso. Sempre que vamos para o Brasil eles veem que nos chamam assim

-E o da mamãe é Lara? - Boruto perguntou e o Sasuke e o Shikamaru começaram a rir.

-Meninos vocês sabem que sim, porque dessa pergunta? - Só eu não estou entendendo o rumo dessa conversa.

-PAPAI ENTÃO NESSE LIVRO É VOCÊ E A MINHA MÃE? - Boruto gritou.

-Ai Deus... - O que eu faço agora? E os dois mais velhos do meu lado morrendo de rir.

-Papai? Vocês fizeram tudo isso? - Kawaki perguntou e eu não sei se ele esta falando das pessoas que matamos ou dos sexos.

-O que? - Pergunto.

-A tipo sempre soubemos do contrato né, e mesmo assim o papai e a mamãe ficaram juntos, e também foram para o Brasil – Boruto falou – Mas não sabíamos das mortes do teste que o Tio Asuma fez, do Otsutsuki que você e mamãe desceram matando geral... e como descobriu a gravidez – Boruto falou.

-E do Sexo – Shikadai falou

- É uma quantidade absurda de sexo – Kawaki falou e eu bati minha mão no rosto – A mamãe matou o próprio vô.

-Sim, mas ele armou para me pegar e me fez de refém - Contou e eles concordam.

-É ta escrito, a tia Hinata é bem sangue frio – Shikadai falou.

-É essa parte da história é realmente verdade – conto – Mas acho que no sexo ele aumentou...

-Não aumentou nada, eles fizeram até mais – Sasuke falou e eu dei um soco no braço dele, e quando olho para os garotos estão com os olhos arregalados.

-Bom então vamos tem mais dois livros para ler do Alemão e da Lara –Shikadai falou e os dois viraram para seguir o Nara.

-Nossa em saber que essas histórias são verídicas – Boruto falou embasbacado.

-Nossos pais são fodas demais, mas também transantes, que vergonha – Kawaki fala e o Shikamaru e o Sasuke parecem que estão tendo convulsão de tanto rir.

-Oi meninos – Hinata fala ao passar pelos três que seguiram ela com um olhar de julgamento, ela vem direto para o meu colo, os três balançaram a cabeça negativamente.

-Por isso vivem nesse chamego – Boruto fala indignado.

Eu fico puto porque ninguém fala quando ele fica todo fogoso com a Sarada, ele não repara né, eles dois são piores, mas a diferença é que eles não se pegam na frente do Sasuke, mas tudo bem, de todo jeito só o Naruto é julgado nessa vida.

-o que ta acontecendo com esses meninos? – Hinata pergunta.

-Nada não, estão cheios de perguntas – Eu conto e ela beija meu pescoço - A Hima acabou?

-Está com seu pai, sabe que seu pai é o parceiro dela de dança - Hinata fala rindo – E pra ajudar, o Konohamaru esta lá com eles ensinando funk

-Não deixa Hinata? – Reclamo bravo e ela ri.

-Naruto até você dança, deixa ela aprender – Hinata fala.

-Deixa a filha do Kono nascer que eu vou ensinar pra filha dele – Falo bravo.

-Paizinho, esta aqui o que você queria saber – Ela vem com um papel cheio de sangue, e senta na minha outra perna e me abraça.

-Muito obrigada meu anjinho – Eu falo e dou um beijo na sua testa.

-Ela até parece um anjo, mas ta mais para um capetinha – Meu pai fala e ela gargalha.

-Dom teremos uma reunião daqui dez minutos, o Vincent da Itália que pediu essa reunião - Shikamaru avisou, Hinata levantou e se sentou e uma cadeira ao meu lado e a Himawari correu até o meu pai.

-Se ele já estiver ai manda entrar- Eu aviso e o Sasuke levanta e vai receber e o cara vem calmamente e sorridente.

-Muito prazer Dom Uzumaki, é um prazer conhecer pessoalmente acabei de ver sua filha, muito lindinha – Ele fala e eu fecho a cara e respiro fundo.

-É sim, linda a minha princesinha – Eu digo e irritado e olho para o Shikamaru que esta segurando para não rir – Mas qual era o assunto?

-Bom como sabe, tenho minha máfia na Itália e estamos crescendo muito, gostaria de fazer uma aliança com vocês... - Ele explica bem calmo.

-Que tipo de aliança? - Pergunto sem rodeio, não estou vendo vantagem em nada. A proposito só a vantagens para o lado dele.

-Posso pedir para meu filho entrar – Ele fez sinal e um dos seus homens que estão na porta chama o garoto, mas não entra só ele, Shikadai, Kawaki e o Boruto e a Sarada entra juntos cada um com uma carranca – o loiro é seu filho e o com a tatuagem também né?

-Sim, o Boruto e o Kawaki – Eu falo calmo.

-Então esse é meu filho Pietro, e pelas redes sociais ele encontrou o perfil da sua Filha Himawari Uzumaki, quando ele mencionou o Uzumaki eu fiz uma pesquisa já que desconfiei de parentesco com o Dom Uzumaki... porque sua filha é uma princesinha linda meu menino ficou encantado, e gostaria de fazer um acordo de casar nossas famílias... - Ele fala e eu respiro fundo – Sei que o seu casamento de vocês dois foi contrato... - Eu me coloco de pé, olho pra frente o Kawaki e o Boruto estão apontando arma na cabeça do moleque, e a Sarada e o Shikadai para os seguranças.

Eu pego esse maldito que vem lá da puta que pariu para falar de contrato, e o pior com a Himawari? Eu o peguei colarinho e o jogo contra parede, e dei um soco na cara dele.

-O que passou na sua cabeça quando veio fazer essa proposta indecente? Você nem é daqui, acho que não sabe o que eu faço com quem fala de contrato principalmente a respeito da minha filha – Eu esbravejei.

-Homens – ele chamou desesperado e escutei disparos.

-Quais? esses? - Sarada debochou dos caras no chão, que ela e o Shikadai tinha matado, eles nem pedem mais autorização, já vai matando.

-Acha que esse moleque vai namorar com minha irmã? Ela não é um produto para negociar seu babaca – Boruto falou nervoso.

-Dom? Eu não quis ofender, eu achei era costume fazer contrato de casamento, chegou ao meu conhecimento do contrato de vocês - Ele falou – E o de vocês deu certo, estão juntos até hoje e tem filhos, e se sua filha for tranquila pode...

-Tranquila? Quer dizer submeter aos caprichos do seu filho? - Eu peguei e soquei – Mesmo que eu fizesse esse contrato de merda te digo com toda certeza o mundo a Himawari mataria seu filho em dois dias, ela não foi criada para abaixar a cabeça pra ninguém...

-A porque ninguém em chama – Himawari chega correndo e faz bico.

-Linda? Eu vim te conhecer, eu quero namorar você - O menino falou.

-Ta doido nem ti conheço - Ela falou e veio perto de mim.

-Paizinho, porque ta bravo? - Ela fala e me abraça.

-Dom... me desculpa acho que vim ser ter conhecimento das coisas – Vincent fala mas eu já estou tomado de raiva.

-Meu bem, deixa ele ir embora – Hinata fala calma.

-Eu vou matar ele – Eu falo com raiva.

-Vai matar todos os pais que virem pedir a Himawari em namoro? - Hinata perguntou e eu ri. Porque é isso que eu quero.

-Vou, eu só quero saber porque esse merda entrou Shikamaru?– Perguntei para e olhei para o Nara.

-Eu perguntei e ele não quis dizer, falou que só com o Dom – Explicou meu amigo.

-Tudo bem papai, não fica mais bravo deixa esse bobão ir embora – Himawari pedi, e aí é foda, com as minha suas princesas pedindo eu não do conta elas mandam em mim.

-Some daqui – Eu falo e ele arruma seu terno, e eu volto a me sentar.

-Você se acha tão grande? Aqui no Japão você manda e desmanda, mas saiba que eu posso levantar um exército para acabar com você - Esbravejou, eu abro um sorriso, e mostro três dedos para ele, dois e por último um, e um disparo.

-Não levanta mais nem do chão - Himawari fala sombria e caminha até o Pietro – Nunca na sua vida ameace meu pai, pega o corpo do seu e some da minha frente, antes que meus irmãos te matem – Ela falou e veio pro meu colo ela tem quase quinze mais ainda é minha menininha dengosa.

-Ai ai, já é o quinto esse mês – Sasuke falou debochado.

Depois que minha pequena fez treze anos começaram essas propostas indecentes e é bem difícil o que sai vivo, mas tem hora que eu acho que o Shikamaru e o Sasuke deixa essas merdas virem aqui pra me deixar com ódio.

~*~

Passamos por muitas coisas juntos, e as crianças já não são mais crianças agora já estão com dezoito anos, Boruto e Himawari são bem parecidos comigo e com a Hinata em muitos momentos, eles vão liderar juntos as duas máfias sem dúvidas, algumas coisas diferentes de mim é que o Boruto é mais inteligente te mais facilidade para aprender as coisas, mas é tão nervoso quanto eu, a Himawari é igualzinha a Hinata, sua tranquilidade e sempre uma graça mas e quando fica nervosa, só que um pouco mais cruel que a mãe.

E claro o pior dia da minha vida aconteceu, se bem que eu acho que a minha princesa esperou bem para isso, ela não teve pressa em se envolver com alguém, e pro meu desgosto de todos os pretendentes que ela teve, ela escolheu o Kawaki.

Ai que ódio...

Fiquei um mês sem conversar com o Kawaki, ele é irmão dela, mas depois ele pediu para conversar comigo e explicou que sempre se sentiu bem perto dela, que quando chegou na casa mesmo o Boruto o tratando muito bem e se preocupando com ele, ele só conseguia dormir sem ter pesadelo quando dormia com a Hima, e que desde sempre ele a via como seu ponto de paz em meio a tudo de ruim que ele passou quando criança. E ela sempre foi gentil e carinhosa e que ele tinha em sua mente que ele sempre teria que proteger a pequena, mesmo sabendo que ela não precisava já que ela é uma mafiosa perfeita. E contra gosto aceitei esse namoro, até porque a chantagista Himawari disse que ficou chateada comigo por brigar com o namorado dela, amaçou fugir de casa, a quem tirou essa ideia da cabeça dela foi o próprio Kawaki.

Ainda tive que agradecer ele... Eu não gosto mais dele.

E o Boruto e a Sarada, meu Deus quanto fogo, a mãe dela até colocou diu na menina porque os dois é demais, toda hora é hora, todo lugar é lugar, porque eles se pegam e acham que ninguém sabe, depois chegam no lugar o Boruto com um sorriso enorme, e a Sarada dando risadinhas com se tivesse aprontado e aprontaram de fato. Sem falar que eu acho que a Sarada mora na minha casa já que o dois são um grude. Eu não posso falar nada acho que com dois dias de namoro dormi junto com a Hinata depois nunca mais dormi sozinho.

E como todo jovem, eles saem para as baladas da vida, e eu imaginei, o Boruto o kawaki namoram não vão arrumar brigas, ledo engano, eles vão pra brigar. Fala para as duas irem dançar e fica o Kawaki, Shikadai, e o Boruto só olhando, ai vem os idiotas para dar em cima das meninas, mas elas se defendem sozinhas. Mas como acontecia com a Hinata eles voltam com mais pessoas para pegar as meninas, e isso é a deixa para eles irem lá e arrebentar os caras na porrada. Ou então quando uma garota da em cima do Boruto e do Kawaki as duas nem conversam já chegam arrebentando. A sorte que o Boruto sempre teve a Sarada a menina é ciumenta demais, se o Boruto fosse bixo solto como eu fui a Uchira ia ter trabalho, mas ele é tranquilo sempre gostou dela e não da motivos pra ela ficar enciumada.

Mas com isso eles fizeram inimizades, e por esse motivo eu e a Hinata estamos sendo feito de reféns por moleques de dezoito anos, a Hinata olha pra mim e ri e eu estou gargalhando.

Tudo começou, no fim do expediente, eu e a Hinata estávamos indo para nosso carro, Sasuke e Shika estava conosco em uma conversa animada, quando fomos abortados por cerca de quinze moleque e eu fiz gesto para os dois esperar.

-Você que é Hinata Uzumaki? - Um perguntou todo valente.

-Sim sou eu – Ela fala calma.

-Peguem ela – Ele disse e eu entrei na frente.

-O que querem? - Perguntei, só pelos primeiros movimentos percebi que eu os meus dois amigos acabaríamos com os moleques, mas quero saber o que ta acontecendo.

-Sai da frente, somos os Camorra vamos levar a mãe o Boruto, ele do Kawaki se acham donos do Japão, vamos ver como ele vai ficar quando descobrir que pegamos a mãezinha deles – Explicou e eu gargalhei eles querem conhecer três demônios -Do que está rindo?

-A eu acho que eles vão ficar com medo e vai até pedir desculpas pra vocês - Eu disse.

-Naruto – Sasuke me chama não entendendo nada, sabendo que estou mentindo muito. Mas eu fiz sinal para meus amigos terem paciência.

-Mas eu acho que vocês não podem levar só a mãe dele, me leve também eu sou o pai dele, eu concordo que meus filhos precisam de um corretivo, estão saindo toda noite para se envolver em briga – Eu falo e os meninos ficam assustados. Eles não têm a mínima noção com quem estão falando eu estou me divertindo com isso.

-Sim nós iremos com vocês - Hinata fala seria, eu entrego minhas armar para o Sasuke e a Hinata a dela pro Shika que estão sem entender porra nenhuma.

-Manda eles irem nos buscar – Eu falo.

-Você está de brincadeira né Naruto? eu não acredito que você vai fazer isso, você é sem noção das coisas? – o Uchira sussurra.

-Fica tranquilo, vou ficar um pouquinho com a minha esposa só eu e ela aproveitando a estadia dos moleques, deixem eles bem nervoso e fala que eles nos bateram, e que a culpa é deles que eles vão se virar, já que só saem para caçar briga – Eu falo calmo.

-Nossa O Boruto vai surtar – Shikamaru diz baixo.

-É isso que eu quero, quem sabe depois disso eu já não aposento – Eu falo e eles reviram os olhos.

-Larga de ser folgado, nos assumimos com vinte e sete, os meninos tem dezoito –Shika falou e eu ri.

-Vamos meu bem – Hinata falou e nós fomos em direção aos meninos, que vieram na intenção de revistar a Hinata.

-Tira a mão dela – Eu falo bravo.

-Temos que ver se não tem arma – Ele falou calmo.

-Rela nela e nós não vamos – Eu falo e ele só pegam no nosso braço e nos arrastam para dentro de uma van, eu sentou ao lado da minha esposa que me olha e ri.

-Porque estão rindo, se nada der certo vamos matar os dois –Um fala bravo e eu olho pra ele, e eu dou risada e ele se levanta para me chutar e eu seguro seu pé e eu o empurro pra trás.

-Vou avisar uma coisa pra vocês, estou aqui por que eu quero, então não se atrevam a levantar a mão pra mim e nem pra minha esposa – Eu falei e todos ficaram assustados.

-O Boruto fala igual você, se ta se achando? Acha que da conta de nós velhote? - Um esbravejou e eu ri.

-Eu não acho eu tenho certeza, e só continua nos levando para o local antes que eu acabe com isso agora mesmo – Eu falei e eles ficaram resmungando que o Boruto puxou pra mim, que sou folgado igual o meu filho, onde já se viu eu boquejar com eles sendo que nós estamos de refém, mas que não podiam fazer nada se não como iria chantagear meus filhos. Ai isso vai ser incrível.

Chegamos no local e eles nos colocaram em um quarto que tinha uma cama, uma mesa e um banheiro. Entrei com a minha morena linda e ela cai na risada, e eu seguro na sua cintura e beijo seu pescoço.

-Você sempre me surpreende, ai Naruto o Boruto e o Kawaki vão ficar loucos, nossa e a Himawari, meu Deus – Minha esposa fala e eu dou risada.

-Vamos ver se eles já estão bom mesmo, e vamos ver se o Nara já esta manjando das estratégias - Eu digo e ela ri.

-Larga de ser falso, que esse nem é o motivo principal – Ela fala e eu a viro pra mim.

-Nunca foi, o motivo principal é fazer amor gostoso, com força - Eu sussurro no seu ouvido e a pego no colo e ela ri.

Beijo a boca maravilhosa da minha esposa, ela segura minha nuca e aprofunda nosso beijo e passo a mão por sua perna levantando seu vestido, e sua mão vem na minha camisa e abre os botões, eu a coloco na cama e tiro o seu vestido, e ela empurra minha camisa com o paletó.

Nós olhamos e acabamos rindo, as mãos dela foi em direção em direção a minha calça e abriu e levantei para tirar do meu corpo junto com a cueca e me coloquei por cima dela, e a beijei sua boca e lambia seu pescoço, quando olho vejo sua respiração fazendo os seios dela subir e descer me deixando com tesão, coloquei minha mão no sutiã e quebrei.

-Não muda – Ela solta rindo, e eu chupo seus seios e deixo marcas dos dois lados, brinco com os biquinhos, e aperto eles, e me arrepio com os gemidos que ela solta. Fui beijando sua barriguinha, e rasguei sua calcinha – Sabe que vai ser nossos filhos que vão nos buscar e eu vou está só de camisa Naruto?

-É bom eles vão descobrir como foram feitos – Eu falo rindo, e ela balança a cabeça negativamente rindo do que eu falei

Eu abaixo e chupo sua bucetinha dela maravilhosa que já estava toda molhada, chupo intercalando com lambidas, os gemidos dela começaram a sair mais alto, acho que ela esqueceu que somos reféns.

-Ah, ah amor – Ela geme e eu continuo até que ela treme e suas costas erguem, eu limpo toda essa delicia, e me posiciono e entro de uma vez com força, as pernas dela me envolvem e eu faço movimento fortes olhando nos olhos dela, entrando cara vez mais fundo, e logo sinto a mão dela me empurrar e eu saio de dentro dela e ela vira empinando o bumbum dela pra mim.

-A Gostosa... -Falo e dou um tapa no bumbum dela que geme e eu entro novamente e vou fundo – Gosta assim né meu bem? - Pergunto e puxo ela colando as costas dela no meu peito.

-Adoro, meu Dom – Ela diz e eu mordi seu ombro, e fiz movimentos mais rápidos, e sinto ela me apertar e acabo gemendo, e me agarro no seu corpo e finalizamos juntos – Ainda não acabamos - ela fala e eu rri

Em quanto isso no prédio Uzumaki


Notas Finais


1- Esse era pra ser o último capítulo, mas será o próximo.
2 - Eu sei que demorei uma vida pra postar mas eu escrevo no word on-line e como estou sem internet e algumas semanas atras eu tinha escrito e depois acabei perdendo tudo, eu chorei muito de raiva, e depois perdi o ânimo de escrever de novo.
3- Desculpem os erros porque escrevi no bloco de notas do celular então pode ter alguns erros que deixei passar.
Muito obrigada pela compreensão, espero que gostem e até o próximo e último capítulo.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...