História Contrato de Casamento - Capítulo 7


Escrita por: e Jon_Fanfics

Postado
Categorias Sou Luna
Personagens Luna Valente, Matteo, Nina, Rey, Simón
Tags Contrato De Casamento, Lutteo, Sou Luna
Visualizações 235
Palavras 1.569
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Hentai, Romance e Novela, Universo Alternativo
Avisos: Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Oi. Sou o Jonay. Devem estar estranhando eu aqui na fic da Suzi, mas a gente tava conversando ontem e eu resolvi ajuda-la a escrever essa fanfic sendo co-autor. Então, me verão muito por aqui ainda, Rsrs
Desculpem pela demora em postar e espero que gostem desse capítulo. O primeiro de muitos q escrevo aqui..

Capítulo 7 - Casar? Como Assim?


- O QUE? COMO ASSIM VOCÊ VAI SE CASAR COM O MATTEO BALSANO? - Grita Nina, completamente surpresa e intrigada após ouvir a confissão da irmã. Ela sabia muito bem que ela estivera agindo muito estranhamente por algum motivo que não queria contar, mas nunca imaginou que Luna fosse lhe soltar do nada uma bomba daquelas.. Literalmente. Se casar tão abruptamente com um empresário que ela mal conhecia? Era inacreditável algo assim. Luna não era desse feitio, e certamente algo de muito grave teria de haver acontecido para justificar aquilo.

Luna engole a seco, controlando a vontade de chorar e contar á irmã que está sendo ameaçada pelo monstro que era Matteo Balsano para se casar ou então suas vidas até correriam perigo, todavia não era louca de falar a verdade para acabar se ferrando depois. Teria que mentir do melhor jeito possivel para poder enganar a irmã, o que seria extremamente difícil pelo fato de Nina a conhecer como ninguém. Valente dá um mínimo sorriso ao lembrar que quando pequena tinha o sonho de ser atriz, até mesmo praticava a atuação com diferentes personagens criados por si própria frente ao espelho. Aquilo tornou-se um sonho frustrado pelos acontecimentos desastrosos de sua vida. Naquele instante terá que despertar novamente a atriz interior que há em si para convencer Carolina da legitimidade do casamento. - Sim, vou me casar, oras. - Mente, tentando ao máximo manter um tom de voz seguro e confiante enquanto olha fixamente nos olhos da irmã. - Não era você quem dias atrás dizia que Matteo Balsano era tudo de bom, me incentivando a transar loucamente com ele ou até mesmo me casar se ele assim me pedisse? Então, seus desejos foram atendidos, irmã querida. - Sorri fraco, se surpreendendo com a forma natural com a qual tais mentiras saíram de dentro de si. Parece ser uma ótima atriz, afinal.

- Sim, eu fiz isso. Mas eu estava brincando. Não imaginava que iria realmente fazer isso. - Nina responde, respirando fundo. - Você não é assim, Luna. Não casaria assim do nada com alguém que mal conhece. Algo aconteceu. E eu quero saber o que é. - Nina a encara fixamente e de forma extremamente séria. 

A morena fica nervosa com o olhar inquisitivo da outra, com medo que ela descubra toda a verdade. Dará o melhor para isso não ocorrer. - Não aconteceu nada, Nina. - Luna retruca, mexendo no cabelo de forma a espantar um pouco do nervosismo constante o qual a assombra. - Ou melhor, aconteceu sim. Naquele jantar. Algo mágico ocorreu entre nós dois. Eu e Matteo fomos nos conhecendo e gostando da companhia um do outro. Eu me senti bem ao lado dele, completa como nunca. Pensei nele a noite toda. Eu cheguei abalada em casa aquele dia porquê eu lembrei do ocorrido com o Simón, com quem mesmo tentando um relacionamento não deu certo. Com Matteo era diferente. Eu cogitei essa possibilidade de estar a seu lado. De funcionar. No dia seguinte me veio a vontade repentina de procura-lo e foi o que fiz. Lá a gente conversou mais e logo percebemos que um sentia o mesmo que o outro. Por mais estranho e repentino que fosse era amor, paixão. E quando ele me pediu em casamento simplesmente não tive como recusar. - Suspira, após terminar de contar sua "história de amor".

Nina fica em silêncio por alguns instantes, absorvendo tudo o que ouviu. Por mais estranho e repentino que pudesse parecer, a jovem viu sinceridade nas palavras da irmã. Ainda acha que há algo a mais que Luna não quer contar, porém se ela está feliz vai apoia-la. Sorri abertamente, pegando em sua mão. - Bom, claro que eu não vou dizer que isso é totalmente repetino e estranho, porquê senão estaria mentindo. Mas, se você se apaixonou mesmo tão rapidamente quanto diz e quer se casar irei te apoiar, mesmo sendo uma loucura. Eu só quero que seja feliz, minha irmã.

- Obrigada pelo apoio. - Luna agradece sorrindo e ambas se abraçam apertado. A noiva do momento respira aliviada. Havia conseguido enganar Nina por enquanto. Mas, até quando poderá manter essa farsa sem desabar?

[...]

Na família de Matteo, a reação ao anúncio de casamento não está sendo muito diferente. Balsano trouxe até sua tia Antonella e o primo Benicio da Itália afim de contar a novidade. Mas, não parecem muito receptivos com a ideia. Especialmente Delfina e Gastón.

- Você se apaixonou perdidamente e vai se casar com Luna Valente, a garçonete do MEU restaurante? - Delfi repete com descrença a frase a qual acaba de ouvir sair da boca do irmão. - Conta outra, vai maninho. Que nessa eu não caio. - Dá uma risada sarcástica e o fuzila com o olhar.

- Logo você, o mais irresponsável e mulherengo da cidade, ou talvez até do país, quem até dias atrás jurava que não ia se casar NUNCA por amor do nada anuncia um casório e faz pose de homem completamente apaixonado? - Gastón também debocha, sorrindo amarelo sem acreditar em uma palavra sequer vinda de Matteo. - Você realmente é um ótimo ator, meu irmão. - Fala, dando um tapinha nas costas do mesmo.

- Eu pessoalmente não duvido nada de que ele esteja obrigando a tal Luna a se casar com ele. - Dispara Benicio, o encarando com ódio. A sua relação de primos sempre foi distante e o sentimento de desprezo que ambos têm um pelo outro só aumenta a cada rara vez a qual se encontram. E agora não vai ser diferente.

Matteo suspira, mantendo o sorriso falso estampado no rosto para disfarçar a irritação que emana de dentro de si. Seus irmãos já estão lhe irritando profundamente com essa descrença no fato dele estar apaixonado e querer casar. Principalmente Benicio, quem querendo ou não levantou uma hipótese que é a mais pura verdade. Se continuar assim terá de dar um jeito de calar a boca dos três imbecis. Porém, isso não será preciso pois ele e Luna darão um show de atuação como casal apaixonado no jantar de noivado para não deixar NENHUMA dúvida e calar a boca de todos.

- Bem, eu fico muito magoado pelo fato de meus próprios irmãos e meu primo não acreditarem no que lhes conto. - Sua expressão muda, tornando-se ttriste como parte do teatro. - Sei que é difícil crer nisso pela minha fama tão conhecida, mas estou falando a verdade. Nunca seria tão cruel a ponto de obrigar alguém a se casar comigo. Ela está casando por vontade própria. Luna me encantou desde o primeiro instante que a vi. Me conquistou completamente em tão pouco tempo, e de alguma forma eu a conquistei também. - Ri fraco -  e eu pretendo mostrar isso pra vocês no jantar de noivado que teremos este sábado. E provar que eu posso sim amar e ser amado. - Suspira, abaixando a cabeça simulando um quase choro, e se divertindo bastante com a situação.  

- Non ti preoccupare, meu filho. - Antonella vai até o sobrinho, penalizada pela forma com que o mesmo ficou ao ver que não acreditam nele. - Não precisa provar nada, ao menos não para mim. Eu sei que o amor é poderoso, e pode mudar até o mais frio dos homens. Acredito em você. E não vejo a hora de conhecer esta bela ragazza quem conquistou il tuo cuore. - Sorri animada enquanto Matteo a abraça de lado e lhe dá um beijo estalado na bochecha. Ao menos a velha ele enganou. E logo o resto também cairá no seu show. 

- Grazie, tia. - Sorri. - Faz-me muitíssimo bem ver que ao menos uma alma aqui acredita em mim. Mas, eu estou com minha consciência tranquila. Eu e Luna nos amamos muito e espero que logo possam ver isso e parar de me julgar. - Diz seriamente, tomando um gole de seu uísque em seguida.

Rey assiste a tudo calado. Conhece Matteo faz tempo, todavia se surpreende a cada dia com o cinismo do italiano. E isso que acaba de acontecer é apenas o começo. 

[...]

Mais dias se passam. Finalmente chega o tão esperado e temido sábado. O dia em que a vida de Luna Valente mudará radicalmente e se tornará um autêntico pesadelo. A morena suspira ao se ver sentada no sofá. Está assustada, nervosa e ansiosa. Sua garganta encontra-se completamente seca e o estômago embrulhado. 

Não falou mais com Matteo desde o bendito dia em que aceitou se casar. Saber que o verá novamente lhe dá calafrios, ainda mais por ter que atuar como uma noiva apaixonada na frente dos Balsano. Luna não tem a menor ideia de como fará isso, porém sabe o que a aguarda se não fizer o combinado. 

A campainha toca, tirando a jovem de seus pensamentos turbulentos e a fazendo dar um pulo pelo susto. Quem será? Será Matteo? O dia mal começa e seu "noivo" já vem lhe infernizar? Ninguém merece!

Luna respira fundo e vai até a porta. Quando a abre, franze a testa ao ver que não há ninguém ali, só uma caixa grande e preta, com um bilhete colado nela que diz em negrito e letras maiúsculas e chamativas, PARA MINHA NOIVINHA LINDA.

Luna engole a seco, seu coração acelera, mas não de um jeito bom. O que será que Matteo lhe enviou? Coisa boa, com certeza não é.


Notas Finais


Gostaram? Odiaram?
Merecemos comentários?
Pse, tanto Nina quanto Delfina, Gastón, e Benicio não acreditaram muito nessa de casamento. Antonella acreditou no sobrinho. Inocente ela.. Kk
Gente, e essa caixa do Matteo para a Luna? O que será que tem dentro? Queremos palpites kk
Esperamos que tenham gostado. No próximo capítulo teremos o tão esperado jantar de noivado.
Até breve..


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...