História Control - Capítulo 11


Escrita por:

Postado
Categorias CNCO
Personagens Christopher Vélez, Erick Brian Colón, Joel Pimentel, Personagens Originais, Richard Camacho, Zabdiel De Jesús
Visualizações 56
Palavras 2.613
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, Famí­lia, Festa, Musical (Songfic), Poesias
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 11 - CAPÍTULO ONZE


Pov. Jade Guimarães Hudson

Assim que acordo sinto que tem uma pessoa abraçando minha cintura, me segurando como se não quisesse que eu fugisse. E sorriu ao lembrar quem é essa pessoa. 

Com muito custo, consegui sair do seu abraço e coloquei um travesseiro no meu lugar. Funcionou, pois, ele rapidamente o abraçou e eu dei uma risadinha e fui tomar banho. Peguei meu celular e ja passava do 12h. Tomei meu banho, com um short moletom preto com uma regata branca, fiz um coque bagunçado e sai do banheiro. Christopher ainda dormia e eu quis fazer uma surpresa pra ele. 

Desço as escadas e escuto o barulho da tv e algumas vozes. 

H: bom dia, flor do dia - diz jogada no sofá junto com os meninos - 

B: alguém dormiu bem - deu um sorriso maléfico - 

M: e não foi - disse rindo do mesmo jeito - 

J: vocês me assustam - digo indo em direção a cozinha - Helô, vem ca - grito por ela - 

V: bom dia - diz mau humorada - 

R: oi MINHA vida - diz toda feliz - 

H: o que é? - diz sentando num banco - 

J: - começo a fazer o cafe da manha - Christopher dormiu aqui 

V: mentira?! - disse empolgada - não queremos mais nenéns por enquanto 

H: minhas filhas iriam adorar novas amiguinhas né, filhas? - disse acariciando a barriga - 

R: deixem ela falar - repreendeu as duas e eu ri - 

J: aconteceu nada, gente - coloco algumas coisas que fiz na bandeja - ele disse que não iria aceitar o desfecho da nossa noite e veio pra cá - fui em direção a geladeira e coloquei suco em dois copos - ficamos fazendo carinho no outro até a genre dormir 

R: alguém tá apaixonada, tá apaixonada - disse cantarolando - 

J: não sou obrigada - pego a bandeja e vou em direção ao meu quarto - 

Quando abri a porta ele ainda está dormindo. "Meu deus, esse menino entrou em coma, só pode". Deixo a bandeja no criado mudo e vou acorda-lo

J: Christopher - chamo e faço carinho no seu cabelo e nada - meu bem - digo mais perto e ele se mexe - pandita - falo mais perto e começo dar selinhos em seu rosto e ele sorri - acorda, vai - dou um selinho em sua boca - 

C: acho que eu nunca acordei tão bem - diz fazendo graça e sorri - 

J: vem, levanta - ele continua deitado e me puxa pra deitar com ele - 

C: tá tão bom aqui - diz encaixando a cabeça no meu pescoço e começa a beija-lo - 

J: você tem alguma coisa no meu pescoço - ele dá uma leve mordida - você só mira nele - ele ri - 

C: eu gosto dele - ele para pra analisá-lo - e ele fica com marquinha fácil - ele ri - 

J: idiota - fico rindo - olha o que eu fiz pra você - apontei pra bandeja - 

C: uau, não precisava - disse olhando pra bandeja - você colocou tudo q eu gosto - exclamou como uma criança - como você lembra? 

J: lembrei que fizemos um FaceTime de manhã e você estava fazendo o seu café 

C: nossa, sério, tô bem dms - disse rindo - além de acordar olhando uma bela mulher, ainda recebo um café da manhã desses? 

J: você me surpreendeu ontem, pq eu não faria isso hoje 

C: você é incrível - me beijou mas eu cortei o beijo rapidamente - o que foi? - disse achando graça - 

J: eu estou com muuuuuita fome - digo igual a uma criança -

Enquanto comíamos, meu celular toca 

Deseja realizar FaceTime com "Emma G."? 

J: alguém lembrou que tem filha é? - Chris se afasta um pouco pra apenas eu aparecer - 

E: sério, larga tudo e vira comediante 

J: tu acha que eu deveria? E não me mostre o seu dedo do meio, é feio - prendo o riso e Christopher tbm - 

E: é feio também desfilar com um chupão no pescoço mas você também tá fazendo isso 

J: justo! Argumento válido 

E: e parece ser recente, quem foi? - Chris arregala os olhos - 

J: um garoto 

E: jura? Ele tem nome, idade ou alguma característica física que você consiga me contar? 

J: bom - analiso o garoto ao meu lado - ele é branquinho, dos cabelos castanhos de tamanho médio, tem um lindo sorriso, tem 19 anos também ah, tem mania de morder os lábios - digo assim que ele morde e sorrir - 

E: e também está do seu lado, né? - quando eu ia responder, Gabi entra - 

G: quem tá do lado dessa babaca? Oi macaquinha. Ah, Oi marquinha vermelha - disse fazendo graça - 

J: minha gente, nem tá tão forte, me poupe 

G: tá mesmo nao, mas sua cara é impagável. Quem foi? 

E: ele tá do lado dela e ela não quer mostrar 

G: ta com vergonha é? 

J: eu não, mas ele sim 

E: menino, a gente não vai te matar não

J: você quer aparecer? - ele estava apreensivo - gente, vocês prometem não ser escandalosas? - eu sabia que Gabi gostava dele pelo La banda - 

E: eu prometo! 

G: prometo, né 

J: então eu mostro - o puxei de leve e minha irmã abriu a boca em formato de ''O" - 

C: oi, gente - diz envergonhado - 

E: ele é lindo - tenho quase certeza que ela não queria falar isso alto - eita, não era pra falar isso alto - tapou a boca - mas você é lindo mesmo 

C: muito obrigado! Me chamo Christopher mas pode me chamar de Chris - diz com um sorriso que fez minha mãe sorrir junto - 

E: sou Emma, mãe dessa menina. Minha filha tem bom gosto, você nem tanto, pq logo ela?

J: engraçada você - riu irônica e ele abraça minha cintura e beija meu rosto - eu sou um mulherão, viu? Perdeu a voz, irmãzinha? 

G: é que você pediu sem escândalo - disse voltando a realidade - e eu tô vendo o Christopher tô tentando manter a calma 

C: oi, Gabi, né? 

G: oi razão da minha ansiedade, Gabi mesmo. Qualquer dia que eu for pra NY, pode cantar pra mim? Só se quiser. 

J: ela te adora real - disse rindo - você e Richard ela é toda tipo "quer o mundo? Eu dou" 

C: muito obrigado! Eu e tenho certeza que o Rich ficamos muito felizes com o apoio. É só vim pra NY e me pedir pra sua irmã me chamar que vamos cantar pra você

G: vamos? 

C: quer o Richard cantando pra você também não? - disse fazendo graça - 

G: Mae, pode me beliscar? AAIIII não com tanta força - arrancou gargalhadas minhas e de Christopher - 

E: você não disse a força que queria - se fazendo de santa - 

G: ai meu Deus, cadê as asas desse anjinho? 

C: vocês duas são muito parecidas, meu deus - disse chocado com o nosso jeito - 

E: eu também acho mas elas se negam 

J: essa coisa e eu somos diferentes até pq eu sou original pq sou mais velha que ela 

G: mas dizem que o Melhor fica pro final - mandou um beijo e Christopher deu uma gargalhada - 

E: eu adorei esse menino 

L: mamãe, é a Jade? Oi JAAAADEEEE e voce EU não conheço 

L: oq é isso vermelho no seu pescoço? - minha mãe e minha irmã começam a rir - 

J: Oi minha vida! - mando um beijo - esse é o Christopher, meu amigo - Chris o cumprimentou - 

J: e no meu pescoço um bichinho me mordeu 

L: mas doeu? - agora o Christopher ria também - 

J: não, meu príncipe. Eu nem senti, só vi hoje de manhã 

L: mamãe disse que nós vamos te visitar? 

G: era surpresa, pateta 

E: pois é KKKKKKKKKK

J: vem quando? 

G: por mim, hoje 

L: vamos dia 16 - disse todo feliz - 

G: SIM, eu quase esqueci, como está Helô? 

J: barriga cada vez maior e nomes quase escolhidos 

E: sério? Quais são??

J: quando vocês chegarem vocês descobrem

L: Chris, você gosta de futebol? 

C: sim, bastante! Uma das minhas vontades é ser jogador de futebol 

L: sério? A minha também! Você vai tá em NY quando eu for? 

C: pretendo, Lucas

L: quando eu chegar a gente joga muito - disse todo empolgado e Christopher estava também - tchau, Chris - e saiu correndo - 

J: que sou irmã dele e ele não me dá um tchau? Saí daqui ladrão de irmão - ele me abraça e beija o meu nariz - 

G: Deus me livre mas quem me dera. Tenho q ir, tchau inútil. Tchau, razão da minha ansiedade

E: tchau, filha. Tchau, Chris. Foi um prazer 

C: TCHAU, Gabi, tchau, Emma. O prazer foi meu. 

J: tchau, mãe. Tchau, chatonilda

Sua chamada foi encerrada 

C: eu adorei os seus irmãos - disse rindo - 

J: você roubou o Lucas de mim - disse fazendo bico - 

C: vem cá - eu neguei  e ele me puxou - segunda crise de ciúmes sua 

J: qual a primeira? - disse me fazendo de burra - 

C: Janice, nao te faz lembrar a nada? - beijou meu maxilar - 

J: deveria lembrar da mulher que você quase beijou? 

C: estávamos apenas conversando - disse prendendo o riso - 

J: tava um ótimo diálogo mesmo - reviro meus olhos - você e o decote dela

C: você fica linda com ciúmes. Se serve de consolo, tenho ciúmes de você com o Thaigo e talvez um pouco com sua relação com o Zabdi 

J: eu adoro o Zabdi mesmo - ele revira os olhos - é o Thaigo é inofensivo. Por sinal, o show de ontem dele é pq ele quer muito que eu volte pro melhor amigo dele 

C: que? 

J: a última pessoa que eu tive relacionamento foi o Logan, seu melhor amigo e ambos não reagiram muito bem o término. 

C: pq terminaram? 

J: nos não tínhamos nem o que começar. Ele não era o que eu queria pra namorado, entende? Ele era mais velho que eu mas aparentava ser bem mais novo em vários quesitos. Thaigo toma as dores do amigo e paga esse mico. Mas a tina e Rachel acham que ele tem uma queda por mim mas eu nunca dei bola pra isso 

C: ate pq essa opção aqui é muito melhor - apontou pra si mesmo e eu ri - 

Alguém bate na porta 

C: entra. Eai, cara? 

B: opa, parceiro. A gente vai sair pra comer, querem ir? 

J: que horas surgiu essa amizade que eu não vi? 

C: como você acha que eu te achei já festa? Tão ingênua

B: né foda

J: thaigo vai? 

B: vai! Disse q vai pagar pra todo mundo pelo vexame 

J: ele sabe que o Pandita vai? - nem me toquei q falei o apelido - 

B: ele sabe que o Pandita aqui e vai pedir desculpas aos dois. 

J: assim eu vou 

C: nao vai ser estranho se eu for? 

B: o povo ficou animado pq voce vai e se quiser pode pegar roupa minha 

J: pega dele não, ele só tem roupa feia 

B: palhaça

J: ta bom, ele se veste bem

C: assim eu vou 

B: tu eu sei que já tomou banho. Vai logo Christopher que eu pego uma roupa pra tu. 

Enquanto ele estava no banho, eu fui pegar a minha roupa. Opto por usar um short preto, uma blusa vermelha tomara que caia, uma rasteirinha e de maquiagem apenas um corretivo e rímel. 

C: podia ver isso todos os dias - ele diz apoiado na porta - 

J: está aí há muito tempo? - ele estava de calça, sem blusa e com a toalha ao redor do pescoço - e você não disse que tinha um buchinho? 

C: e tenho mas tô em pé e sim, estou tem um tempinho 

J: o que chegou a ver? 

C: Tenho certeza que o paraíso 

J: idiota. Coloque a blusa e vamos 

Descemos a escada de mãos dadas e todo mundo automaticamente olha pra gente 

C: Helô! - ele excelente feliz - 

H: Oi meu lindo - diz rindo - 

C: ah, oi gente 

V: isso pq as meninas não nasceram, imagine a atenção que a gente vai receber. 

O almoço foi muito divertido e deixamos o Chris no hotel por volta das 19h. Assim que cheguei subo rapidamente pro meu quarto e vou escrever. 

"Estou aqui de novo, novamente pra me expressar em relação aos meus sentimentos. Como isso foi acontecer comigo? Isso não podia ter acontecido tão cedo comigo. Me apaixonar novamente por alguém que provavelmente não tenha futuro. 

Ele não merece esse poço de loucura que sou. Ele tão lindo, tão simpático, tão carinhoso, tão ele que nenhum outro mais me chama mais atenção. É estranho falar de alguém assim e ao mesmo tempo ter que negar pra todos e si mesmo que não deve passar de mero caso casual. 

Mas eu estou tão envolvida com ele que chega a ser patético, humilhante. Sinto ciúmes, sinto carinho, sinto desejo. Eu sinto como se ele fosse a minha metade perdida. Nós somos tão diferentes e ao mesmo tempo tão parecidos. 

Depois de hoje eu tive a certeza de que é ele. Por mais que eu tente evitar, é ele. Meu pensamento da manhã, tarde e noite. O dono dos meus pensamentos. Da minha ansiedade. Do meu coração. 

Porra de destino que colocou você em meu caminho. 

Pov. Christopher Vélez

Assim que entro no elevador do hotel, começo a sorrir lembrando de hoje. Foi mágico. Ficar com ela, conversar com sua família, sair e virar amigo dos seus amigos me mostra que estou no caminho certo. 

Assim que entro no meu quarto, vejo mais 4 cabeças jogando video game. 

Ri: que sorriso é esse? 

E: o dia foi bom 

Z: mais veja o apaixonado

J: tá até com chupão no pescoço 

Todos: HMMMMMMMM

C: sim, eu tô mas não aconteceu nada

C: infelizmente 

Z: depois você conta o resto, vamos continuar o campeonato 

Enquanto eles jogavam, eu pensei em escrever e ate que saiu uma coisa boa 


"Eres luz en mi ventana

A cualquier hora del año

Quiero besos pa' desayunar

Con tu cariño es más bonito despertar

Eres tú la brisa fresca

Tu sonrisa me alimenta

Se me acaban las palabras

Pa´ escribirte poesías

Y sin tu amor yo me asfixio

Eres mi aire, eres mi agua, eres mi vicio

Tan sencilla y discreta

Eres perfecta para mí

Primera cita y ya me enamoré de ti

¿Qué le hago yo? El amor es así

Primera cita y ya me enamoré

Hoy mi alma se viste de etiqueta

Pa' que tu vuelvas a mí, a mí

A mí, a mí

Quiero vigilar tus sueños

Aliviar tus pesadillas

Me convierto en lo que me pidas

En la tristeza yo te muestro la salida

Sanaré tus heridas

Para que seas feliz

Primera cita y ya me enamoré de ti

¿Qué le hago yo? El amor es así

Primera cita y ya me enamoré

Hoy mi alma se viste de etiqueta

Pa' que tu vuelvas

Yo no te regalo estrellas

Yo te traigo melodías

Y con un poquito de color

Pinto el gris de tus días

Entra sin tocar la puerta

Que yo te la dejo abierta

Primera cita, yo te quiero

Ay, qué le voy a hacer

Con esa carita tan linda

Cómo no te voy a querer

Primera cita, yo te quiero

Ay, qué le voy a hacer

Qué locura, en la primera cita

Me enamoré de esta mujer

Primera cita y ya me enamoré de ti

¿Qué le hago yo? El amor es así

Primera cita y ya me enamoré

Hoy mi alma se viste de etiqueta

Pa' que tu vuelvas a mí, a mí "













Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...