1. Spirit Fanfics >
  2. Cookie Heart - Jikook >
  3. Completamente seu

História Cookie Heart - Jikook - Capítulo 6


Escrita por:


Notas do Autor


Oie, meus amorzinhos, tudo bem com vcs?
Mais uma atualização para vocês!
Tenham uma ótima leitura 💗

Capítulo 6 - Completamente seu


Fanfic / Fanfiction Cookie Heart - Jikook - Capítulo 6 - Completamente seu


Jungkook sentiu medo do que aconteceria daquele momento em diante. Nunca disse nada aos pais sobre sua sexualidade, tanto é que eles sempre perguntavam quando voltavam para casa se o filho já havia encontrado uma namorada, e o mesmo negou em todas as vezes, um pouco receoso e indeciso se deveria contar a eles ou não. Porém, nunca teve coragem.

一 Jungkook, quem é esse garoto? 一 A senhora Jeon perguntou.

A primeira impressão que Jimin teve de seus sogros foi que eram pessoas muito elegantes. A senhora Jeon não parecia realmente uma senhora, pois sua aparência era bem jovial, uma mulher muito bonita e seguia exatamente o padrão feminino coreano. Já o senhor Jeon parecia ser pouca coisa mais velho que ela, era bem alto, um pouco musculoso e também era bem atraente. Concluiu que casais de pessoas bonitas tinham filhos bonitos, no caso de Jungkook, era maravilhoso.

一 Não me diga que ele é... 一 Senhor Jeon se pronunciou, sendo cortado pelo filho:

一 Ele é Park Jimin, meu namorado 一 disse com firmeza.

Quando o ruivo ia fazer uma reverência e cumprimenta-los, os pais de Jungkook começaram a dizer coisas horríveis, como: "Isso é inaceitável!" "Eu não criei meu filho para gostar de homens" "Como pôde fazer isso com nossa família, Jungkook?"

O mais novo dali apenas olhou para o chão e ouviu tudo aquilo, guardando toda a tristeza e raiva dentro de si, não podia explodir, teria de manter a calma. Quando terminaram de falar tudo, o clima ficou muito pesado, então, Jimin disse baixo para Jungkook que iria embora para casa, o moreno lhe acompanhou até o elevador.

一 Me desculpe por isso, você não merecia ouvir aquelas coisas 一 Jeon disse, segurando o choro.

一 Shii, não se preocupe com isso 一 acariciou os fios castanhos 一 Mantenha a calma e tente não ligar para o que eles disserem, está bem?

Jungkook assentiu com a cabeça e Park lhe deu um selar na bochecha antes de entrar no elevador e sair.

O moreno ficou perdido, o que faria dali para frente? Nunca mais veria seu amado só por causa de seus pais? Resolveu entrar, não disse uma só palavra e foi para seu quarto, batendo a porta em seguida. Era para ter sido uma noite especial, mas seus pais estragaram tudo, aqueles que aguardou por tantos dias para matar a saudade que sentia. Só queria chorar, gritar e fingir que nada tinha acontecido. E assim fez, chorou e chorou, gritou com um travesseiro no rosto para abafar o som e se enfiou debaixo das cobertas, parecendo uma criança com medo de monstros inexistentes.

O domingo passou-se com a família Jeon muito calada, apenas falando o necessário, a semana também estava passando da mesma forma, Jimin e Jungkook mantinham contato somente por mensagens, os pais levavam e buscavam Jungkook de carro na escola todos os dias, impossibilitando-o de passar na padaria e ver o ruivo. Não aguentava mais tudo aquilo, sentia-se preso em seu próprio apartamento. Taehyung, Hyunjin e Jeongin tentavam animá-lo na escola e o agradavam com pequenos presentes, mas a felicidade de Jeon parecia momentânea, após um tempo voltava a ficar triste de novo. Sentia muito a falta de seu ruivinho, queria vê-lo de qualquer forma, na quinta-feira ficou decidido que iria até o estabelecimento após almoçar. Se arrumou, colocou seu celular no bolso e saiu do quarto, quando estava próximo a porta de entrada do apartamento, sua mãe que estava na sala de estar, questionou:

一 Aonde vai, Jungkook?

一 Vou ver o Jimin, adeus 一 virou às costas para a mulher e abriu a porta.

一 Não! Ele não vai te fazer bem, garanto que se arrumar uma namorada será bem mais feliz, meu filho 一 disse fitando o garoto.

一 Mamãe, você nem conhece o Jimin para saber se ele me faria bem ou não, aliás, ele é muito importante para mim, sou apaixonado por ele há muito tempo, é uma das únicas pessoas que ainda me fazem me sentir um pouco menos solitário enquanto vocês não estão aqui. Quando eu finalmente começo o relacionamento que eu tanto quis, vocês querem acabar com ele 一 disse alto, já com lágrimas nos olhos.

一 Acalme-se, filho 一 tentou segura-lo pelo braço, mas o mesmo rápidamente soltou-se.

一 Eu nunca soube o que é receber amor de pai e mãe, vocês me largaram com babás desde bebê, nunca ligaram pra' mim, só se dedicavam em suas profissões, se iam fazer isso, por que me tiveram? 一 saiu porta à fora aos prantos, deixando uma senhora Jeon de boca aberta com suas confissões.

Jungkook apenas saiu do condomínio e correu até a padaria, sendo dominado por seus sentimentos e pensamentos, quase foi atropelado ao atravessar a rua sem olhar e quando entrou na padaria, procurou Jimin com os olhos, mas sem sucesso.

Wendy reparou no garoto que parecia estar à procura de alguém e chorava muito, aproximou-se e conseguiu reconhece-lo, era o cliente dos cookies.

一 Oi... Jungkook, não é? 一 perguntou a moça.

O garoto apenas assentiu com a cabeça.

一 Você precisa de alguma coisa? 一 ficou preocupada, ele era sempre tão alegre e sorridente.

Seulgi notou os dois ali e se aproximou, assustada com o choro do agora, namorado, de seu chefe e indagou:

一 O que está acontecendo?

一 Jimin-hyung, aonde ele está? 一 o garoto perguntou, um pouco desesperado.

一 O senhor Park teve de ir até a casa dele para pegar uma receita pro' Jin-oppa, mas ele já volta 一 Explicou a loira, colocando uma de suas mãos em um dos ombros de Jungkook.

一 Ele não vai demorar, sente-se aqui 一 apontou para uma cadeira que ficava próxima ao balcão, Jimin costumava se sentar ali para cumprimentar os clientes e ver o movimento 一 Vou pegar um copo de água pra' você, tá'?

Seulgi não demorou a trazer a água, o moreno contou um pouco do que havia acontecido para as moças e chorou mais ainda, Jimin chegou no estabelecimento e surpreendeu-se ao ver Jungkook ali e chorando tanto, não perguntou nada, apenas deu a receita que segurava para Wendy e levou o garoto para longe dali, para um lugar mais calmo e menos cheio.

一 Eita'! O que aconteceu ali? Quem era aquele? 一 Yeonjun perguntou para Seulgi, muito curioso.

一 Não acha que deveria focar no trabalho e não na vida alheia, Yeonjun-hyung? 一 disse Seungmin, preparando uma encomenda.

一 Vai me dizer que não ficou curioso também, Seung? 一 o outro negou com a cabeça 一 Ah, mas eu fiquei! Desembucha', noona!

一 É o namorado do chefinho, nosso cliente que sempre compra cookies com gotas de chocolate, não lembra? 一 disse a morena, alinhando algumas embalagens em cima do balcão.

一 Namorado? Minha nossa, ele finalmente arrumou alguém! 一 diz sorrindo, feliz por seu chefe.

一 Arrumou um filão', hein, aquele garoto é lindo 一 Felix entrou na conversa 一 Não contem para o hyung que eu disse isso, por favor!

一 Pode deixar, não contaremos一 Seulgi disse, simulando fechar sua boca com um zíper, assim como Yeonjun também fez.

一 Não se preocupe, eu contarei para ele 一 Seungmin disse em tom de brincadeira, olhando para Felix.

一 Eu vou ser obrigado a te agredir se você fizer isso, Seung! 一 entrou atrás do balcão para bater de leve no moreno que riu, fazendo todos rirem também.

˚· ✦ 🍪

Jimin e Jungkook foram até uma praça que ficava ali mesmo no bairro, não havia muitas pessoas e a natureza trazia tranquilidade, perfeito para o momento. Sentaram-se em um dos bancos e juntaram suas mãos.

一 Está mais calmo? 一 Park perguntou, limpando uma lágrima solitária que escorria pelo rosto angelical do outro.

Jungkook assentiu com a cabeça.

一 Quer me contar o que aconteceu?

一 Eu contei a verdade para a minha mãe... 一 disse olhando para o horizonte 一 Tudo o que eu sempre quis dizer.

一 Sério? E o que ela disse sobre? 一 perguntou, olhando nos olhos grandes e escuros do garoto.

一 Saí de casa antes mesmo que ela pudesse dizer algo, mas pelo o que pude ver, ela ficou chocada, acha que eu fiz a coisa certa? 一 apertou a mão de Park contra a sua, indicando que estava com medo, fazendo com que o ruivo percebesse e abraçasse-o de lado.

一 Olha... Guardar tudo dentro de você e ter que aguentar calado nunca é bom. Agora ela sabe como você se sentiu nos últimos anos e talvez te entenda mais, então, você fez o certo.

O silêncio agradável tomou conta do momento, o sol estava se pondo, então assistiram ao espetáculo natural, coisa que pouquíssimas pessoas faziam.

一 Eu só não sei com que cara vou voltar para lá, o clima vai estar pior que os outros dias 一 desabafou, preocupado.

一 Por que não passa a noite em minha casa? 一 perguntou, ansioso. Gostaria que o moreno fosse em sua casa outra vez.

一 É melhor não, não quero te atrapalhar 一 sorriu sem mostrar os dentes.

一 Pare com isso, você nunca me atrapalharia 一 aproximou-se e deu um selar demorado em seu garoto.

一 Então, eu aceito, senhor Park一 sorriu e acariciou o rosto do alaranjado

一 Oh, não me chame assim 一 diz descontente 一 Quando meus funcionários me chamam assim eu me sinto um velho.

一 Sério? Bom saber, te chamarei assim agora, senhor velhinho 一 sorriu maldoso.

一 Não se atreva, Jeon Jungkook 一 fez uma expressão ameaçadora.

一 E se eu me atrever? O que vai fazer comigo, senhor Park? 一 provocou.

一 Isso! 一 levou suas mãos até a barriga do moreno e começou a fazer cócegas no mesmo, deixando-o quase sem ar.

一 Jimin-hyung, v-você não é u-um velho, t-tá'? 一 diz gaguejando, por conta dos risos 一 Agora, p-pare com i-isso!

Park parou imediatamente e observou seu namorado que ainda sorria grande.

一 Eu amo o seu sorriso, sabia?

一 Eu amo você, Park Jimin 一 se expressou, corando logo em seguida.

一 Eu te amo mais, Jeon Jungkook.

E assim, mais um beijo foi iniciado.

                              ˚· ✦ 🍪

A temperatura começou a baixar e a noite a surgir, não dava mais para ficar na praça, Jimin e Jungkook voltaram à padaria, no estabelecimento ainda havia alguns clientes, esperaram até o último ser atendido e começaram a fechar.

一 Jungkook, você está melhor?一 perguntou Seulgi, ainda preocupada.

一 Estou sim, obrigado, Seulgi-noona 一 sorriu pequeno.

一 Ele não é uma graça, gente? 一 Wendy questionou, fazendo todos concordarem e o garoto corar.

一 Epa' epa', podem ir tirando os olhos, Kookie-ah já é comprometido! 一 Jimin disse, aproximando-se do moreno.

一 Ah, é? E com quem? 一 perguntou Jin que saiu da cozinha ao ouvir o que seu chefe disse.

一 Comigo, é claro! 一 o ruivo respondeu com firmeza e todos riram, inclusive Jungkook.

一 Vocês formam um lindo casal 一 Felix elogiou-os e o Jimin agradeceu.

一 Boa sorte com o senhor Park, Jungkook-ah 一 Yeonjun desejou, sorrindo de lado.

一 O quê? Por que diz isso? 一 Jungkook perguntou, um pouco confuso.

一 Jimin-hyung pode ser uma pimenta às vezes, se estressa fácil 一 respondeu Soobin, enquanto abraçava Yeonjun por trás.

一 Também gosta de reclamar, é bem mandão e tagarela 一 Jin continuou, rindo da expressão incrédula de Jimin.

一 Além de ter gostos peculiares para algumas comidas, quem é que come bolo de laranja com maionese? 一 reclamou Seulgi com uma expressão de nojo ao imaginar a mistura dos alimentos.

一 Mas os dois juntos ficam muito bons! Estou chocado, meus amados funcionários fazendo uma rebelião contra mim, vocês vão ver só! 一 disse Park irritadiço, cruzando os braços fazendo todos dali rirem alto.

一 Obrigado pelos avisos, pessoal! Acho que consigo suportar esses deifeitinhos do senhor Park 一 usou o chamamento para provocar novamente o ruivo que sibilou um: "Que ousadia!" 一 Eu não me importo muito com isso, me apaixonei pelo Jimin-hyung do jeitinho que ele é.

Um longo "Ownn" foi pronunciado por todos.

一 Parabéns, senhor Park, parece que encontrou a pessoa certa 一 Seungmin parabenizou-o e sorriu, simpático como sempre.

一 Obrigado, Seung! Bem, acho que encontrei mesmo... 一 segurou levemente Jungkook pelo queixo e juntou seus lábios em um beijo rápido, então, todos comemoraram e bateram palmas. O mais novo dali estava com muita vergonha e escondeu seu rosto no peito de seu amado que acariciou seus cabelos. Seulgi e Wendy surtavam com as ações fofas do novo casal, como as boas shounen-ai's* que eram.

                               ˚· ✦ 🍪

Já na residência do alaranjado, Jeon brincava com Freddie e assistia um de seus desenhos animados favoritos na televisão, Incrível mundo de Gumball, enquanto Jimin preparava o jantar, disse que ia impressionar o mais novo com seus dotes culinários e faria algo que nunca tinha cozinhado antes.

Quando o jantar ficou pronto, Park chamou o moreno até a cozinha e o último deduziu somente pelo cheiro que o que seu namorado havia preparado seria delicioso.

Ele havia feito ravioli, uma massa italiana, à bolonhesa e arrumou a mesa de jantar com flores, uma vela aromática e vinho.

一 Uau, eu nem provei ainda mas já estou impressionado 一 disse Jungkook, sorrindo grande 一 Não sabia que era tão romântico, senhor Park.

一 Você ainda irá descobrir muitas coisas sobre mim, bebê 一 sorriu malicioso.

Sentaram-se à mesa, Jimin serviu o garoto com a massa e quando ia colocar vinho na taça do mesmo:

一 Você sabe que eu ainda sou menor de idade, não é? Então, tipo', eu não posso beber 一 alertou, fitando o outro.

一 Nem se for um pouquinho? 一 perguntou, rindo.

一 Nah, nem um pouquinho.

一 Vou te trazer suquinho, Jungkookie, espere um pouco 一 foi até a geladeira, pegou uma jarra que continha suco de maracujá e serviu o mais novo.

O jantar se passou alegremente, enquanto apreciavam a comida de Jimin e conversavam sobre assuntos diversos. Após arrumarem a cozinha, subiram para o andar de cima, comeram bombons de chocolate que Jimin sempre tinha em seu quarto e resolveram, então, irem dormir.

一 Jimin-hyung, você tem algum colchão sobrando para que eu possa dormir nele? 一 perguntou, arrumando sua franja com os dedos, uma mania sua.

一 Tenho sim, mas você não vai precisar dele, já que vai dormir na minha cama comigo 一 Jungkook corou em pensar na hipótese de dormir novamente com seu amado. E assim, foi feito, deitaram-se lado a lado. Mas, e quem disse que o sono vinha?

一 Jungkook-ah, você está acordado? 一 perguntou baixo.

一 Estou sim 一 respondeu mais baixo ainda.

一 Eu queria te dizer uma coisa...

一 E o que é, hm?

一 Você é a melhor coisa que já me aconteceu, eu te amo muito 一 sussurrou, se aproximando do moreno.

一 Eu não me arrependo por ter me apaixonado por você, obrigado por me corresponder, eu te amo demais 一 após terminar de falar, sentiu lábios grossos sob os seus, um beijo ardente se iniciou. Jimin estava por cima de Jungkook, se apoiando na cama para que seu corpo não pesasse em cima de seu namorado, iria começar a levantar a camisa do outro, mas findou o ósculo.

一 Você quer isso, meu amor? 一 perguntou de forma carinhosa.

一 Se você quiser, eu também quero.

Parece que esta noite será inesquecível para os dois.

                                ˚· ✦ 🍪

Na manhã seguinte, Park Jimin acordou sentindo-se grandemente feliz, ao olhar para o outro lado de sua cama, teve uma bela visão e lembrou-se do que havia acontecido, agora Jungkook era completamente seu. Parou para apreciar a beleza de seu garoto que dormia serenamente, será que merecia alguém que era tão belo tanto por fora quanto por dentro? Conseguiria faze-lo feliz? Bem, isso só o destino diria.

Jungkook acordou com dores em um lugar que não costumava ter, porém a noite anterior se passou como um filme em sua mente e ficou muito envergonhado com as poucas cenas que se lembrava, e quando percebeu que estava desprovido de vestimentas e coberto apenas por um lençol, ficou ainda mais vermelho 一 se é que isso era possível 一 ainda bem que estava sozinho no quarto. Foi procurar suas roupas e as vestiu, um cheiro ótimo estava vindo do andar de baixo, então, foi até lá, encontrou Freddie no caminho e o pegou no colo.

一 Bom dia, meu anjo 一 disse Jimin ao ver Jungkook se aproximando da cozinha com seu cachorro no colo.

一 Bom dia! 一 sorriu docemente.

一 Fiz um café da manhã americano para você, ovos com bacon e torradas, espero que goste 一 mostrou para o moreno um prato com os alimentos todos arrumadinhos.

一 Deve estar delicioso!

Quando se sentaram para comer, Park notou que aquele era o primeiro café da manhã tão feliz que teve desde que começou a morar sozinho e desejou que as próximas manhãs fossem tão alegres quanto aquela, agradeceu por ter a risada contagiante de seu amor ressoando por sua casa, agradeceu por agora ter Jungkook em sua vida.


Notas Finais


Shounen-ai's: pessoas que apreciam um romance leve, ou insinuado entre dois homens, as vezes essas relações são apenas passionais (personagens que fazem tudo por amor) ou apenas amizades muito fortes entre garotos.

Ai ai, o que acharam?
Bem, a fanfic está em sua reta final este é o penúltimo capítulo :")
Prometo que farei um final bem legal para vocês, está bem?
Muito obrigada pelos comentários e por todo o apoio!
Até o próximo capítulo, beijinhos ♥


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...