História Cool For The Summer. - Capítulo 26


Escrita por:

Postado
Categorias Anitta, Austin Mahone, Becky G, Beyoncé, Britney Spears, Cameron Dallas, Cole Sprouse, Dylan Sprouse, Harry Styles, Herman Tømmeraas, Ian Somerhalder, Jensen Ackles, Justin Bieber, Kendall Jenner, Madelaine Petsch, Nicki Minaj, Sandra Bullock, Selena Gomez, Shawn Mendes, Vanessa Hudgens, Zac Efron, Zayn Malik, Zendaya
Personagens Austin Mahone, Becky G, Cole Sprouse, Dylan Sprouse, Herman Tømmeraas, Justin Bieber, Selena Gomez, Zac Efron, Zendaya
Tags Banda, Colegial, Comedia, Drama, Musica, Romance
Visualizações 59
Palavras 2.352
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Aventura, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Esporte, Famí­lia, Fantasia, Festa, Ficção, Ficção Adolescente, Ficção Científica, LGBT, Luta, Mistério, Musical (Songfic), Romance e Novela, Saga, Suspense, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 26 - ''Eu gosto de você''


Fanfic / Fanfiction Cool For The Summer. - Capítulo 26 - ''Eu gosto de você''

     Nancy POV.


   Quando já era quase noite, tomei banho e fui me arrumar para receber Mity, Taylor e Becky que iriam vir dormir aqui. Minha mãe tem alguns colchonetes guardados, então peguei somente dois e coloquei eles em meu quarto, já que minha cama é de casal então uma das três vai poder dormir comigo. 
    Era nove horas quando a Becky chegou, minutos depois Mity e então por fim, a Taylor. Minha mãe pediu para que nós quatro fossemos buscar pizza para jantarmos e assim fizemos. Durante o caminho, fomos conversando e rindo. Taylor nunca havia andado pelos bairros daqui, más não fiquei surpresa, pessoas como ela não costumam vir em bairros humildes como o meu.
     Depois que as pizzas ficaram prontas, saímos da pizzaria e foi ai que a Becky disse:


   -Taylor, aquela não é sua mãe com o professor Ian? -Ela apontou.


    Todas nós viramos para olhar na direção onde Becky apontou. 


    -É... -Taylor respondeu de boca aberta. -Oque é que ela está fazendo com ele?


   Eles estavam em um restaurante que fica em frente a pizzaria que viemos. O estranho é que uma pessoa como a mãe da Taylor não parece frequentar restaurantes nesse tipo de bairro. 


    -Parece que estão em um encontro! -Mity disse.


    -Sim, ela deve ter vindo aqui porque sabia que era quase impossível de alguém do colégio ver eles! -Taylor disse irritada.


   No nosso colégio tem uma regra de que os funcionários não podem ter nenhum tipo de relação afetiva entre eles, pois a diretora diz que isso foge do profissionalismo e pode interferir no trabalho deles. Como a mãe da Taylor é a professora de dança e o Ian o de esportes, se alguém ver eles juntos, os dois podem ser demitidos.


    -Vamos dar o fora daqui, não consigo ver isso nem mais um segundo! -Taylor disse e saiu andando na frente.


    -Ah qual é, o professor Ian é um gato! -Becky brincou.


    -Não é questão disso, ela sabe que isso é errado! E também, todos caras que minha mãe arruma sempre tem algum tipo de interesse dela por trás, tenho certeza que com ele não é diferente!


   -Nossa... -Falei.


   -Más vocês não podem contar isso pra ninguém, se descobrirem minha mãe pode perder o emprego no colégio! Não que eu ligue, más se ela perder o emprego, tenho até medo do tipo de coisa que ela pode me obrigar a fazer para conseguir dinheiro....


    -Como assim? -Mity perguntou.


    -É que a minha vida toda ela me colocou em concursos de beleza, campanhas para revistas e outras coisas idiotas do tipo! Vocês não fazem ideia dos absurdos que ela já fez para conseguir um contrato de modelo pra mim em algumas revistas. Eu sempre odiei essas coisas, más é como se eu nunca pudesse opinar na minha própria vida... -Taylor disse cabisbaixa, oque me deixou chocada. Cada vez que ela fala sobre a vida dela, faz mais sentido o motivo dela ter problemas com álcool.


   -Que coisa horrível Taylor! -Mity disse.


   -Poise... Más vamos esquecer isso, é raro momentos como esses em que estou entre amigas, não quero estragar falando da minha vida triste! -Taylor disse e depois riu.


   Quando chegamos em casa, comemos a pizza e depois subimos para o meu quarto, colocamos pijamas e ficamos conversando até de madrugada.


    -Então Nancy, você e o Justin estão ficando sério? -Taylor me perguntou.


    -Na verdade não sei... Nós ficamos somente uma vez, más ele fica conversando comigo por mensagens todos os dias, sem contar que ele me elogia sempre! Então não sei muito bem oque nós somos... -Respondi.


   -Olha, vou ser sincera. Nesses cinco anos que estudo com o Justin, eu sei que ele é um canalha que não pode ver um rabo de saia que já cai em cima! Más nunca vi ele no pé de uma garota assim, geralmente quando ele fica com as meninas, chuta elas no dia seguinte. Acho que ele realmente quer algo sério com você! -Taylor disse, me fazendo sorrir igual boba. 


   -Você acha? -Perguntei ainda sorrindo e ela confirmou com a cabeça.


   -Não confio muito nesse Justin... -Becky disse.


   -Porque? -Perguntei.


   -Não sei, só não confio!


   -E você e o Pedro, Mity? Oque rola entre vocês? -Taylor perguntou para Mity.


   -Nada! Somos apenas amigos! 


   -Qual é, eu já vi o jeito que vocês dois se olham, sem falar que vocês ficaram sozinhos no quarto na festa do Justin, e quer me falar que não rola nada? -Taylor perguntou desconfiada.


   -Más é serio, realmente não tem nada entre a gente! -Mity insistiu. -Aquele dia a gente apenas conversou! 


   -Más você gosta dele, não é? -Taylor insinuou.


   -Sim... -Mity respondeu meio insegura.


   Continuamos conversando sobre garotos até que caímos no sono. Já de manhã, minha mãe nos acordou para tomarmos café antes que a mãe delas viessem busca-las. Enquanto estávamos comendo, elas ficaram o tempo todo elogiando meu irmão e dizendo o quanto ele ficaria ''gato'' quando crescesse. Não sei aonde elas vêem beleza nele, tudo oque eu vejo é um garoto chato da qual o único proposito na vida é me irritar.


    Pedro POV.


    Eu estava na casa do Justin escrevendo musica. Como minha família mora no interior do Rio de janeiro, é muito difícil para eu ir para casa nos fins de semana, então Justin deixa eu ficar em sua casa para facilitar. A musica que estou escrevendo é sobre a Mity, oque a proposito, as três ultimas que escrevi também são sobre ela. Más essa é diferente, pois quero cantar para ela. Obviamente não diretamente como uma serenata, más como estou fazendo aula de musica no colégio, posso apresentar algum dia e assim ela ouvirá. 
    Eu estava tão concentrado na musica que nem ouvi quando o Justin entrou no quarto, tentei esconder antes que ele visse más ele pegou o papel da minha mão antes.


   -Oque é isso? -Ele perguntou enquanto lia.


   -Ahn... só estou treinando algumas letras, já que agora estou na aula de musica! -Respondi.


   -Nossa... -Justin disse enquanto lia a musica que eu estava escrevendo. -Essa letra é perfeita para eu cantar para Nancy!


   Assim que ele falou, me senti insatisfeito. Não acredito que ele vai usar para outra garota a musica que eu escrevi especialmente para a Mity.


   -Más como você pretende cantar pra ela? -Perguntei na tentativa que ele voltasse atrás com essa ideia.


   -Você disse que ela é apaixonada por musica, não é? -Ele perguntou e eu confirmei com a cabeça. -Bom, acho que vou entrar pra aula de musica do colégio!


   Droga, só me faltava essa agora. Eu queria aproveitar essa aula pra poder explorar meu lado musical e também para poder me aproximar cada vez mais com a Mity através das minhas musicas, más com o Justin lá isso vai ser difícil.


   -Você sabe cantar? -Perguntei.


   -Bom, quando eu era pequeno minha mãe me colocou em umas aulas de canto e de violão, então posso dizer que eu me saio bem! -Ele respondeu. -Posso usar essa musica? 


   -Ah, claro... -Respondi forçando um sorriso. Apesar de não querer, não posso negar isso para o Justin, ele já fez muitas coisas por mim. -Más preciso finalizar ela ainda!


   -Está bem! -Ele disse me devolvendo a folha. -Obrigado, amigo! -Apenas sorri de volta pra ele.


    Eu já havia finalizado a musica sim, más tem coisas que escrevi que são muito pessoais e que sinto pela Mity, não posso deixar que ele cante isso para outra. Alterei algumas partes para que o Justin pudesse usa-la para Nancy, acho que agora sim está bom.


   Nancy POV.


    Quando chegou segunda, voltamos para o colégio e estava tudo perfeitamente normal. Exceto na aula de musica, que foi quando vi o Justin na sala.
    -Oi Nancy! -Ele disse sorrindo para mim.


    -Oi... Oque você está fazendo aqui? -Perguntei.


    -É que agora estou fazendo essa aula! -Assim que ele disse, fiquei surpresa.


    -Sério? Não sabia que você cantava! -Falei.


    -Tem muitas coisas sobre mim que você não sabe, más adoraria te mostrar! -Ele respondeu de um jeito bem galanteador, oque me fez soltar um sorriso bobo. 


     Justin disse que havia escrito uma musica sobre uma garota, más que só iria cantar na sexta, que é a próxima apresentação musical da aula de musica. Ele falou de um jeito como se a musica tivesse sido escrita especialmente para mim.... Más não quero me iludir, então nem vou pensar nisso.


     Depois da aula, fomos para o refeitório almoçar. Foi quando eu e meus amigos fomos abordados pelo Trevor.

 
    -Bom dia! -Ele disse e entregou alguns papeis para nós.


    -Oque é isso? -Mity perguntou.


   -Convites para a festa de quinze anos da Anitta! -Ele respondeu e todos nós ficamos surpresos.


    -Você disse ''Anitta''? -Ele confirmou com a cabeça. -Então acho que você entregou os convites errado, ela jamais convidaria a gente!


    -Na verdade ela convidou todos os alunos do primeiro colegial! Pois ela quer uma festa grandiosa e que todos a vejam maravilhosa, afinal ela não vai gastar uma fortuna para que ninguém a inveje! -Trevor disse.


   -Aqui diz que a festa só vai ser daqui um mês! -Becky falou.


   -Sim, é pra dar tempo para todos comprarem uma roupa digna para festa, marcar um horário no salão e coisas do tipo. Afinal vocês não vão querer ir desmanzeladas para a festa dela, né! Bom, agora preciso terminar de entregar os convites, bye bye! -Trevor deu dois beijinhos no ar e depois saiu indo em direção as outras mesas.


   -Quem é Anitta? -Mandy perguntou confusa enquanto olhava o convite, a Anitta convidou até mesmo ela.


   -Não importa, não iremos nisso mesmo! -Respondi.


   -Porque não? Só pelo convite todo incrementado já posso imaginar que vai ser o maior festão! -Mandy disse toda animada.


    -Não vamos porque essa garota nos odeia! E além do mais, nem tenho roupa para ir em uma festas dessas!


    -Nem eu! -Becky disse concordando comigo.

    Mais tarde, depois que terminei as ultimas aulas, fui guardar alguns livros que usei em meu armário. O corredor estava completamente vazio, pois provavelmente todos foram para o refeitório. Foi quando ouvi alguns passos acompanhado de uma voz.


   -Nancy! -Fechei meu armário para ver quem me chamou, quando me deparei com Harry. -Preciso conversar com você!


   -Não, obrigado! -Me virei de costas para sair dali, más ele disse algo que me fez parar.


   -Eu queria me desculpar! -Continuei de costas para ele. -Eu sei que eu fui um babaca com você, não costumo ser assim. Más é que quando eu te vi com o Justin, não sei porque más isso me incomodou muito.... -Foi ai que me virei de frente para ele.


    -Oque você quer dizer com isso? -Perguntei.


    -Eu não tinha entendido o porque de eu ter me incomodado tanto, más depois parei pra pensar e... Nancy, eu acho que estou gostando de você... -Senti um frio subir por todo meu corpo. É a primeira vez que alguém diz que gosta de mim.


     Apesar de que algumas semanas atrás eu gostava do Harry, eu não sinto mais isso. Agora eu estou apaixonada pelo Justin, que é quem parece estar interessado em mim. Fiquei completamente sem palavras, não sei oque dizer para o Harry, como vou falar pra ele que eu já gosto de outro cara?
    Passava mil coisas na minha cabeça e ele me olhava como se estivesse esperando alguma resposta. Eu não sabia oque fazer e no susto do momento, fiz algo que nem mesmo eu entendi o porque: sai correndo. Isso mesmo, eu sai correndo dali e não, não sei porque fiz isso. Fui para o meu quarto e fiquei o resto do dia pensando nisso, ele deve estar pensando que sou uma idiota, que tipo de pessoa sai correndo quando o cara fala que gosta de você? Fiquei deitada pensando no que vou falar na próxima vez que ver o Harry pelo colégio, que desculpas vou usar para justificar eu ter saído correndo do nada?
    Eu precisava sair para respirar e pensar um pouco, porque aqui no meu quarto tem a Mandy me enchendo com coisas desnecessárias e não estou com cabeça pra isso. Lá em casa quando eu queria algum momento só pra mim, eu sempre ia até a sacada do meu quarto e me sentava lá durante um bom tempo, era sempre bom para refletir. 
    Sai do dormitório das garotas e fui procurar algum lugar para eu ficar, de preferencia algum lugar alto. Foi ai que achei uma escada atrás de uma parede isolada do colégio, apesar de não saber onde daria, resolvi subir. Quando cheguei ao topo, vi Dylan sentado olhando para baixo, más ele virou para trás quando ouviu um barulho.


   -Ahn, foi mal, eu estava procurando um lugar isolado para mim ficar... -Falei já me preparando para descer novamente.


   -Pode ficar ai, se quiser! -Dylan disse e como eu não tinha nenhum lugar melhor para ir, me sentei também na beirada, dando pra ver a escola inteira daqui. 


    Ficamos bastante tempo em silencio, estava chegando a ser constrangedor, quando Dylan resolve quebrar o silencio dizendo:


   -Eu costumo vir aqui quando quero ficar sozinho, é um otimo lugar, não é?


   -É...! -Respondi. 


   Ficamos mais alguns minutos em silencio, afinal eu não tinha nada para falar com ele. Então ele me fez mais uma pergunta.


   -Nancy, você realmente não transou com o Justin? 


   -É claro que não! -Respondi um pouco irritada. -Como vocês conseguem achar que eu faria isso com um cara que eu mal conheço?


   -Não sei, o Justin sempre consegue o que quer....


   -Não comigo! -Respondi. -Más tem outra coisa que está me incomodando...


   -Oque? -Ele perguntou.


   -Tem um cara que eu gostava, que agora disse que está gostando de mim, más eu já estou gostando de outro... Oque eu faço? -Falei e Dylan ficou confuso.


    -Espera, o cara que você gostava está gostando de você más você já não gosta mais dele porque gosta de outro... Que? -Ele repetiu confuso e eu ri.


    -Pois é, é mais confuso do que parece! -Falei.


    -Quem dera se meus problemas fossem apenas sobre garotas... -Dylan disse pensativo. 


    -E que tipos de problemas você tem?


    -Eu poderia fazer uma lista! Más vou deixar pra outro dia!
 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...