História Cool For The Summer. - Capítulo 27


Escrita por:

Postado
Categorias Anitta, Austin Mahone, Becky G, Beyoncé, Britney Spears, Cameron Dallas, Cole Sprouse, Dylan Sprouse, Harry Styles, Herman Tømmeraas, Ian Somerhalder, Jensen Ackles, Justin Bieber, Kendall Jenner, Madelaine Petsch, Nicki Minaj, Sandra Bullock, Selena Gomez, Shawn Mendes, Vanessa Hudgens, Zac Efron, Zayn Malik, Zendaya
Personagens Austin Mahone, Becky G, Cole Sprouse, Dylan Sprouse, Herman Tømmeraas, Justin Bieber, Selena Gomez, Zac Efron, Zendaya
Tags Banda, Colegial, Comedia, Drama, Musica, Romance
Visualizações 37
Palavras 2.111
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Aventura, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Esporte, Famí­lia, Fantasia, Festa, Ficção, Ficção Adolescente, Ficção Científica, LGBT, Luta, Mistério, Musical (Songfic), Romance e Novela, Saga, Suspense, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 27 - Morte.


Fanfic / Fanfiction Cool For The Summer. - Capítulo 27 - Morte.

     Ontem Dylan e eu ficamos conversando por bastante tempo la no terraço. Até mesmo me esqueci que eu estava brava com ele, más acho que já é hora de esquecer isso. Porem, de uma coisa não esqueci, devo uma explicação para o Harry por eu ter saído correndo igual uma louca ontem. Más ainda não tenho uma desculpa convincente para justificar aquilo, então vou tentar evitar ele.

    Hoje é fim de bimestre, então o dia todo vai se basear nos professores dizendo nossas notas e passando trabalhos para os que não conseguiram alcançar a meta. Ainda bem que consegui fechar todas as matérias com notas acima da media, mal vejo a hora de contar para minha mãe.

 

   Madelaine POV.

 

    Hoje os professores estavam fechando as notas do terceiro bimestre, e fechei com vermelho em três matérias! Se minha mãe descobrir isso, vai me matar! Ainda bem que vai ter uma prova para alterar essas notas baixas, más precisarei estudar para isso.

 

   -Não acredito que você ficou com TRÊS notas baixas Maddy, que vergonha! -Anitta disse para mim.

 

  -Ué, e como vocês ficaram com notas altas em todas? -Perguntei para ela e Kendall.

 

  -A gente estuda! Ou você acha que somos superiores somente por sermos bonitas? Claro que não, a inteligencia é o mais importante! -Anitta respondeu. -E acho melhor você começar a estudar e passar nessas provas, ou se não está fora do nosso grupo!

 

   Anitta disse e eu gelei. Não posso sair do grupo delas, se não vou ficar sem nenhuma amiga e popularidade.

 

   -Eu até te ajudaria a estudar, más tenho muitos ensaios das lideres de torcida e não vai dar tempo! -Kendall disse para mim.

 

    -Eu também! Más você pode pedir a ajuda de outra pessoa, o que não falta nessa escola são nerds! -Anitta disse.

 

    Não sei pra quem pedir ajuda. Todas as garotas da escola eu já debochei o suficiente para não quererem me ajudar. A menos que eu peça a ajuda de algum garoto... Más qual garoto que é inteligente por aqui? Fiquei pensando por mais um tempo até que me lembrei do irmão gêmeo do Dylan, da qual eu nem me lembro o nome. Com certeza ele não recusaria me ajudar.

 

  -Já sei a quem pedir ajuda! -Falei. -Vou atrás dele, a gente se vê depois! -Anitta e Kendall se despediram de mim e depois sai a procura do tal garoto.

 

   Eu sei que ele costuma andar com a Nancy e as amiguinhas escrotas dela, más como não converso com elas, vou ter que procurar por conta própria. Depois de andar um pouco pelo colégio, avistei ele conversando com a Nancy no corredor, então fui até eles.

 

  -Olá, preciso conversar com você! -Falei e os dois me olharam confusos.

 

  -Comigo? -Ele perguntou e eu confirmei com a cabeça. -Pode dizer!

 

  -Eu preferiria que fosse a sós... -Falei jogando um olhar para Nancy.

 

  -Ahn... te vejo depois então, Cole! -Ela disse e se retirou em seguida.

 

  -Bom, eu preciso da sua ajuda!

 

  -Pra que?

 

   -Pra estudar! Fiquei com notas vermelhas em três bimestres, agora tenho que estudar pras provas de recuperação e preciso de ajuda! 

 

    -Bom, eu não tenho nada pra fazer no momento então se você quiser podemos começar a estudar agora! -Cole sugeriu e eu concordei, pois quanto mais cedo começarmos, mais cedo posso acabar com isso. -Está certo, então vamos até a biblioteca! 

 

  Nancy POV.

 

   -Da pra acreditar naquela idiota? Ela praticamente mandou eu vazar de perto do Cole, ''ain prefiro conversar a sós'', eu em! -Falei irritada.

 

   -Que isso, você está com ciumes do Cole? -Taylor perguntou enquanto ria.

 

  -Claro que não! Só não gostei do jeito que ela falou comigo, más dane-se também!

 

   Apesar de não querer admitir, estava sim com um pouco de ciumes do Cole. Ele é meu melhor amigo e não quero que fique de gracinha com outras amiguinhas. 

   Enquanto eu ficava com meus pensamentos sem nexo, vi a diretora subir no palco que havia no refeitório e em seguida falou no microfone:

 

  -Boa tarde, alunos! Hoje é o dia de falarmos quem são os três meninos e meninas que irão disputar pela coroa do baile!

 

  -Como assim disputar? -Perguntei para Taylor.

 

  -É que primeiro tem uma votação inicial pra selecionar quem os alunos querem que concorra para a coroação final! Dai os três garotos e garotas mais votados vão concorrer entre si e o que tiver mais votos, ganha a coroa no baile! 

 

   -Quem será que são os selecionados? -Perguntei.

 

   -Vamos descobrir agora!

 

   A diretora tirou seis nomes, sendo três de garotas, e três de garotos. O primeiro nome foi de uma menina do terceiro colegial, da qual não conheço. O segundo, foi o de Anitta, más todos já imaginavam que ela iria concorrer. Já o terceiro nome, foi o de Taylor. Ficamos todos felizes por ela, más Taylor não se animou muito.

 

  -Droga! -Reclamou. -Não queria participar disso!

 

 -Porque não? -Becky perguntou. -Isso significa que você foi uma das mais votadas DA ESCOLA, não é o máximo? 

 

  -Não, não é! Isso é só uma coroação para garotas idiotas que não serve pra porcaria nenhuma! -Taylor falou irritada e depois levantou da mesa onde estava sentada com a gente e saiu do refeitório. 

 

  -Nossa, que patada...-Becky falou chateada. 

 

  -Ela não quis te ofender! -Mity disse para Becky. -Vou ir conversar com ela! 

 

    Depois que Mity foi atrás da Taylor, a diretora abriu os nomes dos garotos, e Justin, Pedro e mais um garoto que não conheço, foram selecionados. Fiquei feliz pelo Justin.

 

 

  Jensen POV.

 

 

    Eu estava dirigindo quando senti meu celular começar a vibrar no bolso da calça. Apesar de saber que é errado mexer no celular enquanto dirige, poderia ser uma ligação importante de trabalho ou alguma emergência. Foi ai que peguei meu celular e vi que era uma chamada de Britney. Cada célula do meu corpo dizia para eu não atender, pois sei que vou me arrepender. Más a curiosidade foi maior que eu.

 

    -Alô? -Falei.

 

    -Oi Jensen, quero te convidar para o meu casamento! Sei que isso é estranho, más o Dylan só irá vir se você estiver aqui, então...

 

    -Eu vou! -Falei. -Más antes quero que me responda uma coisa!

 

    -Oque?

 

   -Você está se casando com esse homem porque realmente o ama ou tem algum tipo de interesse por trás? 

 

    Ela demorou alguns segundos para responder, depois perguntou.

 

   -Como é? Oque você quer dizer com isso?

 

   -Eu te conheço Britney, mais até que você mesma! Só quero que você não esteja fazendo algo que possa se arrepender depois!

 

   -Quem você pensa que é, em? Com quem eu me caso ou por qual motivo, isso não lhe diz respeito! 

  

     Britney e eu começamos a discutir, para variar. Eu realmente só queria ter uma conversa de amigo para amigo com ela, pois apesar de divorciados, eu ainda me preocupo muito com ela. Más como sempre, ela levou para o lado errado e perdeu a cabeça. 

     Eu tentava manter a cabeça focada na estrada, más os gritos de Britney pelo telefone estavam me desviando a atenção. Ela começou a falar sobre o Cole, que eu não ligo para ele e coisas do tipo. Isso é uma grande mentira, sempre me importei com o Cole. Eu sei que não somos muito próximos, sempre me dei melhor com o Dylan, más isso não significa que eu não o ame também. 

     Estava tão entretido batendo boca com a Britney, que nem percebi quando ultrapassei o sinal vermelho, quando notei oque havia feito, antes que eu pudesse fazer qualquer coisa, vi um caminhão vindo na lateral do meu carro e....

 

    -Alô? Que barulho horrível foi esse Jensen? Oi? Jensen, você está ai? Jensen!!!

 

   Cole POV.

 

   -Pronto, acho que é só isso por hoje! -Falei para Madelaine enquanto fechava os livros. 

 

   -Oque? Você disse ''só''?! Nunca estudei tanto na vida, não aguento mais! -Ela reclamou.

 

   -Que exagero, isso foi somente o básico, quero ver quando começarmos a estudar de verdade! -Madelaine arregalou os olhos e depois perguntou assustada:

 

    -Oque?? Quer dizer que tem mais coisas do que isso? 

 

    Quando eu ia responder, ouvi meu celular tocar e quando fui atender, vi que era minha mãe.

 

    -Alô? -Quando atendi, pude ouvir barulhos de choro pelo telefone. Imaginei que fosse algo relacionado ao casamento da mãe, já que isso deixa ela muito emocionada. Más assim que ela começou a falar, vi que era algo bem mais sério do que isso.

 

    -F-filho, aconteceu uma coisa horrível! -Ela dizia com bastante dificuldade pois o choro estava atrapalhando. -Seu pai sofreu um acidente de carro! 

 

    -Oque? -Perguntei assustado. -E ele está bem? -Assim que perguntei, minha mãe desabou e começou a chorar mais ainda. Sei que minha mãe é uma pessoa fria e para estar chorando desse jeito, só pode ter sido algo sério. Então levei isso como um não... 

 

    Ela não conseguia dizer nada e eu me desesperava cada vez mais. Comecei a chorar de desespero e Madelaine me olhou assustada sem entender nada.

 

   -Filho, ele... Ele não... 

 

   -Por favor mãe, não diga que ele... -Falei antes que ela pudesse terminar de falar.

 

  -Eu sinto muito! -Ela dizia chorando cada vez mais, oque só confirmou oque eu pensava. 

 

  Foi ai que perdi o chão. Soltei o celular e levei as mãos até meu rosto. Apesar de não o ver a praticamente três anos, ele ainda é meu pai. Não consigo nem expressar em palavras oque estou sentindo nesse momento.

 

   -Cole, você está bem? -Madelaine perguntou preocupada sem entender nada.

 

   -Meu pai... ele... ele morreu! -Foi ai que desabei. Ela se chocou e não sabia oque dizer, foi ai que me abraçou.

 

 

    Nancy POV.

 

 

    -Oque faz ai sozinha? -Dylan perguntou para mim ao me ver sentada no refeitório.

 

    -Bom, Mity está conversando com a Taylor, e a Becky deve estar por ai com o Austin! -Respondi.

 

    -Ah! -Ele se sentou junto comigo. -Estou me sentindo estranho!

 

    -Como assim?

 

    -Não sei, como se estivesse com um pressentimento ruim...

 

    -Talvez seja gases! -Falei e ele revirou os olhos.

 

    -Ai ai, porque ainda perco meu tempo falando com você?

 

    -Sempre me perguntei o mesmo! -Falei.

 

    Minutos depois, vimos Cole entrar com Madelaine no refeitório, ele estava com os olhos vermelhos e com o rosto cheio de lagrimas escorridas. O que é que aconteceu?

 

    -Cole? Você está bem? -Perguntei ao ver sua expressão, foi ai que Madelaine me puxou para um canto, eu já estava pronta para acerta-la um soco por ter me dado essa puxadinha, até que ela disse:

 

    -O pai deles acabou de falecer!

 

    -O-oque? -Perguntei surpresa com a notícia. 

 

    -Sim....

 

   Meu deus, que coisa horrível! Ontem mesmo o Dylan estava me falando sobre o quanto seu pai  e ele eram próximos. Nossa, ele sempre diz que o pai é a unica coisa que ele tem na vida, isso vai acabar com ele.

    O Cole parecia não encontrar palavras para contar isso para o irmão, enquanto Dylan ainda estava fazendo algumas piadinhas sobre o Cole estar chorando.

 

   -Que cara é essa irmão, alguém morreu foi? -Dylan perguntou rindo, enquanto Cole começou a chorar mais ainda.

 

   -Irmão... -Cole tentava controlar a respiração para poder falar. -O nosso pai, ele... ele bateu com o carro...

 

   -Oque? De novo? Já disse pra ele levar aquele freio para arrumar! Más e ai, deu muito prejuízo no carro? -Dylan falava naturalmente como se nem imaginasse que o acidente havia sido grave.

 

    -Dylan... -Cole tentou mais uma vez dizer a ele, más ao invés disso o abraçou bem forte.

 

    -Cole, porque você está me abraçando? Oque foi que aconteceu com nosso pai? -Agora Dylan parecia preocupado.

 

    -Dylan, o impacto foi muito forte e...

 

    -Não Cole, não termine essa frase! -Pude notar os olhos de Dylan lagrimejarem.

 

    -Ele não resistiu...

 

    -PORRA COLE, FALEI PRA VOCÊ NÃO DIZER ISSO!!! -Dylan gritou enquanto empurrava o irmão para longe dele. -ELE ESTÁ BEM, OK? NÃO É A PRIMEIRA VEZ QUE ELE SOFRE UM ACIDENTE DE CARRO, ELE ESTÁ BEM, EU SEI QUE ESTÁ, ELE NÃO PODE...ele não pode... -Foi ai que Dylan desabou. Cole foi até ele e o abraçou tão forte quanto antes.

 

     Confesso que deixei uma lagrima escorrer só de ver os dois sofrendo desse jeito. Eu sei que Dylan e eu temos nossas diferenças, más o ver desse jeito realmente me partiu o coração. Não consigo nem imaginar a dor de perder um pai. Não aguentei e comecei a chorar também, odeio ver pessoas que eu gosto sofrendo. Notei que Madelaine também estava com os olhos lacrimejados, foi então que disse a ela para nós nos retirarmos, pois esse é um momento deles, nada que fizermos irá ajuda-los em uma hora dessas, então o melhor a se fazer é deixa-los confortar um ao outro.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...