1. Spirit Fanfics >
  2. Cópia Perfeita - Jung Hoseok >
  3. Cortes e mais cortes.

História Cópia Perfeita - Jung Hoseok - Capítulo 17


Escrita por:


Notas do Autor


Mais um capítulo hoje, porque sim kaka <333

no capítulo anterior:

xxx: Alô?

...................

Capítulo 17 - Cortes e mais cortes.


No capítulo de hoje:

Ligação on~

S/N: Hoseok?

Hoseok: Eu disse que não queria mais te ver. - disse seco.

S/N: Mas você não tá me vendo. - falei com dificuldade

PUTZ S/N CÊ TEM PROBLEMA? Fazer piadas nessa altura do campeonato? Vai direto ao ponto.

Hoseok: Eu vou desligar.

S/N: Não, por favor. - continuei ainda sem força pra falar. - Não fui eu quem falei com você nas mensagens, eu amo você, por favor, eu preciso que me ajude.

Hoseok: Não acredito que está fingindo estar em perigo para tentar se desculpar pelo o que falou nas mensagens, eu já disse S/N, me esquece, ficar fingindo que está morrendo e forçar a voz pra parecer que está sentindo dor é ridículo. (Autora: ai, meu coração tá na mão cara).

S/N: Ho.... - ele desligou.

Eu não acedito, ELE DESLIGOUUUU, EU TÔ FERRADA DE VEZ.

P.O.V JIN

Chego no galpão e Hoseok está falando no telefone.

"Ficar fingindo que está morrendo e forçar a voz pra parecer que está sentindo dor é ridículo".

Jin: Quem era?

Hoseok: S/N

Jin: Cara, a Jennie me disse que a Rose tentou rastrear o celular dela mas está em anônimo.

Hoseok: Ela está bem Jin, só se arrependeu de dizer que não me ama. Tô exausto, vou no banheiro e já vamos embora.

Ele se direciona ao banheiro e eu fico fitando seu celular.

Jin: Desculpe Hoseok, mas se ela realmente estiver em perigo você vai me agradecer. - falo pra mim mesmo, pego o celular e ligo de volta pra S/N.

P.O.V S/N

NOTIFICAÇÃO: BATERIA 3%, CONECTE O CARREGADOR.

S/N: Eu não tenho um carregador. - falo olhando o celular com raiva. - Oh meu Deus, por favor, eu não mereço morrer não, tem misericórdia de mim, sempre fui legal com os cachorrinhos da rua, sempre pegava plástico do chão quando via, eu não quero morrer aqui não.

Depois dessa breve oração meu celular toca, Deus teve misericórdia de mim, ainda bem.

Era o número do Hoseok.

Ligação on~

S/N: Hobi? - disse quase sem emitir som.

xxx: É o Jin, Hoseok não está aqui. Mas me fale, onde você está? Está bem?

S/N: Não, estou fraca, não sobreviverei por muito tempo, venha me buscar.

Jin: Não te entendo, fale mais alto.

S/N: Não consigo falar mais alto que isso.

Jin: Fale 1 palavra que pode ajudar a te encontrar, quando você fala mais de uma palavra não dá pra entender.

S/N: Lily.

Jin: O que?

NOTIFICAÇÃO: BATERIA 1%, CONECTE O CARREGADOR.

S/N: LILY, LILY, SOCORRO, ELA ME SEQUESTROU, LILY, A AMIGA DO HOSEOK, A LILY.

BATERIA ESGOTADA.

Ligação off~

S/N: POR FAVOR JIN, A LILY VAI ME MATAR, ME AJUDE - falo com o celular desligado como se ele ainda fosse ouvir.

Eu espero que ele tenha entendido pelo menos um dos vários "LILY" que eu falei.

Ouço alguém chegando, jogo o celular onde estava e tento fingir que estava dormindo.

Então Lily abre a porta.

Lily: Não acredito que esqueci você - diz pegando o celular, ela estava de lado pra mim.

Abro meus olhos quando vejo ela se virar pra sair mas não ouço o barulho da porta se fechando. Me viro em direção a porta e vejo Lily ali, me encarando.

Lily: Você não sabe fingir que está dormindo.

S/N; Eu acordei com o barulho da porta.

Lily; Não minta, pra quem ligou?

S/N: Pra ninguém.- ela me olhava com ódio.

Lily: Eu vou perguntar só mais uma vez. Pra quem ligou?

S/N: Eu nem peguei nesse celular, e além do mais, está sem bateria.

Ela se aproxima de mim com a mesma cara de psicopata de sempre.

Lily: Se não pegou, como sabe que está sem bateria? - me fitou até que eu comecei a chorar, eu não sei mentir. - SUA DESGRAÇADA. - me pegou pelo pescoço e me jogou contra a parede. - Hoje eu acabo com você.

Me deixou no canto da sala e saiu da mesma, não fechou a porta pois já iria voltar, apenas foi buscar alguma coisa, e não, não tinha como eu fugir por aquela porta, até porque eu estava no porão.

P.O.V HOSEOK

Hoseok: Vamos Jin? - o mesmo estava com meu celular na mão.

Jin: Não.

Hoseok: O quê? Vamos embora, estou cansado.

Jin: S/N está em perigo.

Hoseok: Não acredito que você acreditou naquele teatro dela.

Jin: Não acredito que você está achando que ela seria capaz de mentir sobre isso. Hoseok, não seja orgulhoso, lembra quando você viu alguém observando ela? Pode ser que seja a mesma pessoa que sequestrou ela.

Quando ele me disse isso eu fiquei quieto, não me lembrava disso, ou pelo menos não queria pensar que o pior estivesse acontecendo com ela, eu fui muito infantil de ficar com raiva dela só porque ela não queria namorar comigo, isso realmente me deixou triste, mas eu exagerei.

Hoseok: Se alguma coisa acontecer com ela a culpa é minha. - comecei a chorar.

Jin: Bom que você percebeu seu erro. Mas precisamos agir rápido, a única coisa que eu entendi ela falar é quem alguém ia matar ela, não entendi o nome.

Hosoek: Vamos chamar todos aqui e vamos começar a procurar ela.

~quebra de tempo~ NO GALPÃO

Ayno: Ainda bem que acredita na gente, demorou mas antes tarde do que nunca.

Rose: Mas como vamos achá-la? Já tentei rastrear o celular dela mas isso é impossível.

Hoseok: Pra mim não

Peguei meu computador e rastreei o celular dela. Mas é impossível o resultado estar certo, mostrou que estava na china.

Keonhee: Não dá pra estar na China, ela teria falado na ligação alguma coisa relacionada com China.

Jin: Eu tenho certeza que na ligação ela não falou nada de China.

Jennie: Não gente, vocês nunca ouviram falar que a pessoa que está com o celular consegue tirar a localização? Ai a localização fica onde o celular foi fabricado. (autora: é oq)

Joy: Eu já ouvi algumas pessoas falando algo do tipo.

Ayno: Ótimo, a única coisa que podia nos levar até ela não ajudou em nada.

P.O.V S/N

S/N: O que é isso? - vejo a mesma entrar com várias coisas no quarto onde eu estava.

Lily: Instrumentos de tortura.

S/N: Me mate logo. - Ela não respondeu nada, apenas organizou o que ela chama de "instrumentos de tortura"

~quebra de tempo~

Lily: Vamos começar!

Ela se sentou do meu lado e me fez deitar no chão, logo pegou uma de suas facas e passou devagar por cada parte da minha calça, fazendo minha pele ficar exposta pra ela.

Lily: Começarei de baixo pra cima, e no fim, vou te colocar lá - apontou pra uma cadeira elétrica. - Porque se porventura Hoseok te encontrar ele pode tentar pegar suas memórias e te transformar em um clone, então preciso fritar seu cérebro.

Quando já estava apenas de roupa intima ela começou a passar a faca em minha pele assim como ela disse, começou pelos meus pés e pernas pra depois ir pro tronco, braço e pescoço.

Lily: Seu corpo é lindo, uma pena que vai ficar todo desfigurado. - disse enquanto ainda estava cortando meus pés.

S/N: Isso dói.

Lily: Deve doer mesmo, mas fazer o que, a vida não é como a gente escolhe.

Começou a subir os cortes para minhas pernas e quanto mais ela cortava, mais profundo ela ia fazendo. Meu corpo já estava latejando e eu não conseguia mais fazer nada, apenas chorar, mas não tinha força então era um choro silencioso.

Quando ela ia começar a corta minha barriga, uma ligação interrompe. Eu só podia ouvir a voz dela, enquanto a mesma me encarava.

"Oi, Hobi, estou bem e você?" "Não posso te encontrar hoje" "Estou com um problema familiar aqui" "Depois nos falamos".

Quando a ligação acabou ela voltou a fazer os cortes.

Lily: Sabe, Hoseok e eu vamos ser muito, mas muito felizes quando você morrer, eu planejo morar no Canadá, ter 1 cachorro e 3 filhos, seremos uma família muito feliz, uma pena que você não poderá conhecer os seus sobrinhos, minha querida irmãzinha.

P.O.V HOSEOK

Jin: O que ela disse? - se referiu a Lily

Hoseok: Disse que está resolvendo um problema familiar.

Jin: Familiar? A única família que ela tinha era os pais que morreram. Você não tá achando ela estranha?

Hoseok: Eu estou, mas sei lá, passamos tanto tempo longe dela...

Jin: Hoseok, por favor, coloque as imagens do dia que ela veio aqui.

Fui no computador, coloquei nas imagens da  câmera de segurança e começamos a assistir.

Joy: ELA QUE PEGOU MEU CARRO, FILHA DA...- é interrompida.

Keonhee: Calma amor.

Ayno: Que piranha essa Lily, ela sequestrou a S/N.

Hoseok: E se for só coincidência?

Jin: Hoseok, seu merda, para de passar pano pra essa louca. Se quiser ver a placa chega perto, é o carro da Joy sim.

Hoseok: Joy, me fala a placa.

Joy: xxxxx

Palmas para mim, isso aí Hoseok, seu trouxa, a Lily realmente pegou o carro da Joy e sequestrou a S/N, ou seja, quem falava comigo por mensagens era a Lily e eu aqui com raiva da S/N.

Rose: E agora? Ela deve ter deixado o celular em anônimo, como acharemos ela?

Hoseok: Quer saber? Já confio em vocês o suficiente.

Ayno: Do que você tá falando?

Hoseok: Tá vendo aquilo ali no canto? É uma cápsula de clonagem, serve para clonar pessoas, eu consertei à 2 dias. Eu consegui ficar com ela depois que o Dr Stevan morreu. Antes de ele morrer eu tive um acidente na praia quando ainda era pequeno, eu e Lily morremos, ele me transformou em clone.

Rose: Mas e a Lily, quem transformou ela em clone?

Hoseok: Ela me disse que foi criada pelo mesmo Dr que eu, mas eu acho que é mentira

Ayno: Cara, você não é humano? - diz desacreditado.

Joy: Tô passada.

Keonhee: Estamos.

Jennie: Maneiro. - disse em um tom de animação.

Jin: Tá, mas enfim, ela provavelmente também tem o chip de rastreamento na costela assim como o Hoseok, e nós podemos achá-la.

Ayno: Eu tenho muitas perguntas pra fazer, mas antes vamos achar a S/N e aquela piranha.

~quebra de tempo~

Hoseok: Aqui, ela está nessa casa, provavelmente torturando a S/N.

Ayno: Então vamos logo.

Hoseok: Não, Lily tem várias mutações e só eu sei como pará-la. Vocês ficam aqui e só o Jin vai comigo.

Jennie: Mas o Jin é humano, que injusto.

Jin: Digamos que não

Rose: Que?

Keonhee: Também é um clone?

Hoseok: Ele não é um clone, mas eu fiz algumas mutações nele para poder me ajudar em casos assim...

Jin: Vamos logo então.

Saímos do galpão e fomos em direção a localização onde Lily e S/N se encontravam.

P.O.V S/N

Meu corpo já estava completamente cortado, menos do pescoço pra cima.

Lily: Bom, agora, vou cortar a veia do seu pescoço que te fará sangrar até a morte, e só quando você estiver morta te colocarei na cadeira elétrica.

A cena era horrível, quando ela cortou meu pescoço eu pude ver meu sangue sujá-la, já que a mesma estava encima de mim, eu sentia minha vida acabando e eu ficando mais fraca, até meus olhos se fecharem, minha morte chegou.

......................

 


Notas Finais


desculpem qualquer errooo <3

diga o que tá achando <3 não seja um leitor fantasma

add aos favoritoossss <3

me siga para não perder as próximas histórias

beiJINhos e J-HOPEbrigada <33333333333


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...