História Cor de Marte - Capítulo 53


Escrita por:

Postado
Categorias Philippe Coutinho, Thiago Silva
Visualizações 196
Palavras 1.057
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Esporte, Famí­lia, Festa, Romance e Novela
Avisos: Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Mais um capitulo para voces

E como chegou o final de semana isso mesmo, vai ter mais capitulos em sequencia ok

Capítulo 53 - Uma ligação inesperada


Capitulo 53

3 dias depois

Pv da Tati

Lorena, não foi a única me apoiar sobre a gestação dos bebes Samiry e Karla estavam super animadas para a chegada dos gêmeos.

Hoje era mais de um dos dias no hospital que eu prestava serviços, eu estava fazendo sessões de movimentos com um garotinho e percebi que a mãe e o pai acompanhavam de perto.

_Pietro, doi aqui- perguntei tocando no seu pé

_Não tia doi mais encima- disse ele tocando no seu calcanhar

_Voce precisa ter força filho- falou o pai do garoto e eu olhei vi que a criança de apenas 6 anos fazia toda a força possível.

_Me conta, voce torce para qual time- perguntei

_Barcelona- falou ele todo orgulhoso

_Serio e qual é o jogador que voce mais gosta do time- perguntei

_Philippe Coutinho, o pequeno mágico- falou ele todo orgulhoso, olhei pro pai e pra mãe dele, pareciam tão Hulmide

_Eu tive uma grande ideia- falei

_Qual tia- perguntou ele todo contente

_Eu sei que voce já está cansado e tal e força a perna, mas só mais um pouquinho ok e no final eu tenho um presente para voce- falei e vi o tanto o garoto quanto os pais ficaram curiosos, o garotinho assentiu de bom agrado.

Botei uma ajuda no calcanhar do garoto fazendo peso para baixo e endireitando a perna dele, ele fazia careta,mas lutava feito o homem mais corajoso que eu já tinha conhecido.

1 passo. 2 passo

_Isso Pieto, respira fundo e vamos até os 5- falei

3 passos. 4 passos. Percebi que não estava sozinha naquela sala quando Lore, Samy e Karla me observavam de longe com alguns outros médicos.

_Só mais um campeão- falei

5 passo, Pietro deu o último passo firme fazendo firma a perna e logo ele sentou na cadeira de rodas novamente.

_Olha só, meus parabéns campeão, voce já é um vencedor viu Pietro- falei

_Voces tem um filho de ouro- falei olhando pros pais dele que choravam emocionado com o avanço do filho.

_Bom já que cumpriu o meu desafio, seu presente né- falei e ele sorriu todo contente.

Peguei meu telefone no bolso do jaleco, sabia que aquilo era errado, eu prometi a mim mesmo que eu não iria ligar mais para ele ou tal coisa assim. Vi nos contatos seu nome ao lado um coração, respirei fundo, era só para fazer uma criança feliz.

DROGA, quem eu queria enganar, eu só queria matar saudades dele. Mas botei o número para chamar em webcam.

_Ta ligando para quem tia- falou Pieto e mostrei no visor e seus olhos brilharam

1 toque. 2 toque. 3 toque.

_Alo- abriu a imagem e revelou Paulinho

_Ei nego, tudo bens- falei

_A morena do sorriso mais lindo do Brasil o que devo a sua honra- perguntou Paulinho

_Preciso falar com o Coutinho, ele ta ocupado- perguntei

_Na real ta botando o uniforme para treinar, aconteceu alguma coisa- perguntou Paulinho

_Só queria que ele falar-se com um fã dele- falei e ele assentiu

Logo vi pela imagem que Paulinho passava o telefone para alguém e quando eu vi na imagem meu coração parou, era ele, estava do mesmo jeito as cores do Barcelona realçava seus olhos sei lá era diferente.

Ele tinha algumas olheiras, parecia não dormir direito alguns dias.

_Morena, aconteceu alguma coisa- perguntou ele assustado com a minha ligação

_Desculpa, não, na verdade eu queria que voce falar-se com um rapazinho daqui é um paciente meu, seu fã, ele só tem 7 anos e queria te conhecer- falei sem jeito e ele deu aquele sorriso por qual eu me apaixonei

_Claro, cade o rapaz- falou ele

Então eu botei Pietro na frente da câmera do celular e eles conversavam muito bem, Pietro apenas sorria e dizia o quanto admirava ele por ser tão forte e quando crescer-se queria ser igual a ele.

_Com a pessoa que está cuidado de voces meu garoto, voce vai longe, pode ter certeza, ela é uma doutora de ouro- ouvir Philippe falar para Pietro

Logo depois da conversa Pietro me passou o telefone e vi que ele ainda estava ali no outro lado da tela.

_Obrigado- falei

_Sabe que eu faria qualquer coisa para ter um sorriso seu- falou ele

_Eu poderia ficar te olhando horas por Webcam, mas eu preciso treinar- falou ele

_Tudo bem- falei

_Mas eu fiquei feliz que voce me ligou, nem que seja por conta do trabalho- falou ele dando um sorriso de lado

_Voce precisa ir treinar- falei

_Certo, fica bem ok, qualquer coisa me liga- falou ele e eu assentir sem jeito

Ele desligou a vídeo chamada e eu respirei fundo.

_AEEEEEEEEEEEE, O PIETRO VAI VIRAR JOGADOR- Karla praticamente gritou na ala hospitalar que estavamos pegando o pequeno Pietro e dançando com ele, fazendo todos rirem

_Tudo bem- perguntou Lorena afagando minhas costas e eu assentir

_Eu vou ficar- falei

_Voce foi muito forte- falou Samy

_Obrigado- falei

(...)

Já era noite, eu tinha acabado de chegar em casa, Hoje era apenas eu sozinha em casa, Lorena tinha um encontro com alguém que ela não quis falar, Samy tinha faculdade e bom Karla era Karla tinha uma festa para ir.

Tinha terminado de tomar um banho e  tinha vestido meu pijama e me deitei no sofá cama da sala e liguei a TV botando em um filme qualquer de comédia romântica e fiquei assistindo. Foi quando a campainha tocou.

_Já vai- falei e quando abrir a porta toda a família Firmino estava na porta.

_Espero não está atrapalhando amiga- disse Larissa

_Não, tudo bem entrem- falei

Roberto carregava algumas pizzas Larissa equilibrava as meninas.

_Queriamos fazer companhia para voce, tudo bem né- falou Firmino

_Claro né, voces são como família para mim- falei e eles sorriram

Compramos refrigerante, abrimos as pizzas, botamos em outro canal divertido e ficamos no chão comemos as pizzas.

_Obrigado- falei

_Ué pelo que, eu sei que a pizza é boa- falou Larissa

_Não, não é isso- falei

_Então- incentivou Firmino

_Por não me deixarem sozinha, sério, mesmo grávida eu me sinto meio só- falei

_Oh baixinha, que isso, é dever meu passado por alguém mais para não deixar voce sozinha- falou Firmino me abraçando e eu sorrir

_A gente se preocupa com voce ta, voce já é da família- falou Larissa me dando um beijo na testa

 

 


Notas Finais


Comentem o que voces acharam


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...